1. Spirit Fanfics >
  2. É Possível Amar Um Assasino? >
  3. Of Course!

História É Possível Amar Um Assasino? - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


EU TO VIVAAAAAAA!!!

Finalmente voltei a escrever essa história,agora acho que vou ficar um pouco mais nela que nas outras.

Pra quem não sabe eu tenho outras histórias.

Tenho uma Harry Potter (Drarry)
Uma do Eyeless Jack
Uma Reddie
Uma do BTS (Vhope)
Uma do boku no hero (Bakudeku)

E acho que é só!!

Capítulo 22 - Of Course!


Fanfic / Fanfiction É Possível Amar Um Assasino? - Capítulo 22 - Of Course!

Pov Miranda 


— Então,estou esperando! - diz Penny me encarando - quem era aquele? - perguntou

— É uma pessoa que eu conheci aleatóriamente na rua,que por coincidência estuda na mesma escola que eu - digo vejo Penny me olhar com cara de bravo - ele era aluno novo,e eu como boa pessoa que sou,ajudei ele! - digo,Penny se levanta e vem na minha direção,comecei a ir para trás 

— Não quero você perto dele,já não basta esses losers! - diz ele,aí eu percebi

— Pennywise,você está com ciúmes de mim? - digo rindo,ele arquea uma sobrancelha 

— Eu não tô com ciúmes! - diz ele

— Então porque eu não posso ficar perto dele em? - perguntei,ele abriu a boca pra dizer algo,mas desistiu - você tá com ciúmes sim! - digo

— Okay,eu posso estar com ciúmes,mas mesmo assim não quero você perto dele!! - diz ele me prensando contra a parede,engoli seco - sinto que ele não é boa coisa! - diz ele

 


Eu estava um pouco desconfortável com a posição que eu e Penny estávamos,eu tava corando feito um pimentão.


— Penny será que você podia se afastar? - perguntei,derrepente sinto algo crescendo perto da minha cintura - Penny por favor! - pesso

— Porque? - perguntou ele

— Por favor se afasta...E se você ler minha mente,você tá fodido! - digo,mas aí eu vejo o sorriso malicioso 

— Tarde demais! - diz ele,eu suspiro derrotada - porque sempre que isso acontece você fica vermelha e nervosa? - perguntou ele

— Bem,Ahhh….- eu não sabia oque dizer,e acabei ficando mais vermelhas 

— Por acaso você sente vontade de fazer certas coisas? - perguntou ele,eu congelei e acabei corando mais,se é que é possível!!

— QUE??C-claro que não! - digo,desviando o olhar - pare de insinuar essas coisas! - digo 

— Mas eu nem disse oque era! - diz ele - você que é uma pervertida!! - diz ele 

— Eu sou uma pervertida? - pergunto,olhando seria pra ele - não sou eu que fico querendo ver pessoas peladas após o banho!! - digo

— Eu faço isso pra ver você vermelha! - diz ele - claro,tem suas vantagens! - diz ele

— Quais? - pergunto 

— Eu posso te ver nua! - diz ele,abaixando sua cabeça,pois eu tinha arremesado uma almofada em sua direção 

— SEU PERVERTIDO!! - grito,sorte que minha tia trabalha,se não teria ouvido

— Okay,okay!Mas voltando ao assunto,não quero você perto daquele menino! - diz ele,eu suspiro 

— Okay,não vou chegar perto dele! - digo 


Depois do ocorrido,eu fui tomar uma banho,pois eu estava cheirando a escola (Nem tente me pergunte como é o cheiro de uma escola!).

Ao sair não vejo Penny,pra minha felicidade.Vou até meu guarda roupa,pego meu pija,que consistia em ser,um short curto preto,e uma blusa um pouco grande.

Ainda era de tarde,mas como eu não vou sair mais,coloquei meu pijama,tirei meu sutiã,"Liberdade finalmente".Me atirei na cama,peguei meu livro e comecei a ler.




*QUEBRA DE TEMPO*




Já era 21:43 da noite,e nada do Penny,e eu sei que pra devorar uma criança não demora tanto tempo assim!


— Mas pra achar uma que esteja sozinha demora! - diz ele brotando de Nárnia do meu lado

— AHHHHH,DEMONIO DOS INFERNOS!! - grito

— Tá tudo bem Pirralha?Eu ouvi um grito! - perguntou minha tia do andar de baixo

— Tá tudo bem,foi só um bixo que me assustou! - digo olhando brava pro Penny - vc tem que parar de aparecer do nada! - digo

— É engraçado ver vc tomando um susto! - diz ele

— Toma no teu cu! - digo - vc demorou tanto que comecei a ficar com sono! - digo dando um bocejo

— Quer dormir? - perguntou ele

— Quero,mas antes vou escovar os dentes! - digo me levantando,sinto os olhos de Penny em mim

— Assim vc complica! - diz ele,eu olhei pra ele sem entender,então ele apontou pra minhas roupas - pra que se vestir assim? - diz ele dando um sorrisinho malicioso

— Se pervertido!! - digo entrando no banheiro


Após escovar os dentes,saio do banheiro e vou pra minha cama,Penny já se encontrava deitado,ele me observava de um jeito penetrante,me subiu um arrepiozinho na espinha.

Me deite,e virei de costas pra ele,ele me abraço,estávamos de conchinha.














Já tinha se passado 25 minutos,deis que eu deitei,mas não consogui dormir,Penny já estava dormindo.

Eu estava me sentindo quente,afastei um pouco as cobertas,mas não adiantou,tentei me ajeitar numa posição melhor mas isso acabou fazendo minha bunda encostar em algo duro.

PUTA MERDA!!Me diz que não é oque eu to pensando?MEU DEUS,É SIM!!

Eu podia sentir pulsar,e com isso meu baixo ventre se repuchou!Só pode ta brincando,eu tô ficando exitada!

Eu queria tanto poder me tocar,não que eu já tivesse feito isso,mas eu já vi vídeos,e diz que alivia.


— Vc devia controlar seus pensamentos! - diz Penny,me dando um susto

— P-penny,vc tava acordado?! - pergunto,ele me vira fazendo eu ficar de barriga pra cima,subindo em cima de mim - P-Penny??

— Parece que alguém precisa de ajuda! - diz ele


Quando eu ia argumentar,ele me beijou,mas era um beijo intenso,ele se encaixou no meio das minhas pernas.

Ele alisava meu corpo,minhas coxas,minha cintura.Até que ele interrompeu o beijo,e foi para o meu pescoço,diztribuindo lambidas e chupões no local,eu já não estava mais raciocinando,eu só queria que ele continua-se!

Uma de suas mãos que estava na minha cintura,foi para baixo da minha blusa indo encontro com um dos meus seios,e ele apertou e massageou.

Acabei soltando um leve gemido,que fez ele parar oque estava fazendo e me olhar,seus olhos estava azuis.


— Posso continuar? - perguntou ele,eu sorri

— Sim,claro! - digo 


Notas Finais


Até o próximo capítulo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...