1. Spirit Fanfics >
  2. E se fosse meu último dia? - ChanBaek - >
  3. E se fosse o meu último dia.

História E se fosse meu último dia? - ChanBaek - - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, como eu disse na sinopse, peguei inspiração de "e se fosse a última vez?" De @thegingergirl.

Boa leitura 💞

Capítulo 1 - E se fosse o meu último dia.


Fanfic / Fanfiction E se fosse meu último dia? - ChanBaek - - Capítulo 1 - E se fosse o meu último dia.

Chanyeol- E se fosse o último dia?

E mais uma vez Chanyeol faz a mesma pergunta a Baekhyun. Ele já fez a mesma pergunta umas 3 vezes, mas Baek sempre mudava de assunto. 

Baekhyun- De novo com isso, Channie? 

Baek não entendia de jeito nenhum essa pergunta. Onde Chanyeol queria chegar?

Chanyeol- E se fosse o meu último dia? O que você faria? - Desta vez, a pergunta foi mais profunda.

Baekhyun- O que eu faria se fosse seu último dia?

Baekhyun on:

Pensamento de Baekhyun on:

Eu não sei! Nunca me perguntei isso antes! Como vou responder?

Se fosse seu último dia? Nós iríamos aproveitar bem muito. Iríamos ao nosso parque favorito e brincaríamos em todos os brinquedos dele, parando apenas para tomar um sorvete de uma das barraquinhas ou comprar um algodão doce. Você pegaria um ursinho de pelúcia para mim, ou até mesmo o contrário. Iríamos ao cinema do shopping do centro e assistiríamos algum filme de ação dividindo uma pipoca salgada e um copinho de coca. Quando o filme terminasse, iríamos à praça de alimentação e comeríamos hambúrgueres ou uma pizza gg. Depois voltaríamos para casa fazendo palhaçada pelas ruas. No final do dia, eu lembraria que era o seu último dia e choraria abraçado a você, afinal, eu te amo. Eu iria chorar e você iria me consolar com seu abraço quentinho e seu cafuné delicioso. Você diria que tudo ficaria bem e que nunca esqueceria de mim, assim como eu faria. Eu lembraria de nosso primeiro diálogo e riríamos mais uma vez. Depois, você secaria minhas lágrimas e sairia pela porta da sala, me deixando para trás completamente confuso.

Na verdade, eu iria apenas me desesperar e chorar feito uma criança que acabou de perder seu brinquedo favorito. Eu não iria querer demonstrar o quanto isso estava me afetando, mas continuaria chorando feito um bebê. Te abraçaria e gostaria de um cafuné seu. 

Mas por que essa pergunta, Channie? Você pretende ir embora?

Pensamento Baekhyun off.

- Eu iria chorar, te abraçar e te dizer que te amo. Por quê? - Pergunto abraçando o mais alto.

Chanyeol- Obrigado. Eu também te amo. E se essa fosse nossa despedida porquê eu fui fraco demais para não achar um outro modo de te dizer adeus?

- Eu iria chorar muito, muito mesmo. Eu não me imagino sem você, Channie. Eu te amo! - Aperto ainda mais o abraço.

Chanyeol- Eu também te amo, Baek.

Solto o mesmo e encaro seu rosto.

- Você poderia sorrir uma última vez? Eu também gostaria de guardar de recordação seu sorriso. - Digo corando.

Baekhyun off. // Autora on:

Chanyeol sorriu como nunca antes. Naquele momento, o sorriso do garoto estava radiante. Baekhyun correu até sua cômoda e tirou de lá sua câmera.

Baekhyun- Diga X, Chanyeol! - Diz tirando uma foto do mais alto.

Chanyeol pegou a câmera, abraçou baekhyun e tirou mais uma foto deles.

Baekhyun- Elas ficaram muito boas! - Diz olhando-as.

Chanyeol- Adeus, Baek. Obrigado. Eu juro que tentei melhorar, mas não consegui. Me desculpe. - Diz com um certo brilho nos olhos, preocupando seu amigo.

Baekhyun- Chanyeol?


O garoto acorda gritando e todo suado.

Baekhyun- Foi um sonho? - Pergunta para si mesmo.

