1. Spirit Fanfics >
  2. ...E um hamister chamado...

História ...E um hamister chamado...


Escrita por: e Monnabelle


Fanfic / Fanfiction ...E um hamister chamado...
Sinopse:
Salvar o dia é razoavelmente fácil para quem pode fazer tecnicamente tudo e tem como parceiro alguém capaz de destruir qualquer coisa sem o menor dos problemas.
Mas os maiores desafios de ser um super herói nunca foram os criminosos e sim lidar com sua vida dupla. Seus segredos e regras.
E era justamente essas duas palavras que sempre mantiveram tudo como estava. Mas agora ela havia descoberto seu segredo e estaria disposta a quebrar todas as regras para o salvar; enquanto tenta descobrir o que realmente sentia. Afinal como pode amar tanto Adrien, e expelir os avanços de Chat Noir se são a mesma pessoa?
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 1.396
Favoritos 37
Comentários 14
Listas de Leitura 10
Palavras 129.368
Concluído Sim
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Tikki

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Ficção Adolescente, Magia, Romântico / Shoujo
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Sou Ladybug
1
172
2.829
 
2.
Sempre a melhor
0
110
3.532
 
3.
Contra o inimigo
0
88
5.343
 
4.
Eu vou lutar
1
72
3.579
 
5.
Sempre com sorte
1
76
4.529
 
6.
A força do amor
1
67
8.206
 
7.
Vai nos salvar
2
58
6.287
 
8.
Olhem pra mim
1
56
5.260
 
9.
Sou Chat Noir
1
49
6.268
 
10.
Eu sou demais
0
48
4.927
 
11.
Vou arrasar
0
50
4.233
 
12.
Meu anel é cheio
0
52
4.299
 
13.
De energia
0
49
3.859
 
14.
E minhas garras
1
51
3.035
 
15.
Ganham o dia
0
42
3.070
 
16.
A minha vida
0
39
3.738
 
17.
É divertida
0
39
6.946
 
18.
E me mantém
0
41
9.942
 
19.
Sempre na ativa
0
39
7.969
 
20.
Se o mal vier
2
54
6.553
 
21.
Nos atacar
1
39
8.623
 
22.
Eu dou um jeito
1
37
5.666
 
23.
De nos salvar
0
35
5.350
 
24.
Extra- Zerou!!!
1
33
5.325

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por MatheusAragao
Capítulo 24 - Extra- Zerou!!!
Usuário: MatheusAragao
Usuário
Bom Dyret-san é nos capítulos EXTRAS que eu vou falar tudo.

Agora por onde começar... acho que talvez agradecendo. Obrigado po ter tido a ideia e a criatividade de ter escrito essa fic, pois foi graças a ela que eu mudei COMPLETAMENTE a forma como eu via a série original e seus personagens. Por exemplo, antes eu nunca havia reparado nessa possibilidade de uma depressão por parte do Adrien. Acho que por ser um programa voltado ao público infantil isso meio que me cegou. E não só o Adrien, mas a Marinette também, embora a obsessão dela seja EXTREMAMENTE visível. No caso dela eu nunca cheguei a pensar em como que a obsessão dela REALMENTE poderia chegar a níveis tão alarmantes PRO MUNDO, como vimos ela fazendo por voltar no tempo. Foi apenas depois dessa fic que eu comecei a ver como certos traços de personalidade aqui na fic são demonstrados na série também, como a instabilidade destrutiva do Chat Noir. Só fui capaz de fazer essa análise mais profunda depois de ler a fic, portanto obrigado.

E Obrigado por ter feito algo tão criativo mas ao mesmo tempo tão real como é a vida mesmo. Criando de situações e pensamentos que são até que comuns na vida real que nem sequer passou pela minha cabeça que esses personagens poderiam passar pelas mesmas coisas que "pessoas normais", embora de normal só tinha a cidade em sí na série.

