História E se acontecer? NamJeong - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Boyfriend, Got7, Seventeen, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jihyo, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Sana, Tzuyu
Tags Jitzu, Michaeng, Minmo, Najin, Namjeong, Sakook, Vhyun, Yoonseok
Visualizações 11
Palavras 1.533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 4 - 3 - Capítulo


Fanfic / Fanfiction E se acontecer? NamJeong - Capítulo 4 - 3 - Capítulo

Point of View Jeongyeon 

Sabe quando tudo acontece rapido demais, e você acaba não entendo o que se passa, então é isso que eu sinto no momento.

 Eu conheço o Namjoon não tem nem três horas, mas aqui estou eu aceitando que ele me leve até em casa, eu sei que parece estranho, mas meu cérebro não acha isso.

- Olha Jeong, eu so vou poder te dar uma carona se você estiver em cima da moto - Saio do meu conflito interno, olho para o mesmo que ja se encontrava em cima da moto, e com seu capacete. 

- Eu sei como funciona, so estava meio distraída - falo revirando os olhos e subindo em cima da moto, pegando o capacete que era pra mim com uma certa brutalidade. 

- Ei cuidado a Bella é sensível - Disse me repreendendo, quem diabos é Bella?

- Quem é Bella? - Pergunto confusa olhando para o rosto. 

- Bella é essa coisa maravilhosa que você está em cima - ai não é possível. 

- Você colocou um nome na sua moto, okay so não vou jugar porque meu pai chma o carro dele de Linda - Digo suspirando e me segurandona moto. 

- Tudo bem então - Ele da de ombros - Eu acho mais aconselhável você se segurarem mim...... sabe né............ questão de segurança - Nam disse um pouco nervoso. 

- Obrigada por se importa comigo, mas tenho força o suficiente pra me segurar aqui Nam, e também eu ja disse que não gosta que invadam meu espaço -  Digo de forma calma e com um sorriso. 

- Okay se você diz ......... m..mas se seu braço se cansar ou algo do tipo po...pode se segurar em mim sem exitar - Disse um pouco nervoso com sorriso, e ligou a moto em seguida, nossa esse negócio da um certo medo. 

- Onde você mora mesmo? - Ele perguntou assim que saiu do estacionamento da escola. Informei onde eu morava, e ele começou a fazer o caminho da minha casa. 

O percurso todo foi calmo, pois o Namjoon dirigia com cuidado e eu agradeço por isso, não passou nem cinco minutos e chegamos ma frente da minha casa.

- Está entregue senhorita Jeongyeon, e olha só não te dei motivos para usar o spray de pimenta - Brincou tirando o capacete, descendo da moto, e me ajudando a desce também. 

- Pois é, por enquanto não precisarei usar ele pelo visto, "Por enquanto" - Sorriu entrando na brincadeira - Mas obrigado por me trazer até aqui, devo admitir que se não tivesse aceitado ainda estria dentro do ônibus - Agradeço lhe entregando o capacete. 

- Não foi nada, sempre que precisar estou aqui - Sorriu coçando a nuca. Ficamos nos encarado por um tempo, sem falar nada, eu estva prestando atenção em cada detalhe do seu rosto. 

O seu sorriso, um sorriso tão doce, a ponto de ser, até mesmo, contagiante. 

As suas covinhas que são extremamente fofas, e completam totalmente o seu sorriso, completam totalmente sua beleza.

E aquele sinal no lado direito da sua bochecha, que so se juntva a tudo deixando o mais lindo do que ja era.

Pera o que? Não eu não disse isso. 

- B...bom Namjoon, e...eu preciso entrar - Falo um pouco envergonhada e olhando pro chão. 

- Ah ta bom, eu também preciso ir pra casa - Respondeu concordando e subindo na moto - Bom então, eu te vejo amanhã na escola? 

- Amanhã é sabado não tem aula - Digo rindo 

- A é tem razão, eu ymtinha esquecido - Disse um pouco nervoso - É você pode me dar seu número, sabe pra gente conversar e se conhecer melhor? - Perguntou assim que eu ia começar a andar. 

- A claro, me da seu celular pra mim salvar - Ele pega o mesmo na hora e me entrega, solto um riso e gravo meu número, entregando e devolvo o celular. 

- Bom quando eu chegar eu te mando mensagem - Falou enquanto guardava o celular e colocava o capacete. 

- Okay, Bom agora eu realmente preciso ir Tchau Nam - Falo apontando pra trás de mim.

- Ta bom, Tchau Jeong - Disse acenando e dando partida na moto logo em seguida.

Solto um suspiro e ando em direção a porta, entro para dentro de casa. Tranco a porta e ando em direção a escada.

- Quem era aquele cara lindo que te trouxe - Levo um susto com uma voz atras de mim, pois eu achei que nao tinha ninguém em casa. 

- Meu Deus Jackson, faz um som ou um barulho, mas chegar assim não demônio, eu quase te dou um soco - Digo com a mão no peito, tentando regular minha respiração.