Baekhyun foi até seu celular na cômoda e discou o número de seu amigo, Chanyeol.

Baekhyun- Aish! Por que você não atende? Você sempre atende rápido! Por que está demorando tanto? Logo agora que eu iria contar um pesadelo estranho que eu acabei de ter? - Tagarelava bravo.

Ele parou de ouvir o bip bip, que foi substituído por uma voz feminina e abafada.

Senhora park- Alô, querido?

Baekhyun- Tia park? Eu poderia falar com o Channie? Eu queria contar sobre um pesadelo estranho que eu acabei de ter... - Fora interrompido pelo fungo da mais velha, do outro lado da linha - Tia park? Tá' tudo bem? - Perguntou preocupado.

Senhora park- Sinto muito, querido. Você não sabia? Chanyeol tinha depressão. - Funga - Eu achei que ele tinha te contado. - Soluça - Há um tempo atrás, ele comentava sobre suicídio, mas quando ele se aproximou de você, ele parou de falar sobre. Ele apresentava melhoras, Baek. - Soluça - Nós fizemos de tudo; levamos ele a ótimos psicólogos, e ele apresentava melhoras. Nós confiamos no sorriso dele, Baek. - Funga.

Baekhyun- T-tia? 

Naquele momento, Baekhyun só pensava uma coisa: Não podia ser!

Não podia ser!

A amizade que tanto fazia bem aos dois, acabaria assim?

Não podia ser! 

O dono dos sorrisos bobos de Baek tinha ido embora?

Não podia ser!

Não, não, não!

Aquilo não estava acontecendo...

Baekhyun- Quando? - Usou toda sua força para parecer o mais normal possível.

Senhora park- Ontem à noite. - Diz fungando.

Baekhyun- Obrigada, titia park.

Baekhyun simplesmente desligou a ligação e deixou seu celular novo cair no chão, rachando sua tela novinha, que não tinha nenhum valor naquele momento.

O garoto caminhou até o canto mais escuro do seu quarto, se sentou no chão, e soltou toda aquela mágoa.

O garoto chorou, se lamentou, gritou, se arranhou. Sua mãe ouviu tudo da cozinha, onde se encontrava toda a família de Baekhyun tristes, mas não tanto quanto Baekhyun.

O garoto deitou no chão e tentou abafar seu choro com as mãos, o que deu certo, mas todos daquela casa sentiam a sua tristeza em qualquer cômodo daquela casa.

O garoto sentou-se novamente e abraçou suas pernas, balançando-se para frente e para trás. O garoto não se importou em abafar o choro e voltou a chorar alto. Sua mãe gostaria de entrar naquele quarto, pegar-lhe no colo e colocar para dormir. Mas dessa vez não ia funcionar. Aquele bebê não estava chorando pra' chamar atenção ou por estar com fome, e sim por estar sentindo a falta de uma pessoa importante.

Depois de longas 2 horas, o garoto não tinha forças para chorar mais, então apenas se levantou e andou a passos cegos até sua cama. Por obra do destino, olhou para a cômoda e viu dois pequenos papéis nela. Se aproximou confuso e pegou eles com o maior cuidado do mundo. Lá estavam as duas fotos tiradas no "pesadelo" dele. Uma de Chanyeol sorrindo, e outra dos dois "felizes". O garoto sorriu e olhou a parte de trás das fotos, se deparando com um pequeno "Adeus. Eu sinto muito por tudo isso. Te amo."

O garoto sorriu fraco e sentou-se na sua cama. Levou a foto do sorriso do seu amigo até o lado esquerdo do seu peito, abraçando a foto, e fechou os olhos, recordando do sorriso radiante que seu amigo deu no tal "pesadelo".

Baekhyun- O que eu faria se fosse seu último dia? Eu não fiz nada. Ontem foi seu último dia.


Fim.


Notas Finais


Dêem valor às pessoas que aparecem nas suas vidas, pessoal. Por mais que você veja aquela pessoa todos os dias, ela é importante até demais.
E se fosse o último dia daquela pessoa? O que você faria? Por favor, façam esse "último dia" valer a pena, para que não se sintam arrependidos depois.
Espero que tenham gostado 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...