1. Spirit Fanfics >
  2. Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) >
  3. Outra desaparecida

História Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


Eai, demorei mas postei

Relevem os erros pls 💜💛

A capa do cap é bem aleatória ok?

Capítulo 32 - Outra desaparecida


Fanfic / Fanfiction Duas nem sempre é demais!- (SaiDahMo) - Capítulo 32 - Outra desaparecida

{{Sana on} 

Depois que Dahyun saiu de casa, Momo ligou para ela e me avisou que iria buscar a mais nova pois ela não estava se sentindo bem. Ficamos apenas eu e Minari em casa. 

MN- Unnie, a Chae me chamou para ir dormir na casa dela já que os pais dela não vão estar em casa. Tudo bem eu ir agora e você ficar sozinha até às garotas chegarem? - Mina fala rápido aparecendo na porta do meu quarto com o celular em mãos. 

- Claro Mina, se divirta... Mas não passem dos limites escutou? - Mina riu assentindo. A mais nova se aproximou da cama onde eu estava sentada, se sentou ao meu lado e me abraçou. - O que foi Minari? 

MN- Eu te amo Sannie, obrigada por cuidar de mim quando eu precisei. - coloco Mina em meu colo e sorrio para a mesma. 

- Eu também de amo Minari, e não precisa agradecer, eu não faço mais do que o meu trabalho. - a menor sorri pra mim e deixa um beijo em minha bochecha. 

MN- Eu tenho que ir Sannie, a Chae tá me esperando. Se cuida e me liga se acontecer algo, ok? 

- Calma Mina, as meninas já estão voltando kk e eu sei me cuidar sozinha! - Mina me olhou com uma cara de deboche - Para de me olhar assim Mina! E vê se não passa dos limites com a Chae! - a mais baixa revirou os olhos e saiu de cima do meu colo. 

MN- Tchau Sana! Eu volto amanhã! - acenei para ela e a vejo sair do quarto. 

Mina já havia saído e as garotas não haviam chegado ainda mas me mandaram mensagem avisando que chegavam daqui a pouco. Já era por volta das 19:30 e fazia pouco tempo que havia escurecido lá fora. 

Eu via um filme qualquer na sala quando escuto o barulho da porta abrindo. Me levanto do sofá e vou até a porta esperando encontrar Dahyun e Momo ali. Quando chego ali, a porta estava fechada, achei estranho, então abri a porta e olhando em volta. 

A última coisa que vejo é um homem que aparentava ter seus quarenta anos e levo uma pancada na cabeça que me faz apagar. 

{Dahyun on} 

Eu e Momo estávamos no carro já indo pra casa depois de falar com os policiais, amanhã no horário nós iríamos no local para resgatar a Irene, porém os policiais iriam junto. 

MM- Eu mandei mensagem pra Sana falando que a gente chega em casa daqui a pouco... - assenti e entrelacei sua mão que não estava no volante com a minha, ela me encarou e sorriu - Tá tudo bem? 

- Não Momoring, não tá... Eu não quero perder a Irene e muito menos colocar você e a Sana em perigo. Me desculpa se eu estou sendo emotiva, mas eu tô com medo... - Momo apertou mais nossas mãos e parou o carro em uma rua deserta. Não havia casas e nem gente por ali. 

MM- Vem cá... Senta aqui - ela bate nas próprias coxas me chamando pra sentar ali. Saio do carro e dou a volta no veículo. Abro a porta do lado de Momo, me sento em suas pernas e fecho a porta. - Meu amor, vai ficar tudo bem, a Sana e a Irene vão ficar bem também. Nada de mal vai acontecer mais ok? Logo logo você e sua mãe vão ter se resolvido e... E nós vamos poder ficar juntinhas, eu, você e a Sannie. Tá bom? - eu já me encontrava com os olhos marejados, Momo não estava diferente. Cheguei mais perto de seu rosto e selei nossos lábios em um beijo calmo e cheio de todos os meus sentimentos, Momo não hesitou em retribuir e abraçou minha cintura. - Vamos pra casa? Sannie deve estar nos esperando! - fala assim que quebramos o beijo. 

- Tudo bem... Eu posso ir no seu colo Moguri? - falei a última parte com a minha voz mais fofa o possível. Momo me encheu de beijinhos pelo rosto, eu sabia que ela não resistiria a minha fofura. 

MM- Mas nós temos risco de sermos paradas pela polícia Tofu! - fiz um bico enorme nos lábios e desci de seu colo, indo me sentar no banco ao seu lado. - Não faz esse biquinho neném, sabe que eu não resisto! Vem aqui, me dá um beijo. - cheguei mais perto de seu rosto e beijei seus lábios de forma casta, ela me encarou fingindo indignação mas logo depois soltou um sorriso o que me fez sorrir também.

- Vamos Moguri! Quero ver a Sannie! - assim que falo isso, Momo deu partida no carro novamente. 

