1. Spirit Fanfics >
  2. Duas vidas! Um destino! >
  3. Não acredito!

História Duas vidas! Um destino! - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoal! Mais um capítulo fresquinho aqui, espero que gostem, agora vamos saber como a Victoria está se sentindo após a despedida de Karol.

Capítulo 4 - Não acredito!


Finalmente é o fim do dia, hora de ir para casa. me despeço de He como de costume, quando vejo nossa carona chegar, caminho até o carro do tio de Karol até que ouso algo que me faz virar na hora.

- Muito obrigada por tudo que fez por mim hoje He! Até amanhã.

Olho vendo seu beijo nele,enquanto as minhas irmãs entram no carro,meu semblante muda na hora e fico muito séria sem acreditar que alguém além de mim e de Milena chamou ele por esse apelido que foi dado por mim.

Maldita Karol, será que ela tá tentando alguma coisa?

Fico pensando com meu sangue fervendo, entro no carro e fecho a porta com uma certa força, Alice me olha,mas ela conhece que com a feição que estou iria ser bem grossa se ela me perguntasse algo,então ela fica conversando algo com Jeni, quando finalmente Karol entra seguimos para casa,enquanto deixamos He esperando seu transporte, fico o caminho todo calada olhando para fora através da janela do carro, enquanto todos no carro ficam conversando sobre o dia de aula, até que ouso Karol falar que iria cair se não fosse Henry que a segurasse e como ela tava feliz por conhecê-lo nessa hora aperto um pouco minha coxa direita com meus dedos da mão, com uma certa força, até que Alice toca em mim,me trazendo para a realidade, dizendo que já estávamos em casa,abro a porta e saímos, nos despedimos do tio de Karol e dela, e entramos, vou direto para o meu quarto,sento na minha cama e fico olhando para o chão até que ouço alguém falar comigo na porta.

- O que aconteceu mana? Porque choras?

Olho e vejo Alice na porta de braços cruzados

- Não estou chorando - digo para ela

- Então porque essas lágrimas nos olhos?

Passo a mão no rosto e ela tinha razão, eu estava chorando. Estava com tanta raiva que nem sentir que estava chorando, limpo o rosto e ela entra vindo até mim.

- Mana..foi algo relacionado com o Henry não é? Você não me engana.

Olho para ela e abaixo a vista, até que sinto ela me abraçar se sentando ao meu lado.

- Alice o dia hoje foi muito estranho sabe,uma hora eu vejo ele segurando ela e os dois se olhando, outra hora vejo ela usar o apelido que eu dei.

Ela continua a me abraçar, por mais que Alice me encha o saco com relação ao meu sentimento não confesso a ele, sempre que preciso desabafar ou chora, ela é a primeira a me dá colo, me ouvir e ajudar.

- Mana? - diz ela chamando minha atenção e olho com meu olhos ficando enchado de chorar

- eu sei que você está sentindo ciúmes dele. o que é absolutamente normal,mas...pensa comigo,você o conhece melhor do que ninguém. É sua amiga faz tempo o que impede de você conquista-lo? Karol chegou agora e ele nem a conhece, o que aconteceu hoje foi só um acaso, agora levanta essa cabeça, toma um banho e descansa tá bem, você tem que está linda amanhã hum?

Ela me olha com um belo sorriso no resto, o que faz meu rosto mudar, e um sorriso brota

- isso aí mana, você sorrindo é bem melhor minha linda.

Ela enxuga o meu rosto que está molhado e ajeita um fio do meu cabelo que ficou bagunçado na hora do abraço.

- Obrigada Alice, eu vou cuidar,até porque não quero preocupar nossa mãe quando ela chegar e me ver assim.

