História E se... (Romanogers fanfic) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Natasha Romanoff, Steve Rogers
Tags Captasha, Osvingadores, Romanogers
Visualizações 66
Palavras 626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeira fanfic com tema Romanogers

Como a Marvel não deu um final feliz a esse casal lindo, eu resolvi escrever o meu final feliz

Espero que gostem!!

Capítulo 1 - Vomir


Fanfic / Fanfiction E se... (Romanogers fanfic) - Capítulo 1 - Vomir

Steve POV

Deixei essa pedra por último!! última lembrança que me resta dela. Dos anos que passamos juntos, como Vingadores e depois como fugitivos da Guerra Civil. Ainda não posso crer que ela se foi assim tão de repente. Em um minuto estava vendo seu sorriso, ao meu lado, enquanto me dizia que iria me ver em um minuto, e no seguinte via a devastação de Clint ao voltar de Vomir. Por que? Primeiro Peggy e agora você?! Difícil entender o destino, quando ele resolve quebrar com o nosso coração.

Estou andando pelas areias desse planeta tão frio e mórbido, pensando que era um péssimo lugar para morrer. Não posso chorar, pois tenho um trabalho a fazer, por mais difícil que seja, tenho que completar minha missão, antes que o tempo acabe. 

Subindo a montanha, de repente uma sombra escura aparece bem na minha frente, com uma voz que me assombra há muitos anos:

- Steve Rogers, filho.... de uma puta!! - Dizia-me o Caveira Vermelha - Você ainda está vivo?

- Chega de brincadeira, caveira! - eu dizia com certa frieza na voz - Vim devolver a pedra da alma ao seu lugar de origem!

Ele olhou-me de forma estranha, para um ser fantasmagórico, e do nada deu uma risada:

- Estou vendo que você não mudou nada! - disse com um sorriso - Diga-me, aquela garota que aqui morreu pelo seu amigo, era importante para você? 

Cale a boca!! - disse rangendo os dentes.

- Oh, vejo que acertei em seu ponto fraco! Pena que ela morreu antes de você confessar seus sentimentos, Capitão! Para um homem com planos, esse seu plano de confessar seus sentimentos, falhou!!

- CALA A BOCA!! - gritei enfurecido, partindo pra cima dele, mas, passei por ele como se estivesse passando por uma cortina de fumaça.

- Que pena que não pode atingir-me, seria uma luta interessante!! - disse ele - Mas, vejo que está com pouco tempo, então, por favor, devolva a pedra ao seu lugar! - disse apontando para a beirada do penhasco. 

Respirei fundo, retirei a pedra da maleta, e fui até a beira do penhasco. Segurei-a como se estivesse segurando sua mão, e olhando para seus olhos, olhos que entendiam-me como ninguém , nem mesmo o Bucky ou o Sam, ou até a Peggy. Sorriso, que fazia meu coração parar e depois correr como um maratonista. Uma mente que muitas vezes deixava-me louco, e outras vezes fazia-me rir com suas piadas e seu sarcasmo. Apertei-a e trouxe-a até o meu peito. Por mais que eu tentasse segurar as lágrimas, elas corriam pelo meu rosto livremente:

- Por que Natasha? Por que você se foi assim, tão de repente? - disse entre soluços - Estou tentando entender seus motivos, juro! Mas, não dá! Você tinha tanta vida pela frente, tanta coisa pra conquistar... Tento buscar respostas, mas, para onde olho vejo você em todo lugar. Mal tive tempo de dizer o quanto te amo, o quanto quero seguir em frente com você... Não importa se você retribuísse ou não meus sentimentos. Você esteve sempre lá pra mim, mesmo quando o mundo virou as costas para mim. Você chutou minha bunda quando precisei de um empurrãozinho - disse rindo entre lágrimas - Você esteve lá e agora, o que me resta é a lembrança.

Natasha POV (Dentro da pedra)

Eu estava em frangalhos, enquanto escutava a declaração de Steve!! Como eu queria estar lá para abraçar, dizer-lhe que vai ficar tudo bem, limpar suas lágrimas, chutar sua bunda por ser assim tão... Steve!!

- Steve, acredite - disse querendo estar ao seu lado - Eu sinto muito!! - disse levantando as mãos como se fosse acariciar seu rosto e limpar suas lágrimas - Desculpe-me, meu amor!!


Notas Finais


Desculpe se o capítulo foi curto

Espero que gostem!!

Criticas e sugestões são muito bem-vindas!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...