O caminho até a casa das japonesas, agora onde eu morava também, foi confortável e divertido. Eu e Momo trocamos carícias e brincadeiras, enquanto tocava algumas músicas animadas no rádio. 

{Mina on}

Eu estava na frente da porta de Chaeyoung, por algum motivo estava nervosa em relação a essa noite. De certa forma, nós duas sabíamos o que uma sentia pela outra, talvez essa seja minha deixa para pedir Chaeyoung em namoro. 

Toco a campainha e logo uma anã de jard- quer dizer, a Chae abre a porta. A casa da menor tinha dois andares e era bem aconchegante. Quando me viu, a mais nova abriu um sorriso lindo que eu não consegui deixar de retribuir.

CH- Você chegou Minari! Entra, se sinta em casa. - assim que entro na casa, me surpreendo como é arrumada. Chaeyoung tem cara de criança que não gosta de arrumar o quarto, mas como dizem, as aparências enganam.

- Olá Chae! Obrigada! - abraço a menor que no começo fica sem reação mas logo retribui meu gesto. 

CH- Errr, Minari... Eu estou nervosa kk, vamos subir para o meu quarto e ver um filme? - filme né Chaeyoung, filme. 

- Claro Chae! Vamos! - a menor pegou na minha mão, me levando até seu quarto.

Paramos na porta do quarto de Chaeyoung e pude perceber que a menor respirou fundo antes de abrir a porta. Assim que entro, vejo várias pétalas de rosa espalhadas pelo chão e em cima da cama de casal há um cartaz escrito em letras lindas "Quer namorar comigo Mina?". Levo minhas mãos a boca e olho tudo em volta, estava tudo tão lindo, e pensar que isso tudo era pra mim, ela faz eu me sentir especial. 

CH- Então, Minari! - ela começa se aproximando e pegando minhas mãos - Sei que não nos conhecemos a muito tempo e que não somos tão próximas assim mas... Você é incrível Mina, você sempre esteve lá quando eu mais precisei e nunca me abandonou. Eu sinto que você me completa Mina, que você é minha segunda parte, que só você e mais ninguém pode preencher esse lugar no meu coração. - ela faz uma pausa pra respirar, nesse momento nós duas já temos os olhos marejados e as mãos trêmulas. - Miyou Sharon Mina, você aceita ser minha namorada e talvez no futuro se casar comigo e ter filhos correndo pela casa?

- C-chae... Você é incrível pequena! É claro que eu aceito né boba! - ela abre um sorriso do tamanho do mundo e pula no meu colo, eu a pego e giro no ar. 

CH- EU ESTOU NAMORANDO COM MIYOU SHARON MINA PORRA! TOMA! - ela gritava enquanto era girada no ar, ri de sua forma de falar, mesmo com os palavrões, sua voz saía fofa e alegre. - Minari, promete que não vai me abandonar? - paro de girar e deposito um selinho rápido em seus lábios, a garota me olha surpresa e sorri. 

- Prometo pequena! - a menor ataca meus lábios de forma violenta e necessitada. Fui andando até a cama e a coloquei deitada me colocando por cima. Depois disso vocês sabem o que aconteceu! 

{Momo on} 

Chegamos em casa e entramos. Na sala não havia ninguém, fui andando até o quarto que dividia com Sana e Dahyun e nada lá também. Fui até a cozinha e Dahyun estava preparando lamem para nós. Fui até o quarto de Mina e havia um bilhetinho em cima da cômoda. 


"Moguri, fui dormir na casa da Chae, tentei te avisar por mensagem mas você não recebia. Não se preocupe, eu volto amanhã pela tarde.  A Sana ficou em casa vendo TV, ela parece triste, quando você e a Dah chegarem, conversem com ela. 

                            Beijos, Minari ♥️"


Se Sana havia ficado assistindo televisão, por que não estava na sala? Desci as escadas encontrando Dahyun com o celular em mãos e chorando. 

- Dahyun! É a Sana não é? - ela me olha e assente. Chego mais perto dela e a abraço. A menor me entrega o celular onde estava aberto no aplicativo de mensagens. 

{Mensagem on} 

Kim Kim... Descompriu o nosso trato não foi? Você contou para Momo sobre isso certo? Eu avisei, a Minatozaki irá sofrer as consequências assim como sua amiga Irene. Preste atenção, amanhã você e Momo irão ao local marcado se quiserem ver aquelas duas imprestáveis mais uma vez! 

Espero que não se encomode se eu deixar algumas marcas no corpo da Minatozaki certo? 

Boa noite Kim, sonhe comigo! 

{Mensagem off} 

Não... NÃO NÃO NÃO NÃO! A SANA NÃO! Droga! Já me encontro chorando e desesperada. 

Ótimo, mais uma desaparecida! 


⭐ Continua ⭐



Notas Finais


Amanhã tem mais! Prometo!

Já tá quase acabando essa fic 🤧 comentem aí outro shipp pra uma nova fanfic!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...