Quanto aos personagens, adorei o desenvolvimento deles. Achei espetacular a forma como você conseguiu retratar o amadurecimento meio que "forçado" dela, já que isso foi algo necessário se ela queria REALMENTE mudar o futuro. O que eu achei mais legal foi forma como a viagem no tempo foi abordado aqui, embora seja o mesmo da série você usou várias das teorias de ficção para que "as engrenagens girassem".

O Adrien então, eu nem tenho palavras. Só posso utilizar de uma única frase: "Vou fazer muito merda na vida, mas vou aprendendo conforme vai passando". Essa frase LITERALMENTE define o Adrien do começo ao fim da fic, adjunto a isso ainda temos o seu "Auto Entendimento&Descobrimento" no decorrer da fic e na fic 2 que eu ainda vou ler.

E rapidinho sobre o Extra, ele ficou muito bom. Para aqueles que não gostariam de acompanhar o resto da trajetória dos dois, esse capítulo supriu bem a necessidade de mostrar o que o futuro reservou aos dois e de como mesmo com altos e baixos eles continuaram firmes e fortes. EMBORA ELES NUNCA TENHA DECIDIDO QUAL QUE É A DESGRAÇA DO NOME DESSE HAMMISTER AMALDIÇOADO !!!

E quanto aos outros personagens, eles embora com menos foco também tiveram o seu nível de desenvolvimento de personalidade e de forma de pensar embora mais sutil. Foi bastante agradável acompanhar as interações deles com os protagonistas da estória.

Quanto a fic como um todo, ela é incrivelmente bem feita, com um detalhamento bem pensado. Me senti como se estivesse lendo um Romance (Livros com grandes desenvolvimentos e cheios de detalhes) que mesmo com alguns errinhos de na gramática (que até livros grandes possuem) os mesmos são ignorados por causa do envolvimento com a estória em si.

E por fim, para não me alongar muito já que ainda têm a parte dois para ler, essa obra como um todo é bem envolvente e representativo. Nela nos identificamos com cada um dos problemas e temores que os personagens apresentam até o momento, indo dos mais comuns até os mais "extremos".

Claro que ainda ficaram dúvidas como: Ué, não era para o Gabriel "PAGAR UM PREÇO TERRÍVEL" por ter feito o desejo com os Miraculous ? E quanto a relação da Lila com a Marinette ? E quanto aos Akumatizados que o Gabriel Cataclismou, porquê sairam vivos ? E quanto à "Deusa" Bunnix (piada interna, sorry), onde diabos ela se meteu ?

Mas espero que a fic 2 nos tire todas as dúvidas, E QUE NÃO CRIE MAIS AINDA COMO ESSE "MOTIVO CÓSMICO" CITADO. E QUE VOCÊ NÃO SEJA UM TIO TOM DA VIDA QUE VAI ENROLAR ATÉ O FINAL DA SÉRIE PARA DIZER O NOME DA DESGRAÇA DO HAMMISTER !!!!
Eu juro que acho que quando ele for FINALMENTE falar o nome do Hammister na série, essa cena vai ser cortada e vai direto para o fim da série... PORQUÊ TIO TOM, PORQUÊEEEE ?!?!?! 😭😭😭

Enfim, é isso. Obrigado por essa aventura Dyret-san. ATÉ A CONTINUAÇÃO !!!

JAA NEE !!!
Postado por Carol-ine-VN
Capítulo 7 - Vai nos salvar
Usuário: Carol-ine-VN
Usuário
Meus olhos estão suando.
Não estou bem. Simplesmente não sei o que falar. Só o quão isso foi perfeito! AAAAAAAAAAA
Postado por Carol-ine-VN
Capítulo 6 - A força do amor
Usuário: Carol-ine-VN
Usuário
Iria comentar só no último capítulo, mas dane-se!
Adorei essa leitura de personagens, você consegue demostrar neles até o que o desenho não consegue direito. E difícil achar uma fic que lide tão bem com o emocional dos personagens!
Estou apaixonada por sua escrita, ok. ❤❤❤
Postado por MatheusAragao
Capítulo 22 - Eu dou um jeito
Usuário: MatheusAragao
Usuário
Dyret-san, gostaria de dizer que eu realmente não sei como algumas pessoas conseguem pegar uma ideia pouco explorada ou infantilizada (como é o caso de Miraculous) e conseguiu não só se aprofundar como também complementar a partir da "ideia base".

