História É Apenas Uma Sombra - Capítulo 13


Escrita por:

Visualizações 8
Palavras 892
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente eu andei muito pensando esses dias antes de postar esse capítulo em como eu venho me decepcionando muito com vocês! Realmente é muito triste saber que tenho várias visualizações e muito poucos favoritos/comentários. Sério gente para um autor isso é decepcionante.

Se isso não mudar é com muita dor no coração que terei de excluir a fanfic. Isso irá me doer muito, mais não o tanto que vocês me decepcionam com faltas de comentários/favoritos. Por isso peço que por favor façam-me mudar de ideia. Sem mais delongas vamos ao capítulo 13 ;-;

Capítulo 13 - Sombras Do Passado


"O passado me condena e me pessegue perdidamente"

Continuando...

Marinette fica um pouco pensativa sobre o que aconteceu na feira. Aquela bruxa sabia tudo sobre Chat Noir, só que ficou faltando apenas um elemento da história: A 'amada'. Marinette estava ciente e decidida a encontrá-la e tinha que ser o mais rápido possível. Ela voltava pra casa quando chegou deparou-se com uma multidão em torno da confeitaria, a mesma olha para frente e encontra uma Bridgette muito preocupada:

-Marinette Dupan-Cheng! Onde você estava?-Pergunta Bridgette preocupada e brava ao mesmo tempo.

-Ah... Eu, eu. Estava distribuindo os folhetos por aí!- Diz Marinette com um sorriso amarelo.

-Hum... Mais isso não importa, olha quantos clientes já temos! -Diz Bridgette olhando pra multidão com um largo sorriso.

-Pois é, né! Então vamos ficar paradas aqui ou vamos inaugurar a confeitaria?-Pergunta Marinette animada.

As duas irmãs correm até a confeitaria encontrando um Félix muito impaciente tentando amenizar os clientes que queriam entrar o mais rápido possível na confeitaria, seu humor muda completamente ao ver as meninas em frente a confeitaria. Bridgette pega o microfone e começa a falar: 

-Olá gente! Boa tarde. Sejam todos bem-vindos a inauguração da Confeitaria Dupai'n-Todos aplaudem-A algumas horas atrás essa confeitaria era apenas uma padaria que estava completamente abandonada... Mas isso mudou eu e minha irmã Marinette-Bridgette olha pra Marinette-Fizemos desse lugar mais um ponto pra vocês clientes vierem comer os melhores doces de toda Paris- Desta vez todas as pessoas aplaudem mais fortes.

Marinette corta a fita vermelha e todas as pessoas entram correndo para observar a confeitaria por dentro, Bridgette vai atrás para verificar tudo. Enquanto Marinette vai correndo para seu quarto, ela precisava contar para Chat o que acaba de descobrir. Quando chegou lá trancou a porta para garantir que ninguém entrasse e por fim apertou o bracelete onde Chat apareceu: 

-Ah... Olá Marinette que surpresa você me chamar. Achei que tivesse na inauguração!- Fala Chat olhando fixamente para ela.

-Bom, eu estava! Mas... Quando a Bridgette me chamou para que eu fosse distribuir os folhetos, eu acabei encontrando um elemento muito importante da sua história!- Disse Marinette um pouco cabisbaixa.

-O quê? Meu Deus Marinette que notícia maravilhosa! E então me conta quem foi que você encontrou?-Diz Chat pegando nas mãos dela e juntos sentando-se na cama.

-Foi a bruxa que se chama Rosimere! Ela me contou tudo sobre o que aconteceu naquele dia em que você desapareceu!-Falou Marinette.

-E o que ela falou? Como foi que eu desapareci? Por que logo uma árvore? Por que o motivo? Por que ninguém mais consegui me ver?-Pergunta Chat um pouco desesperado demais.

-Calma, Chat! Eu vou te contar tudo não se desespere, por favor!- Diz Marinette olhando-o com compreensão e começando a contar, após ela contar Chat Noir começa a andar por um lado e para o outro.

-Não, não! Não pode ser Marinette! Como assim? Como eu irei voltar ao normal?- Pergunta Chat nervoso.

-Eu não sei, Chat! Não se desespera, fica calmo!-Diz Marinette tocando seu ombro com um tom amigável.

-Eu não consigo, Marinette! E se... Eu ficar em forma de árvore pra sempre!?-Diz Chat segurando os ombros de Marinette fortemente o que a deixou intacta- Eu... Eu preciso sair daqui!-Após Chat falar isso uma luz verde o invade fazendo-o desaparecer.

-Espera Chat... E a minha história?-Tarde demais Chat Noir já havia ido embora ela suspirou profundamente e se sentou em sua cama. Poucos minutos depois a mesma decidiu ir até a lanchonete.

Na Lanchonete...

Bridgette estava desesperada procurando por Marinette, em meio aquela multidão não iria ser tão fácil. A mesma não encontrou Marinette mais encontrou Félix:

-Félix, você viu a Marinette eu estou a procura dela a tempos!?-Pergunta Bridgette olhando pelos lados.

-Não, Mona! Não vi a Marinette Mas tenho quase certeza dela está em seu quarto-Diz Félix olhando para o celular.

Após Félix falar isso Marinette aparece na Lanchonete tentando passar por a multidão. Após ela chegar até ambos Bridgette pergunta:

-Onde você tava menina? É a segunda vez hoje que desaparece?-Fala ela um pouco preocupada.

-Ah... Eu tava no meu quarto! Se me dêem licença preciso ir até o banheiro!- Fala Mari um pouco triste e saindo.

-Pelo que conheço a sister ela não é assim, mona! Quando ela chegar você pergunta o que aconteceu.-Felix fala e Bridgette assente.

No Banheiro...

Marinette estava muito triste com a reação de Chat a mesma nunca havia visto o mesmo daquele jeito, foi tão comovente que ele nem quiz falar a história de Marinette. A mesma estava lavando seu rosto quando de repente:

×××-Filha eu não queria chegar a essa conclusão mas é o único jeito. 

×××- Não por favor não, mamãe! Eu não quero que faça isso!

×××- É único jeito de conseguirmos viver, filha aceite você ou não. 

Uma fala parecida com um diálogo tomou conta da cabeça de Marinette causando uma forte dor de cabeça fazendo a mesma se escorar ao chão.

×××-Mãe, por favor não faz isso! Você só irá se prejudicar! 

×××-Eu quero que você tenha uma vida boa, essa foi a única forma que achei.

×××-Mãe por favor não pode haver outra forma. Eu sei que pode!

Essa foi a gota pra Marinette cair ao chão do banheiro completamente desmaiada. Chama-se essas falas em nossas cabeças de sombras do passado. 

Será que foi algum destino? Ou simplesmente mais alguma coisa comovente da história de Marinette Dupan-Cheng?

Continua...


Notas Finais


Mistério 😬
Se você não leu as notas do autor leia por favor!*-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...