Ela balança a cabeça e eu me levanto indo tomar um banho de cabeça, Alice sai do quarto provavelmente indo ajeita algo para nos três comemos juntas, já que mãe está ainda no trabalho, provavelmente hoje ela chegue bem tarde, depois do banho, visto um vestido bem leve que tenho,e vou comer com elas,logo depois vou para a cama deitar,me sinto bem cansada e toda aquela história ainda está mexendo comigo, me enrolo nos lençóis e fico girando de um lado para o outro, até que durmo, sou acordada no outro dia pelo meu despertador, e mais um dia vai começar, me ajeito como de costume e vamos para a escola,já lá, as aulas começam e vejo Karol mais próxima de Henry, como também ele dela,o que me deixa cada vez mais com raiva e ciúmes, mas em todo tempo me mantenho calada,até porque nenhum dos dois sabem o que sinto de verdade,só quem sabe disso é Alice e Milena, mais ninguém, os dias se passam e os dois tão bons amigos,ficam juntos quase em todo momento na escola,cada vez mais me sinto distante, talvez a culpa seja minha? Sim talvez. Mas não aguento ver alguém que se diz minha amiga e meu melhor amigo juntos além do quê deveria em tão pouco tempo, me faço até de forte na frente das minhas irmãs,mas quando estou só acabo chorando um pouco a cada final de dia em meu quarto, sei que se Alice souber,provavelmente vai arrumar briga,até mesmo dizendo a Henry que eu gosto dele,e eu não quero que ela faça isso sem que eu mesma faça quando tiver coragem suficiente, então foco nos estudos dia após dia até que vai passando os meses, já seria 4 meses passados e os dois tão mais amigos e grudados do que nunca, fico observando Henry a cada dia e vejo ele diferente em seu tratamento com Karol, fico tentanda a perguntar se tá havendo algo,mas seria querer saber demais,então espero enquanto as provas chegam e fazemos todas,as em dupla tenho que fazer com outra pessoa. Pois os dois sempre fazem juntos, o que já sabem né? Me deixa com mais raiva ainda. Finalmente os resultados chegam,tirei boas notas,vejo as notas de Henry, e bem tenho uma surpresa, tão ótimas. dá para ver o quanto ele se esforçou e se esforça muito quando envolve estudos, as notas de Karol estão boas também, apesar de tudo fico feliz por nós três. Uns dias após as provas estou no intervalo, fico sentada no gramado que tem por trás da escola até que escuto alguém falar.

- Vic? Posso conversar contigo?

Olho para cima e vejo Henry em pé na minha frente, olho para o seu rosto e vejo,gente como ele é bonito, principalmente que o sol está numa posição favorável iluminando seu rosto. Sorrio.

- Sim! Podemos conversar sim He, sente-se

Ele senta ao meu lado com as pernas esticadas e me olhar, não consigo tirar os olhos dos dele,são tão lindos, que algo em mim começa a me dá coragem para dizer o que sinto até que ele diz.

- Vic eu estou gostando da Karol!

Nesse momento sinto o mundo cai em cima de mim, minha expressão de feliz muda para decepcionado e digo.

-Sério?

Ele balança a cabeça afirmando.

- ela já sabe? - pergunto.

- Não! - diz ele e contínua. - Ainda não tenho certeza se devo contar ou não sabe.

Fico olhando para o gramado.

- Você deveria contar sabe, vai que seja recíproco.

O que estou dizendo? Logo eu que nunca tive coragem de dizer o que sinto estou incentivando meu melhor amigo/ menino que gosto.

Ele me olha parece concordar, mas dava para ver que ele estava bem inseguro com relação a isso,e dou um tapinha em suas costas e sorrio, foi difícil esse sorriso mas..foi sincero, independente se eles vão ficar juntos ou não, eu gosto muito dele e quero sua felicidade acima de tudo.

- Mas e você?

- o que tem eu? - digo rapidamente.

- Bem como vou dizer,nunca me falou se gosta de alguém ou não, será que tem alguém que faz seu coração bater mais forte?

Confesso que a cada palavra realmente meu coração dispara, mas nego com a cabeça ele solta um ar tipo "oh que pena" bem baixinho, não posso contar a ele que eu sou completamente apaixonada por ele,já que não é recíproco, pelo contrário, tenho que incentivar ele a buscar sua felicidade, e se for ao lado de Karol, eu não tinha muito o que fazer.

- Então He! Vá falar com ela e diga como se sente, vou está torcendo por você.

Ele sorrir e me dá um beijo na bochecha e o toque para voltar a sala finamente soa, volto para a sala e vejo os dois juntos, confesso que minha vontade é chorar,mas me mantenho forte e foco na aula, logo soa para ir para casa e encontro minha irmãs e vamos para casa, não conto nada para Alice, prefiro me manter calada e ver se realmente as coisa vão pra frente entre os dois.


Notas Finais


Fim de mais um capítulo, bem difícil para Vic saber de tudo isso né? Mas muitas coisas vão acontecer, então fiquem ligados nos próximos capítulos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...