1. Spirit Fanfics >
  2. Dupla Identidade (Jikook) >
  3. Você é homem?

História Dupla Identidade (Jikook) - Capítulo 12


Escrita por: e Anne_EJ


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 12 - Você é homem?


Fanfic / Fanfiction Dupla Identidade (Jikook) - Capítulo 12 - Você é homem?

PARK JIMIN

Não acredito que acabei de dar em cima do Jeon sendo Park Minnie. O que eu tenho na cabeça? Se ele ao menos suspeitar que "ela" sou eu, ferrou tudo. Tenho que controlar mais meus instintos, mas o Jeon não ajuda. Por que tão gostoso? Tão sexy? Tão Jungkook?. Mesmo agora que já provei daquele homem, meu desejo por ele só parece ter aumentado. Apenas de ouvir sua voz sinto uma fisgada no meu pau.

Depois que sai da sua sala fui até o banheiro bater uma. Comecei a tocar meu membro lentamente, mas queria sentir algo me penetrando também. Nessas horas seria bom ter um vibrador... Depois de alguns minutos, gemidos e uma boa punheta. Eu acabo gozando na minha mão. 

Enfim saio para lavar as mãos, o que eu não contava era que havia uma pessoa ali me olhando de boca aberta.

 

 

 

 

 

V: Minnie? O que faz no banheiro masculino?-... merda, merda, merda...

JM: Eu me confundi.

V: Era você que estava gemendo ainda agora? Achei que era um garoto.-... mil vezes merda.

JM: Deve ter sido algum cara.- afino minha voz para parecer o máximo uma garota.

V: Não tem ninguém além de nós dois aqui e sua mão parece estar cheia de...- ele ficou vermelho.- Você por acaso é homem?

Puta que pariu!!! O que eu faço agora?

JM: Isso aqui não é o que você pensa...- vou até a pia e lavo minha mão.

V: Eu conheço uma porra quando vejo uma. - encaro ele com olhos mortais e o mesmo engole em seco.

JM: Olha aqui, garoto... Se abrir sua boca pra alguém... Está morto e enterrado.- será que ele ficou com medo.

V: Eu não vou contar se me dizer a verdade, Minnie.

JM: É, eu sou um homem.- o que eu digo?.- Mas eu não me identifico com o gênero. Gosto de me vestir de menina.

O que não é verdade. Eu sou gay, eu gosto de pau, mas não significa que eu sou mulher. Mas contar para o Taehyung que eu sou um hacker procurado está fora de cogitação. Ele é legal e tal, mas não posso me pôr em risco assim.

V: Ah, Minnie. Eu te entendo. O mundo é tão preconceituoso. Eu estou do seu lado.- então ele me abraça. Me sinto até mal por mentir.

JM: Não vai contar pra ninguém, né.

V: Claro que não. Você é minha única amiga.- saímos do banheiro discretamente. Felizmente todos já estavam na sala de aula e o professor Jeon também.

Quando vi o San me lembrei que o mesmo tinha me beijado. Tinha me esquecido. Aquilo dele gostar de mim não pode ser sério, espero que não.

 

[...]

 

Depois de um dia cheio de emoções. Volto pra casa. Volto pra casa enfim. Tomo meu banho, visto apenas uma calça moletom preta. Era tão bom tirar todo aquele disfarce. Me sinto livre sendo eu mesmo. Antes que eu pudesse fechar os olhos para descansar, eis que ouço batidas na minha porta. Era óbvio ser o Namjoon, o único que sabia meu endereço.

JM: O que foi?- dei de cara com o mesmo.

RM: Sei lá, eu estava em casa e presenti uma merda. Aconteceu alguma coisa?

JM: Não, por quê?- ele entrou enquanto eu fechei a porta.- Para sua felicidade eu disse para o Jungkook que o "Jimin" foi viajar.

RM: E ele caiu?- arqueou as sobrancelhas e cruzou os braços em dúvida.

JM: Claro, eu sou mestre em desculpas. Até disse para o Taehyung que sou transgênero.- ri de nervoso da reação do Namjoon.

RM: Você o que? Quem é Taehyung? Outro que você está pegando, Jimin?

JM: Não exagera. Desde que entrei nessa palhaçada de fingir ser uma menina só transei com o Jeon e foi só uma vez também.

RM: Então quem diabos é Taehyung?

JM: Um colega da escola. Ele me viu no banheiro e deu merda. Tive que inventar algo e foi isso. Não se preocupa, ele é muito ingênuo nem desconfiou.

RM: Porra, Jimin! Sabia que tinha acontecido alguma merda. Sabe que qualquer deslize seu e fodeu tudo. Anos cadeia, meu amigo.

JM: Eu sei, Nam. Falta só mais alguns meses. Vai dar tudo certo.- nesse momento meu celular toca.- Alô?

JK: Jimin? É Jeon Jungkook, o professor da sua irmã.- merda, lembrei que ele pediu meu número.

JM: Ah, oi. Por que me ligou?... Sobre ontem a noite desculpa por ter saído sem me despedir de manhã, mas eu tinha um vôo marcado.

JK: Sua irmã me disse. Inclusive ela mencionou que vai ficar sozinha. Acha isso uma boa ideia?

JM: Ah... A Minnie exagera. Ela não vai ficar sozinha. Um primo nosso vai ficar com ela. Não precisa se preocupar.

JK: Se é assim, tudo bem.- ele ficou mudo por um instante.- Ah, Jimin... O que rolou entre a gente ontem...

JM: Você gostou?- interrompi ele.- ou se arrepende?

JK: Me arrependo de não ter aproveitado mais se soubesse que seria uma única vez.- Ah, esse desgraçado. Sabe me deixar excitado até por uma ligação.

JM: Nunca se sabe. Até mais, Jeon.

JK: Até, Jimin.- ele desliga. Fico sorrindo feito um bobo até perceber o olhar mortal do Namjoon sobre mim.

RM: Você e esse Jeon não vão transar mais!

JM: Estraga prazeres. Talvez não eu, mas Minnie.- brinquei e o Namjoon começou a correr atrás de mim com uma almofada. Esse cara parece meu pai.


Notas Finais


Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...