História É pra sempre - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Cain, Cenette, Diane, Dreyfus, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gelda, Gilthunder, Gowther, Griamor, Guila, Hauser, Helbram, Jericho, Jillian, King, King Liones, Margaret, Meliodas, Merlin, Personagens Originais, Veronica, Zaratras, Zeldris
Tags Melizabeth
Visualizações 73
Palavras 1.871
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Espere um pouco, meu amor


P.V Narrador


Meliodas e Elizabeth acordaram 12:57. Não haviam tomado café, nem almoçado ainda.


  _ Pede algo pra gente amor- Meliodas dizia brincando com os cabelos da platinada.

  _ Café ou almoço?- a mesma dizia rindo


 _ Sushi- era a comida preferida dos dois, sushi era vida para eles. Elizabeth pediu 2 travessas pequenas de sushi e yakisoba no aplicativo.- vamos aproveitar enquanto isso


 _ o quer dizer quanto a aproveitar?- ela sabia muito bem o que se tratava, mas sempre que ele tocava nesse tipo de assunto ela mudava rapidamente.  Ela ainda não estava preparada para fazer aquilo, não ainda.


_ Você sabe bem o que eu quero dizer- Meliodas sobe sobre a platina a enchendo de beijos pelo corpo, mas a campainha interrompe- Qual é


 Elizabeth sai debaixo dele e vai pegar sua comida. Os dois se sentam na mesa da cozinha para comer.

 

 _ Que hora eu cheguei na sua casa ontem?- Meliodas perguntava enquanto comia seu yakisoba quentinho


  _ Umas 4 horas eu acho, por que?


 _ Por nada


_ Sabe que temos que falar sobre aquilo né Meliodas


_ Aquilo?


_ Sobre você ficar tomando remédios de tarja preta sem recomendações médicas, você pode ter uma overdose de remédios. Um cara de 25 anos morrendo por causa de remédios, não é a manchete que quero ler no jornal. Eu me preocupo demais com você, e sabendo que você bebeu hoje de madrugada e toma esses  remédios, me da mais medo ainda, sabe o tipo de mistura que ta tomando?


  O loiro nada respondeu, ficou encarando a travessa de sushi em sua frente. Elizabeth percebe que algumas gotas de lágrima caim sobre a mesa. A platinada vai até ele rapidamente e ajoelha-se ao seu lado. O garoto sai da cadeira e deita em seu colo, ainda chorando.


_ Me perdoe Ellie- ele dizia a meio de suspiros sufocantes- Eu tento, eu sempre tento- ele deu um longo suspiro- eu so estou aqui por você, ainda faço questão de ferrar com sua vida


_ Para por favor- Ela o abraçou em seu colo e começou a chorar junto com ele. Passaram algum tempo daquele jeito, até que Meliodas se levanta dos braços de sua amada.


 _ Vamos sair hoje?- Ele diz indo em direção a sala, enquanto a platinada se levanta


  _ Sair para onde?

  

  _ Casa de algum amigo, não sei- Meliodas pula no sofá ligando a TV


_ Ou podiamos ficar so nós dois abraçados aqui comendo bolo e assistindo filmes- ela senta do lado do loiro, e se envolve em seus braços. Eram tão melosos.


_ Vem morar comigo logo, você nem fica direito na casa do seu pai


_ Você tem razão, mais ainda é cedo não acha, se morarmos juntos vamos destruir essa casa.- Elizabeth dizia pegando uma almofada para se apoiar melhor no sofá


_ Faz 5 anos de namoro, 3 de noivado que ainda é cedo.


_ Você se arrepende de ter me conhecido? - ela dizia coisas sem noção para ele, que tipo de pergunta era aquela


_ Por que eu me arrependeria?- ele diz pegando no rosto de sua platinada- Você foi o melhor acontecimento que ocorreu na minha vida


_ Você é tão meloso quando quer sabia- o celular de Elizabeth toca, era Diane, sua melhor amiga.- Ja volto, vou ver o que ela quer


_ So não aceita sair


     Ligação on


_ Oii ellie

_Oi Diane

_Ta livre hoje?

_ Depende, pra que?

_ Um encontro só pros casais, no caso você e Meliodas, eu e king, Elaine e Ban.

