1. Spirit Fanfics >
  2. Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) >
  3. Quem te mandou isso?

História Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, miiiiil desculpas por demorar pra postar, meu pulso estava doendo e a escola tá me sobrecarregando muito, esse cap vai ser o começo do mistério da história então aproveitem 💜

Relevem os erros pls 😗👇🏻

Capítulo 20 - Quem te mandou isso?


Fanfic / Fanfiction Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) - Capítulo 20 - Quem te mandou isso?

{Dahyun on}

Assim que saímos do hospital, eu sentei no banco de trás junto com a Mina e a Chae. A Chae estava no meio de nós enquanto era abraçada por nós duas, ela continuava a chorar mas muito menos que antes.

Eu estava com um aperto no peito, mas não pela Chae, como se eu soubesse que algo ruim iria acontecer. Odeio essa sensação, me dá vontade de chorar. Mas não vou chorar agora, a Chae já está mal, não quero fazer isso na frente da minha pequena, ela não merece ter que me aguentar com meus dramas idiotas.

{Chaeyoung on} 

Eu estava no meio de Mina e Dahyun recebendo um abraço duplo, aquilo me reconfortava muito, eu sei que posso contar com elas pra tudo, elas também podem contar comigo pra tudo. Mesmo abalada, eu consegui perceber que Dahyun estava nervosa, isso me deixava nervosa também, não gosto de ver minha unnie assim.

Me separei do abraço duplo e abracei apenas Dahyun. Assim que a mais velha percebeu estar sendo abraçada, ela pois a cabeça na curvatura do meu pescoço logo também desabando em lágrimas. Isso me matava por dentro, ontem estávamos felizes em uma festa do pijama e hoje já tem tantas coisas ruins acontecendo. Espero que nada mais aconteça hoje, que isso seja apenas um sonho ruim.

Eu apertei mais Dahyun contra meu peito e peguei a mais velha no colo. Talvez eu consiga acalmar ela assim.

{Mina on}

Eu não estava entendendo o por que de Dahyun estar aos prantos e no colo de Chaeyoung. Resolvi não perguntar e abracei forte as duas garotas. A mais nova já não chorava mais, apenas Dahyun que estava aos prantos no colo da Chae, acho que Dahyun também sentiu a pressão do dia de hoje. Acariciei o cabelo das duas, logo sentindo o braço de Dahyun em volta do meu pescoço aprofundando-me mais no abraço. 

DH- Chae, faz isso parar,  esse aperto no peito machuca, dói. - eu não consigo ver minha Tofu assim, ela sempre foi tão positiva e alegre

CH- Tá tudo bem Dah... Eu tô aqui, a mina e a momo também estão aqui com a gente. Vai ficar tudo bem, eu prometo. - senti Dahyun apertar mais o abraço, mesmo assim eu não resisti ao sorrir pelo ato seguinte de Chaeyoung, a menor separou o abraço beijando a testa de Dahyun e deixou um beijo estalado na minha bochecha.

DH- Desculpa meninas e desculpa por chorar agora Chae, sei que você está sofrendo e eu não consigo nem segurar meus sentimentos, desculpa... Eu sou muito egoísta, desculpa de verdade Chae...

CH- Ei, ei Dahyun olha pra mim - Dahyun levantou a cabeça que estava abaixada, ela parecia querer evitar qualquer contato visual. Quando dahyun olhou nos olhos de Chaeyoung, percebi que os olhinhos das duas estavam vermelhos pelo choro, mesmo assim, Chae não deixou de sorrir quando dahyun a olhou nos olhos - Você também tem sentimentos, você também é um ser humano e não é bom segurar a barra sozinha, você não é egoísta, é um ser humano que eu amo e entendo, está tudo bem ok? Eu não estou bem mas nenhuma de nós está 100% hoje... - olhei para frente e Momo nos encarava pelo espelho retrovisor com um semplante preocupado mas sempre com aquele sorriso sincero - Não precisa pedir desculpas dah... Eu te amo Tofu! 

DH- Eu também te amo meu Tigrinho... Você é especial, a Mina te merece muito, vocês se merecem muito... 

Eu e e Chaeyoung nos encaramos por um momento, estávamos coradas e eu pude ouvir a risada de Momo vindo do banco da frente. Dahyun ainda estava sentada no colo de Chaeyoung, então a mais nova colocou a cabeça um pouco para o lado, encostando nossas testas e nossos narizes em seguida.

CH- Sabe Dahyun, a Mina é incrível, se ela realmente me aguentar, eu não me importo de passar minha vida ao lado dela... Ela também é muito especial... - ela fala como se estivesse se dirigindo a dahyun mas olhando nos meus olhos, eu sorri como resposta e ela fez o mesmo 

-Eu realmente não me importo de passar o resto da minha vida ao seu lado Son Chaeyoung... Você é muito especial... - nós continuamos sorrindo bobas uma para a outra

DH- Ah eu fiquei de vela aqui! - dahyun fala de modo de modo divertido, ela sempre consegue quebrar aquele clima triste e tenso do local. Eu e Chae rimos e momo como sempre foi flertar com a coitada:

MM- Não seja por isso, minha cama é bem quentinha, vamos la pra casa hum? - nós quatro rimos - É sério, daqui a pouco eu chego na casa da Chae, se quiser ir lá pra casa...

DH- Valeu momoring mas eu vou pra casa com a minha mãe... Prometo que na próxima eu vou ok? - Momo concordou e logo estacionou na frente da casa da Son

CH- Antes de eu ir meninas... Obrigada por sempre estarem comigo e me fazerem sorrir até mesmo nos piores momentos da minha vida, saranghae! 

