História E Se... - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Oi amores, eu tô apreensiva com esse capítulo, eu espero que agrade vocês 💕

Capítulo 18 - O QUE?


Fanfic / Fanfiction E Se... - Capítulo 18 - O QUE?

Chegamos na minha casa, estava feliz, comi muito, entrei e acendi as luzes e não sabia que estava tão cansada, eu tirei o dia de folga, a entrevista durou a parte da manhã e meu passeio com Giorgian tirou mais uma hora do nosso dia.

-Qual sua série preferida?- Giorgian me perguntou do nada, e me tirou dos meus desvaneios .

- Grey's Anatomy- respondi sem pensar muito 

- Série de médico ? Sério isso?- ele me perguntou desacreditado.

- Sim, toda vez eu choro- falei fazendo uma careta de sofrimento.

- Assiste pra sofrer?- ele perguntou sem entender minha careta.

-Sim, é a mesma coisa que escutar sertanejo, uma hora você vai sofrer- falei sorrindo.

- Não entendi- ele falou e foi sua vez de fazer careta.

-Bobinho, mas eu gosto de tudo, menos de coisas de terror- falei indo buscar água.

- Bora assistir essa sua série pra ver se eu gosto- ele sugeriu e eu voltei pro sofá correndo

-Aaah, você vai gostar, eu vou escolher um episódio bem triste- pulei em seu colo e depositei um beijinho em seus lábios- Vou fazer pipoca.

Estava fazendo pipoca e o vi passar a mão na testa e fazer careta.

- Tá com dor de cabeça?- perguntei, tirando a pipoca da penela e botando na vasilha.

- Sim, está incomodando bastante -  ele falou sofrido.

- Você pode tomar Adivil?- perguntei e ele afirmou.

Levei o remédio e um copo de água pra ele, ele tomou e me esperou voltar com a pipoca, fiz ele deitar no meu colo e fiquei fazendo cafuné dele, ele tava prestando atenção na tv, e eu resolvi prestar atenção, no final do episódio o marido da médica tinha morrido nas mãos da melhor aluna dela e eu estava me acabando em lágrimas, olhei e vi Giorgian dormindo tranquilamente em meu colo, sequei minhas lágrimas e comecei a olhar detalhe por detalhe de seu rosto, percebi que ele tinha um pouco de sardas no nariz, nariz bem afilado, as sombrancelhas caídas, e os cílios pequenos e bem fininhos, a barba ralinha e os lábios bem desenhados, mas finos,  cada traço seu me encantava, eu desenhava seu rosto todo com meus dedos, e ele se mexeu, resolvi acorda- ló pra ir pra cama, o sofá não é tão confortável pra duas pessoas.

- Neném?- chamei e o cutuquei devagar- Arrasca- o cutuquei de novo e ele abriu os olhos- Vamos pra cama, aqui não tá legal não.

- Ah desculpa, nem assistir o final- ele me carregou até a cama.

- Tudo bem nenem- falei fazendo voz de criança.

Estávamos deitados frente a frente e ele começou a fazer carinho no meu cabelo.

- Você é tão fofa, sabe de uma coisa- ele falou e deu um pausa.

- O que?- eu falei curiosa.

- Eu estou apaixonado por você e não sei como mudar isso- ele falou envergonhado.

-E você quer mudar isso?- perguntei e cheguei mais perto dele 

- Não, eu só quero viver isso com você- falou sincero.

- Então só vive o momento- eu o beijei de forma delicada, ele não correspondeu o beijo.

-  O que foi?- perguntei sem entender 

- me falaram que na entrevista, você disse que seu coração tinha dono - ele falou triste, ele se declarou e eu não correspondi, vacilo meu .

- E se o dono fosse você- falei sorrindo e o vi se aproximar de meus lábios.

Ele me beijou, delicadamente, sua língua pediu passagem e eu permiti, nossas línguas se entendiam bem, quando ele veio pra cima de mim e intencificou mais o beijo, eu sabia que era a hora certa, eu confiava nele e era apaixonada por cada detalhe dele, comecei a puxar sua camisa pra cima, e nos separamos só pra tira-la e jogar na direção do sofá, passei as unhas por sua costa, e ele nos separou pra tirar minhas camisa, e viu meu sutiã preto de renda, e sorriu com a visão de meus seios, que não era muitos grandes, me beijou novamente e passou as mãos por minha cintura, e causou vários arrepios em meu corpo, ele se afastou mais um vez e começou a tirar minha calça devagar, e teve visão completa do corpo, o conjunto de renda preta valorizava bastante meus traços, ponto pra mim, empurrei seu short de treino com os pés e ele entendeu o recado e logo se livrou do short e eu o vi de cueca box branca, sorri sapeca e fui em direção ao seu membro, que já existia um volume bem grande, ele me empurrou na cama e começou a beijar meu pescoço e colo, eu já soltava pequenos gemidos e ele enfim abriu meu sutiã e abocanhou meu seio esquerdo e massageava o direito, suas costas já estavam arranhadas e ele começou a distribuir beijos em minha barriga até chegar a minha calcinha e tirar com a boca, e eu estava de olhos fechados e só sentir sua língua de encontro a minha intimidade e eu delirei, dei empulso e o virei na cama e logo tirei sua cueca e vi o tamanho daquele membro, meu Deus do céu, que homem bem dotado, eu o chupei e o via arfar na cama, e estava adorando isso.

- Chega de joguinhos, eu preciso de você- Ele falou com a voz falha e me empurrou na cama e enlaçou nossos dedos e enfim me penetrou, e assim foi nossa primeira vez,  chegamos ao ápice juntos e caímos lado a lado na cama, ele me abraçou e ficamos de conchinha, e nunca em meus sonhos mais lindos, eu imaginei viver algo assim, estou perdidamente apaixonada.

-Ta pensando em que?- ele me perguntou apreensivo.

-Em você- disse sincera.

-Em mim? Estou bem aqui- ele falou e beijou meu ombro.

-Eu sei, só que parece que isso não é real- eu falei olhando pro meu abajur.

- Eu isso é bem real e eu posso te provar - ele falou me virando de frente pra ele.

- ah é? Como? - falei com um sorriso malicioso e ele me beijou e assim demos início ao nosso 2 Round.

Foi maravilhoso e acabamos pegando no sono, estava embrulhada com seus braços, era a melhor sensação do mundo, despertei do meu sono as 00:45 porque estava com fome, mas não liguei muito, e acabei dormindo de novo e ouvi meu celular tocar mas ignorei.

-Amor, seu celular- Arrasca me cutucou.

- Aff, quem liga as 2:55 da manhã hein?- peguei meu celular estressada e atendi

- Alô- falei grossa porque estava com sono -  estava sim, O QUE? TO INDO AGORA MESMO- desliguei o telefone e comecei a caçar minhas roupas, e Arrasca fez o mesmo.





Notas Finais


Gente eu não sei escrever capítulos assim, e fico com muita vergonha.
Espero que tenham gostado.
Amo vocês ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...