História Dual personality l.s - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Visualizações 4
Palavras 1.471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Complicado



Final de semana chegou muito rápido.. levantei deixando Harry esparramado na cama como de costume, fiz minha higiene e corri para a cozinha fazer nosso café da manhã.

Assim que as panquecas estavam prontas e o café passado, sinto duas mãos grandes circulando minha cintura e um beijinho na nuca fazendo meu corpo inteiro se arrepiar.

- bom dia amor.— Escuto sua voz rouca próximo ao meu ouvido me fazendo virar e selar nossos lábios.

- Bom dia.— Coloco meus braços envolta do seu pescoço e Harry me levanto centímetros tirando meus pés do chão.

Estou feliz que depois da nossa conversa, Harry, não se comportou diferente de novo. Admito que ele me deu medo e não sei se é bom eu ter medo do meu próprio namorado.

- Vou dar uma saída rápida.

- Você tem consulta marcada?!— Pergunto a ele e Harry estreita a sombrancelha para mim.

- Como você sabe disso? — Ele me solta dando dois passos para trás.— Andou mexendo nas minhas coisas?!

- Lógico que não.— Vou até ele mexendo na bainha de sua blusa.— Sei que não gosta que eu mexa nas suas coisas por mais que eu ache desnecessário já que estamos quase casados.

- Isso não vem ao casa Louis!! Eu não quero você bisbilhotando minhas coisas.

- Wow.. calma!! eu não mexi em nada Oky.. Seu telefone estava tocando e vi que era o alarme de lembrete.

Saio de perto dele um tanto chateado e me sento me servindo de suco de laranja.

- Desculpa amor.— Harry fala colocando a mão em meu ombro.

- Tá, vamos tomar café antes que as panquecas fiquem frias.— Ele assente sentando ao meu lado.

.

  Harry Styles POV ((... Edward...))

- HARRY ATENDE A PORTA.— Escuto Louis gritando do banheiro, e quem ele pensa que é para me dar ordens?

Mesmo assim me levanto do sofá só pra ver quem é o indigente que veio perturbar minha paz.. abro a porta e reviro os olhos vendo que é um dos amigos chatos do Louis, Harry só fez merda trazendo esse pigmeu para morar conosco, mas isso não vai durar muito tempo.. não vai mesmo ou eu não me chamo Edward.

- Oi Harry, Louis tá aí?

- Quem deseja falar com ele?!— Falo sério só pra ele perceber meu descontentamento.

- Já esqueceu meu nome Harry?— O loiro abre um sorriso mostrando os dentes.

- Niall?! — Pronto o pigmeu resolveu aparecer.— Entra logo.

- Se seu namorado sair da frente eu entro.

- Harry.— saio da frente lançando um olhar para Louis nem um pouco amistoso.

Assim que o loiro vai até Louis fecho a porta escutando os cochichos dos dois garotos.

" Seu namorado está estranho hoje"

" Não liga Niall, Harry está de ventre virado.. desde cedo que ele estava com essa cara de poucos amigos"

Poucos amigos?

Tenho que rir, será que esse garoto é tão tapado que não repara as coisas?

Porra ele não reparou que não tenho nada ver com o babaca do Harry?! Garoto lerdo.

Depois de uma hora Louis sai do quarto acompanhado de seu amigo com um sorriso estampado no rosto.

Acabou minha paz.

- Não sei por que vocês gostam tanto de mostrar os dentes, parecem hienas.— Digo irritado, antes era só Harry e eu, mais eu que Harry na maioria do tempo. Agora tenho que aturar a casa cheia não tendo um pingo de privacidade.

- Estou feliz..se eu estivesse triste estaria chorando não rindo.— Responde o menor vindo até mim me beijando.

- Para caralho, não sei como ele gosta dessa agarração toda.

- Cruzes você está parecendo outra pessoa hoje.— Louis me olha nos olhos e bingo até que enfim ele parece perceber algo.— Se composta por favor temos visita e para de ciúmes eu sou só seu oky.— Mas um beijo..

Há vai toma no cu... Esse pigmeu acha que estou com ciúmes dele?! Harry cadê você seu prego eu não mereço está aqui ouvido tal absurdo.

- Eu não estou com ciúmes Tomlinson, mas sua felicidade me incomoda.— O problema dele ficar putinho e que  quem vai segurar as birras e Harry.. então fuck you.

- Oky Styles depois conversamos.— Diz ele batendo o pé ao sair.

- Coloca um short maior pois ninguém é obrigado a ficar olhando para essas coxas gordas.— Comecei a rir com a cara que o menor fez ao abaixar o short enquanto andava até Niall.

