História E se Neji não tivesse morrido - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Drama, Naruneji, Naruto, Nejinaru, Revelaçoes, Romance
Visualizações 100
Palavras 2.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!
Ain gente eu tô muito feliz, só falta uma pessoa para essa fic alcançar 100 fav, não tô acreditando! É muita emoção. Obrigada a vocês que continuam sempre por aqui e que comentam, isso me deixa muito feliz.
Obrigada a MochiMochi_sope que fez essa capa amorzinho para a fic, eu tô morrendo de amor, é isso. <3 <3 <3
Capítulo novo chegando desse casal fofo e vamos ver se o Naruto tinha razão para se preocupar ou não.
Espero que gostem. <3 <3

Capítulo 16 - Conectados


Neji tinha saído há apenas dois dias e para Naruto parecia que Já tinha se passado uma semana, tamanha era a saudade que estava sentindo dele. Os dias iam se arrastando. Não conseguia esquecer a preocupação com ele, sentia seu coração apertado e achava que alguma coisa ruim ia acontecer. Tentou convencer Kakashi a deixa-lo ir se juntar a eles, mas não teve sucesso, e ainda teve que explicar essa preocupação repentina com alguém que nem sequer tinha tanto contato. Mentiu dizendo que haviam se tornado próximos durante a guerra, mas Kakashi não acreditou muito. Quis contar a ele sobre seu relacionamento com Neji, mas desistiu porque não poderia fazer isso sem o consentimento dele. Ou seja, tinha que sossegar; ficar na vila e se concentrar em suas aulas para virar jounin.

-- Essa é uma missão exclusiva para jounins – disse Kakashi secamente. E isso o convenceu a voltar aos estudos, mesmo a contra gosto.

Tentava se concentrar nos estudos, mas sempre que fechava os olhos via o rosto de Neji e suspirava. Sua mente era levada até ele e quase conseguia sentir seu cheiro. Nessas horas desejava ter alguma coisa dele para poder cheirar e senti-lo mais perto. Vez ou outra, a preocupação com ele ficava mais forte. Queria que o mau pressentimento passasse, mas não conseguia fazer isso acontecer. Seu coração sempre ficava apertado nessas horas e tinha vontade de ignorar as ordens de Kakashi e ir até ele. Precisava ter certeza de que estava bem. Enquanto ainda estavam no país do fogo conseguia sentir o chakra dele, mas ele tinha saído há um tempo e não conseguia mais senti-lo. Olhou de novo para os livros a sua frente. Piscou algumas vezes e tentou, mais uma vez, se concentrar no que estava escrito ali.

-- É bom que cumpra a sua promessa, Hyuuga, e volte para mim. – fechou o livro que estava lendo e procurou outro na pilha que ainda tinha para ler. Eram todos tão chatos... achou um que falava sobre selos e esse chamou sua atenção. Com sorte encontraria algo útil nele sobre o selo de Neji. Um sorriso se formou. Os pensamentos dele sempre acabavam em Neji. Pegou o livro e voltou para casa, aproveitaria para lê-lo nas horas que ainda restavam antes de dormir. Quem sabe assim conseguiria parar de pensar que algo ruim ia acontecer com ele.

A noite chegou e isso era uma boa coisa, na opinião de Naruto. Um dia a menos para esperar por Neji. Infelizmente hoje a chegada da noite deixou seu coração um pouco mais apertado. O livro em sua mão continuava aberto na primeira página e não tinha ânimo nem mesmo para vira-la. Desistiu por fim. Esfregou os olhos com os dedos e se levantou para beber um copo de água. Espreguiçou enquanto caminhava de volta, no meio do caminho decidiu ir logo para a cama. Sentir o cheiro de Neji era sua última esperança para se acalmar. Abraçou o travesseiro e, como de costume, inspirou bem devagar deixando que o cheiro dele que ainda havia ali entrasse por suas narinas, segurou o ar por um tempo e soltou em seguida. Não estava mais calmo, mas fechou os olhos para tentar dormir mesmo assim, e deixou que uma prece silenciosa em favor de Neji o levasse ao mundo dos sonhos.  