Tipo, todos já sabíamos que a Marinette é meio que uma OBCECADA POSSESSIVA com o Adrien, mas como a animação é voltada ao público infantil essa parte de sua personalidade é meio que "deixada de lado". Na verdade acho que o Tio Thomas acabou fazendo ela assim não intencionalmente, afinal o foco principal dele era o de um Romance Cômico com Ação logo essa OBSESSÃO dela passou despercebido de forma inocente. Mas aqui você não só aprofundou mais esse lado dela como também mostrou como que isso influenciou em toda a sua personalidade E mostrou como que ela amadureceu ao se aperceber dessa obsessão. Isso sim foi incrível de sua parte.

E quanto ao Adrien, eu nem tenho como falar tudo mas eu vou tentar: Na Série já era percebido a tristeza que o Adrien sentia com a sua vida e já era mostrado como que poder ser o Chatt Noir havia o dado uma Liberdade que ele nunca foi capaz de viver, só que como a série é infantil esses sentimentos nunca foram tão aprofundados ao ponto de chegar no que temos aqui na fic. Aqui temos um Adrien que por causa de seu pai sofre de Depressão pela "proteção" excessiva sobre o filho e que como consequência acabou por tentar cometer suicídio. E que como qualquer jovem ao passar por isso ele teve medo. Medo de machucar as pessoas que se importão com ele (na caso seus amigos, o Nino como melhor amigo e o seu guarda costas. E a Nathalie) e principalmente medo de machucar a Sua Lady.

Você conseguiu mostrar como que o psicológico não só do Adrien mas como o da Marinette estavam tão... "Quebrados" ao ponto de as vezes fazerem coisas que não conduziam com as suas personalidades (Marinette não ouvindo os outros por causa de suas Obsessão, o Adrien se tornando um jovem revoltado e agressivo que sofre de um sufoco emocional e ainda com poucas pessoas tendo noção dessa dor e tendo que se apegar ao seu Mind Escape que no caso é ser Chatt Noir e sua paixão/amor OBSESSIVO pela Ladybug) os tornando bem "reais" em relação a série animada.

E isso só no desenvolvimento de personagem. Eu ainda nem falei sobre a sua escrita, que não só nos faz estar na pele dos personagens como nos faz entender o estado em que as cabeças dos nossos se encontram. A leitura em nenhum momento chega a ser cansativa ou desanimadora. Até nos momentos de tristeza e reflexão dos personagens não conseguimos deixar de ler atenciosamente o que se está passando e ansiosamente para o que irá acontecer depois na trama. As vezes eu me pegava pensando em como a narrativa se parecia muito como a de Game of Thrones, só que de Miraculous.

E... O que mais eu posso falar ? Acho melhor para enquanto ainda posso ou então não sairemos daqui tão cedo. Mas se tem uma última coisa que quero elogiar, é a trama. Ô trama bem planejada viu. Eu juro que quando apareceu o outro Plagg eu comecei a pensar em umas 30 teorias diferentes. E eu perginto: ONDE ESTÁ A DESGRAÇA DA BUNNIX PARA CONSERTAR A MERDA QUE FOI A MORTE DO CHATT !!!!! QUANDO É PARA SALVAR O GATO ELA NEM APARECE, MAS QUANDO É PARA IMPEDIR QUE ESSES DOIS FINALMENTE FIQUEM JUNTOS AÍ ELA APARECE NA MESMA HORA !!!!!

