História E então, qual nome vamos dar? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Cana Alberona, Capricórnio, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jackal, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Ultear Milkovich, Virgo, Wendy Marvell, Zeref
Tags Fairy Tail, Juvia Lockser, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Visualizações 77
Palavras 1.348
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boas, voltei, obrigado pelos comentários :)

Capítulo 5 - Ups...


O sol já ia alto e ambos Natsu e Erza dormiam profundamente, ainda na mesma posição, até que 


(...) - MAS QUE MERDA É ESTA??

Natsu acorda logo no instante a seguir, levantando o seu corpo até ficar sentado, pondo uma mão no peito para verificar se ele ainda la estava. Já Erza continuou a dormir como se nada tivesse acontecido, devido ao mês que ela tinha passado devido ao medo que viveu depois daquela noite.

Natsu- O que é que tu...? Mas como é que...? Perguntava ainda com o cérebro desligado à porra esqueci-me! Bateu com a palma da mão na testa

(...) - Pois foi e adivinha quem é que ficou no aeroporto mais de 3h à espera de alguém que não veio? Eu! Achas bem Natsu?! Ia começar a levantar a voz, mas em vez disso fez uma breve pausa e depois continuou Bom, estás perdoado por que já vi que o teu motivo é bem sexy e pela forma como ainda dorme mesmo depois do meu berro, vocês divertiram-se mesmo à grande esta noite! Disse fazendo um sinal positivo, depois levou dois dedos ao queixo e perguntou Mas a tal de Lucy não era loira?

Natsu- Antes de mais, não aconteceu nada do que estás a pensar... Simplesmente ela eu passei um mau bocado e convidei a a vir cá a casa e descobri que ela passou um mau bocado também e pronto... Acabamos por nos confortar... Mas não fizemos nada, nadinha! Exclamou ele esfregando a mão atrás da cabeça, corando E sim, a Lucy é loira...

(...) - Hum isso é mesmo super convincente, então vocês não fizeram me só nada não é? Um breve sorriso malicioso se abriu Então como explicas isto? Atirou-lhe a roupa interior da Erza à cara, deixando-o paralizado de vergonha Encontrei isto bem aqui junto do fundo da cama, vocês tomaram banho juntos, dormiram juntos e ela dorme tranquila e serena, mas não fizeram nada certo? Ai Natsu, Natsu... Admite, és um gato todo gostoso e sensual, tal como a tua prima Gabava-se enquanto passava a mão nos cabelos num movimento sexy

Natsu- Cana, paras com isso se fazes o favor? Eu já disse que não fizemos nada! Meteu a roupa interior dela do lado da cama Porque não me ligaste para te ir buscar ao aeroporto?

Cana- Por acaso já viste o teu telemóvel? Pegou nele e entregou-o ao primo Vê bem, liguei alguma vez? Naaaao Sentiu-se o aroma a ironia no ar Talvez se a tua amiga não estivesse a gemer tão alto, talvez tivesses escutado o telemóvel tocar ao menos uma vez de entre as 6 vezes que tentei falar contigo. Fora as mensagens. Olhou para Erza que continuava a dormir Vais apresentar-me a tua amante ou não? Piscou o olho

Natsu- Depois quando ela acor... Natsu não conseguiu acabar a frase porque Cana já estava em cima da cama O que estás a fazer? O seu pau acordou com a cena que viu

Cana- Já que não me vais apresentar, eu própria o faço, mas primeiro... Tirou o lenço do pescoço de Natsu e vendo Erza que ainda estava dormindo E agora a parte mais satisfatória Começou a massajar os peitos de Erza que passado pouco tempo acordou e começou a gemer de prazer 

Erza- Na.. Na... Natsu? Mordía os lábios e puxava os lençóis da cama à medida que era massajada mais rapidamente

Erza on

Acordo com os olhos vendados, sinto algo mexer no meu peito e sinto o cheiro do Natsu, estará mesmo ele a tocar-me? De verdade? Esta ideia de ser tocada por ele e não o poder ver enche-me com uma sensação enorme de prazer e por não conseguir usar a visão faz com que me concentre ainda mais nos outros sentidos, o cheiro dele no seu lenço, o movimento circular das suas mãos nos meus seios, o som que a cama faz ao ranger de leve... Tudo isso me excita e não posso negar que já sinto a minha calcinha toda molhada, eu sei que estou a escorrer... E sei que ele pode ver isso, mas não me importa! Eu quero que ele vá mais além! Quero que ele me consuma e me faça sentir mais sensações prazerosas como esta! Pergunto-me que expressão faz o rosto dele quando me toca, como será o seu olhar ao ver-me aqui a ficar louca, só de imaginar isso fico ainda mais húmida! Já consegui perceber em que posição ele me está a tocar e já estou farta de puxar os lençóis, quero ter as minhas mãos no peito dele,  cravar as minhas unhas e puxa-lo até mim... Antes de me poder deliciar nos seus lábios... Nossa que desejo...

