História Easier - redhead - Capítulo 47


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Lúcifer, Mary Winchester, Personagens Originais, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Rowena Rowena Macleod
Visualizações 29
Palavras 1.603
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Misticismo, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal esse capítulo tem cenas de estupros e violências se alguém não gosta desse tipo de história recomendo que não leiam esse cap... mas pra quem acompanha tá aqui.

ME PERDOEM POR LÚCIFER SER TÃO DESGRAÇADO.

Boa leituraaaa

Capítulo 47 - Submissa 2


Fanfic / Fanfiction Easier - redhead - Capítulo 47 - Submissa 2

 

-Não! Não faz nada com ela. - Rowena respondeu com a voz embargada. 

 

 

Xxxxxxx

 

 

-Então tira a roupa. Agora! - ele disse olhando para ela. 

 

-Não temos que fazer isso. - ela disse.

 

Lúcifer saiu de perto da Lilith e caminhou até Rowena.

 

-Pega essa menina no seu colo e vamos dar um passeio! - ele disse desdém.

 

-Menina? - ela olhou assustada. -Me enganou não é? 

 

-Que dramática! - ele fez careta. -Nunca quis ter filhos, e essa menina só me atrapalhou, eu criei ela para te matar. - ele disse rindo.

 

Rowena ficou sem reação observou ele por alguns minutos intacta.

 

-Pega ela logo ou eu irei pegar ela pelos cabelos ruivos. - ele disse apertando o rosto de Rowena.

 

-Não! Não vou passear com você. -a Rowena tentou se mostrar mandona.

 

-Ah não vai é? - ele riu, tirando uma lança do casaco e caminhando até a garota.

 

Rowena correu e pegou Lilith no colo.

 

-Pronto! - ela disse brava.

 

Lúcifer levou elas para um cativeiro abandonado em uma escola abandonada no interior de Kansas, havia um quarto que tinha uma cama velha e alguns móveis estragados. 

 

Lúcifer empurrou Rowena para entrar no quarto, ainda com Lilith em seus braços dormindo.

 

-Coloca a garota ali. - Lúcifer disse apontando para a cama.

 

De mal gosto, Rowena obedeceu.

 

-Você vai continuar com essa história em voltar pro lindo casamento e pro lindo maridinho? - ele disse sentando em uma poltrona velha. 

 

-Claro que sim. Eu amo seu pai! - ela disse. 

 

-Se não me obedecer já sabe que tem castigos né ruiva? - ele sorriu maliciosamente.

 

-E se não pagar essa coisa feia paga! - ele disse rindo da própria filha.

 

-Não, machuca ela. - Rowena disse firme.

 

-Tive uma ideia! - ele disse em pé.

 

-Podíamos ligar para Chuck e convidar ele para assistir às nossas cenas de amor, o que achas? - ele disse pegando um telefone móvel em uma mochila. 

 

Rowena pegou o celular da mão dele e jogou contra a parede fazendo-o cair em pedaços. 

 

-Não tenho mais tempo pra ficar de brincadeirinha não! - ele disse irritado. - Quando eu quero uma coisa.. - Lúcifer observava Rowena. - eu consigo nem que eu tenha que matar ou esfolar, tá bom ruivinha? - ele riu. 

 

 

 

 

Rowena não estava acreditando que ela estava nas mãos de Lúcifer mais uma vez e o pior era que a Lili também estava ali, o medo estava presente em todo o seu ser, ela queria fugir dali, correr o mais longe possível.. mas não tinha como escapar e se escapasse seria pior. 

 

-Você está nervoso Lúcifer. Mas olhe pra mim? Estou aqui! - Rowena disse tentando melhorar a situação. 

 

-Me diz o que quer? - ela disse.

 

-Ah, eu quero tanta coisa ruiva. 

 

-Me dá o seu valor que eu faço o que eu puder pra conseguir pra você.

 

-Tira a roupa. - ele exclamou.

