História E se eu te amar? - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Alfredo, Amanda, Ámbar Benson, Ana, Benício, Delfina, Emília, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo Balsano, Miguel, Monica, Nico, Nina, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Rey, Simón, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Ruggarol, Simbar, Sou Luna 3
Visualizações 286
Palavras 3.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes que vocês me matem.
Matem a Disney por causa do capítulo de ontem Mano derrubasse a ponte mais não derrubava o anel Mano há não revoltada meu lutteo não fica junto 💔
Mais voltando aqui a fic é esse capítulo não é dos Melhores ❤
Boa leitura ❤

Capítulo 24 - Você ficou louca?


Fanfic / Fanfiction E se eu te amar? - Capítulo 24 - Você ficou louca?

                                   LUNA BENSON 

Beijar Matteo não estava entre os meus planos para essa sexta a noite. Mais vê-lo na minha frente encarando furtivamente meus olhos e tão próximo de mim não fez pensar direito e acabou que eu deixei e o pior de tudo isso só me fez entender que o Matteo mexe comigo mais do que devia.

Oque Matteo disse ainda roda na minha cabeça.

'Se não fosse sincero você acha que aguentaria você falando tanta merda para mim sem ao menos revirar? Ou então faria isso "

Fecho os olhos e relembro o beijo que me faz sorrir invulutariamente mais logo se fecha ao imaginar que pode ser tudo mentira.

Só sou tirada dos meus pensamentos quando percebo que estou de frente do meu quarto, abro a porta e o olhar de Âmbar e Nina juntamente com um sorriso me cercam como se ja esperasse oque havia acontecido.

- Podem parar com esse sorrisinho - digo juntando as peças na minha cabeça - vocês sabiam né? - perguntei cruzando os braços decepcionadas por elas ter feito isso.

- Sabíamos? - Nina olha para âmbar sem entender - não sei do que você estar falando - disse fingindo sua maior cara de fingida.

- Eu também não sei de nada até porque oque eu teria a ver com o relacionamento de vocês? - âmbar faz uma cara séria se eu não aconhecesse diria que estava mentindo.

- O Oscar de falsidade do ano vai para vocês - revirei os olhos - vocês avisaram o Matteo que eu ia para biblioteca né, porque ele não ia brotar lá justamente por acaso.

- Vai ver ele é esquecido assim como você e esqueceu de pegar o livro - âmbar disse se virando para Nina que concordou.

- Âmbar - a chamei cruzando os braços indicando que deveria falar a verdade.

- Tá bom. - disse bufando e sentando na cama - eu mandei mensagem pro Matteo porque é muito injusto vocês estarem separados.

- E você Nina não fez nada para impedir? - perguntei encarando a mesma

- Eu concordo com a Âmbar. Não aguentamos mais as reclamações do Matteo - disse arrumando seu óculos e eu apenas suspirei me jogando na cama

- Ele me beijou - eu disse isso olhando pro teto e só ouvi um toque de mão e um " eu sou de mais vindo da Âmbar.

- Pode parar isso não quer dizer nada - eu disse mentindo para mim mesmo

- Então porque se beijaram? - Nina costuma perguntar umas perguntas difícil.

- Ele me beijou - eu levantei a cabeça para enviar seus olhos

- E desde de quando se beija sozinho? - encarei âmbar que sorria debochada realmente âmbar estava do lado do Matteo

- Vem cá - me sento na cama - vocês estão do lado de quem? - pergunto franzido a festa

- Da verdade - disseram juntas me fazsndo revirar os olhos

- De preferência do lado que eu não tenha que ficar aguentando chororô de vocês - âmbar disse por fim.

- Oque você quer dizer com isso? - perguntei a encarando

- Que você tem que confiar nele Luna. Você sabe só não quer aceitar que o Matteo não mentiu por completo - falou pai dando a última linha.