Erza off

Erza vai com as duas mãos para tocar no peito de Natsu mas sente algo diferente, algo grande, redondo e firme

Erza- Mas o quê... 

Cana- Hey Natsu, parece que a tua amiga também quer brincar comigo... Olhou para ele, que estava mais perplexo que uma barra de aço, passou a língua nos lábios Tens uns peitos maravilhosos ruiva, não posso negar que me sinto excitada Olha para a calcinha de Erza e pelo que vejo, também estás Sorriu 

Depois de ouvir isto, Erza tira imediatamente a venda e deparasse com uma rapariga na cama, ao lado vê Natsu, perplexo com o seu pau ereto a sair dos boxers para fora 

Erza- O meu santo Natsu... Tão grande... E grosso... Tão pulsante... Estará totalmente ereto...? Aí que eu te fazia agora se não estivesse aqui esta gaja... Espera, gaja?? Pensou ela. Quem és tu e o que fazes aqui?! Natsu quem é esta rapariga?! Puxa o cobertor da cama para se tapar 

Cana- Bem pelo que posso ver olhou para a zona íntima dele ele não está em condições de falar agora voltou o olhar para Erza Eu passo a apresentar-me, sou a Cana  e sou prima do Natsu, a prima que ele devia de ter-me ido buscar hoje ao aeroporto... Mas já entendi o porquê de ele não ter ido. Espero que tenhas tratado bem dele sorriu para ela neste momento ele está apenas meio ereto e por isso fica assim perplexo, mas não te preocupes, é normal. Falo por experiencia própria sorriu e piscou-lhe o olho 

Erza- Tu já fodeste com o teu primo?! Perguntou boquiabierta Puta sortuda do caralho... 

Erza on

Meia ereção? Aquela anaconda?! Apenas meia ereção?! Ela só pode estar a exagerar... Não...? 

Erza off

Cana- Sim já, não fiques assim, somos primos afastados. Então quer dizer que vocês realmente não fizeram nada? Não sabes o que perdes tocou-se sozinha, revirou os olhos não imaginas o que este rapaz é capaz de fazer quando está no auge da excitação ela podia ver nitidamente os cantos da boca de Erza ficarem humedecidos notasse ao longe o nível enorme de desejo que sentes por ele 

Erza- Não sinto nada! Limpou os cantos da boca

Cana- Diz-me o teu nome, e eu vou contar-te um pequeno segredo

Erza- Erza... Sussurrou... 

Cana- Bem, Erza antes de tudo tens um maravilhoso par de seios! Deu-lhes uma breve apalpadela Segundo, se não sentes desejo por ele porque é que gritavas o nome dele enquanto gemias? Hum? E porque estás com a calcinha completamente molhada? Aproximou-se do ouvido dela Diz-me...queres sentir o sexo dele dentro de ti não queres? 

Erza queria gritar que sim, mas não o queria dizer, então disse algo para se esquivar da  pergunta de Cana

Erza- Porque fodeste com o Natsu...? 

Cana- Porque ele me pediu, a um tempo atrás. Eu e ele sempre tivemos uma relação aberta, e tudo o que ele queria saber sobre sexo falava comigo, por eu ser mais experiente e então um dia ele pediu-me que lhe ensinasse, e sim... Fui eu quem lhe colheu a virgindade e a sua primeira gota de sémen, e para alguém inexperiente confesso que ele fez-me coisas que nunca ninguém me havia feito, só que aconteceu um imprevisto olhou para Erza 

Erza- engoliu a seco O quê...? Engravidaste...? 

Cana- O quê? Achas? Não! Riu Eu... Olhou nos olhos de Erza e disse num tom sério e completamente erótico Eu fiquei viciada... Viciada em tê-lo dentro de mim... Ups...



Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...