 

 

***

 

 

Tenten era responsável por ficar de vigia enquanto Neji e Lee descansavam um pouco. Estavam andando sem parar a quase um dia inteiro, porque Neji estava com pressa de acabar a missão e voltar logo para a vila. Estavam exaustos, até mesmo Lee, que sempre tinha uma energia interminável, não demorou a pegar no sono. Ela subiu em uma árvore e se sentou em um galho alto. Teria uma boa visão dali. O tempo foi passando e o tédio tomou conta dela, estava tão cansada que mal conseguia manter os olhos abertos. Acabou adormecendo sem nem perceber.

De longe eles eram observados por alguns ninjas renegados que os seguiam desde quando deixaram a vila, sempre de muito longe, pois tinham um bom ninja sensor com eles. Não foram percebidos porque eram muito bons em esconder sua presença e os ninjas de Konoha estavam relaxados por ainda estarem no país do fogo. Um deles percebeu quando Tenten dormiu. Agora estavam os três dormindo e seria mais fácil colocar o plano em prática.

O líder da missão estava contando com isso, sabia que eles não aguentariam o ritmo por muito tempo. Assim seria muito mais fácil conseguir o que queriam.

-- Ok, eles dormiram. A hora é agora. Vamos cerca-los e vocês atacam quando eu der o sinal. O único que precisa ficar vivo é o Hyuuga, os outros vocês podem matar assim que tiverem chance. Eu cuido dele e vocês cuidem dos outros.

-- Como você vai dar conta dele sozinho?

-- Não se preocupe com isso, eu tenho aqui exatamente o que preciso. – ele tirou uma seringa com um liquido verde do bolso. – Isso aqui é uma droga paralisante. Mesmo que ele queira lutar não vai conseguir. Eu só preciso injetar isso nele e conseguimos o que viemos buscar. Por isso vocês tem que cuidar dos outros, caso eles acordem enquanto eu chego perto dele.

 Ele se aproximou de Neji e injetou o liquido em seu pescoço. Neji acordou, mas não conseguia mais se mexer. Tentou chamar por Lee, mas nem mesmo a voz saía.

-- Pronto! Consegui o que eu vim buscar. Vou leva-lo para o esconderijo, matem os outros dois.

Ele e mais duas pessoas carregaram Neji até uma caverna onde já havia uma quarta esperando com alguns instrumentos cirúrgicos preparados.

-- Eu trouxe ele, vamos andar logo com isso, porque se algum daqueles dois sobreviver pode tentar vir aqui atrapalhar. Tem certeza que isso vai dar certo?

-- Nunca tentamos, mas sempre existe a primeira vez. Ele tem o selo, então seu byakugan se perde se ele morrer, por isso vamos extrai-lo com ele ainda vivo e implanta-lo em você. Assim que tivermos certeza que você conseguirá usa-lo, matamos ele. Mas aí o byakugan já estará ativo em você. É bem simples.

Neji queria se mexer e lutar, mas seu corpo não se movia. O desespero tomou conta dele, estava indefeso. Não podia fazer nada, apenas esperar a morte chegar.

O médico se aproximou e começou a mexer no olho dele.

-- Neji!!! – Naruto acordou com o próprio grito. Suado, tremendo, com o coração disparado e com a respiração irregular. Tinha sido apenas um pesadelo, mas a sensação era tão real que não conseguia controlar as reações de seu corpo. Chorava sem parar e seu coração doía. Estava desesperado. Pegou o travesseiro, que ainda tinha o cheiro dele, e o abraçou o mais forte que conseguiu. – Por favor esteja bem.

Neji ouviu a voz de Naruto chamando seu nome e acordou um pouco confuso. Olhou em volta e se lembrou de que estava em missão, longe da vila. Olhou para os companheiros e viu que estavam dormindo. Tenten estava praticamente desmaiada e se tentasse se mexer cairia de onde estava. Ativou seu byakugan para se certificar que estava tudo bem e viu que estavam cercados, mais um pouco e estariam mortos. Não sabia como tinha acontecido, mas a voz de Naruto chamando por ele o salvou.  Acordou Lee e pediu para que ele acordasse Tenten, sem fazer muito alarde. Avisou que estavam cercados e que precisaria dos ataques a longa distância dela para que conseguissem diminuir o número de oponentes. Por sorte estavam em um time.

