1. Spirit Fanfics >
  2. Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) >
  3. Ressaca

História Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei 👁️👄👁️💅🏻

Desculpa a demora galera

Relevem os erros pls 🤗💜

Capítulo 17 - Ressaca


Fanfic / Fanfiction Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) - Capítulo 17 - Ressaca

{Sana on}

Eu acordei com uma Dahyun em cima de mim, Momo estava ao nosso lado com as pernas por cima das minhas. Olhei em volta e notei que Mina não estava ali, todas ainda dormiam. Levantei bem devagar para não acordar Dahyun mas foi falho, a coreana acordou e coçou os olhinhos.

DH- Shiba? Que horas são? - meu deuzo ela fica tão fofa com carinha de sono

-É cedo ainda pequena... Pode dormir mais um pouco.

DH- Shiba... Eu não sinto minhas pernas direito, tá doendo Sannie... - eu me senti muito culpada, fui muito bruta com Dahyun ontem, e foi só a segunda vez que ela fez isso 

-Desculpa meu amor.... Eu não queria te deixar assim - falo com meus olhos lacrimejando, eu estava me sentindo muito culpada

DH- Não chora Sannie, não gosto de te ver triste. Tá tudo bem, só que dói muito...

-Desculpa Dah... Desculpa pequena, eu não queria te machucar. Você me perdoa neném? - eu abracei ela e fui retribuída

DH- Claro que perdoo Shiba... Fica comigo mais um pouquinho? - ela fez um biquinho e eu sorri

-Claro que fico pequena... Vem, fica no meu colo - ela se aproximou de mim e deitou como um verdadeiro neném no meu colo, comecei a passar meu polegar de leve em sua bochecha, a mais nova fechou os olhos aproveitando o carinho. Quando vi, ela já estava adormecida em meu colo. Mina ainda não havia aparecido... Estranho. Coloquei dahyun deitada no colchão que estava no chão, deitada ao lado de momo e saí atrás de Mina. Logo escuto uma voz vindo do banheiro, pra ser mais exata, a voz da Mina.

MN- Como? Como eu vou contar isso pra ela? Ela vai sofrer tanto... Talvez se eu contar seja melhor, mas talvez a mãe dela queira que ela saiba por si mesma. AH por quê isso é tão difícil? 

-Pinguim? O que você tem que contar e pra quem? O que aconteceu Mina? 

MN- Sana unnie, que susto, desde quando está aí? 

-Desde que você está se perguntando o que fazer sobre alguma coisa com alguém...

MN- Ah Sannie, é que... Não é nada, esquece.

-Mina Yah! O que aconteceu? Sabe que pode me contar tudo... Você é como minha irmã! 

MN- Certo... Unnie, eu acordei bem cedo e perdi o sono, Chae estava com a cabeça na minha barriga, então eu fiquei mexendo no celular. Eu ouvi um som de notificação no celular da Chaeng, e como eu sou muito curiosa...eu resolvi ver o que era... 

-Você não devia ter mexido no celular da Chaeng! Então, o que era? 

MN- Era a mãe da Chae... O pai dela não resistiu... Eu acho que deveria contar pra ela, mas não quero destruir o coração da Tigrinho... Sannie o que eu faço? 

-Talvez se você falar... Seja mais fácil pra ela, mas fala antes dela olhar o celular ok? Vai lá, acorda ela e prepara ela psicologicamente pra ouvir isso. Não vai ser fácil pra Tigrinho aguentar isso... 

MN- Eu sei que não vai ser... Mas ela é forte! Eu acredito na Tigrinho, quanto antes ela ficar sabendo, melhor! Obrigada Sana unnie! - me abraçou apertado e deu um beijo em minha bochecha, sorri com seu ato e beijei sua bochecha também

-Boa sorte com a Chaeng Minari, fica com ela, ela vai precisar de apoio! - ela me abraça novamente e eu retribuo

MN- Obrigada Sannie, você parece estranha, aconteceu algo? 

-Sim, mas... Vai lá com a Chae, ela precisa...

MN- Eu amo isso em você.

-Isso o que? 

MN- Você sempre coloca os outros acima de você e de tudo, você é incrível Sannie. E eu estou aqui agora pra te ouvir, do mesmo jeito que você faz comigo. Pode me contar unnie...

-Obrigada Minari, você também é incrível... - abracei a mais nova e logo nos separamos e ela me olha, como se dissesse para eu prosseguir, eu assenti - eu estou me sentindo muito culpada, eu machuquei a Dahyun... Ela é nova nisso e eu machuquei meu amorzinho... Eu sou uma pessoa má Mina? 

MN- Não Sannie, não é, você é uma pessoa muito especial. Peça desculpas para Dahyun, você errou, mas todos erramos e ela vai te entender ok? Eu vou acordar a Chae e contar para ela o que houve... Espero que ela não sofra tanto.

-Obrigada Minari, farei isso, sobre a Chaeng, não fale descaradamente, prepara o psicológico dela antes. Vai ser um choque muito grande.

MN- Pode deixar, tchau unnie! 

-Tchau Minari! 

Pobre Chaeyoung... Eu tenho pena dela, ela acreditou tanto que o pai ia melhorar... Mesmo não estando aqui por muito tempo, sabia quanta fé ela tinha que o pai fosse melhorar...

Escovei meus dentes e troquei de roupa, ainda estava com dor de cabeça por causa do Soju. Nayeon acordou e ela e Mina estavam conversando sobre a Chae. 

-Coelha! Tem remédio pra dor de cabeça? 

NY- Tem sim Shiba, lá na cozinha! 

-Valeu coelha! - andei até a cozinha e peguei o remédio, enchi um copo de água e engoli o comprimido. Sinto dois bracinhos me agarrarem por trás.

MM- Bom dia meu amor! Tudo bem? 

-Bom dia momoring! Tudo bem, eu acho... Soube do que aconteceu com o pai da Chae? 

MM- O que tem o pai da Chae? 

-Ele não resistiu... Mina está se preparando pra contar pra Chae...

MM- Poxa, coitada da Chae... Como você está depois de ontem a noite hein? - sorriu maliciosa me encarando

-Culpada... Machuquei a Dahyun, ela já me perdoou mas eu não consigo me perdoar... Machuquei nosso bebê! 

MM- Eiii, ela te perdoou, tá tudo bem Sannie. Me dá um comprimido também, por favor? 

-Claro! - entreguei o comprimido em sua mão e nós fomos para sala onde mina tentava acordar a Tigrinho... Tadinha dela...


⭐ Continua ⭐



Notas Finais


Eu tô soft com esse capítulo!

Gente, desculpa a demora, eu estou com um pulso quebrado e tive que fazer uma cirurgia, amanhã eu vou no médico pra fazer outra. Então talvez amanhã não tenha atualização da fic mas só talvez. Se eu estiver melhor, eu escrevo!

Comentem bastante pra "desbloquear" o próximo cap! O que acharam? Eu tô com dó da Chae 😔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...