 

-Como assim? - ela olhou confusa. 

 

-Não entendeu? Tire a roupa! - ele diss calmo.

 

-Você tá muito séria e parada ruiva, tire vai. - ele sorriu. 

 

-Mas tire devagarinho, delicadamente. Vai. - ele piscou para ela. 

 

-Vamos.

 

Rowena olhou com um ódio para ele e viu ele olhando para Lilith na cama e ela pensou “se eu não obedecer a minha menina paga por isso” e ela sem duvidas sabia que ele faria algo para machucá-la. 

 

-Faz um strep tease para mim vai ruiva. - ele olhou maliciosamente.

 

 

 

Rowena foi abaixando as alças da blusa que ela estava deixando apenas a lingerie do peito à mostra.

 

Lúcifer começou com os insultos.

 

-Feito uma quenga, vai tira pra mim. - ele sorriu.

 

Ela tirou a saia longa deixando cair no chão e expor sua calcinha de renda.

 

-Faz bonito do jeito que fizemos dias atrás. - ele sorria mostrando os dentes. 

 

Ele chamou por ela que caminhou até ele. Que deu uma bofetada na nádega direita dela deixando a marca dos dedos vermelhos na poupa da nádega. 

 

-Nossa brincadeira tá só começando. - ele disse se levantando e tirando sua roupa. 

 

Puxou Rowena pela mão e a jogou na cama ao lado de Lilith que dormia. 

 

-Perto dela não Lúcifer. - ela disse chorando.

 

-Quero você relaxada, tá muito tensa. - ele riu.

 

-Pare com isso, Lili é uma criança de dois anos e não precisa ver isso. -Rowena insistiu.

 

-Você tá com medo? Tá com medinho é? - ele observou ela. -Devia ter pensado nisso antes não é? 

 

-Eu me deixei levar por uma aventura. - ela disse calma.

 

-Aventura é? - ele mordeu a orelha dela. 

 

Subindo por cima dela e virando bruscamente ela de bruços para ele.

 

Ele ficou de joelhos na cama e puxou o cabelo dela com força levando o pescoço dela ao dele. Beijava o rosto e o pescoço sem soltar dos cabelos. Empurrou ela de costas na cama bruscamente, beijou as costas dela e puxou os fechos do sutiã na parte de trás  fazendo rasgar na mão dele, deixando os seios dela no colchão. Incisou a pele dele na dela mordendo a orelha e o pescoço. Beijando ela a força e rasgando sua calcinha na mão também e penetrando com força dentro dela e rápido. 

 

 

Rowena chorava pedindo para ele sair de cima dela e ir embora. Ela pedia repetidamente varias vezes por isso, mas Lúcifer machucou ela. Ele sentia prazer em transar com ela a força. E ela sentia muita dor por não ter se acostumado com as penetrações e com a força brusca que ele fazia e a única opção era torcer para que acabasse logo.

 

Se agarrou ao lençol, enquanto entre suas pernas sangrava. Mesmo assim Lúcifer não parou, sentiu mais necessidade em machucá-la e assim ele fez.  

 

 

Lili estava despertando quando viu a mãe chorando e com as coxas e barriga tudo suja de sangue entrou em desespero por ver Lúcifer em cima dela. 

 

 

-Mãe? - ela disse baixinho apertando a mão de Rowena que estava agarrada ao lençol. -Você tá sangrando. 

 

-Lúcifer para, por favor. - ela gritava e ele não dava ouvidos e assim começou as estocadas mais fortes fazendo o corpo de Rowena contrair e sangrar mais. 

 

-Filha fecha os olhos por favor. - Rowena pediu apertando a mão da garota. 

 

Lili ficou com tamanha raiva de ver que seu pai continuou estuprando a mãe mesmo sangrando e chorando, ela fechou os olhos e sem dizer nada criou uma força jogando Lúcifer longe.

