História É você que eu amo (Vkook) - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 81
Palavras 1.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo pq vcs merecem..... amo vcs...



Boa leituraaaaaaaa

Capítulo 34 - Quente...


Fanfic / Fanfiction É você que eu amo (Vkook) - Capítulo 34 - Quente...

POV. TAEHYUNG. 

Era quase três horas da manha quando o último amigo de taeko foi embora, fiquei aliviado, mas lembrei que teria de conversar com taeko e jimin. 

Estava morto, não tinha forças o suficiente para conversar com eles, foi muita novidade para mim. 

POV. TAEKO. 

Estava no quarto, junto com jimin, esperando meus appas virem conversar comigo. 

Eu não sabia que jimin conhecia eles e muito menos jimin, eles nunca mais  se falaram, quando meus appad vieram para Busan eu tinha acabado de sair do orfanato. 

taeko, você vai terminar comigo? — jimin se aproximou, olhando fixamente dentro dos meus olhos. 

jimin, eles vão entender, eu te amo, não me imagino sem você, eu sempre tive medo de assumir a minha sexualidade, mas não tenho mais, ficar com você me faz bem, as vezes tenho vontade de sair pulando e gritando "eu te amo park jimin" — sem quere deixei uma lágrima cair e ao mesmo tempo ria fraco. 

eu também te amo taeko. — ele me abraçou, me sentia tão confortado em seus braços. 

eu amo meus appas, amo de mais, mas se for para fugir com você, eu fujo, não penso duas vezes. — jimin se afastou um pouco para beijar minha boca, estava um pouco salgado por conta das lagrimas, mas do mesmo geito ainda dava para sentir seu gosto de morango. 

é você que eu amo taeko.

POV. TAEHYUNG. 

Estava subindo para tomar banho, quando passo pela frente do quarto de taeko, a porta estava fechada, mas deu para  ouvir sua declaração e o mais incrível, é que eu não estou horrorizado com essa história, jimin era um garoto bom e alguns anos mais novo que eu e kook. 

Sera que dou uma chance para ele? Sera que ele não vai fazer mal para meu filho? Sera que ele é um genro ruin? São tantos sera. 

Teria que falar com kook. 

Entrei no quarto, mas kook não estava, ouvi o chuveiro ser ligado, tranquei a porta de meu quarto, tirei minha roupa, ficando completamente nu, ja faz um bom tempo que não fazemos sexo. 

Abri a porta e percebi que estava tocando uma musica linda. 

(Vcs escolhem a musica) 

Abri o box e logo adentrei, ficando completamente colado ao corpo do homem que tanto amava. 

você quer me deixar duro tae? — ele esfregou sua bunda em meu membro. 

hoje quero que você me chame de daddy. — kook sorriu, forçando sua bunda contra meu membro ja desperto. 

quero que você me foda dady. 

Meus dedos ja estavam molhados por conta do chuveiro, então foi bem mais facio. 

Penetrei meu dedo indicador em sua entarada, kook gemeu manhoso e pedindo por mais, penetrei meu segindo dedo tirando gemidos altos do moreno, kook começou a rebolar em meu dedo, quando penetrei o terceiro, sua entrada engoliu meus três dedos, fazendo meu membro pulsar. 

Kook ja estava bem preparado, retirei meus dedos, penetrando lentamente meu pau no cu dele. 

HAAAAAA, DADDY, ME FODE MAIS. — concerteza nosso filho e jimin tinham escurado. 

Mas não liguei, começando a acelerar os ritimos, meu pênis entrava e saia de seu buraquinho rapidamente. 

As estocadas ficaram mais fundas, fazendo kook gritar por mais prazer. 

Estava quase gozando, então comecei a masturba-lo. 

Não demorou muito e nós dois gozamos que nem condenados. 

POV. TAEKO. 

Estava deitado no peito de jimin esperando meus appas aprecer a qualquer momento. 

Mas ouvi minha omma gemer daddy me fode mais. 

Eu e jimin começamos a rir que nem duas hienas, a risada dele era tão gostosa, ele era lindo de qualquer formar, ate rindo que nem um tongo. 

Não percebi que estava lhe encarando, jimin parou de rir e ficamos um olhando para o outro. 

por que....... — interronpi jimin com um beijo. 

Começamos a nos beijar, paramos por falta de ar, foi até melhor, pois levantei para trancar a porta. 

Parei na beirada da cama e encarei jimin, começando a fazer um strip-tease para ele. 

Jimin se encostou na cabeceira da cama, começando a tirar as proprias roupas. 

Assim que terminei meu strip-tease, jimin foi ate a beirada da cama, me puxando pela cintura e me fazendo cair na cama, começamos arir, jimin subiu em cima de mim ainda rindo. 

Estavamos completamente nus, jimin pegou o lubrificante que estava na comoda, abrindo e passado uma quantidade necessária em seu dedo. 

Assim que ja estava totalmente lambuzado, jimin começou a penetrar seu dedo, lentamente, pois eu ainda era virgem. 

haaa jiminieeeeee, isso doi. — gemi baixo, pois meus pais não poderiam escutar. 

Jimin penetrou o segundo dedo que doeu tanto quanto o primeiro parecia que estava rasgando minha entradinha virgem. 

Mas o terceiro foi o pior e o mais doloroso, minha alma saiu e voltou para meu corpo. O dor do caralho. 

Quando ja havia me acostumado, jimin tirou seus dedos, não tive coragem de abrir meus olhos pois estava em uma posição constrangedora. 

Deitado de barriga para cima com as pernas arreganhadas, deixando bem a mostra o meu cuzinho rosado. 

Gemi quando senti algo quente e molhado encoatar no meu cu. 

Dei uma olhado e jimin estava lambendo minha entrada. 

Gemi pedindo por mais, mas jimin começou a penetrar seu pênis em meu cu. 

Doeu pra porra, o penis dele era grosso e grande. 

Não soltava nenhum gemido, com medo de meus appas escutarem, mas me contorcia muito, era muito prazer. 

Jimin estocava forte, estava segurando meus gemigos e rebolando em seu membro. 

haaaa isso é tão bommmmm 

Gemi baixo no ouvido dele. 

Estava sendo estocado rapidamente ate jimin acertar meu ponto fraco, deixando um gemido alto ecoar pelo quarto. 

Jimin me estocou mais algumas vezes, ate se desmanchar dentro de mim. 

Como eu ainda não tinha gozando, jimin começou a me chupar, enfiou a o quanto pode de meu pau na boca e com  o resto me masturbava. 

Não demorei muito e me desmanchei em sua boca. 

Jimin limpou tudo com a lingua engolindo cada gota do meu gozo. 

 deitou em cima de mim, todo suado. 

te amo park jimin. 

te amo kim taeko. 




Notas Finais


Dois em um dia só..... estou de parabéns...... to amando escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...