1. Spirit Fanfics >
  2. E Se... >
  3. Nova etapa

História E Se... - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece né, perdão amores, eu tava nos meus últimos dias de estágio e tinha que fazer uma prova e meu relatório, estava sem tempo, mas estou de volta bb's.

Capítulo 19 - Nova etapa


Giorgian dirigia ao meu lado igual um louco,não entendia nada, porque nem eu tinha noção do que estava acontecendo,quando estacionou em frente ao aeroporto eu saí do carro correndo.

-Te espero aqui?- Arrasca perguntou sem entender meu comportamento.

- Sim, por favor - falei com carinha de choro e ele só confirmou com a cabeça. 

Entrei no aeroporto procurando aqueles rostinhos conhecidos por mim, e quando vi aquele corpo mais magro do que a 10 meses atrás.

- Mãe?- chamei e vi minha versão 20 anos mais velha, corri em sua direção e a abracei.

-Oi filha, que saudade- ela falava com a voz embargada por causa do choro- Me perdoa por favor.

- Mãe para com isso- falei secando suas lágrimas- O que  aconteceu?

- Mana é você mesmo?- meu irmão acordou e pulou no meu colo me dando um abraço apertado.

- Nossa campeão, daqui uns dias não te aguento mais - falei chorando e matando a saudade dos amores da minha vida.

-Mana eu tô com muita fome, a mamãe saiu de casa escondida e eu nem comi.- Matheus falou reclamando com a mão no estômago.

- Vamos pra casa e chegando lá você come, e eu converso com a mamãe- falei e comecei a puxa-los pra fora do aeroporto, minha mãe ainda chorava.

-Para de chorar meu amor- falei sorrindo pra ela.

- É né filha, não pode ir chorando no ônibus- minha mãe falou secando as lágrimas e eu comecei a rir.

-Nossa mano, que carrão- meu irmão falou encantado pela Land Rover preta na nossa frente.

- E a gente vai nele- fui na frente e abri a porta de trás, e meu irmão e minha mãe entraram, e eu sentei no banco da frente.

Cutuquei Arrasca que dormia com o boné no rosto no banco do motorista.

-Oi, o que aconteceu?- ele perguntou confuso ao acordar.

- Arrasca essa é minha mãe Lenne e meu irmão Matheus- falei apontando prós dois no banco de trás e vi o rosto do meu irmão ganhar feições de susto.

- mãe e Matheus esse é o..- Fui interrompida pelo grito do meu irmão 

- ARRASCAETA- Matheus gritou e minha mãe sorriu.

- Oi dona Lenne, e oi Theus- Arrasca falou sorrindo e acenando .

- Como você conhece ele Juju? - Matheus perguntou intusiasmado.

- Não assistia os vídeos meu neném?- perguntei triste.

- Papai nunca deixou- ele respondeu mais triste ainda.

- Filho, depois eu conto tudo pra sua irmã- minha mãe falou e deu um beijo no topo de sua cabeça.

- Arrasca, você é namorado da Juju?- Matheus perguntou depois de um tempo de silêncio.

- MATHEUS- eu falei o repreendendo.

- ainda não campeão, ainda não- Arrasca falou sorrindo.

Logo chegamos a minha casa, entramos coloquei as coisas da minha mãe para dentro, e mostrei meu cantinho.

-Eu tô com fome - Matheus falou impaciente.

- Vamo comprar alguma coisa pra comer?- Arrasca chamou e Matheus logo se levantou - ele pode ir comigo?- ele pediu permissão pra minha mãe e ela deixou.

Eles saíram porta fora e sentei no sofá com minha mãe.

- O que aconteceu?- perguntei, porém estava com medo da resposta .

- aí filha- ela já começou a chorar- me perdoa por não por não ficar do seu lado, eu sei do seu talento e acredito no seu potencial,  só que não podia ficar contra seu pai- falou chorando forte- ele não me deixava assistir os vídeos e nem o Matheus, seu irmão sofria tanto, eu estava aguentando filha, um dia me bateu uma saudade e eu fui assistir sua entrevista com o Felipe Luiz e ele chegou bêbado e brigamos feio, ele me deu um soco, e no outro dia pediu desculpas, eu achava que ia ficar tudo bem, até que semana passada ele tentou bater no Matheus, e eu pirei, e pude ver que vivo um relacionamento abusivo, só que sempre dependi do Zeca,  então quando você me mandou o dinheiro e vi a oportunidade de ser livre, comprei as passagens e esperei ele sair pra beber com o amigos dele e fugi, não deu tempo de avisar, só cheguei aqui, não sei mais o que fazer daqui em diante-  minha mãe terminou de falar ainda em prantos, eu só a abracei e falei que a perdoava.

- Olha pra mim, vai começar uma nova etapa na nossa vida, eu estou aqui por vocês- disse chorando e nos abraçamos de novo- Eu te amo mãezinha.

- mãe o Arrasca comprou lanche da burguer king pra gente, porque você ta chorando?- Matheus perguntou ao ver nossas lágrimas e logo tratei de mudar de assunto.

-Burguer King Giorgian? Quase 5 horas da manhã-falei autoritária.

- Só tinha isso aberto aqui por perto, e difícil serviços 24 horas- ele falou se defendendo.

-Acho bom ter trago batata frita pra mim- falei sorrindo e fomos comer.

Matheus dormiu na cama, e falei pra minha mãe deitar ao lado dele.

- você vai dormir aonde filha?- minha mãe perguntou preocupada.

- No sofá, relaxa, que eu já tô acostumada- falei simples.

- vocês não querem se hospedar lá em casa? Tem dois quartos de hóspedes- Arrasca falou sugestivo.

- Não precisa meu filho, muito obrigada- minha mãe falou.

- Então tchau dona Lenne até a próxima- Giorgian falou e se despediu, minha mãe o agradeceu por tudo e o abraçou, fui deixa-lo no elevador pra agradecer pelos seus feitos.

- Obrigada por tudo Arrasca, sério, se você não tivesse comigo, eu nem sei o que ia fazer- eu falei e o abracei, continuei no seu abraço, era um dos lugares mais seguros pra mim.

- Tem certeza que não quer ir lá pra casa? Eu ia adorar ter vocês lá, principalmente você dividindo o mesmo quarto que o eu-  Giorgian falou e deu uma mordida na minha orelha.

- Larga de ser safado macho - falei sorrindo  e lhe dei um selinho.

- até amanhã neném- me deu um beijo e foi embora.

Entrei em casa na pontinha dos pés.

- Me fala sobre ele?- minha mãe me deu o maior susto do mundo.

- aí mãe, ele é meu amigo- falei me sentando ao seu lado.

- Você gosta dele né?- Ela perguntou.

-Sim mãe, muito - falei envergonhada.

- Tá na cara que ele também tá apaixonado- minha mãe falava a animada- perai vocês estavam juntos antes de eu ligar?

- Sim- falei rápido e com a mão no rosto.

- Aí que lindo filha, eu sinto que ele é um bom rapaz- minha mãe falou e me fez deitar em seu colo, e assim continuamos conversando pelas próximas horas.






Notas Finais


Espero que tenham gostado, não desistam de mim tá
Comentem o que estão achando bb's
Beijoos❤️
Se tiver erro de digitação é porque é muito difícil digitar com unha em gel grande, ave Maria.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...