- Eu quero confiar nele mais algo me diz que vou me arrepender - eu digo torcendo o lábio sinal de desconfiança

- Luna - Nina pega na minha mão - se fosse só uma aposta mesmo como ficamos sabendo você acha mesmo que o Matteo estaria correndo atrás de você como um cachorrinho ? Não. Eles estaria esbanjando por aí que consegui pegar você mais ele não tá fazendo isso, então você acha mesmo que ele mentiu para você em relação ao que sente ? - perguntou me encarando me fazendo refletir odeio quando Nina me faz sentir assim

- Não. - falo suspirando e Sorrindo de lado

- Então oque você tá esoeranso vai agarrar seu homem - Âmbar fala abrindo a porta do quarto e eu dou uma risada

- Vocês têm certeza ? - pergunto me levantando enquanto penso

- Lógico, mais por favor ver se não fazem coisas inapropriadas para o horário - diz maliciosa e eu coro

- Cala boca - digo isso e saiu rumo ao corredor.

Conhecendo o Matteo ele deveria estar pelo menos saindo da biblioteca ainda.

(....)

Alguns minutos antes

BENÍCIO 

O Matteo não vai ganhar essa tão fácil quando Emília saber do que eu acabei de ver ela vai surtar e acabar fazendo algo. Preciso achar ela o mais rápido possível saiu de lá o mais rápido possível e vou a procura de Emília encontro ela na divisa dos quartos tomando água

- Te achei - falo pouco afobado por conta de ter corrido

- Que foi Benício para que esse despero todo ? - perguntou ela voltando a beber água

- Acabei de vim da biblioteca e vi o Matteo conversando com a Luna - disse isso para ela mais ela riu brincando com o copo descartável

- Iii? - me olhou ainda rindo - ela não vai acreditar nele, um dos defeitos da Luna é não querer ouvir os dois lados da história.

- É aí que você se engana - ela me olha torto - eles se beijaram, bom ele beijou ela mais ela correspondeu - eu disse isso e vi o olhar de Emília mudar o copo de descartável na sua mão já havia virado pó de tanto que ela apertava.

- E VOCÊ NÃO FEZ NADA BENÍCIO? - gritou jogando o copo no lixo - ISSO NÃO PODE ACONTECER ELES NÃO PODEM VOLTAR. - passou as mãos freneticamente no cabelo.

- Calma Emília como eu ia fazer alguma coisa ? Mais logo após o beijo Luna saiu correndo obviamente para o quarto- eu disse a encarando

- Eu preciso fazer alguma coisa eu tenho certeza que as duas idiotas deram algum conselho para ela porque não faz nem dois minutos que ela passou aqui e obviamente ela não me viu - Emília dizia andando de um lado para outro.

- Ela vai atrás dele - dissemos juntos e Emília bateu na parede - Emília oque você tá esperando vai atrás dele você pode fazer com que eles não voltem, ela vai ir direto na biblioteca se você tiver sorte Matteo não estará mais lá - eu nem precisei falar mais nada Emília saiu a procura de matteo.

(....)

MATTEO BÁLSANO 

Beijar Luna me tira de todos os conceitos de que não tem como a cada momento me apaixonar por ela porque tem sim. É impossível não olhar para ela e sorrir incondicionalmente como se só existisse ela. Tenho certeza que depois do que rolou aqui Luna voltará vomigo.

Estou andando pelos corredores controlando a minha vontade de ir bater no quarto de Luna automaticamente desperdiça tudo que consegui até agora, minha idéia retorna na cabeça assim que eu vejo Emília no final do corredor.

- Oie matteo - aparece cruzando os braços e sorrindo

- Não teria sido tão ruim bater na porta de Luna - sussurro esperando que ela não tenha ouvido.

- Oque ? - pergunta se aproximando esperando eu repetir

- Eu disse que seria um prazer falar com você, mais eu preciso ir - digo apontando para trás e me virando

- Espera aí Matteo, tá fugindo de mim ? - esse comentário me faz virar para frente com uma cara debochada

- Como adivinhou Emília? - quem cruzou os braços foi eu dessa vez.

