História Dynasty - Gilbert e Cole (Colbert) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Anne with an "E" (Anne)
Personagens Cole Mackenzie, Gilbert Blythe
Tags Anne De Green Gables, Anne With An E, Colbert, Cole Mackenzie, Gilbert Blythe, Lgbt
Visualizações 8
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Halo de novo, pessoas <3 Finalmente cá estou eu com um novo capítulo. Boa leitura ^-^

Capítulo 2 - Capítulo II - Bom dia, Cole.


Fanfic / Fanfiction Dynasty - Gilbert e Cole (Colbert) - Capítulo 2 - Capítulo II - Bom dia, Cole.

- "Cole!" - grita Anne a metros da casa de Cole.

Cole olha da janela da sala de estar de sua casa e vê, além de Anne, Gilbert ao lado dela, sentado em um tronco de árvore.

- "Provavelmente ele deve estar me esperando junto à Anne" - pensou - "Já estou saindo!" - gritou da janela.

Cole rapidamente pega as suas coisas e sai de sua casa. Ele caminha na direção onde está Anne e Gilbert, sentado.

Cole, ao ir se aproximando, percebeu que Gilbert estava olhando pra ele. Cole também fixou seu olhar a Gilbert enquanto andava na direção onde eles estavam.

- "Por que será que Gilbert Blythe está olhando pra mim desta forma?" - pensou dentro de si.

- "Cole! Vai se atrasar, anda rápido! Você provavelmente não vai querer tomar uma bela bronca do Sr. Insuportável Philips" - grita Anne, fazendo com que Cole se apressasse.

Cole finalmente havia chegado em Anne e Gilbert, e assim que os alcançou, Anne já o apressou para que andasse rápido, pois havia perdido uma parte do tempo caminhando devagar até chegar neles.

Os mesmos foram caminhando. Repentinamente, Cole escuta um "Bom dia" vindo de Gilbert, que estava caminhando atrás dele.

- "Bom dia, Cole" - cumprimentou Gilbert.

Cole olha para trás. E continua olhando. Ele permanece olhando até que Gilbert, novamente:

- "Bom dia, Cole?" - repete, desta vez em tom interrogativo.

- "Ah, é... bom... bom dia, Blythe! Como vai?" - Responde Cole, gaguejando.

- "Eu estou bem. E você, como vai?" - Gilbert o responde.

- "Ah, vou bem, também. É."

- "Além do atraso do Cole, vocês dois jogando cumprimentos um ao outro fora vai fazer com que percamos mais tempo. Vamos, andem!" - Anne interrompe os dois como também dá um tapa em suas costas - "Vamos, andem rápido!"

No caminho, eles se encotraram com Diana.

Os quatro chegaram na escola. Cada um deixou sua bolsa, seu casaco e seus chapéus no vestíbulo. Sendo o último, Cole havia acabado de colocar seus pertences junto dos outros quando foi interrompido pelo Sr. Philips:

- "Cole, vá pegar lenha para acender a lareira. Você a acenderá hoje. Ande logo, seja útil!" - Sr. Philips ordenou, em um tom arrogante, que Cole o fizesse.

- "Ainda tento entender o porquê do Sr. Philips tratar o Cole dessa maneira" - interroga Anne a Diana e Gilbert. Os três estavam juntos.

- "Ele é o único que é tratado dessa forma" - concorda Diana.

Gilbert apenas olha Cole entrando na sala do professor para pegar as lenhas e acender a lareira. Ele queria ajudar, porém sabia que não podia.

Cole volta com as lenhas e começa a colocá-las dentro da lareira. Ele termina de fazer o trabalho e, quando iria se levantar, Billy, atrás dele, o empurra.

- "Precisa ter cuidado, amigo"

Gilbert vê a cena e olha para a cara de Billy, machucada da briga que tivera com ele no dia interior. Billy também o encara, mas ele logo o ignora para falar com Cole.

- "Está sarando direito?" - pergunta Gilbert.

- "Vai indo. Obrigado." - Cole o responde.

Gilbert sabia que a mão de Cole não estava sarando conforme a resposta que ele havia acabado de receber do mesmo. Gilbert, então, pensa em ajudá-lo; de alguma forma, ele pensa.