_ Vou ver com ele

_ Aceita ou não? O lugar precisa de reservas e é para agora

_ Ta a gente vai

_ Não vai nem pedir se ele vai besta? Não to afim de gastar dinheiro com lugar atoa

_ se ele disser não eu o convenço

_ Ta, mais tarde lhe mando as coordenadas ok

_ Ok, tchau bebê

_ Tchau ellie


   Ligação off


_ Vamos sair de noite viu- Elizabeth fala entrando novamente na sala de estar


_ Sair? Pra onde?- o loiro diz se levantando do sofá e indo até Elizabeth, a abraçando por trás


_ Eu também não sei- a mesma ri, enquanto Meliodas da um ataque de cócegas nela.


 A cada segundo ela sabia que era pra sempre aquele sentimento, era impossível terminar ele, era impossível.


           ⏰⏰⏰⏰⏰⏰⏰


Diane mandou as cordenadas a Elizabeth, e era para eles se encontrarem as 21hrs, eram 19:53. Elizabeth era extremamente maluca na questão se arrumar, passava horas na frente no espelho escolhendo roupa e sapato. Meliodas por outro lado era rápido, ele se arrumava em questões de segundos, e andava super bem.

 

 _ O que acha?- Meliodas disse entrando no closet do seu quarto, no qual Elizabeth estava


_ É uma boate, por que vai de terno?- Elizabeth vestia um vestido que ia a altura do joelho, com um decote profundo nas costas, e usava um salta baixo da mesma cor do vestido, preto.


_ Você tá chique também


_ Não estou- Ela amarrou seu cabelo em um coque meio bagunçado, e passou um batom vinho.


_ O que é ser chique para você elizabeth?- ele se aproximou dela, e mordeu seu pescoço


_ A, obrigado idiota, agora vou aparecer com uma marca enorme de mordida no pescoço- ela ficou desesperada atrás de base e pó, ela não poderia sair daquela forma.


_Por nada nené- Meliodas sai do closet, e vai colocar outra roupa, já que Elizabeth disse que ele estava formal demais para uma simples balada. Ele colocou uma camiseta branca e uma calça jeans escura. E claro seu ténis inseparável.

 

  Ele pega um copo d'água e um dos seus comprimidos, era seu vício. Todos aqueles comprimidos eram para dor, e eram tarja preta. Logo após o acidente no assalto ele se viciou nisso, e também logo depois de seu irmão Estarossa,desaparecer, as coisas complicaram mais. Ele sabia que não podia tomar um comprimido daquele e simplesmente encher a cara depois.


_ O que eu faço?- ele sussurra para si mesmo e toma aquele comprimido.- Eu prometi pra ela- um aperto enorme invade seu peito, ele sentia uma vontade tão grande de chorar. Ele queria morrer, tantos problemas acontecendo em sua vida, só que ela era o que impedia ele de fazer qualquer coisa. Ele amava ela demais e sentia como se fosse um peso para ela, o loiro não queria isso. Ele queria a fazer feliz, e muito feliz. Queria lhe dar uma vida de princesa, mas agora em vez dele ser o maravilhoso príncipe encantado, ele era o vilão que se apaixonou pela princesa


_ Ta pronto?- Elizabeth entra no quarto e vê ele com uma mão na cómoda e outra segurando a sua camisa no peito. Ele estava tremendo. Ela viu a cartela vazia de comprimidos. Estava cheia cedo. Ela se desesperou na hora, ele havia tomado todos os comprimidos de uma vez. Lágrimas se formam em seu rosto, ela odiava vê-lo daquela forma, doía 5X mais nela.


_ Meu amor- ela se aproxima do loiro que ainda estava em um certo estado de choque, ela o coloca entre seus braços, e o aperta- Por favor, não me abandone- Meliodas soluçava entre suas lágrimas enquanto Elizabeth falava- Sabe que eu não viveria um dia sequer longe de você


_ Me perdoe- Meliodas estava se acalmando, a platinada lhe deu um copo de água com açúcar. Ele voltou a respirar calmamente


_ Está melhor?-  ele concordou com a cabeça. Ele estava frio.- Vai querer ir a boate?


_ Vamos, não quero te manter presa nesse inferno- Ele se levantou indo pegar sua carteira, seu telefone tocou- Zeldris? Já volto Ellie- Meliodas saiu do quarto e foi até o quintal da frente atender seu irmão


 Ligação on


_Alô Zeldris

_ Eai maninho

_ O que tu quer?

