História Duas Chances. - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Kim Mingyu, Lee Jihun "Woozi"
Tags Abuso, Assassino De Aluguel, Drogas, Gyuhoon, Jigyu, Roleta Russa, Seventeen, Suícidio
Visualizações 61
Palavras 198
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Décimo Sexto



 As paredes beges envolvem tudo, como papel presente embrulhando uma caixa de papelão barata.

Na frente do altar está um caixão preto brilhante, mas ele está fechado, porque nunca acharam o corpo.

E todos aqueles sentados nas primeiras fileiras não querem aceite que no caixão que vão enterrar não tem ninguém para honrar.

Mas existe um nome a ser chamado quando o Padre faz as preces

Existe um nome para gritar quando jogarem terra sobre o caixão vazio.

E o bege que deve ser uma cor neutra nunca pareceu tão mórbido. Queriam pesquisar o porquê, o porquê do bege nas Igrejas.

Mas diziam que usar o celular lá era falta de respeito.

Mesmo que não existisse um corpo para desrespeitar.

Porque todos aqueles sentados nas fileiras da frente estavam muito ocupado chorando por alguém cuja voz esqueceriam.

E não é maldade, é só humanidade.

É o que nos faz diferente do Deus pintado em cores neutras nas paredes e nos vitrais.

Mas o caixão preto ainda vai ser carregado nos ombros por homens fortes e ainda vai ser enterrado. Ainda vão cuidar da grama verde por cima dele.

Nada vai mudar.

A grama ainda vai crescer.

As paredes ainda seram beges.

O padre ainda faria suas preces.

E o caixão ainda estaria vazio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...