- Matteo no fundo você quer estar comigo - ela se aproxima e eu dou uma risada e dou um passo para trás

- Quero estar bem longe de você - digo isso e face dela muda para uma séria

- Vamos ver se depois disso você muda de ideia - não dá nem tempi deu responder e Emília me beija

Empurrei ela antes que isso se prolongasse ou alguém visse esse foi beijo mais rápido e pior da minha vida.

- Você ficou louca ? - sussurro para não acordar a escola mais a mesma está rindo olhando para o corredor.

Eu escuro uma voz e ao olhar para trás meu coração quebra.

LUNA BENSON 

Estava determinada a dizer para Matteo que deveríamos reatar nosso namoro nem eu nem ele poderíamos passar por essa fase ruim até porque todos erramos. E matteo é como uma ima que me atraí para ele, sem ele minha vida não tem cor.

Estou a procura dele faz um tempo passei pela biblioteca ele não estava mais lá talvez ele já tenha indo para o dormitório, resolvi andar mais um pouco ao chegar perto do corredor que da acesso para o banheiros de emergências escuto alguns sussurros e resolvir ver oque era. Percebi que era Matteo e Emília oque ele estaria fazendo aqui com ela? Resolvi me esconder atrás da parede para não ser vista.

Pior erro da minha vida foi dar uma de fofoqueira e escutar a conversa dos outros matteo se beijou com Emília no corredor sem se importar que qualquer pessoa poderia aparecer mais ele nao imagina que esse pessoa seria eu, e mais uma vez Matteo me enganou e provou que sou uma trouxa e que tudo realmente foi uma aposta como eu pude pensar em dar uma chance para ele ? Uma lágrima escorre dos meus olhos e eu saio de trás da parede preparada para ir embora quando alguém de longe começa gritar meu nome fazendo matteo prestar atenção em mim pela primeira vez

- Luna oque você tá fazendo aqui ? Há essas horas ? - Simon fala se aproximando de mim e matteo olha para mim se sentido culpado.

- Nada Simon eu só... - as lágrimas interrompem minha fala e Simon olha para Matteo e Emília imaginando oqie aconteceu

- Luna não é nada disso que você tá pensando eu... - antes de matteo se aproximar por completo de mim eu saio correndo consumida pela lágrimas.

Maldita hora que eu fui seguir os conselhos de Âmbar.

(....)

SIMON ÁLVARES 

Matteo estava demorando voltar do seu encontro com Luna ou ela havia matado ele e escondido seu corpo em um dos porões da escola ou ela estavam se atracando nos corredores da escola eu vou pela segunda opção, andando meio disperso pelos corredoes avisto Luna atrás da parede obersando uma cena me aproximo chamando sua atenção e vejo a mesma chorando. Olha na direção que ela olhava e matteo estava acompanhado de Emília posso até imaginar oque aconteceu aqui Luna sai chorando antes mesmo que Matteo chegue perto da gente, outra vez a Luna saí magoada.

- Oque tá acontecendo aqui? - pergunto encarando Matteo que parece preocupado.

- Bom. Eu já vou indo - Emília diz sorrindo e virando de costa mais Matteo a impede

- Não você não vai. Você vai explicar para o simom oque aconteceu aqui não é nada do que ele tá pensando - matteo diz eufórico com a situação

- A gente se beijou oque mais você quer que eu explique? - como aconteceu o movimento das bocas ? - fala fazendo Simon cruzar os braços

- Matteo eu não acredito que você fez isso. Você viu como ela saiu daqui? Ela tava chorando Matteo é assim que você pretende conquistar a Luna beijando outra garota ? - eu chamo atenção de matteo que encosta a cabeça na parede

- Eu não beijei a Emília ela me beijou e eu a empurrei na mesma hora eu preciso explicar isso para Luna - diz passando as mãos no cabelo - ela nunca vai acreditar em mim, E A CULPA É TODA SUA - ele grita a última parte no ouvido de Emília

- Olha aqui, a culpa não é minha se você sai beijando as pessoas e a lunita vê. Agora para de gritar se não vamos acordar a escola toda, não quer saber eu já vou não tenho nada para fazer aqui - diz se virando para ir embora mais Matteo a chama

- Por que você é assim ? - pergunta se virando para mesma.

