História E se... Interativa - Capítulo 14


Escrita por:

Visualizações 13
Palavras 1.735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OOOOI galerinha!!! Com vocês mais um capítulo da fic.

Pedido da leitora: dudinhaloveBTS (espero que goste <3)

Obs: S/N: Seu nome

Boa leitura...

Capítulo 14 - E se... Jacob Black


E se... Você vampira, casada com Jacob Black, vocês tem uma filha híbrida e entre situações adversas a pior: Volturi


- Nossa amor, estou revigorado! - disse Jake chegando na sala sentado no sofá ao meu lado - Cadê Carlie?
- Ela está na casa da minha mãe. - ele fez uma cara de confuso pensando que horas eram - Jake você dormiu por 18 horas seguidas, não tinha como estar mais revigorado. - depois de dois dias, Jacob voltou pra casa. Ele passou dois dias inteiros sem dormir, resolvendo problemas na matilha e fazendo rondas. Passou esses dois dias como lobo sem se transformar, e quando chegou em casa ontem de tarde, foi direto para a cama, praticamente desmaiou.
- Não me subestime, eu poderia ter dormido mais. - e rimos juntos, afinal eu não duvidava.
- Jake, agora me diz. Toda essa agitação tem haver com os Volturi não é? - ele me encarou, parecia querer despistar o que de fato ocorria - Não vale me esconder, você ficou dois dias na reserva. Seu pai estava um pouco apreensivo
- Sei que não posso esconder S/N. Acontece que... - fez uma pausa - Acontece que Jane e Alec estiveram aqui. - puta que pariu, eles entrando na minha vida de novo? - Mas calma meu amor, nós ainda não sabemos de fato o que queriam, ou se almenos foi a mandato dos Volturi.
- Com certeza foi. Vocês pegaram algum deles? Eles fizeram algo com vocês? Você está inteiro né? - perguntei o "examinado com os olhos" enquanto ele estranhamente se divertia com minha preocupação - Pelo menos você continua sexy. - e assim ele me deu um selinho - Jake, será que é por causa de Carlie? Você sabe que eles implicam com tudo! - eu já estava me desesperando, mesmo ele tentando me acalmar. 
- Calma S/N. Quando os  viram, Alec paralisou Seth e Leah, reuni uns homens e seguimos seus rastros mas sem sucesso, eles fugiram pela costa. Mas se for implicância com o fato de Carlie crescer rápido eles já sabem a resposta, sabem que ela é super capaz de esconder o segredo, que ela fisicamente parece comigo mas fora isso é totalmente igual a você, vampira.
Tudo o que nós conversamos não foi capaz de me acalmar totalmente. Fomos juntos buscar Carlie na casa da minha mãe, René ama ficar com ela, e sempre a elogia como a "neta favorita", mas se for pensar na frase ao pé da letra não faz muito sentido, afinal ela é a única neta mesmo. Carlie estava com saudades do pai, afinal não o via a dois dias. Ficou tão empolgada que parecia nem notar minha presença. Eu não sabia o que atrairia Jane e Alec até aqui, mas provavelmente eu estaria no meio já que atualmente Dr.Carlisle não está morando por aqui. Para eles Carlie Manuela Black é um pouco incoviniente, pelo fato dela ser híbrida. Por ser filha de uma humana tranformada (salva) por Dr. Carlisle e por ter com pai, um transmorfo. Ela tem a aparência física dele, pele morena, olhos escuros, precisa dormir, gosta de comida humana, não, ela não é loba (até então Leah foi a única) ela tem seu lado vampiro como o meu, velocidade e força. Ela cresce, e com 2 anos de vida já tem a aparência e mentalidade de uma menina de 9 anos, sabemos que logo ela irá parar de envelhecer, já foi comprovado a existência de crianças híbridas. O único porém é que híbrida lieralmente como ela (vampiro e lobisomen) só exite um, em outro país, em outra tribo.
- Jake, Jake, acorda! - o chamei no meio da noite, não havia sequer fechado os olhos, se bem que dormir não era necessário - Eu já sei.
- O que foi mulher? - e virou se pro lado - Você está bem? É Carlie? - disse totalmente sonolento, sim, ele estava dormindo de novo.
- Acho que sei o que Alec e Jane estão querendo por aqui.
- Você conversou com Carlisle? - disse se virando para mim
- Não liguei pra ele, mas se não for por Carlie, acho que pode ser pela vez que a matilha matou aquela namorada do Alec. Lembra que Jane fez de tudo para ajuda-lo e convecer Aro a nos atacar? Ela não conseguiu e se deu mal pois uma de suas atitudes fez com que quase fossemos descobertos. Principalmente eles. Acha que tem algo a ver?
- S/N eu acho que você está preocupada demais. Precisa dormir, por que estamos cuidando de tudo. - isso não ajudava - Ei, agora dorme! Amanhã vamos levantar cedo e... e fazer uma trilha. Que tal? - acabei concordado apenas para encerrar o assunto naquela noite.
Na manhã seguinte domos nós três no parque, ele era um pouco mais isolado e assim ficamos mais a vontade, podiamos correr escalar, Jake podia andar como humano, como transmorfo e ninguém perguntaria sobre minha filha ter crescido rápido, afinal aproveitávamos quando não tinha sinal de ninguém. Seth também foi, ele é padrinho da Carlie, meu amigo desde quando conheci Jake (e os dois... sabemos que são como irmãos, inseparáveis). Eu lembro apenas de estar correndo entre as árvores, com Seth logo atrás de mim, criei uma ilusão de um precipício em sua frente e logo ele parou, mas recuperou a visão quando eu estava pronta para subir em uma das árvore, mas deu tempo de Seth vir correndo saltar em minha direção e cairmos juntos no solo.
