História E se eu te dissesse, Jeonghan - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Junghan "Jeonghan", Seungcheol "S.Coups"
Tags Coupshan, Jeongcheol, Mela's Comeback, Menção Verkwan, Menkwo
Visualizações 96
Palavras 675
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shoujo (Romântico), Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hallo.

Quem é vivo sempre aparece. Cá estou eu debutando na categorias dos 17, que na verdade são 13 q

Carinhosamente dedicada a @Kokain que é, de certa forma, o Jeonghan do meu Seungcheol.

So, boa leitura.

Capítulo 1 - Único; Jeonghan.


Jeonghan, se eu dissesse para ti que és a coisa mais importante da minha vida, tu ficarias assustado? 

E se eu te dissesse que minhas sensações preferidas são aquelas que vêm quando me abraças ou quando toma meus lábios para si? 

Parece tão simples, não? Mas o choque que se estende por todo meu corpo quando sinto sua boca junto a minha é tão complexo, e o aconchego que sinto nos seus braços é simplesmente bom de mais.

E suas íris castanhas? Elas são meu lugar favorito no mundo. Graças a elas, Jeonghan, eu me permito fazer longas viagens para um futuro feliz ao teu lado. Até que eu seja desperto por um de teus selares, que vem sempre com a bela visão que é teu sorriso. 

E se eu dissesse também que seu sorriso é meu maior ponto fraco, tu me chamaria de louco? 

Porque este é tão explendido, Jeonghan. Nenhuma das sete maravilhas do mundo se compara ao teu sorriso. Ainda mais quando vem de forma involuntária, fazendo com que inconscientemente, levante a cabeça e olhe ao redor, como és acostumado.

Jihoon me disse que acabou de sair de um relacionamento conturbado, e enquanto meu amigo desabafava, eu desejei silenciosamente que ele pudesse receber um amor tão puro quanto recebo de ti.

Porque estou aqui a escrever linhas e linhas do que meu coração gostaria de gritar por aí. Tamanha é a felicidade que me proporciona diariamente, mesmo não estando presente fisicamente todos os dias.

E eu me perguntei ali quando comecei a nos usar como referência, infelizmente ainda não achei a resposta, então este será um parágrafo sem conclusão alguma.

Mas Jeonghan, se lesse isso tudo, o que pensaria de mim?

Porque eu sei que és tão desapegado a tudo e mantém uma bela noção de realidade aí dentro, então por vezes me sinto besta por todos os contos de fadas que se criam em minha cabeça. Mas me perdoe, meu anjo, eu não posso controlá-los.

Pensando agora, nunca falamos de forma clara sobre um futuro juntos, e isso me intriga um pouco. Porque a pouco dias atrás, Hansol estava me contando todos os planos que tinha com Seungkwan, as viagens que planejaram quando estivessem em boa situação financeira e como se organizaram para estarem presentes no futuro um do outro.

E novamente, eu não sei como isso irá parecer aos seus olhos, mas eu espero te levar por uma vida toda. Mesmo com toda a nossa pouca idade, eu não me vejo amando um outro alguém.

Mais cedo mencionei teu sorriso, gostaria de destacar como a ausência dele me abala um tanto.

Meu bem, sempre que teu sorriso se fecha e dá lugar as lágrimas salgadas, sinto vontade de chorar contigo e por ti.

Dizem que não é saudável tomar a dor de outra pessoa para si próprio, mas como eu não lamentaria de ver a pessoa que conforta meu coração todos os dias, em momentos difíceis ou não, sofrendo?

Estás sempre arrancando-me sorrisos, Jeonghan. Tu não falhas  na tarefa de animar meu dia e trazer minha vontade de viver a tona, me confortando com palavras doces e sempre deixando claro a importância que tenho para ti.  Felizmente de forma recíproca a minha.

E como é bom ser cuidado e amado por ti, Jeonghan, tamanha é a minha sorte.

Sempre sinto medo nos seus maus momentos, porque é um tanto agonizante pensar em existir sem ti do meu lado, e eu sempre irei deixar isso claro, até que todos os pensamentos ruins vão embora.

Por vezes, são sentimentos passageiros. Vêm com tanta frequência que és até acostumado. Mas eu também não gosto deles, porque amo seus sorrisos, Jeonghan. E mesmo nesses momentos, eles não aparecem.

Mas não és obrigado a ser forte todo o tempo, com certeza que não. Porém garanto a ti que quando se sentir fraco, estarei ao teu lado.

Eu jamais pensei em sair, na verdade.

Então diga-me, Jeonghan, se eu te dissesse que sua felicidade é uma das minhas mais belas prioridades, pensaria que eu sou louco?


Notas Finais


é isto .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...