1. Spirit Fanfics >
  2. E Agora? - Na Terra-Média >
  3. Courona Vairus

História E Agora? - Na Terra-Média - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


E volta o cão arrependido com o rabo entre as pernas! Com Facul cancelada e demitida, não tenho muitas desculpas agora, não é mesmo? kakakakakakak podem usar o campo de comentários para me agredir verbalmente (de modo suave) kakakakakakakak Sentiram saudades? Bem-vindos novos leitores, vou responder todos vocês nesse capítulo! Beijos de luz!

Capítulo 32 - Courona Vairus


Precisou uma pandemia, um vírus mortal, para a autora tomar vergonha no meio da cara e voltar para dar um fim para a minha historia, amém, porque nem eu tava mais aguentando ficar aqui sentada, brincando de estatua ao lado desses patetas.

- Senhorita Stella, o que você está fazendo aqui? Como nos achou?

- Eu não achei ninguém! Alguém deve ter pensado que o melhor era se separar e dominar.

- Não é seguro ficar ao nosso lado. – Frodo olhava para o anel e fazia aquela carinha de coitado.

- Eu solto fogo pelas ventas, mudo de roupa magicamente, transformo graveto – peguei um graveto ao meu lado e ele se transformou em uma espada – em armas afiadas.

- Ela pode ser um problema, Precioso. – o ser estranho sussurrou para si.

Olhei para ele com a cara mais indignada do mundo.

- Por que vocês estão com isso ai? – apontei para o bicho.

- Ele se chama Smeagol, é nosso guia e meu amigo.

- Frodo, se chama isso de amigo, eu me sinto ofendida pelo Sam – Sam olhou meio sem graça – Sam, esse animal é confiável?

- Sam não pode falar nada no momento, ele comeu toda a nossa comida, ele trata Smeagol como lixo, o maltratando e... – oi? Frodo? Que pasa mi amigo?

- Eu... Eu vou embora se é isso que deseja!

Gente, eu cheguei no meio de uma DR.

- Galera! Para com isso!

Levantei-me e olhei para aqueles pequenos patetas. Olhei ao redor e suspirei o ar poluído e desagradável. Estávamos no alto de uma montanha, muito alta mesmo, parecia que já estávamos em Mordor.

- Vocês avançaram bem rápido ao que parece – olhei para Frodo e então para Sam – certo, vamos nos separar.

- Senhorita, então me deixe e siga com o senhor Frodo.

- Sam, ele primeiramente, não é um idoso, não é tão rico assim e não é um nobre para ser chamado de senhor, então pare com essa merda!

Os hobbits me olharam espantados.

- Eu tive umas experiências bem ruins ultimamente! Então, Frodo, se você prefere trocar esse ursinho protetor por essa lacraia traidora, sinta-se livre para fazer isso!

Agarrei a mochila que Sam carregava nas costas e o puxei para longe. Assim que nos afastamos o suficiente, olhei para a face triste de Sam e lhe lancei um sorriso.

- Não se preocupe, pequeno Sam, daqui umas duas horas nós vamos atrás daquele Zé Ruela.

- Ele não é o mesmo, senhorita, eu já quase não consigo ver meu amigo.

- Sam, eu não sou a mesma pessoa que eu era dez minutos atrás, quem dirá ser a mesma pessoa que partiu de Valfenda, Frodo está carregando o maior fardo que se encontra nessa terra, um fragmento do mal, preso naquele pescocinho de galinha de sacrifício, mas quando chegar a hora, se ele não quiser jogar aquilo por vontade própria, vou precisar que você o carregue para longe, darei um fim nisso com minhas próprias mãos.

- Aquele anel corrompe rapidamente o ser, estando tão perto do olho de Sauron, pode fazer mal à senhorita.

- Não se preocupe, eu sou mais forte do que pareço.

***

Eu sou mais forte do que pareço, hã?! O que eu tinha na cabeça para dizer uma merda dessas?! Quem está correndo da aranha gigante?! Por que tinha que ter a porra de uma aranha gigante nessa historia?!