O bom de provoca-lo é quê..

(1) ele vai brigar com Harry

(2) Harry vai acabar chorando como todas as vezes

(3) Eles fazem as pazes e eu entro em cena o fodendo gostoso.

Harry perde eu ganho todas as vezes, lógico que deixo ele assumir de vez em quando, por incrível que pareça Louis gosta do modo que Harry fode ele. Porra o cara é todo sensível, sempre perguntando se está machucando ou se está indo rápido de mais. Dois parasitas na cama, agora quando sou eu que está no controle, Louis vira um vadia gemendo horrores de prazer.

- Tchau Harry.— O amiguinho do Louis vem na minha direção olhando meu corpo como se eu fosse um pedaço de carne.. quer dizer Harry né..

"Já vai tarde querido" penso

- Tchau.— Respondo e viro para continuar vendo o filme do Van Diesel.

Vejo Louis segurar Niall pelo braço o guiando até a porta, depois do mesmo se despedir vejo ele vindo até mim com os braços cruzados e um bico gigante.. mas antes dele chegar completamente até mim levanto do sofá deixando para Harry assumir o controle, mas antes levanto do sofá e lhe dou um selinho falando que mais tarde iria voltar pra gente se divertir.

Sei que ele não entendeu nada do que eu disse, mas que se foda eu quero é foder ele mais tarde.

.

Harry POV ((Harry Styles))

Odeio essa sensação de ausência, pois sei que pedir várias coisas que aconteceram ao meu redor e toda vez que deixo Edward assumir.. sei que o mesmo deixou Louis puto de alguma forma.  Tem horas que nem sei quando ele vem fazendo uma bagunça na minha vida pessoal e familiar... Pelo menos minha  mãe ele respeita.

Diz dona Anne que Edward apareceu quando eu tinha apenas 9 anos, é merda né, depois daí somos um só..

Já fiz vários tratamentos para que ele sumisse, mas na verdade de algum jeito gosto do fato de Ed existir.. de certa forma ele é o que desejo ser, um cara durão que não tem medo de nada nem de ninguém...

Só tem uma coisa que eu não suporto é que ele sempre faz Louis ficar com raiva de mim e claro não aguento ver o amor da minha vida duvidando dos meus sentimentos por ele.

- Harry que palhaçada foi aquela de me destratar na frente do Niall? — Ele me olha sério e essa é a desvantagem de não lembrar o que Edward falou pra ele.

- Desculpa amor, eu só estou um pouco cansado.

- E o que uma coisa tem a ver com a outra Styles?! Você sempre diz que minhas coxas são uma das coisas que você mais ama no meu corpo e hoje do nada você fala que elas são gordas..

Que? Edward me paga.. como ele pode dizer isso ao meu garoto de olhos azuis.

- Eu só estava te provocando baby, você sabe que nunca falaria isso se não fosse brincadeira.

- Às vezes acho que você tem algum problema por agir como se fosse outra pessoa.

- Desculpa.

- Para de ficar pedindo desculpas... Caramba.. eu não quero viver em um relacionamento onde meu parceiro vive pedindo desculpas.. Zayn fazia isso e olha onde nós paramos.

Tento protestar ou até mesmo dizer qualquer coisas, mas Louis sai apressado e logo ouço a porta do nosso quarto se batendo fazendo as paredes estremecerem.

Edward passou dos limites... Vou até o espelho pois é  um dos únicos jeitos de conseguir falar com ele... claro que as vezes ouço seus pensamentos, mas prefiro olha-lo nos olhos.

- Edward, qual a parte de "deixa o Louis em paz" você não entendeu?—  Olho fixamente para o espelho e nada dele falar comigo, mas sei que está me escutando.— Já falei pra você deixá-lo, não vou pedir novamente..

- E o que você vai fazer Styles? Me bater.— Escuto sua voz seguindo de uma risada em minha mente.

-  você é um idiota, Louis é tudo pra mim.

- Errado, eu sou tudo que você tem Styles.. sem mim você não é ninguém, um bosta.— Sua voz na minha cabeça é quase um martírio me deixando com uma dor insuportável.

- Não, Louis é tudo que eu preciso. — Digo a ele e sinto meu corpo estremecer.

- É Styles, acho que você esqueceu de quem manda nessa porra.. se eu não quiser Louis mais aqui ele não vai ficar, então acho melhor você baixar um pouco a bola antes que eu faça alguma besteira que você provavelmente não irá gostar.

Sim, eu vou ter que engolir a seco e ficar calado. Edward pode ser um pouquinho vingativo quando não faço o que ele quer ou quando discordo com sua opinião



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...