História E o que seria o meu futuro? (Kim Nanjoon) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Kim Nam-joon / Rap Monster
Personagens Kim Namjoon (RM), Personagens Originais
Visualizações 15
Palavras 918
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Mistério, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Por favor, dêem muito amor a essa fic. Estou dando duro para escreve-la. ❤

Capítulo 2 - Cap.2


Fanfic / Fanfiction E o que seria o meu futuro? (Kim Nanjoon) - Capítulo 2 - Cap.2

Alguém tinha furado aquela bola!"

Deixei que a bola escapasse das minhas mãos, o medo me consumiu e tudo o que eu queria era poder ir para casa.

Meus pensamentos são inundados com flash back daquele pesadelo, eu sentia, era ali que tudo acontecia. Me desespero por já saber aonde isso ia dar e começo a chorar. Ouço um barulho atrás de mim, como se alguém já estivesse me espionando a muito tempo. Posso sentir a presença de algo ali.

*será que isso quer me atacar? Meu deus eu não vou conseguir sobreviver...*

Um rosnado alto ecoa sobre a floresta, aquilo estava a poucos passos de mim. Sem pensar em nada e apenas com o reflexo do meu corpo eu já estava correndo daquilo como no pesadelo. E como mágica, sinto as gotas de chuva sobre mim, essas gotas se intensificavam a cada passo meu, pude notar que agora eu não estava mais com o uniforme e sim com uma camisola branca, que colava em meu corpo por causa da chuva. Meus pés estavam descalços, eu sentia o chão da floresta em baixo de mim, me machucando e perfurando os meus pés.

Não, aquilo não poderia ser um pesadelo. Eu estava vivendo Aquilo, era real!

Acabo tropeçando em uma raiz de árvore que estava saltada para fora do solo. Dei de cara no chão, aquele animal continuou correndo atrás de mim e rosnando, consegui me levantar e correr um pouco mais devagar, eu havia torcido meu tornozelo mas a vontade de viver era maior do que a dor que eu estava sentindo.

Consigo avistar a tal cabana, corro até ela que por sorte estava aberta, entro e finalmente tranco a porta. Tenho certeza que se aquilo usar força ele consegue derrubar essa porta pela cabana ser muito antiga. Como eu já havia visto tudo isso no pesadelo, eu já sabia aonde ficavam a vela e o fósforo, fui até eles e os acendi. Então fui em direção às paredes, sabia que eu encontraria aquelas coisas lá.

Quando cheguei perto daquelas folhas, percebi que os desenhos eram retratos meus, como se eu estivesse em outra época, aquela em que as moças usavam vestidos rodados, brancos e lencinho na cabeça e um pequeno guarda chuva em suas mãos. Era exatamente assim que me retrataram, porém eu não me lembro de ter me vestido assim alguma vez em minha vida.

As escrituras eram na verdade cartas de declaração de amor, elas diziam:

" A um longo tempo atrás, eu quase entreguei ao diabo.

Mas eu já não era minha a muito tempo desde que você chegou.

Talvez o nosso agora nos separe, mas nada há de impedir o nosso destino.

Você está destinado a mim, e eu estou destinada a ti.

Eu não irei desistir de você, mesmo que eu tenha que viver outra vida, você sempre será aquele que o meu destino escolheu... "

Em baixo de cada texto, tinha uma assinatura. E elas eram minhas! Como pode isso? Eu nunca escrevi estas coisas. O que está acontecendo???

Fui arrancada dos meus pensamentos por batidas fortes na pequena porta da cabana. Uma voz dizia do lado de fora:

???- s/n, você sabe que não adianta fugir, abra a porta para que eu possa entrar ou terei que entrar a força. - aquela voz era um pouco grossa e rouca... me dava arrepios só de ouvir. - Meu nome é Kim Namjoon, não se assuste você apenas não se recorda de mim.

Me escondi em um canto da cabana, fechei os olhos e esperei o pior acontecer. Tudo ficou um completo silêncio, abri os olhos tentando achar uma explicação para aquilo quando vejo de canto do olho uma silhueta ao meu lado, dei um pulo com o susto e acabei caindo com as mãos no chão.

*Aquele homem... era a coisa que estava me perseguindo?*

Ele era lindo, cabelos levemente prateados, sobrancelhas grossas e muito bem feitas, sua expressão era de prazer por me ver assustada.

Kim: eu disse que iria entrar a força - deu um sorriso maligno.

S/n: o q-que quer de m-mim??- eu tremia muito, não consegui falar direito. Eu estava realmente assustada...

Kim: eu sou o seu futuro, você pertence a mim agora - seus olhos mudaram de castanho para um tom de verde escuro

S/n:você é aquela coisa que estava me perseguindo? - digo apavorada, a minha vontade era de sair correndo dali imediatamente- porque tenho pesadelos frequentes com isso? Você deve saber!

O mesmo me encara dando um sorriso sem mostrar os dentes, revelando com facilidade suas lindas cozinhas. Como ele pode ser tão assustador e tão lindo ao mesmo tempo?

Kim: você irá saber de tudo no seu devido momento. Agora você já pode voltar, nos encontraremos de novo...- em um piscar de olhos o garoto tinha sumido bem na minha frente!

Dei uma última olhada para as coisas dentro da cabana, vendo todos aqueles retratos e cartas, não podia os deixar lá.

S/n: droga! Não acredito que você vai mesmo fazer isso s/n! Aishh - digo para mim mesma enquanto arrancava cada folha das paredes as segurando nas mãos, meu uniforme teria "voltado" para o meu corpo, a chuva tinha cessado.

Sai daquele lugar, levando todos os papéis para casa depois de ter pego minha mochila na escola.

Aqueles bilhetes faziam com que eu tivesse uma onda misturada de emoções, eu queria chorar ao lê-las mas ao mesmo tempo eu sentia uma enorme tristeza e um aperto no peito. O que significava isso?


Notas Finais


Então, o que vocês acharam?
Perdoem os erros 🙂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...