1. Spirit Fanfics >
  2. E se fosse tudo diferente? >
  3. Mudou de lado Malfoy?

História E se fosse tudo diferente? - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oie , sumi e voltei com nova história (fiquem tranquilos que não vou abandonar a todobaku ok? Ela será atualizada FINALMENTE amanhã)
Tive que dar uma pausa por conta da minha saúde mental que estava meio zoada , mas já estou melhor então vou voltar com a frequência normal

Boa leitura:

Capítulo 1 - Mudou de lado Malfoy?


Fanfic / Fanfiction E se fosse tudo diferente? - Capítulo 1 - Mudou de lado Malfoy?

<<Draco>>

Eu assistia de camarote aquela luta sempre atrás de voldemort e de meu pai , me sentia um covarde mas apenas estava protegendo a minha pele. 

A cada feitiço lançado de nossa parte era possível ver um pedaço de Hogwarts se desfazer em ruínas , estudantes desesperados correndo para salvar suas vidas , sua escola e quem amam...

Meus olhos , por incrível que pareça, estavam foçados em Potter que a minutos atrás estava morto , não posso negar que senti uma dor enorme no momento em que me foi dito que ele parara de respirar...mas , como uma fênix ele renasceu eu estava explodindo de alegria mas não poderia demonstrar isso afinal éramos inimigos , emfim, o modo corajoso em que ele lutava apesar de estar todo esfarrapado e machucado era impressionante e por mais que tentasse nunca conseguia parar de observá-lo e de torcer por ele

—Vamos Draco , não podemos mais ficar aqui , temos que fugir —disse meu pai pegando no meu braço e correndo para fora da escola como se não ouvem-se amanhã 

—mas pai—tentei dizer mais fui interrompido pela minha mãe 

—ande logo draco ou prefere morrer com eles? 

Não disse nada apenas continuei correndo mas não resisti em dar uma última olhada para trás...

E foi aí que tudo começou a seguir em um caminho totalmente oposto ao plano...

Vi Harry prestes a ser acertado por Voldemort não sei o que deu em mim...meu corpo começou a se mover sozinho e eu me soltei das mãos do meu pai e corri em direção aos outros 

—POTTER CUIDADO—ele se virou para ver do que eu estava falando mas era tarde para desviar então eu tive que agir — ACCIO! —disparei certeiramente na varinha do senhor das trevas e ela veio para mim 

—O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO DRACO? —gritava meu pai lá de trás mas sem o mínimo de coragem para se aproximar 

Voldemort me olhava enfurecido 

—me devolva a varinha Malfoy! —tentei lançar alguns feitiços mas ele desviou de todos então olhei para trás na esperança que meus pais viessem me ajudar mas não havia quaisquer sinal deles , mesmo triste por aquilo não poderia me deixar levar agora 

—POTTER PEGA —joguei a varinha par harry que pegou rapidamente e na mesma velocidade em que pegou ela foi retirada de suas mãos e um duelo começou 

Harry tentava se mandar forte e lançar uma magia maior do que a Voldemort mas ele tinha a varinha das varinhas , era quase impossível derrotá-lo ...mas como eu disse era quase! 

Corri Lara o lado de Potter e juntei nossas magias , não era forte o bastante lara derrota-lo mas se nos esforçaremos bastante iríamos conseguir , enquanto estávamos ali a cobra foi morta e assim o lorde das trevas foi enfraquecido , esperamos a brecha ser formada 

—pronto Malfoy? —disse ele me olhando de canto de olho com um sorriso sínico 

—sempre , Potter 

A brecha apareceu e neste momento lançamos o Expelliarmus simultaneamente e desarmamos o oponente que Caiu no chão se desfazendo em cinzas ou partículas eu não sei bem definir. 