- Poxa Seth, você não perdoa uma! - falei dando um tapinha de leve em seu focinho - Pelo menos seus salto funcionam! - estavamos apostando corrida que de repente se tornou um "pega-pega". Mas... a distração parou senti um odor diferente Jake e Seth também. Não conhecia mas certamnte era vampiro, nos juntamos, chamei Carlie para perto de mim e logo eles apareceram, Jane e Alec. Eu me assustei, mas mantive a calma, Seth ficou em alerta, Jake se tranfomou em homem de novo e logo pegou Carlie no colo em sinal de proteção, logo acionei meu escudo em nossa volta.
- Jane, Alec! O que os trás aqui? - perguntei em uma cortesia forjada, lembrei me de meu celular no bolso da minha jaqueta, liguei a câmera na forma mais dicreta possível.
- Olá S/N, lobos e... criança. - disse Jane chegando mais a frente - Estávamos andando por aqui, para certificar de que tudo esta em ordem, se é que me entendem né. E acabamos passando por aqui, nessa estranha união de uma vampira e... lobo.
- O estranho ás vezes é bom. - disse Jake - Mas estamos de saída. - e colocou nossa filha  no chão, segurando sua mão, ao lado de Seth.
- Ora. É essa a hospitalidade? - disse Alec - Vocês nos caçaram a pouco tempo atrás. E eu ainda não me esqueci do que fizeram, vocês lobos mataram Laura. - então era mesmo esse o problema?
- Eu fiquei como mentirosa. Cai de posição perante Aro. - reclamou Jane
- Não temos culpa se vocês transformaram alguém que ameaçou várias vidas. Eles fizeram o trabalho deles. - e apontei para Jake e Seth - Se bem que se ela não fosse contida, os Voltures mesmo viriam aqui.
- Eu amava ela! - disse Alec vindo em nossa direção, além de meu escudo anular os poderes deles, minha ilusão também poderia o cegar, anulando nossos poderes já que um cegaria o outro. Em um piscar de olhos Alec avançou para nós, Jake saltou em minha frente. Impulsivo, surpreso e sem poderes Alec foi imobilizado por Jake de costas. Peguei minha filha, fortaleci meus escudo, Jane arregalou os olhos, mas se manteve onde estava apenas sussurrando algo, Seth a ameaçando. Ele gritou para solta-lo soltando ameaças, poderiamos matá-lo? Poderiamos. Mas ai seria uma confusão generalizada, envolveríamos muitas pessoas depois. Ainda tinha mais. Seria algo como dar um susto nos irmãos, mas tinha mais gente, Aro surgiu juntamente com seus irmãos, e aquelas inconfundíveis capas negras. Fiquei super tensa, confesso.
- Olha, pelo geito esta rolando uma festa aqui. - disse Marcus
- Olá S/N. Quanto tempo não é? - ele se referia ao nascimento de minha filha, o último acontecimento "badalado" que teve aqui - A maternidade foi boa, está radiante.
- Olá Aro! - disse Carlie, em meus braços
- Olá criança! - disse sorrindo
- Aro! Jane e Alec estão aqui a seu pedido? - perguntei, enaquanto Jake ainda segurava Alec. Assustada, Jane se juntou aos outros Voltures - Geralmente vocês avisam sobre visitas, mas eles... não fizeram isso, e ainda diflamaram nossa família.
- Vocês fizeram isso? - Aro perguntou a eles - Jane, Alec. - dei sinal para Jake e assim ele soltou Alec de forma que ele não reagisse de imediato - Alec! - gritou Aro, com autoridade em sua voz.
- Esse é nosso terrítório! - gritou Jake - Está no acordo. - Aro nos olhou minunciosamente com os outros cochichando atrás dele - Eu sei e deixe que resolveremos isso. - não entendi merda nenhuma - Eu... encontrei uma das filhas de Carlisle e sei que você também gravou. - como ele sabia? Jake e Seth me olharam querendo uma resposta - Não há por que uma briga aqui, não importa o que tenha de fato acontecido.
Aro estava calmo e sorridente demais, ele viu algo. Algo que nem mesmo os outros sabiam exatamente algo sobre mim? Jake? Carlie Manuela? Não sei se saberemos.
- Vamos? - disse Aro se virando ao seu clã - Não há nada de errado aqui hoje. - eles chegaram rápido e saíram mais rápido ainda, ficando apenas Aro.  A imortalidade lhe cai muito bem S/N, já lhe disse isso? - ele fala isso a anos - E essa exótica criança... tem muita sorte de estar viva não é? Ela terá um futuro promissor. Espero ansioso o dia que se juntarão ao meu clã. - e sumiu
- Acho que foi muita emoção por hoje né? - aproximou Seth, pegando Carlie no colo, e comecei a me tranquilizar, era possível vampiro ficar bambo? Eu estava!
- Mamãe. O que ele quer dizer com se juntar ao clã dele?
- Ele quer que sejamos maus. - Jake me apoiou - Mas nós não seremos maus. - respondi, numa troca de olhares, demos um beijo, e saimos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Compartilhe com amigos e mandem idéias para os contos em caso de dúvida use as regras que postei no primeiro capítulo.
Lembre-se que essa fic só existe com você, então se gostar mande ideias e entre nessa brincadeira.
Até mais,
Bye, bye...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...