 

O lençol que estava na cama já estava sujo e sujou mais quando Rowena começou a sangrar.

 

 

-Ah menina infeliz. - ele disse vindo com raiva e jogando um poder para que Rowena não se mexesse.

 

Ele bofeteou o rosto de Lilith e arrancou a calça de moletom que ela estava. 

 

 

-Agora você paga! - ele disse com raiva.

 

-Eu te odeio. - Lili gritou com ele. 

 

-Não faz isso! -Rowena disse. 

 

Ele não deu ouvidos e pegou Eliseu membro forçando para dentro da intimidade pequena da garota, que gritou de dor e começou a chorar. 

 

Ela só conseguia dizer “mãe” enquanto chorava e apertava os braços de Lúcifer para ele parar. 

 

Xxxxxxxxx

 

Brianna, Dean, Sam e Chuck tomavam café na biblioteca lendo jornais e jogando conversas fora. 

 

Chuck se sentiu mal, e levantou com tontura ficando em pé. 

 

-Pai? - Brianna disse indo em direção a ele. 

 

Antes antes que pudesse responder seus olhos ficaram brancos emitindo uma luz branca sobre ele.

Durou uns 15 segundos, todos se afastaram de Chuck.

 

Ele voltou ao normal se apoiando ao pilar da biblioteca. 

 

-Rowena. - ele disse vendo ela toda suja e Lúcifer estuprando Lili e ela. 

 

-O que tem a mãe? - Brianna questionou.

 

-Vou precisar de vocês rapazes. Venham! - ele disse chamando por dean e Sam. -Filha fica aqui!

 

Antes que pudesse responder houve um clarão e Brianna correu e tocou em dean sumindo e aparecendo na escola.

 

Eles ouviram gritos e choros e caminharam até o quarto. 

 

 

 

Xxxxxxxx

 

 

Rowena estava sem se mexer e sem forças para levantar da cama.

 

 

-Ahhhh... - Lúcifer gemia entre os gritos de Brianna. -Você é apertadinha filha. 

 

Rowena  chorava, queria poder fazer algo para Lúcifer parar de machucar a filha que gritava. 

 

-Ah eu vou gozar..-Ele gritava de tesao.

 

-Por favor.. -Lilith pedia entre seus choros, a garota não tinha mais forças para gritar, estava apenas chorando e tentando empurrar ele para longe dela. 

 

Chuck apareceu jogando Lúcifer longe. 

 

Ele esgoelou Lúcifer e dean o ajudava. 

 

Brianna ficou intacta na porta sem se mover vendo a cena da mãe na cama e a irmã em cima de um móvel estragado toda machucada. 

 

Sam pegou Lilith no colo que estava muito assustada, ele colocou a calça na garota e abraçou ela, que tremia de dor e chorava. 

 

Brianna correu até Rowena e colocou a mão sobre a testa dela que estava gelada.

 

-Mae? - Brianna chamou.

 

-Pega sua irmã! - ela dizia sem forças.

 

-Sam está cuidando dela. - Brianna disse. 

 

Ela pegou as roupas do chão e ajudou Rowena se vestir. 

 

 

Chuck e Dean lutou bravamente com Lúcifer.

 

-Desgraçado. -dean batia nele com raiva. -Você estuprou uma criança!

 

-Sai daqui dean! -Chuck disse o empurrando longe.

 

Lúcifer foi golpeado varias vezes, seu rosto estava todo machucado e escorria sangue do seu nariz.

 

Chuck tirou uma lança da manga da sua jaqueta e enfiou entre o peito de Lúcifer, fazendo o cair no chão e suas assas se formaram em preto em volta do seu corpo.

 

 

Chuck correu deixando o ali e correu até Rowena, abraçando ela é apertando ela contra o corpo dele. 

 

-Me leva pra casa! - ela disse baixinho.


Notas Finais


O que acharam? Peguei muito pesado?
Prometo ser mais calma nos próximos caps


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...