1. Spirit Fanfics >
  2. E a vida se segue >
  3. Uma visita

História E a vida se segue - Capítulo 34


Escrita por:


Capítulo 34 - Uma visita


O trabalho de Rami em Nova York tinha acabado, o que significava que ele estava livre e Lucy iria voltar para a Inglaterra. Tinha sido um acordo entre o casal que ela só retornaria quando ele terminasse suas filmagens, assim Rami poderia acompanhá-la de volta, e retribuir o favor da estadia de Lucy também passando um tempo em Londres.

Era claro que uma das intenções dos dois com essa viagem era reunir a turma de Bo Rhap e ver como todos estavam pessoalmente. Pensando nisso mais a fundo, Lucy resolveu que seria uma boa ideia fazer uma surpresa para os amigos, então eles não avisaram Ben, nem Joe, nem os Lee que estavam a caminho de Londres.

Chegando ao aeroporto, finalmente desembarcando em Londres, Rami ligou para Gwilym, vendo como ele reagiria. Imediatamente, ele atendeu, surpreso ao ver que o amigo americano ligava tão de repente.

-Rami, que bom falar com você! - disse Gwilym no seu tom simpático - a que devo essa surpresa?

-Bom, eu estava sentindo falta de você e de todo mundo - explicou ele, sem falar muito mais sobre onde estava - como é que você tá? E a Lou e a Edith? Te peguei numa má hora?

-O que? Não, não, eu estou bem tranquilo agora, estamos todos bem, eu e a Di estamos vendo desenho agora - respondeu Gwilym.

-Isso é muito sua cara, papai Gwil - comentou Rami, o que provocou um sorriso do seu amigo - mas se você não se importa, queria te perguntar uma coisa.

-Claro, o que é? - a proposta deixou Gwilym curioso.

-Adivinha onde eu estou bem agora - Rami pediu, e seu amigo, que era um cara muito esperto, matou de vez a charada.

-Não acredito! - exclamou Gwilym - você tá aqui, não tá? Me diz que tá porque só pode ser isso.

-Ah Gwilym! Você mal demorou pra adivinhar, mas acertou - riu Rami - eu e a Lucy queríamos ir aí, podemos continuar assistindo desenho com vocês.

-Tá, podem vir, estaremos esperando, até daqui a pouco - Gwil se despediu, com pressa de se preparar para receber as visitas e espalhar a boa notícia para o resto do grupo.

Quando Lucy e Rami chegaram, a casa dos Lee já estava cheia de quem exatamente eles queriam encontrar. É claro que Louisa ainda estava ausente e Jane ainda não tinha se encontrado com eles, mas isso não impediu que o encontro fosse caloroso e cheio de abraços.

-Pra falar a verdade, vocês estão levemente diferentes em relação à última vez que nos vimos - Rami comentou - estão mais...

-Maduros, quem sabe? - Gwilym tentou adivinhar.

-É, pra não dizer velhos e cansados, principalmente no seu caso - Malek acrescentou um pouco mais, causando protestos e risos.

-Ser pai não é um trabalho muito fácil, sabia? - Gwilym rebateu com orgulho.

-E nós andamos trabalhando esses dias, tá? - Joe incluiu nas justificativas.

-Eu vi, fiquei animada com vocês dois trabalhando juntos de novo - Lucy falou sobre o assunto - quero muito ver esse tal especial, não divulgaram quase nada sobre o que vai ser.

-Ah e nós não podemos dizer muito sobre isso também, vão ter que esperar pra saber - Ben falou categoricamente.

-Ah Ben, que bom que disse alguma coisa, eu já ia dizer que você está calado demais - Lucy brincou, o que arrancou um sorriso dele.

Realmente Ben estava muito mais introspectivo que o comum, o que chamou a atenção de Rami e Lucy, mas eles não falaram mais sobre isso. Ao invés disso, foram conversar com Jane.

