História Crazy - Vkook. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Jungkook, Personagens Originais, V
Tags Taekook Vkook Bts
Visualizações 549
Palavras 736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Peixinho


- Jungkook! Eu preciso da sua ajuda. 


[...]



Jin entra na sala de Jungkook desesperado. 


- Aconteceu alguma coisa, Jin? - Jungkook pergunta ao seu melhor amigo. 


- Minha mãe ta muito doente, acho que ela vai morrer, Kookie. 


- Sério? Nossa, sinto muito Jin. 


- Jungkook você sabe que eu só confio em você é que você é meu melhor amigo, né? 


- Claro, Jin. 


- Cuida do meu irmão? - Jin faz uma cara de coitadinho para convencer Jungkook. 


- Mas Jin... Eu sou o seu chefe você que deveria prestar serviços para mim. - Jin o olha indignado. - Tá bom, eu fico. - Jin abre um sorriso. 


- Pode entrar, TaeTae. - O garotinho entra chupando um pirulito. 


- Eai, menininho. - Jungkook tenta ser simpático. 


- Olha, esse é o moço chato que foi lá em casa esses dias. - Jin tampa a boca do menino. 


- Olha aqui TaeTae. - Jin se abaixa um pouco em direção ao garoto, para ficar do seu tamanho, Bem pouco mesmo por que Taehyung nem é tão pequeno assim. - Meu amor, você vai tem que ficar Alguns dias ou meses com o tio Jungkook, eu vou tem que viajar. - Jungkook fazia uma cara de nojo olhando para os dois irmãos, Jin parecia estar falando com uma criança de oito anos. 


- Hum, JãoCu. - Depois de falar Taehyung solta uma gargalhada. Jungkook respira fundo para não avanssar naquela pequena obra do satanás a sua frente. 


- Você entendeu, Tae? - Jin pergunta. 


- Aham. Agora nós podemos ir pra casa? 


- Você vai ter que ficar com o Jungkook. Por isso que eu pedi pra você arrumar aquelas malas. 


- Ata. - O garoto falava despreocupado. 


Jungkook agradeceu por Jin ter levado Taehyung bem no final de seu expediente.




[...]




- Aqui é minha casa, pequeno. - Taehyung joga sua mochila no sofá e começa a olhar a casa. Jungkook solta no chão algumas malas que segurava. 


- Um aquário de peixes. - Taehyung sai correndo em direção ao grande aquário que Jungkook tinha em sua sala. 


- Gostou? - Jungkook pergunta.


 Taehyung passa pelo Jungkook como se o mesmo não houvesse falado com ele e senta no sofá. 


- Eu vou preparar o jantar. - Jungkook fala. Um dos passatempos de Jungkook era cozinhar, ele amava fazer isso. Mesmo senso muito ocupado ele sempre arrumava um tempinho para cozinhar. 


De vez em quando Jungkook olhava para trás, para ver o que Taehyung esta fazendo. 


O celular de Jungkook toca e ele atende. 


- Oi Jin. Ainda está no avião? O Taehyung esta aqui fazendo os temas. - Taehyung ri. 


- Não to, não. - Taehyung ri sapeca. Quando Jungkook olha pra tras ve Taehyung em cima de uma cadeira na frente de seu aquário com um peixinho na mão. - Por que ele não tá mais se mexendo? - Taehyung fala examinando todos os lados do peixinho que estava em sua mão. 


- Eu tenho que fazer janta, Jin. Tchau. - Jungkook desliga o celular sem esperar Jin responder. - VOCÊ ACABOU DE MATAR O MEU PEIXE, ELE CUSTOU UMA FORTUNA. - Taehyung joga o peixinho no chão e sai correndo. - VOLTA AQUI, SEU PESTE. 


- A gente vai brincar de pega-pega? - Taehyung pergunta. 


- Sim. - Jungkook responde. Ele tentava se aproximar, lentamente, de Taehyung. Jungkook acaba resbalando no peixe, no chão, ele cai de bunda. 


- Você matou o peixinho. - Taehyung corre e pega o peixinho na mão. 


- Não, foi você seu peste. 


- Você pisou em cima dele e ele morreu. - Jungkook viu uma lágrima molhar o rosto de Taehyung. 


- É sério? - Jungkook revira os olhos. - Ah, senhor, eu mereço? 


- Temos que enterrar ele. - Taehyung pega uma folha de seu caderno e enrola o peixinho dentro. 


- Agora a gente tem que jogar no lixo. - Jungkook tenta pegar o peixinho mas Taehyung desvia. 


- Posso ficar com ele? So esta noite? 


- Sim, não é o meu quarto que vai feder, mesmo. - Taehyung ri. 





Depois dos dois jantarem, Taehyung foi tomar banho no seu quarto. 


- Aquele vai ser meu quarto? - Taehyung aparece de surpresa na sala, assustando Jungkook. 


- Sim, por que? 


- Sem nenhum adesivo? Amanhã mesmo, nós vamos comprar mais. - E foi ai que Jungkook percebeu, ele não deveria ter ficado com esse pestinha. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...