1. Spirit Fanfics >
  2. É tudo amor, mamãe. >
  3. É tudo Amor

História É tudo amor, mamãe. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi






Tchau.

Capítulo 1 - É tudo Amor


Você se foi mamãe 

Agora é só eu e o papai


Doeu quando você partiu mamãe 

Papai não sorria mais

E eu ainda não entendia

Vi ele abraçado ao porta retrato da família 


Ele chorou e pediu desculpas

Era assim todos os dias


Mas agora ele está feliz mamãe 

Ele tem outro motivo para sorrir


O motivo é alto, tem cabelos morenos com mechas loiras

Os olhos tão verdes quanto o caule de uma rosa

Tinha muitas tatuagens nos braços e lábios cheios com um piercing.

Ele era bonito mamãe e amava o papai


Eu ainda não entendia mas sabia que era Amor


Eu gostava da escolinha, mas ninguém olhava mais para mim, papai e seu namorado vinham me buscar de carro.

Todos os dias passávamos no parque para brincar na areia e alimentar os patinhos amarelos que nadavam no lago.


Meus amiguinhos me olhavam estranho e suas mamães os tiravam de perto de mim, mamãe.

Eu ficava sozinha.


Papai chegou na escola e me disse que iríamos mudar para a casa de seu namorado.

Eu fiquei feliz papai, você estava sorrindo e radiante.

Mas ninguém se importa, te olhavam com nojo.

Eu não entendia, para mim era só uma brincadeira.

Ou era o que eu queria acreditar que fosse.


Eu cresci, vi o Papai e seu namorado se casarem.

Foi lindo mamãe, ele estava brilhante. 

Vovó não foi no casamento e disse que meu Papai era um monstro.

Ela tentou me tirar dele mamãe, disse que eu seria normal se ficasse longe dele.


Isso Doeu mamãe, doeu mais que te ver partir.

Vovó me disse que eu teria que ir com ela e que ela iria me dar doces. 

Mas eu já não era tão inocente assim.

Ela me disse que teria que fazer uma escolha.

Ou era ela ou eles.

E eu escolhi eles.


Não vejo vovô desde meus 7 anos, isso faz quase 15 anos mamãe.


Eu cresci e virei uma moça grande e bonita.

Papai junto de seu marido me deram um irmãozinho.

Eu vi ele bem pequenininho no orfanato 

E logo ele veio para casa com a gente.


Eu fiquei feliz, mas vi o Marido do Papai chorar.

Eu queria saber o motivo, mas ele me disse que era por conta das cebolas que cortava.

Eu não acreditei e Ele sabia

Descobri que tinham demitido ele e o motivo foi por ele amar meu papai.


Eu fique brava, brava como nunca havia ficado antes.

Fiz um bolo para ele, que no final ficou parecendo uma massinha de modelar.

Nós rimos juntos, arrumamos a cozinha e demos banho em Thailer. 

Thailer era uma bagunça no banho, aspirava água para todos os lados com seus bracinhos gordinhos de bebê.


Eu terminei o ensino médio, ganhei um diploma e fiz o papai chorar.

Mas dessa vez foi de alegria.


Fiz faculdade de Florence mamãe, papai me dizia que você ficaria orgulhosa de mim.

Eu comecei a trabalhar ainda na faculdade, era meu emprego dos sonhos.


Sempre gostei de mistérios e resolver um homicídio foi uma experiência boa.

Foram apenas alguns meses trabalhado até eu participar de um caso, o qual eu jamais queria ter vivenciado.


Eram exatamente 12:30 Quando eu recebi a notícia e identifiquei o corpo.

Era o Nathan, mamãe era o Marido do Papai.

Ele estava deitado no chão com os olhos fechados, como se estivesse dormindo.

Mas eu sabia que ele não iria acordar.


Naquela tarde eu vi Papai chorar de novo, depois de muitos anos eu o vi chorar, chorar da mesma maneira que chorou quando você foi embora, na verdade, ele chorou mais do que quando você foi embora e dessa vez eu chorei junto.


E novamente Doeu mamãe, doeu mais que quando você nos abandonou.


E no final, tudo isso foi por conta do amor, mamãe.


E eu te pergunto agora mamãe.


É errado garotos gostarem de garotos?

Isso é errado mamãe? 

Se é errado, porque eles eram tão felizes? 


Eu ainda não entendo mamãe e sei que você também não, afinal foi por esse motivo que você me deixou não é mamãe? 


Papai gostava de garotos e você o abandonou por conta disso e no processo me esqueceu também.


Hey, mamãe! Eu te amo, mesmo que você não se lembre de mim, eu te amo.


Papai também te amava, mas não como você queria, você o machucou mamãe e nem se importa.























Hey mamãe, é errado garotas gostarem de garotos e garotas?




Notas Finais


Até. =)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...