1. Spirit Fanfics >
  2. Duendes também sentem dores e sentimentos! Vmin >
  3. The End

História Duendes também sentem dores e sentimentos! Vmin - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Como esse será o último ep eu fiz um hot. Espero que vocês gostem esta sendo bem difícil terminar essa história de amor. Hoje eu vou postar a nova história de Vmin não sei que horas mais ou menos que vai ser talvez quando eu postar esse ep a fanfic ja esteja no perfil. Bem e isso tenha um ótimo capítulo.

Capítulo 13 - The End


Eu acordei sentado na porta sorrir em pensar que estava a poucos quilômetros da casa onde Jimin morava. Se levantou batendo a mão em sua bunda querendo tirar o máximo de terra ou poeira que tinha ficado no tecido e começou a andar.

Depois de alguns minutos chegou ate " aldeia " algumas pessoas o olhava curiosos outras com um olhar debochado. Ignorou aqueles olhares e seguiu ate a casa.

Olhou para a porta e sorriu, bateu na porta demorou alguns minutos para atender que mais demorou horas para Taehyung a porta se abriu mostrando Júlia que olhava para si desinteressada, quando percebeu que era Taehyung ela pulou no em seu colo o abraçando apertado.

 - Ah que saudade que eu tava de você garoto! - me abraçou apertado

- Eu também tava com muita saudade de você Júlia. - A colocou no chão. 

 - Entre - Deu espaço pra mim passar. Eu adentrei a casa a esperando, ela fechou a porta e parece que ela lembrou de algo que seu sorriso desapareceu.  

- Eu acho que temos que conversar sobre o Jimin tae. - Sorriu sem ânimo.

- Umh, sobre o que? - Se sentou no sofá esperando Júlia falar. 

- Depois que você foi embora o Jimin ficou um pouco mais sentimental, e por isso se distanciou de mim e todos. - Suspirou - Eu estava achando que era apenas infantilidade e por isso eu e ele brigamos, mas não foi uma simples briga. Foi uma briga feia. Na qual ele ficou algumas horas longe de casa, quando voltou estava em estado deplorável. Eu entrei em choque eu fiquei sem saber o que eu fazer, ele não come fica apenas dentro do quarto eu tento fazer ele sair mais sempre ea mesma desculpa .. 

- Eu não quero sair, não existe ninguém que me queria nesse mundo - Terminou a frase tendo o completo o sinal de afirmação que fez seus olhos se lacrimejarem. 

- Eu espero que vc consiga fazê-lo mudar. - Sorriu.

- Eu irei fazer o meu melhor Júlia - Se levantou do sofá sorrindo e subindo as escadas e andando ate o quarto de Park respirando fundo antes de bater na porta. Tomou coragem e bateu.

 - Q-quem é? - Jimin falou com uma voz embargada. Ele estava chorando, uma lágrima sorrateira caiu.  - Júlia se for vc por favor saia eu não quero comer.

- Abre a porta - Falou. A porta destrancou mostrando o baixinho que agora abraçou Taehyung.

 - E-eu senti tanto a sua falta. - Abraçou com mais força - Como veio parar aqui Taehyung? - Jimin falou seu nome Taehyung apenas o pegou no colo o abrancando ainda.

 - A gente conversa sobre isso depois Jimin - Se sentou na cama do mais velho que agora estava no colo de Kim. Jimin apenas sorriu aproximando os lábios eos selando. As línguas dançavam na boca de ambos, Jimin fazia carinho no cabelo de Taehyung, o mais novo tinha suas mãos na cintura do mais velho que agora arfou ao beijo em ter seu lábios chupado.

 - Ah Taehyung- ah seus labios e tão gostosos - Arfou sentindo sua blusa ser retirada e um beijo ser depositado ali.

- Tão vermelhos - Umideceu os lábios - Vc e tão perfeito Jimin. - acaricia a Buchecha do mais velho. 

- Acho que a única coisa que eu não sou e perfeita tae. 

- Pra mim vc e a pessoa mais perfeita no mundo mesmo sendo de raças diferentes - Sorriu.

- Acho que para mim vc sempre vai ser o meu humano perfeito - Falou eo citado riu. 

- Eu te amo muito. 

- Eu também te amo. 