Cole levanta e dirige-se à sala do professor para pegar mais lenha. Sr. Philips estava distraído se olhando no espelho, quando vê o reflexo de Cole atrás de si e sobressalta-se.

- "Só vim pegar mais lenha" - justifica Cole o motivo de estar ali.

- "Bem, pegue logo então" - o responde.

Cole, pegando as lenhas, acaba sujando os sapatos do Sr. Philips.

- "Seu imbecil" - Sr. Philips o havia agredido, em palavra.

- "Oh, desculpe, irei limpar" - Cole se desculpa ao mesmo, que aparentemente havia ficado aborrecido.

Cole se abaixa para limpar a sujeira que havia feito no Sr. Philips. O mesmo também havia se abaixado. Cole coloca suas mãos onde as mãos do Sr. Philips já estavam. Sem perceber, as toca. No exato momento, Cole e Sr. Philips se tocam. Os dois, então, começam a se encarar naquele momento. Seus rostos passam a quase se encostarem um no outro. Os dois sentem as mesmas coisas, têm o mesmos pensamentos. Algo intenso fluiu entre os dois ali.

- "Você me enoja" - rapidamente Sr. Philips se levanta - "Saia daqui".

Cole, rapidamente, sai. Sozinho novamente em sua sala, Sr. Philips não tomou nenhuma outra ação a não ser olhar fixamente para a parede da sua sala e pensar.

Todos os alunos estavam conversando, sentados em cima das mesas, jogando bolas de papel um no outro, rindo, conversando alto e badernando. E não se salva dessa as meninas, que também faziam a mesma coisa.

- "Vamos. Todos em seus lugares. A aula vai começar" - interrompe Sr. Philips a baderna que estava ocorrendo - "Billy, sente-se. Tillie, já falei e não irei repetir. Vamos, todos".

Gilbert, que havia pensado em como poder ajudar Cole alguns minutos antes, rapidamente, então, consegue achar uma forma.

- "Cole" - sussurra Gilbert quando já estava a sala em ordem. Cole olha.

- "Preciso falar com você quando terminar a aula".

- "Gilbert Blythe!" - Gilbert é interrompido pelo Sr. Philips - "Eu pedi silêncio".

- "Me desculpe, Sr. Philips" - diz.

Sr. Philils retoma-se e inicia sua aula: bem, a aula de hoje é sobre o poema...

A aula termina. Os alunos se dirigem ao vestíbulo para pegar sua bolsa e seus pertences. Cole foi o último a fazer, pois sua mão o estava impedindo de realizar essas tarefas normalmente. Cole olha para trás e se depara com o Sr. Philips o olhando.

- "O que foi?" - pergunta Sr. Philips.

- "Nada" - responde Cole. O mesmo sai pela porta.

Quando havia atravessado a porta, Gilbert chega.

- "Quero falar com você, Mackenzie" - diz Gilbert.

- "Ah, sim, Claro!" - responde Cole.

- "Estive pensando e cheguei à conclusão de que eu quero ajudá-lo.

- "Quer me ajudar?"

- "Sim. Eu gostaria de ajudá-lo a se recuperar da queda. Eu sei que você não está tendo o progresso de recuperação correto, e eu creio que seja porque não está exercitando sua mão. Você precisa de uma ajuda a mais"

- "Nossa, parece até um médico falando" - sussurra Cole para si.

- "O que disse?" - pergunta Gilbert.

- "Ah, nada. Eu quis dizer, preciso de uma ajuda?"

- "Você acha que não precisa?"

- "Ah, é claro que preciso. Sim" - responde sem exatidão.

Gilbert o olha. - "Está certo, então" - diz - "Amanhã passe em minha casa depois da escola. Estarei esperando."

Os dois vão caminhando sem dizer uma só uma palavra. Cole então lembra que havia esquecido os bons modos.

- "Muito obrigado... Gilbert... Blythe." - Cole havia se esquecido de agradecê-lo. Gilbert ri.

- "Não tem por onde".

Sem dialogarem absolutamente nada, os dois vão caminhando para casa.


Notas Finais


> Significado de "sobressaltar-se" - tomar um pequeno susto; espanto.

Corrigindo o erro: o nome do capítulo é "Bom dia, Cole", e não "Obrigado, Cole".

Espero que tenham gostado ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...