- Ai para de frescura que nem foi isso tudo, e você não respodeu minha pergunta, que era aquele G-A-T-O que te trouxe até aqui meu amor - Perguntou de novo me fazendo revirar os olhos. 

- Pra que quer saber, pelo que eu sabia seu namorado e Bambam, e não eu pra sair pedindo explicações meu querido - Falo pronta pra subir a escada mas ele inpede minha passagem. 

- Eu sou seu irmão mais, velho e você me deve explicações sim -  Tentou revidar, mas eu sou mais esperta.

- Serio, pois não parece e eu so devo explicações aos nossos pais, então trate de sair da minha frente - O empurro pro lado, subindo a escada correndo, ouvindo reclamações do mesmo, mas ignoro. 

Entro no meu quarto jogando minhas coisas na cama, e entrando no banheiro, eu realmente precisava de um banho. 

Depois de quase meia hora de banho, eu saio do banheiro totalmente relaxada, procuro alguma  roupa confortável e visto, pego a toalha e começo a enxugar meu cabelo. 

Me sento na cama pegando meu celular pra ver se minhas amigas mandaram mensagem. 

Tinham cinco da Sana, três da Nayeon, duas da Momo e uma de um número desconhecido. Acabo indo primeiro na da Sana. 

Mensagem on

4D Princess:

- Ehh Jeong, lembra que você me emprestou suas coisa.

- Então eu sem querer perdi.

- Mas não se extressa okay, eu vou te devolver tudo. 

- Bom quase tudo, eu não sei se vou poder te dar um livro.

- mas vou ver se consigo okay?.

Ai Deus o que eu fiz de errado pra merece isso do senhor, eu sempre fui uma pessoa boa, não faço mal a ninguém, porque fez isso comigo. 

Decido não respoder aquela mensagem, e vou direto para a da Nayeon. 

Coelha da Páscoa:

- O Jeongyeon, lembra da quela vez que eu te ajudei, que bom que lembra, então chegou a gora de você retribuir.

- Eu vou sair com uma pessoa mais meus pais não me deixaram sair,  mas ai eu falei que ia pra sua casa, então pra todos os efeitos eu to na sua casa, caso alguém pegunte beleza? Belaza.

- Valeu Jeong, e tchau.

 So pode ser palhaçada, nem adiantaria eu mandar mensagens pois eu sei que ela vai me ignorar mesmo, suspiro e decido ver o que a Momo queria,  pior que tá não pode ficar.

Momori:

- Ei Jeong, se você fosse sair pra um encontro que tipo de lugar você gostaria de ir?

- Me responde logo.

Eu:

- Pra que você quer saber isso Momo?

Momori:

- Curiosidade

- Agora responde vai.

Eu:

- Curiosidade estranha, mas né.

- Bom como eu gosto de lugares calmos

- Eu acho que eu preferiria ir ao parque ou a prai.

- Ou até mesmo um café que é mais reservado

- E ai matoi a curiosidade? 

Momori:

- Sim e muito obrigado por sua atenção.

Começo a rir negando com a cabeça, essa Momo ta aprontando algo, mas não quero saber por enquanto. Hora de ver quem me mandou mensagem. 

Desconhecido:

- Oie

Eu:

- Oi??

Desconhecido:

- Sou eu Jeongyeon, Namjoom, o cara que te deu uma carona. 

-Que você queria tacar spray de pimenta.

Eu:

- kkk Ah Oi Nam.

- E eu não queria jogar spray em você. 

- Eu so usaria se fosse preciso. 

Namjoon:

- Que bom me informar isso, me sinto bem melhor.

- Mas então, como você ta?

Eu:

- Bem na medida do possível, mas bem.

- E você? 

Namjoon:

- To bem, mas o que você tem ? 

Eu:

- Eu nada, so estou um pouco cansado e com fome. 

Namjoon:

- E porque não vai comer ou dormi pra descansar? 

Eu:

- Porque não queroter que me levantar da cama.

 - E porque estou conversando com você.

Namjoon:

- Não seja por isso, vai dormi, e quando você acorda a gente conversa. 

Eu:

- Não precisam, eu to legal. 

Namjoon: 

- Eu que digo, pode ir domir, ai quando acordar, vai comer e depois disso você me manda mensagem e a gente volta conversar. 

- Bom tchau e bom sono. 

Mensagem off

Nossa ele nem me deu chances de contrária,  mas sei que ele provavelmente iria continuar insistindo e eu iria dormi de qualquer jeito mesmo. 

Deixo meu celular na comoda do lado da minha cama, ligo o ar condicionado, me embrulho e desligo a luz.

E lógico que eu iria dormir, eu realmente estava cansada e o Namjoon so me incentivo mais ainda a fazer isso.

Fecho meu olhos, tentando dormir, mas um certo loiro não sai da minha mente, dopois de muito tempo eu acaba caindo no sono, mas é ai que meu sub-consciente começa a brincar comigo.



Notas Finais


Bom foi isso e até a próxima.

Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...