Não foi difícil para eles derrotarem os adversários, pois os ataques de Tenten reduziram bastante o número deles. Neji não entendia o que estava acontecendo, não imaginava que teria que enfrentar um número tão grande de adversários, ainda mais tão perto de casa, pois tinham saído do país do fogo há pouco tempo e não estavam tão longe. Quis entender qual era a motivação do ataque, ia interrogar algum deles. Lembrou-se de Naruto e de sua cisma com a missão. Ele tinha razão de ficar preocupado e se não tivesse ouvido a voz dele chamando seu nome, certamente estaria morto.

Será que foi ele que me chamou? Será que ele sentiu que estava em perigo? Será que me avisou? – se perguntava enquanto contava o número de adversários caídos no chão. Em seu coração se sentiu conectado a ele e soube que foi sua voz que ouviu. Naruto o salvou de alguma forma que ele não seria capaz de explicar.

-- Então se ele pressentiu que eu estava em perigo, deve estar preocupado comigo. Será que ele consegue sentir que estou bem? – pensava quase em voz alta. – Mas como eu posso fazer isso? – deixou escapar.

-- Neji? – Lee o tirou de seus pensamentos

-- Fala Lee.

-- Acho que você deveria ouvir o que esse cara aqui está falando. – ele olhou para o homem caído no chão, que exibia um sorriso debochado.

-- Você é o motivo da minha missão Hyuuga. Nós viemos por causa dos seus olhos. – Neji devolveu o sorriso debochado.

-- Você deveria saber que meus olhos não funcionam em ninguém além de mim. Se vocês me matarem, eles morrem junto comigo.

-- Quem disse que nós te mataríamos pra pega-los? – Lee e Tenten ficaram horrorizados com a calma que ele falava isso. Eles pensavam em tirar os olhos de Neji com ele vivo. Que cruel. – Mas parece que o Hokage desconfiava que algo assim pudesse te acontecer, ele deve saber sobre nós,  pois te mandou com companhia dessa vez. Quase conseguimos, pena que você acordou na hora.

-- Para o azar de vocês e de quem te mandou, tenho alguém cuidando de mim, mesmo quando eu estou dormindo. – Lembrou-se de Naruto. – Vou te deixar vivo pra que conte isso a ele. Vamos Lee, Tenten.

-- Vou me lembrar disso da próxima vez. – fez um selo e desapareceu.

Neji redobrou sua atenção. Parece Naruto estava certo em se preocupar com ele e que o Hokage tinha mandado Lee e Tenten porque sabia mais do que tinha informado. Exatamente como ele tinha falado. Diminuiria a velocidade e prestaria mais atenção na segurança deles.

-- Obrigado Naruto. Não sei como, mas você salvou a minha vida.

-- Neji o que você falou?

-- Nada. Estava apenas pensando. Lee você ouviu alguma coisa? Ouviu alguém chamar meu nome? – ele o olhou com estranheza.

-- Não. Eu só ouvi sua voz, quando me acordou. Tinha mais alguém aqui?

-- Não. Deixa pra lá. – Seguiram seu caminho.

Naruto, ainda sentado em sua cama, sentiu sua angustia diminuir pouco a pouco. Alguma coisa lhe dizia que tudo estava bem e que Neji estava fora de perigo. Não entendeu o porquê, mas relaxou enfim. Fechou os olhos e deixou um sorriso de alívio se formar.

-- Eu sei que você está bem, Neji. O perigo já passou. – falou ainda de olhos fechados. Se deitou novamente e dormiu.

 

 

***

 

 

Os dias continuavam passando lentamente, mas agora o mau pressentimento de Naruto tinha acabado. Restou apenas a falta que sentia dele e a ansiedade para que voltasse logo. Conseguiu até mesmo se concentrar nas aulas e ler alguns livros, mesmo sem entender muita coisa.