Se beijaram, os beijos desceram ate o pescoço do mais claro Jimin arfava a cada mordida ou chupada em seu pescoço. Taehyung o colocou deitado na cama beijando o abdômen levemente definido tirando a calça. E abrindo as pernas do mais velho o puxando, desceu o corpo beijando o pescoco de Jimin que so gemia em resposta. 

- Essa noite eu vou te fazer sentir apenas prazer Jimin - Falou rouco no ouvido de Park que ao ouvir seus pelinhos de levantaram. 

Continuou com os beijinhos desabutuou tirou a cueca que Park usava vendo o membro totalmente duro. Sorriu, o pegando fazendo movimentos de vagares de vai e vem.

Park revirava os olhos de prazer enquanto apertava o lençol que saía da cama. Sentia como se estivesse nas nuvens, e tão bom. Jimin gemeu um pouco alto ao sentir a boca quente que Kim em seu pênis, chupando a cabecinha e indo ate as bolas fazendo movimentos leves e davagares. Queria aproveitar aquele momento vendo Jimin a sua frente entregue a si.

Jimin gemeu em reprovação ao sentir os lábios do mais velhos saindo de sua extensão. 

- T-tae.. Eu.. - Não conseguiu terminar a frase por ter seu membro outra vez chupado.

- Você? - o olhava com inocência em seu olhar. 

- Me toque. Toque como nunca tocou uma pessoa antes. 

- Faço isso de todas as maneiras meu amor. - Sorriu descendo a boca ate sua entrada a chupandor em seguida. Ah como aquilo era bom. Taehyung se afastou agora tirando sua calça e cueca. 

- Vai doer um pouco ta?

- T-ta.

Começou a enfiar devagar em Jimin, enfiou tudo em alguns segundos sentiu sua mão se agarrada.

- M-me deixa a-apertar? - Teve sua pergunta confirmada, começando a apertar era uma dor ruim mas não uma que mata-se começou a se acostumar rebolando para ter mais contato. Taehyung entendeu começando a estocar devagar.

- M-mais rápido! - Pediu. 

Acelerou as estocadas indo no fundo sentindo Jimin estrecer sorriu acertando apenas aquele pontinho. Jimin em jatos forte se desfez no abdômen de Taehyung que se mantia firme estocacando a próstata de Jimin que gemia o nome do mesmo diversas vezes. Depois de algumas estocadas Jimin sentiu algo quente preencher seu interior, respirando fundo tentando alcamar a respiração tentou formar algumas palavras. 

- F-foi muito b-bom. - recebeu uma sorriso do mais novo que agora estava em seu lado tentando alcamar seu respiração.

- Eu te machuquei? - Olhou para Jimin preocupado. 

- Meu quadril está doendo mas nada do que isso. - acariciou a bochecha do mais novo que fechou os olhos com a carinho.

- Nunca achei que te amaria tanto quanto eu te amo agora Park - provocou o mais velho.

- digo o mesmo senhor Kim - rebateu sorrindo.

Se olharam antes de se abraçarem. E ali naquele momento tiveram certesa que ambos se amavam.

5 anos depois. 

O casal havia adotando duas crianças com o nomes de Yoongi e Soora. Era uma família feliz e Alegre e com esse tempo Júlia havia se casado e agora não morava mais ali morava no Brasil. Yoongi era uma criança com pele branquinha sorriso gengival e com um carisma sorridente na qual sempre matava seus pais de tanta fofura que o mesmo tinha. Já soora não sorria muito mas sempre que sorria era a coisinha mais linda do mundo com um carisma que conquista todos.

- Então foi assim que vc conheceu o papai? - Soora perguntou para os mais velhos.

- Sim meu amor. - Jimin sorriu em responder a pequena. 

- Comida ta pronta! - Taehyung gritou da cozinha. 

- Temos que ir amores - Jimin sorriu se levantando e ajudando as crianças.

- Ok papai - Falaram em uníssono e rindo e saindo da sala deixando Jimin ali.

- Tchau leitores! - saiu correndo para a cozinha. 


Notas Finais


Aqui termina uma linda história de amor. Que foi escrita com muito carinho e dedicação. Isso não é um simples adeus e sim um ate logo. Nos vemos em outras histórias.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...