***

POV Mikaela

- Você viu a Stella, Legolas?

- Ela se foi. – ele sequer olhou para mim quando disse essa merda de frase.

- Como assim? Não brinca comigo!

- Eu não brincaria com você.

Ele olhou seriamente para mim, sem um sinal de sorriso naquele rosto calmo.

- Foi para onde? – tremi ao perguntar.

- Ela sumiu, pouco antes de Haldir desaparecer ao vento.

De novo não.

Estava para ter um treco quando um dos hobbits veio correndo em nossa direção. Era Merry, ele carregava meu celular. Estava tocando um remix da Cardi B, era o toque para as chamadas da Stella.

- Stella?!

- O sinal está péssimo, então vou ser rápida, Frodo, anel, lacraia, Sam, separados, aranha GG, corona vírus, Mordor, autora, álcool em gel.

A ligação se encerrou com um chiadinho chato, o elfo e o hobbit olhavam para mim, ansiosos para saber o que tinha acontecido.

- Primeiro, ela disse que os leitores devem ficar em casa por causa do corona e devem usar álcool em gel só quando saírem de casa, porque não adianta você estar em casa tacando álcool em gel sem necessidade, e disse que encontrou o Frodo, o Sam, estão em Mordor, sendo perseguidos com uma aranha gigante, mas estão bem, estão separados, mas por pouco tempo, o Frodo está sendo enganado por uma... Lacraia? Porém, tudo vai se resolver, a autora vai voltar a postar, para incentivar os leitores a ficarem quietinhos em suas casas, e é isso?! Que aleatório, pelo menos a Ster está bem.

- O que?

- Está tudo bem, pode voltar para dentro, Merry, obrigada.

O pequeno sorriu tímido e saiu andando. Legolas esperou ele sumir dentro do salão e abriu a boca para começar a falar.

- Mikaela...

- Isso já aconteceu algumas vezes, sabe? Não precisa se preocupar. – desviei o olhar, eu realmente não queria olhar para aquele rostinho lindo.

- Você entendeu errado, você realmente não vai escutar o que tenho a dizer? – ele segurou minha mão e tocou gentilmente meu rosto, esse idiota.

- Eu sei que você gosta dela, não tem problema, se eu alguma vez sorri demais ou fiquei muito perto, me desculpe, no meu mundo a gente tem que atirar primeiro e perguntar depois.

- Eu ia esclarecer isso, naquele dia, creio que passei a imagem errada, eu não vejo sua irmã com outros olhos, ela realmente não é alguém que...

- Vai me dizer que ela não faz o seu tipo, ela faz o tipo até do seu pai...

- Ela é com certeza indomável, talvez por isso tão interessante para meu pai, mas não para mim, eu passei certo tempo notando suas ações, e expressões e em algum momento, sua irmã sumiu do meu campo de visão, e agora...

- Legolas – eu realmente estou muito sem graça, gente, ele é bonito demais, está perto demais, aja alto controle – você não mudou sua opinião rápido demais? Sabe, você parecia gostar bastante dela.

- Parecia? Eu não, não gostava dela tanto assim, era muito mais uma curiosidade do que qualquer outro sentimento.

- E sobre mim? É curiosidade?

Havia um fio de ar nos separando, ele foi chegando perto e perto como um ladrãozinho de corações.

- Necessidade.

Ele encostou sua boca na minha e tão rápido quanto se aproximou ele se afastou, ficou do meu lado, com nossos ombros juntos e nossas mãos dadas escondidas pela capa que ele usava. Eu fiquei sem entender nada, só olhando para seu rosto corado, a vermelhidão ia até a ponta das orelhas. Ele estava estupidamente fofinho.

- Legolas, o que você vê?

Aragorn brotou atrás de nós, eu senti um arrepiar pelo susto, mas fiquei ainda mais arrepiada quando a mão que segurava a minha, massageou e segurou firme, sem intenção de me soltar. Esse cara vai me matar antes mesmo de me beijar, Deus que me perdoe, mas se ele me pedir pra sentar eu não levanto nem com guindaste.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...