_ Eu e Gelda vamos viajar para Havaí  casa vai ficar sozinha, então você vai vim aqui em vez em quando dar uma olhadinha ok?

_ Havaí? Ai sim cara, fica tranquilo, vou olhar sua casa. Chave ta no mesmo lugar?

_ Tem uma cópia lá sim, leva pra tua casa, já to no aeroporto, por isso não vou me despedir. Gelda mandou um beijo para você e Ellie

_ Manda outro para ela, boa viagem

_ Tchau


    Ligação off


Elizabeth sai ao jardim junto de Meliodas


_ Quem era?


_ Zeldris, ele foi pro havaí com Gelda, e ela te mandou um beijo- Meliodas coloca o celular em seu bolso- Vamos?

    

      ⏰⏰⏰⏰⏰⏰⏰⏰


Diane, King, Ban e Elaine estavam esperando os dois no lado de fora da boate, que estava cheia por sinal.


_ Oi pombinhos- Diane diz colocando um largo sorriso.


_ Oi Diane, oi pessoal- Elizabeth diz retribuindo o sorriso  eles assentem com a cabeça.


_ Vamos entrar?- eles entram em sincronia, seguindo Diane. Ela leva eles até uma ala VIP da boate, que ficava em um mezanino


_ Arrasou Diane- Elaine fala se sentando ao lado de Ban


_ Espetacular- Ban


_ Verdade, aqui é muito legal, não é todo dia que se entra em uma ala vip.


 Meliodas sempre se mostrava alegre e bagunceiro nessas festa, mas hoje nada saia de sua boca.


_ Ei Meliodas, temos que repetir ontem, foi bem maneiro- Ban disse pegando um copo de whisky que estava sobre a mesa circular.


_ É pode ser- Elizabeth notava que seu noivo não estava bem, ele parecia distante e triste.


_ O que foi amor? Quer ir embora? - Elizabeth sussurrou no ouvido do loiro.


_ Eu vou sozinho, fica se divertindo um pouco- ele entrega a chave do carro para ela


_ Você vai do que?- Elizabeth perguntou

ainda em seu ouvido


_ Vou de ape


_ Nem pensar, vou te levar e depois eu volto- A platinada puxou Meliodas- Vou levar ele para casa, não está se sentindo bem, se der eu volto


_ Elizabeth responsável ela- Diane disse logo após tomar um gole da sua vodka de frutas vermelhas. Todos estavam ficando bêbados embora haviam chegado à 5 minutos ali.


 Meliodas e Elizabeth sairam da boate, e entraram no carro. O carro era de Elizabeth então ela dirigiu.


_ Sério Meliodas o que você tem?- Ela perguntava extremamente preocupada.


_ Nada, só cansado- ele empurra o banco do carro para trás e começa a observar as estrelas que pairavam no céu.


 Elizabeth nem desceu do carro.


_ Eu ja volto- Ela disse dando um selinho nele. Ele desceu e ficou esperando a platinada sair de la, e entrou dentro da sua casa.


  Elizabeth queria surpreender o loiro, ela ia morar com ele naquele instante. Sua preocupação aumentava a cada segundo, ela não sabia do que Meliodas era capaz.


_ Apareceu depois de um dia- Bartra diz vendo sua filha entrar pela sala.


_ Oi pai- Ela sobe rapidamente as escadas, e.joga todas as suas roupas em algumas malas. A maioria de suas roupas já se encontravam na casa de Meliodas, e algumas maquiagens e perfumes também. Ela coloca tudo que coube em sua mala.


_ Onde esta indo? - Margaret que agora se juntou ao seu pai na sala, perguntou meio confusa ao ver as malas de Elizabeth


_ Tô indo morar com Meliodas- sua irmã e seu pai fizeram cara de assustados


_ Como assim Ellie? Do nada?- Margaret perguntou


_ Ele está passando por um momento complicado, enfim depois explico. Não quero deixar ele sozinho- Elizabeth não esperou resposta do pai ou da irmã e colocou as coisas no carro e foi até a casa do seu amado- Espera, eu to chegando Meliodas









Notas Finais


Hey pessoas, to postando esse, porque já tinha ele pronto. O próximo capítulo de adolescentes complicados sai terça Ok?
Beijos de Nutella e boa madruga💓⏰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...