DH- Nós também te amamos Chaeng.. sempre vamos estar aqui com você, certo meninas? - eu e Momo dissemos um "Sim" em unissono e Chae deu um abraço em cada uma de nós e saiu do carro.

{Dahyun on}

Chae saiu do carro e Mina me puxou para mais perto dela, me abraçando e fazendo carinho em meu cabelo, ela cuida da gente como se fosse a Jihyo, só que a Jih é como nossa omma e a Mina como uma irmã mais velha.

MN- Tem algo te incomodando Dah? Você parecia nervosa e começou a chorar do nada... Desculpa se eu tô sendo invasiva, eu fiquei preocupada...

-Tudo bem Minari... Desde pequena quando eu fico com esse aperto no peito, como se eu soubesse que algo ruim iria acontecer eu tenho vontade de chorar... Isso machuca..

MN- Ah... Não pensa nisso ok? Vem cá - Mina me aconchegou melhor no seu abraço e deu um beijo no topo da minha cabeça - Nada ruim vai acontecer mais ok? Já foram muitas coisas ruins por hoje! - sorri pra ela e fui retribuída por um sorriso amigável e reconfortante.

MM- Minari! Desça, vou deixar Dahyun em casa e já volto ok? - aaaa eu queria ficar mais com a Mina, mas talvez eu precise ir pra casa, tomar um banho e descansar a cabeça. Esse dia está difícil para todos.

Mina desceu do carro deixando um beijo em minha bochecha e fazendo o mesmo com Momo.

MN- Tchau Tofu! Não demore muito Momoring! Qualquer novidade da Chaeng me mandem mensagem ok? - eu e Momo assentimos e Mina saiu deixando eu e Momo sozinhas.

MM- Vem se sentar aqui na frente comigo, quero ter você pertinho de mim! - eu corei com o seu jeito de falar mas saí do carro e entrei na porta da frente ao lado de momo.

DH- Tudo bem Momo? Você passou o caminho todo quieta...

MM- Tá tudo bem sim Dah... É só que... - ela suspirou para continuar - foi tudo tão rápido, a duas semanas atrás eu estava me mudando para a Coreia com Sana e Mina, e agora eu já estou com amigas incríveis e eu me sinto tão bem com vocês e feliz de estar aqui... Eu amo vocês Dah.. obrigada - meu coração ficou tão quentinho com aquelas palavras, por mais que Momo parecesse avoada e parecesse não ligar para as coisas, eu sei que ela tinha sentimentos. Momo é uma pessoa incrível, ela merece o mundo.

- Você é perfeita Momo... Eu que tenho que agradecer por você e as meninas me fazerem mais feliz, obrigada Momoring... -momo sorriu para mim e eu retribuí

MM- Chegamos na sua casa, desculpa por ter ajudado a Sana a fazer aquilo ontem a noite, fiquei com medo de apanhar também kk

-Kkk tudo bem, não vou mentir, foi incrível! Tchau Momo unnie, obrigado pela carona! 

MM- Imagina, tchau Tofu! Olha pra mim! - virei meu rosto encarando a mais velha que depositou um selinho demorado em meus lábios - Pronto! Agora você pode ir! - corei e selei seus lábios aos meus novamente e saí do carro sorrindo como uma criança que ganhou um doce.

Entrei em casa e minha mãe estava na porta, ela parecia estar me esperando... Calma, essa cara, socorro, o que ela descobriu? Por que ela está com essa cara como se eu tivesse cometido um crime? 

Srª Kim- KIM DAHYUN! O que você tem na cabeça? 

-Calma omma, o que foi? Por que parece que eu cometi um crime e você vai me matar? 

Srª Kim- Que história é essa de você estar transando com aquelas duas japonesas que vieram aqui em casa? - Calma, como ela sabia? A Momo e a Sana contaram pra ela? Não, elas jamais fariam isso! Merda, dessa vez eu me fudi mesmo.

-N-não é nada disso mãe! Elas são só minhas amigas e eu sou virgem ainda! - espero que ela acredite

Srª Kim- Então me explique isso Kim Dahyun! - ela levantou o celular até meu rosto. No celular havia uma foto da sala de aula da detenção, eu estava entre as duas japonesas sem camiseta e saia enquanto as outras estavam apenas de peças íntimas. Merda! - EU TE CRIEI ASSIM KIM? EU NÃO TE CRIEI PARA VOCÊ VIRAR UMA VAGABUNDA QUALQUER! VOCÊ NÃO VAI MAIS VER AQUELAS JAPONESAS! ESTÁ ME ESCUTANDO? NUNCA MAIS! NEM QUE VOCÊ PRECISE SE MUDAR DE ESCOLA PARA ISSO! - eu já me encontrava chorando novamente naquele dia, o dia não podia piorar. Mas quem havia mandado aquela foto? Quem estava na escola aquele dia? 

-Q-quem te mandou isso? 

Srª Kim- NÃO IMPORTA QUEM FOI DAHYUN! JÁ PRO SEU QUARTO! VOCÊ NÃO SAI DE LÁ ATÉ PENSAR NO QUE VOCÊ FEZ! E NEM PENSE QUE VOCÊ IRÁ PRA ESCOLA AMANHÃ! - saí correndo aos prantos até meu quarto e me tranquei lá dentro. Eram por volta de uma da tarde e meu dia estava sendo o pior de todos! 


⭐ Continua ⭐



Notas Finais


Aí aí, desculpa pelo cap bosta ok? Agora as coisas vão começar a ficar mais interessantes! Prometo que hj de madrugada ou amanhã de manhã tem mais!
Boa noite 💜💛
Comentem o que acharam do cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...