História É Apenas Uma Sombra - Capítulo 6


Escrita por:

Visualizações 6
Palavras 852
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi! Boa leitura! ❤

Capítulo 6 - Quem é Você?


"Eu não quero que desconfie de mim,  pelo contrário quero que acredite"

Marinette ON 

Saí correndo dalí,  chorando litros quase não dando pra enxergar tudo em frente,  só queria sumir sem deixar rastros,  queria simplesmente evaporar desse planeta.  Eu só não entendo como ele pode?  Depois de tudo que convivemos juntos? Eu só queria que fossemos amigos,  não estava pensando em algo tão sério e tentador.  Bom,  quem sabe mais pra frente e talvez iria ser com ele; mas depois de tudo aquilo,  não quero mais lembrar que o mesmo existe!  Doíria respeitar minha decisão?  Acho que não né. 

Estava tão cabisbaixa que nem percebi que havia passado por minha casa e outros locais que conhecia.  Ando mais um pouco,  até que paro em um lugar estranho, parecido mais com um parque só que totalmente abandonando,  com áreas desmatadas,  lagos poluídos,  solos sem agrícola,  ou seja,  totalmente destruído.  Descido entrar no parque com a esperança de encontrar um local agradável,  ando mais um pouco até que chego em uma árvore.  Mas não era uma simples árvore,  era totalmente encantadora!  A mesma se encontrava em cima de um asfalto não tão alto,  tinha várias folhas coloridas nas cores: roxo,  azul,  verde,  vermelho  e amarelo  o que dava um charme completo. Estava com os olhos vidrados naquela bela obra criada por um Deus,  descido chegar mais perto para apreciar e por impulso acabo tocando em uma das folhas. 

Quando toquei uma luz brilhante acaba invadindo meus olhos e tudo alí em volta,  vou afastando para trás até que acabo caindo.  Quando percebo que a luz havia sumido,  olho para a árvore e me deparo com uma figura estranha mais bem curiosa.  Parecia um adolescente um pouco mais velho que eu,  com uma cabeleleira loira,  olhos esmeraldas, e estava vestido um traje de gato preto,  não dava para ver seu corpo inteiro apenas da cintura para cima (igual a thumber (capa central) o olho um pouco nervosa mais descido me pronunciar:

---Quem é Você? -Pergunto esperando uma resposta. 

---Eu sou um fruto de sua imaginação sombria,  uma alucinação que de acordo com o seu sentimento vou ficando mais forte,  sou aquele que te ajudará a encontrar um caminho quando estiver perdida,  sou o Chat Noir o seu protetor das trevas. -Diz o gato misterioso olhando em meus olhos. 

---Protetor?  Aí meu Deus do céu,  os únicos protetores que eu tinha já não estão mais aqui comigo,  ouviu ô seu projeto de animal de circo. -Diz Marinette tentando ser forte ao lembrar de seus pais. 

---É aí que você se engana,  eu tenho respostas pra tudo Marinette Dupan-Cheng!  Você só precisa simplesmente acreditar em minha palavra. -Diz Chat Noir 

---Ãn,  peraí você sabe meu nome?  Isso significa que você ficou me espionando a vida inteira?  E o que você quis dizer com "É aí que você se engana"? -Diz Marinette com um ponto de interrogação

---Calma aí minha cara,  irei responder a todas as suas perguntas,  mais isso tem um preço... -Chat Noir falava mais foi interrompida por Marinette. 

---Olha,  se for dinheiro eu já vou logo avisando que não tenho,  viu! -Diz Marinette aborrecida. 

Chat Noir solta uma risada nasal e se pronuncia: ---Não é nada disso,  senhorita Marinette é só que eu não sou simplesmente uma árvore.

---O Quê?  Como assim?  Me explica essa história direito que eu não estou entendo!  -Exclama Marinette                  

---A uns anos atrás,  eu era como você um ser humano de bem com a vida cheia de histórias para contar.  Só que um dia me aborreci por um motivo bobo eu era simplesmente apaixonado por uma garota que não me dava bola,  cansado de todo dia ser ignorado resolvi falar com uma idosa muito sábia que todos a considerava uma bruxa pois a mesma tinha várias porções estranhas em suas prateleiras.  Cheguei em sua casa contei  meu problema e a mesma só me deu uma sulução: "Torna-me uma bela árvore, e prender a atenção de todos,  principalmente a dela. " como eu estava cego de paixão por aquela garota aceitei sem nem pensar duas vezes afinal era uma paixão boba de criança,  ela me deu uma porção me fazendo desaparecer e aparecer em uma bela árvore em um parque muito lindo,  depois de um tempo fui fazendo sucesso todos queriam tirar foto comigo,  apareci até em jornais,  mais só que um dia...  Um maldito dia aconteceu uma terrível tragédia um forte furacão passou por aquele parque destruindo tudo apenas restou ali  mas não aconteceu nada a mim que por minha força não fui levado pelo furacão.  Mas depois disto não apareceu nenhum visitante para vim me apreciar o que que me deixou extremamente triste e solitário. -Falou Chat tristonho. 

---Nossa que triste!  Mas o que eu tenho a ver com isto? - perguntou Mari um pouco comovida. 

---Só você Marinette!  Pode me ajudar,  você vai simplesmente procurar a bruxa que me transformou e a garota por quem eu amei,  vai trazê-las até aqui e em troca disto te contarei toda a sua verdadeira historia.  Fechado? -Disse chat lhe dando sua mão para apertar. 

---Fechado! -Mari exitou um pouco mais apertou sua mão. 

Continua... 



Notas Finais


Capitulo pequeno mas bastante curioso... Ê Chat Noir apareceu..!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...