Aproveitou também para ler outros tipos de livros. Estava bastante curioso sobre como as coisas poderiam evoluir com Neji, já que eram dois homens. Pensava muito nisso, mas não tinha com quem conversar sobre essas coisas. Queria saber como seria ir além, o que aconteceria depois do que tinham compartilhado. Só de lembrar dele seu corpo ficava quente. Tudo nele era tão gostoso, que sua mente viajava. Queria que o ero sennin estivesse vivo para conversar com ele sobre isso, ele saberia ajuda-lo. Riu imaginando qual seria a reação dele ao saber que estava apaixonado por outro homem; mas, ao mesmo tempo, sabia que ele era uma pessoa aberta e que conhecia muita coisa do mundo, não o julgaria. Voltou a olhar o livro, ficando ainda mais curioso depois do que tinha acabado de ler.

Tirou a parte de baixo da roupa e olhou para si e para o buraquinho pulsante, era tão pequeno e Neji era tão... bem, não caberia ali. Continuou folheando o livro e leu algumas cenas picantes, se imaginou fazendo as mesmas coisas com Neji e ficou excitado. Largou o livro de lado, fechou os olhos e começou a se tocar. Lembrou-se da mão grande e macia dele o tocando e das suas bochechas coradas por estarem fazendo isso. Imaginou a boca de Neji em si e isso o deixou ainda mais excitado, acelerou os movimentos e quase nem conseguia respirar direito tendo na cabeça a imagem do Hyuuga chupando seu pau, nunca gozou tão rápido.

-- Neji! – era tudo o que conseguia dizer. Deixou seu corpo cair para trás na cama e esperou a respiração se acalmar antes de se levantar para se limpar.

Mais uma vez Neji ouviu a voz de Naruto chamando por ele, mas não achou que corria perigo. Era sua vez de ficar de guarda enquanto seus companheiros descansavam. Estava alerta, mas tudo parecia calmo e não tinha ninguém em um raio de 10 km. Depois daquele incidente passou a tomar mais cuidado, mesmo achando que eles precisariam de um tempo para se reorganizar antes de atacarem de novo, afinal apenas um deles tinha ficado vivo. Ainda assim estava alerta. Ativou o byakugan e se certificou se as coisas estavam mesmo tranquilas. Estavam.

Permitiu-se pensar em Naruto olhando para as estrelas. A imagem dele nu apareceu na sua mente. Pensou no corpo perfeito, na pele dourada e macia, e no quanto queria estar beijando o corpo dele agora. Lembrou-se do pênis ereto e da vontade que sentiu de colocar a boca nele. De repente sentiu a cueca ficando mais apertada e uma vontade imensa de se tocar. Tocou-se por cima da calça, mas não foi suficiente. Dessa vez olhou para os seus companheiros de equipe, para ter certeza que estavam dormindo, antes de ativar o byakugan e conferir se ainda estavam seguros.

Desceu da árvore que estava e procurou um lugar um pouco distante de onde estavam para ficar mais a vontade. Não acreditava no que estava prestes a fazer, mas a lembrança de Naruto nu tinha mexido mais com o seu corpo do que conseguia controlar.

-- É Naruto Uzumaki você me deixa louco. - se sentou e deixou que as lembranças viessem enquanto se tocava. Lembrou-se da mão dele em si e do seu olhar de desejo enquanto o tocava, cada vez mais rápido e mais gostoso. Imaginou a língua dele circulando sua glande e não conseguiu conter um gemido. Depois imaginou Naruto o chupando. Sentiu seu corpo se contorcer de prazer, jogou a cabeça pra trás e chamou por ele. Seu peito subia e descia rápido e seus músculos estavam trêmulos. Se limpou, vestiu e esperou seu corpo voltar ao normal para se reunir ao seu time de novo. Seria sua vez de descansar, e, pra falar a verdade, estava precisando.

Agora faltava pouco para estar em casa novamente, só mais uns três dias de viagem e estaria em Konoha. Essa experiência o deixou com ainda mais saudade de Naruto. Queria abraça-lo e sentir seu corpo.

-- Estou voltando, meu loirinho ciumento. - falou baixinho antes de trocar de lugar com Lee.


Notas Finais


E foi!
Ufaaaa, nada aconteceu com o Neji, mas foi por pouco. Naruto salvou o dia
Todo mundo torcendo para o reencontro deles não é mesmo? Eu tô.
Naruto safadinho hein, lendo livrinhos adultos para se informar. :P
Quem aí tá ansioso pelo próximo? \o/
Comenta aí o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...