- Assim como? Irresistível - fala mandando beijo no ar e saindo em direção ao corredor.

- Matteo me diz a verdade você beijou a Emília? - perguntei o encarando

- Não, ela me beijou a única pessoa que eu beijei essa noite foi Luna na biblioteca quando nós encontramos - matteo falou olhando nos meus olhos e senti uma confiança no seu olhar.

- E porque você estava aqui com Emília e não com Luna? - perguntei ainda com uma certa desconfiança.

- Logo após o beijo a Luna saiu correndo e eu fiquei um tempo andando e por azar do destino encontrei Emília e ela me beijou mais eu nunca esperava que Luna estaria aqui logo nesse momento.

- Ela deve ter vindo atrás de você, e encontrou essa cena deplorável - eu nego com a cabeça

- Mais você acredita em mim né Simon? - pergunta quase suplicando com um olhar - você sabe que eu não beijaria ela eu tive todo tempo do mundo para beijar ela porque eu beijaria agora? - por um lado Matteo tinha razão e também ninguém beijaria Emília.

- Eu acredito em você agora a Luna eu acho meio difícil - digo cruzando os braços

- Por isso preciso e falar com ela - diz virando de costa mais eu Segue o seu braço

- Já tá tarde. Ela tá de cabeça quente e você também deixem para se resolver amanhã com calma - eu disse tentando acalmar seus nervos

- Isso se eu acordar vivo amanhã sua namorada dessa vez me mata - ele disse se escorando na parede

- Calma. Vai dar tudo certo - coloco a mão no seu ombro e ele da um sorriso - vamos ? - pergunto apontando para o corredor e ele acente

Bom espero que de tudo certo .

(....)

LUNA BENSON 

Nesse momento oque eu menos preciso é das perguntas da meninas então não vou para o quarto agora preciso esfriar minha cabeça que está a mil.

Vou caminhando pelo jardim lutando contra as lágrimas mais é impossível não chorar sabendo que o menino que você ama nunca vai mudar e faz questão de deixar isso visível para você.

- Por que Matteo? Logo comigo ? - falo em meios as lágrimas sentando na grama

Por que tudo é tão difícil ? Se apaixonar deveria ser um refúgio do mundo onde você vive as coisas mais lindas mais não se apaixonar está longe de ser um conto de fadas tá mais para um pesadelo onde a madrasta má fica com o príncipe encantado.

Acho que não foi uma ótima ideia ter vindo ao jardim, estar aqui me lembra do dia que Matteo me trouxe para um passeio que ele dizia ser especial. Fecho os olhos lembrando desses momentos e as lágrimas escorrem pelos meus olhos.

FLASHBACK ON*

- Por isso você nunca caiu no meu jeito galantiador - disse Matteo frustrado me fazendo rir

- É bálsano você era um tipico de um mulherengo descarado, sem ofender a claro - como se ele não tivesse se ofendido né Luna

- Vou levar isso como uma crítica construtiva - disse dando uma leve risada - mais saiba que eu não faria nada para te magoar com seu ex fez - senti sinceridade no seu olhar oque me fez sorrir de maneira pura

- Te amo mauricinho - ele apenas se aproximou e deixou um beijo na minha testa

- Também te amo menina derivery - disse com um tom suave na voz que me fazia arrepiar - agora há menos que você queira ser expulsa da escola é melhor irmos.

FLASHBACK OFF *

"Eu não faria nada para te magoar como seu ex fez" lágrimas escorrem dos meus olhos só de saber que Matteo não estava sendo sincero só brincou com meus sentimentos porque? Oque eu fiz de errado? Eu não tenho sorte no amor Sebastian me traiu e Matteo brincou comigo, acho que devo fechar as portas do meu coração de vez.

Resolvo ir para meu quarto descansar chega de pensar no bálsano.