Mas enfim, espero a continuação Dyret-san.

JAA NEE !!!!
Postado por MatheusAragao
Capítulo 20 - Se o mal vier
Usuário: MatheusAragao
Usuário
Okay... Depois de ver tantos traços psicóticos vindo tanto da Marinette quanto do Adrien, e alguns da série original mesmo, eu juro que não esperava que do nada acontecesse essa reviravolta.

MAS O QUE KRALHOS ACABOU DE ACONTECER ?!?!?!?!

Okay, como estou comentando bo último capítulo acho melhor comentar por partes.
Primeiro, eu achei algo extremamente interessante o fato de o Felix na verdade ser um irmão gêmeo do Adrien, o que seria uma ideia mais aceita do que o de primos gêmeos que embora menos comum não deixa de ser possível, afinal genética é uma coisa engraçada.

Segundo, essa do Adrien extrapolar nos poderes foi uma sacada inteligente afinal ele sempre afirmou que faria de tudo para salvar a Sua Lady.

Terceiro, embora essa morte do Adrien e revelação das identidades tanto do Adrien quanto do Hawk Moth foi simplesmente...UAU.
Não sei como descrever, só sei que foi a partir daí que eu rushei a fic.

Quarto, eu comecei a me perguntar se esses dois são loucos ou insanos racionais. TEM CERTEZA ABSOLUTA QUE VOCÊ OS CLASSIFICA COMO TSUNDERE ?!?!?!? MUITAS VEZES FICOU MAIS DO QUE ÓBVIO QUE ESSES DOIS SÃO TÃO YANDERES QUANTO A YUNO DE MIRAI NIKKI !!!!

Quinto, você me fez ver todos de uma forma diferente, até mesmo a Lila que eu não ia muito com a cara dela por ser manipuladora. Mas como tudo têm uma razão, eu passei a "dar um novo olhar" para ela. Isso foi outro ponto que me fez ficar fissurado com a fic e rushar ela. Eu simplesmente passei a ver os personagens de uma forma mais profunda (Menos a Marinette, essa eu já sabia que dava indícios de Tsunderismo, fora a obsessão dela pelo Adrien então você só fez enxergar aquilo que estava na minha frente) por exemplo o próprio Adrien. Por ser uma animação infantil, muitos deixam passar que o que o Adrien REALMENTE sente é esse sufoco e essa infelicidade com a própria vida que chegou ao ponto de ele tentar cometer suicídio. Na animação não é possível perceber essa depressão pois ela é bem implícita, focando mais nas lutas e na relação da LadyBug e do Chat Noir do que nos dois como Marinette e Adrien ( Sendo que a Marinette é mais desenvolvida por ser a personagem principal da série, e o Adrien ser tratado como um personagem complementar, embora seja o segundo principal). Nunca nem cogitei nessa ideia, já que ele sempre demonstrou ser alguém com o psicológico forte capaz de aguentar a morte da mãe e ainda demonstra ser uma pessoa "carinhosa", assim como o pai dele queria. Eu só não entendi porque a Emilie nunca fpi contra esse isolamento enquanto viva, isso na série. Mas karalho, quem diria que passou dois anos desde o primeiro episódio até o último da terceira temporada (Fui perceber isso só agora, como que ela não mudou muito ?). E olha que o tio Thomas disse que as próximas duas temporadas seriam as mais "chocantes" por assim dizer. Enfim, quem diria que tudo isso estava implícito nas entrelinhas. Chloe sendo louca por atenção por não a receber de usa mãe e seu pai não saber demonstrar afeto sem ser material, Lila sendo provavelmente pobre e usando de suas mentiras para poder se encaixar melhor, Adrien sofrendo de depressão (e de obsessão compulsiva nada saudável) e a Marinette sendo uma Yandere ( não é muito uma surpresa) e tendo uma obsessão mais anornal do que até mesmo o de uma Yandere EXTREMA ( Junte a Yuno e a Monika de Doki Doki. Não dá nem 10% da Marinette). Tudo isso só percebi aqui. Além do fato de os Kwamis embora sejam velhos para um caramba e provavelmente possuidores de sabedorias além da compreensão humana, ainda se demonstram inocentes e até mesmo confusos sobre tudo que têm relação com os humanos e suas interações (Ainda bem que eles não conhecem o resto do mundo. Qualquer dia desses os Kwamis deveria receber uma aula de história sobre o comportamento humano na sociedade de acordo com a época e a localidade).