Após ele desaparecer completamente goi possível até de Marte escutar todos os gritos de alegria e alívio , todos os choros , todas a risadas e comemorações 

Mesmo assim eu não conseguia me alegar ...eu deixei meus pais , o que eles fariam comigo depois? Eu não podia ter feito isso , eu traí minha família , eu traí meu sangue...eu traí eles por esse bando de sangue ruim e azarentos...por mais que eu sentisse que deveria fazer isso ...eu não deveria mas...quando eu vi Potter naquela situação...eu realmente não sei o que deu em mim 

—resolveu mudar de lado Malfoy?! —Harry sorridente se aproximou e me abraçou 

—e o que parece...—por mais que eu sentisse que deveria negar esse abraço eu queria tanto...

—o que foi , não parece tão feliz —ele olhou em meus olhos 

—esquece Potter , vai lá procurar a sangue ruim e o imbecil do Weasley eles devem estar precisando de você —me afastei dele e andei para um canto mais afastado , precisava pensar 

~Harry~ 

Sabia que aquela não foi uma decisão fácil para Draco , mas eu estava muito feliz por ele ter ficado do meu lado , era importante pra mim...

Fui atrás dos meus amigos estavam lá dentro da escola encima de alguns destroços se beijando , já que fiquei de vela sai de lá eles nem perceberam , fui ver os outros e a maioria estava bem os que estavam machucados já estavam sendo tratados 

—harry —Ouvi a voz de uma garota e me virei em sua direção , era Gina —você está ferido? Venha vamos cuidar disso —ela pegou na minha mão e foi me levando até o lugar onde receberia cuidados 

—eu estou bem Gina , eu preciso ver o Draco 

—o que? —elaparou de caminhar —o draco nos traiu! 

—não! Ele que me ajudou a derrotar Voldemort , sem ele eu estaria morto —pude perceber o olhar espantado dela 

—isso deve ser algum truque , deve ser parte do plano dele , não pode confinar em alguém assim 

—o que ele ganharia matando Voldemort? E ainda por cima de dando a varinha das varinhas? Isso não faz nenhum sentido , e todos merecem uma segunda chance 

—mas Harry 

—Desculpa Eu preciso ver se ele está bem —fui em busca do outro , ele estava sentado em uma pedra olhando o horizonte e jogando algumas pedras longe também 

—que merda que eu fiz?...—ele parecia concentrado nas pedras —eu não devia ter feito isso , eu sou um Malfoy , não fui criado pra isso ..eu - ARGH PEDRA IDIOTA! —parecia que ele havia se machucado com a pedra e era possível ver o sangue escorrendo da sua mal 

—Malfoy tá tudo bem? —me aproximei 

—tá tá sim Potter tá tudo bem , por que está aqui? Não deveria estar com seus amigos? 

—eles estavam ocupados —sentei em uma pedra do lado do mesmo —deixa eu ver 

—ver o que? 

—sua mão 

—já disse que estou bem 

—da pra parar com isso uma vez? —peguei na mão do mesmo e comecei a analisar —não foi nada muito fundo mas você vai precisar fazer um curativo s acho que vai sobreviver 

—haha muito engraçado —ele puxou a mão rapidamente 

—tem mais algum ferimento? 

—nao , eu to bem , quantas vezes vou ter que repetir? Você deveria estar preocupado com você , está horrível 

—obrigado pela parte que me toca 

—afinal o que está fazendo aqui? Já viu que eu to bem já pode ir embora 

—você pode dizer que está bem à vontade mas eu sei que não está...não foi fácil fazer essa decisão não é? 

—...eu não te devo satisfações da minha vida 

—eu só quero te ajudar 

—não preciso da ajuda de ninguém , eu já disse e vou repetir , EU ESTOU BEM , agora saí de perto de mim —ele se levantou e foi embora para outro lugar 

Ele estava tendo um conflito interno isso era nítido , me deixava preocupado 

Sei que ele errou comigo , com meus amigos e com todos da escola , ele errou com a própria escola , mas eu vejo por trás disso 

Vejo um menino indefeso que bisca atenção e o orgulho dos pais , vejo um bom coração e vejo até um grande bruxo mas acho que nem ele mesmo enxerga isso nele , criou uma bolha tão profunda que agora nem ele mesmo consegue estoura-la 

—O que fazer com você malfoy?...



Notas Finais


Obrigado por ler até aqui , deixe seu comentário que é muito importante ✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...