Chego na porta do meu quarto na ponta dos pés torcendo para as meninas estarem dormindo ao abrir a porta com cuidado vejo as luzes todas as apagadas e âmbar e Nina dormindo tiro meu sapato com cuidado visto meu pijama e deito na cama na tentativa de conseguir dormir. Mais saber que o Matteo havia beijando minja boca a minutos antes e depois beijar a de Emília me trazia um desconforto emocional muito grande.

Ok. Luna vamos dormir amanhã é um novo dia e você vai ter que responder várias perguntas.

(....)

ÂMBAR SMITH 

Nina eu estávamos esperando Luna contar como foi sua conversa com Matteo já que ela demorou de mais ontem e não aguenta nos e dormimos.

Mais até agora ela não abriu a boca para falar nem bom dia está com uma cara péssima como se não dormisse a 100 anos, apenas arrumou sua mala para ir para casa trocou de roupa e foi tomar um banho.

- Nina - chamo atenção da mesma que arrumava a mala - oque será que aconteceu com Luna ela tá horrível nem bom dia falou ? - perguntei encarando a mesma

- Não sei - disse ajeitando o óculos - mais coisa boa não foi - eu disse eu torci o lábio em forma de pensamento.

Esperamos Luna sair do banheiro para perguntar oque está acontecendo porque se for esperar ela fala nós ficamos aqui 10,20, 30 anos.

Luna saí do banheiro e senta na sua cama arrumando sua mochila com produtos de beleza então resolvo chamar sua atenção.

- Fala logo oque aconteceu, parece que foi em um enterro - falo chamando sua atenção e ela me olha parecia que havia chorado.

- É Luna sua cara tá péssima foi alguma coisa com Matteo? - nina pergunta se aproximando dela e uma lágrima escorre do seu rosto

- Se ele fez alguma coisa eu vou ir lá agora e ensinar ele como se fica estéril - digo levantando com os punhos fechados

- Ele e a Emília se beijaram na minha frente - disse abraçando as pernas e chorando bem franco

Eu olhei para Nina e ela me olhou nossa conexão foi muito grande.

- Como é que é? - perguntamos juntas enquanto Nina2foi abraçar Luna eu fiquei pensando em uma maneira de matar o Matteo

- isso só pode ser mentira, você tem certeza? - falei sentando ao seu lado

- Âmbar você acha que eu ia brincar com isso ? - falou com os olhos vermelhos

- Você tem certeza que ele beijou ela e não ao contrário ela roubou o beijo porque o Matteo ele... - antes de Nina terminar de falar Luna interrompe

- Ele não mudou ele continua o mesmo de sempre o mesmo galantiador barato que conheci nas ruas de Buenos Aires só queria namorar comigo para me ter como troféu - ela da uma pausa e respira olhando para o teto - enquanto eu amava ele de verdade ele só me teve como aposta isso dói muito saber que confiei em alguém que não liga para os sentimentos dos outros - Luna diz isso voltando a chorar e nós a abraçamos

- Não se preocupe Luna vou mostrar que não se trata uma garota assim e vou ensinar que ninguém mente para mim e acha que não vou descobrir - digo revoltada por Matteo ter me feito acreditar que ele mudou

- Olha luna respira, tudo vai melhorar isso só é uma fase ruim daqui pouco vamos para casa e você vai ter o final de semana todo para refletir sobre esses acontecimentos - Nina disse segurando a mão da mesma que sorri

- Sim e eu vou ter o final de semana todo para pensar em como vender o Matteo é um leilão de vacas de preferência que seja para um açougue - eu disse me levantando andando de um lado para outro

- Âmbar - Luna me chama - não vale a pena. - disse limpando os olhos

- Mexeu com umas das melhores amigas mexeu comigo - eu disse cruzando os braços. - aguarde Matteo bálsano.

Luna e Nina me olham assustadas e eu aoenas sorriu como se tivesse algo em mente .

Dessa vez você passou de todos limites BÁLSANO.


Notas Finais


Podem matar a Emília o Benício todo mundo eu deixo
Agora não matem a âmbar ela só vai matar o Matteo por uma causa maior 😂😂😂😂❤
Amo vocês até o próximo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...