Sexto, eu fiquei até mesmo pensando em como EU reagiria se soubesse que o meu melhor amigo é um Super Herói e cheguei a seguinte conclusão... Eu agiria de uma maneira tão normal que ia ser tão anormal que eu mesmo ia me achar anormal e reagoria de uma forma normal. Ou seja, eu falaria: "Ah... Legal. Que foda cara..." e só depois de uns dez minutos de conversa que eu ia surtar de verdade. É... comecei a pensar porquê o pessoal ainda se surpreendia...

Sexto, CADÊ O "DUUDE" DO NINO ?!?!?!? E O "HEY GIRL" DA ALYA ?!?!?!?

Sétimo, agora eu pensei na Bridgette como sendo a prima do Marinette. Imagina que loko.

Oitavo, e voltando a ser sério. A forma como você os humanizou até mesmo me assustou, mas depois de uma rápida reflexão e análise do ambiente existente eu cheguei a conclusão de que as personalidades, pensamento, atos e sentimentos são completamente de acordo com o ambiente e situação que foi imposto aos personagens, tanto na série original como na fanfic. Eu até mesmo imagino algumas coisas daqui sendo possíveis serem canônico, como ppr exemplo a parte da depressão do Adrien, ou os verdadeiros motivos das mentiras da Lila. Após ver essa lógica nos fatos e nas ações foca até difícil olhar a série sem ter esses tipos de pensamentos. Mas como eu já havia dito antes, é um desenho infantil então... Não vai ser levado muito a sério esses temas, não pelo menos como seria em Super Shock por exemplo. Mas eu gosto de ver os olhares profundos de algo que aparenta ser oitra coisa completamente diferente. Isso é uma coisa que eu acho legal nas fanfics.

Nono comentário, eta. E ainda me pergunto como a Bunnix não veio dar um mata leão na Marinette... e me pergunto porque o universo não colapsou ao ter ter dois seres idênticos de linhas do tempo diferentes se tocando, afinal de contas, não é possível o mesmo ser se tocar e não ser o próprio corpo que ele está tocando (uma das regras de viagem do tempo, nunca se toque pois ou acaba com a sua linha temporal, ou ela fica bagunçada, ou ela fica imprevisível e o futuro da pessoa do futuro não é mais o certo já que há a possibilidade de ele mudar para qualquer outro, ou os dois serem se unem em um só ou um se sobrepõe ao outro o que foi o caso da Marinette só que sem se tocar por causa do Miraculous da Serpente e o do Plagg só que se tocando, ou ele cria outra linha do tempo que permanece paralela a original onde na linha onde o Adrien Morre ela continua existindo e passando o tempob só que sem a Marinette e o Plagg pois ambos assumiram as vidas de seus eus da outra linha do tempo a que o Adrien não morre. Ufa, viagem no tempo é complicada né)

E por fim décimo, eu realmente espero uma cena Yandere vindo de um dos dois. Não sei porque mas passei a imaginar a Ladybug com uma faca na mão e um sorriso psicótico... Culpa dessa obsessão desses dois.

Enfim, é isso por enquanto. Espero que tenha gostado do meu comentário dando a minha opinião, pois essa fic relmente mudou a minha antiga opinião.

JAA NEE DYRY-SAN E MONNA-SAN !!!!