-Nós te conhecemos só do Instagram e do que o Joe fala - Rami disse - é um prazer finalmente te conhecer.

-Eu digo o mesmo de vocês, sério - Jane apertou a mão deles entusiasmada - vocês já devem saber que eu sou muito fã de vocês e do filme.

-Sim, toda a história do seu pôster comprova isso - Rami sorriu.

-Nós que agradecemos por todo carinho - Lucy complementou.

-Quando o Joe me contou que estava disposto a mandar seu pôster pelo correio e pegar de volta, tive certeza que você era muito especial pra ele - comentou Rami.

-É, não é surpreendente? Isso me chamou a atenção também, foi daí que comecei a pensar mais sobre ele, aquele gesto me comoveu muito - Jane confessou, de um jeito doce e tímido.

-Eu acho que quando eu fiz isso já estava apaixonado por você, mas sem perceber muito bem naquela hora - Joe contou sobre aquele momento.

-Ah isso é muito fofo! - exclamou Lucy, comovida.

Enquanto todos ainda colocavam muita conversa em dia, Louisa chegou em casa, um pouco surpresa por ver seu lar tão cheio. Gwilym havia avisado sobre a chegada de Rami e Lucy, mas não tinha dito nada de Joe, Jane e Ben virem também. Mesmo assim, ela não se importou.

-Oi, gente! - ela deu uma saudação geral, indo abraçar os recém chegados.

-Que bom te ver, Lou, faz muito tempo que nos vemos pela última vez - Lucy apontou.

-Verdade, sentimos bastante a falta de vocês, e agora assim, sinto que o grupo está completo! - elogiou a sra. Lee.

Em seguida, ela foi ver Edith, que estava quietinha no canto da sala, brincando com seus blocos, um pouco perdida em seu mundinho.

-Oi, meu amor, tá tudo bem aí? - Louisa disse baixinho à filha, depois de se aproximar dela.

-Mamãe! - a menina logo a abraçou e a mãe retribuiu todo carinho - demorou...

-Eu demorei? Sim, um pouquinho, mas o papai também não foi me buscar, ele se empolgou com os amigos - Louisa explicou, sendo compreensiva com o marido.

-Amigos? Tio Joe, tio Ben, tia Jay eu conheço, e os outros? - Edith ficou em dúvida.

-Ah são o tio Rami e a tia Lucy, eles vieram de Nova York - a mãe contou - você não lembra deles? Eles te viram uma vez quando você era bebê.

-Não lembro - a menininha foi bem sincera.

-Sim, você era muito pequena para lembrar - Louisa entendeu - mas você não quer ir lá falar com eles?

-Eles não vieram falar comigo - contou a garotinha.

-Mesmo? Deve ser porque você estava brincando - deduziu a mãe - mas agora, você não quer ir lá falar com eles?

-Pode ser - Edith concordou.

Sua mãe a pegou no colo, vendo que ela esta tímida, a levando até onde Lucy e Rami estavam.

-A Di é um pouco tímida às vezes - explicou Louisa - acho que foi por isso que ela não veio até vocês, eu e Gwil não costumamos forçá-la a situações que ela esteja se sentindo desconfortável.

-Ah claro, é compreensível, ela realmente estava à vontade sozinha quando chegamos - Rami respondeu.

-Agora ela quer dar um oi pra vocês, eu expliquei a ela quem são - Louisa continuou - viu Di? O tio Rami e a tia Lucy vão falar com você também.

-Oi - Edith se virou para eles, meio tímida, mas muito simpática.

-Oi, Edith, é bom te ver - Lucy sorriu para a menina, acariciando a bochecha dela.

-Tudo bem? Eu fiquei sabendo que você adora desenho animado e Doctor Who - Rami puxou assunto e Edith desatou a falar no seu jeitinho infantil.

O encontro continuou em várias conversas, fazendo o grupo de amigos matar a saudade um do outro.


Notas Finais


Dá uma sensação muito boa ver o pessoal todo reunido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...