História Echo - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags ~chae-rin, Bts, Music, Yoonmin
Visualizações 58
Palavras 2.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal
tudo bem?

Quero agradecer os favoritos do primeiro capítulo. Sejam bem vindos!

No capítulo anterior o Jimin levou um susto com esse beijo repentino do DJ, certo? E agora como ele vai reagir? Ou como o Yoongi irá reagir? hehe

Vamos descobrir

boa leitura ~~

Capítulo 2 - Amigos


Fanfic / Fanfiction Echo - Capítulo 2 - Amigos

 

Quando a semana começa mais aulas se têm e mais matéria para estudar. Jimin fez questão de ir cedo para o colégio e mais cedo que o normal, somente para falar com Yoongi. Isso mesmo!

Havia decidido não correr da situação que havia vivido e sim enfrenta-la. Isso acarretava em enfrentar Yoongi, afinal.

Quando o rapaz chegou, percebeu o quanto ele estava diferente na boate. Antes, sem óculos de grau, cabelos bem arrumados e roupas descoladas. Agora, cabelos bagunçados do sono, óculos de grau, uniforme do colégio vestido de forma despojada e como sempre, com um fone de ouvido em volta de seu pescoço.

Como a sala estava praticamente vazia parou em frente a mesa do rapaz e o fitou de forma séria.

— Precisamos conversar!

 

❂♔❀

 

Simples palavras ditas levaram Min Yoongi e Park Jimin até os corredores que levavam até o telhado do colégio. Lá era bem vazio, então, era o lugar perfeito para Park tirar suas dúvidas. Primeiramente, tudo estava o incomodando, o fato de Yoongi ser um DJ, ter vinte e um anos, ter o beijado e no momento estar agindo como se nada disso tivesse acontecido.

— Ei, porque fez aquilo? — logo perguntou.

 — Aquilo o que? — perguntou confuso.

— Você sabe! Porque me beijou? — o outro arregalou os olhos.

— Te beijei? Está louco? — falou nervoso.

— Sim, me beijou e ainda falou umas palavras em inglês que não entendi nada! Ok? — Yoongi de repente, ficou sério.

— Por favor, esqueça isso. Eu me lembro de tudo antes de beber aquele drink, mas, depois, não consigo me lembrar. Eu sou péssimo com bebidas. — Jimin o fitou surpreso.

— Então porque bebeu o meu drink? — rebateu dando ênfase.

— Porque não tem idade para beber, ué. — o outro revirou os olhos.

— Como você tem vinte e um anos e está no colégio? Repetiu de ano? — o outro riu e negou.

— Fui estudar em outro país, então quando voltei tive de começar de onde parei. — explicou vendo o outro fita-lo pensativo — Alguma outra pergunta? Se não, irei para a sala.

— Porque você estava naquela festa? Quer dizer, como você é um DJ? — Jimin perguntou vendo o outro ponderar sobre o assunto.

— Bem, eu amo música. E quando eu fui estudar fora estudei um pouco sobre, RM é meu mentor, então me ensinou o que eu sei e eu agora faço isso em meu tempo livre, ser um DJ. — falou vendo o outro fita-lo com uma grande admiração. Mas, sua expressão era como sempre de uma pessoa desinteressada em tudo ao seu redor, diferentemente de como estava quando se apresentou no sábado — É isso.

— Uou. Então é isso. — Jimin ficou pensando consigo mesmo o quanto o outro era legal e sortudo por ser aluno de RM.

— Se é só isso... Irei para a sala. Foi mal pelos problemas de ontem, não queria te deixar beber e acabei... Deixando-te uma memória ruim. Esqueça o beijo que eu também esquecerei e tudo ficará bem ok? Tenho certeza de que não gostou, então pode me odiar se quiser. — sem mais, Yoongi desceu as escadas, deixando o outro para trás.

Jimin ficou por ali com uma sensação de que não deveriam parar de falar assim tão rápido. Parecia que as coisas ainda não tinham sido resolvidas em sua mente.

Porém, por enquanto, iria fazer o que Yoongi disse: esquecer o que aconteceu.

Ou pelo menos tentar.

 

❂♔❀

 

 

Por mais que Jimin tentasse, não estava dando certo esquecer o que viveu naquele sábado em especial. Isso porque havia se lembrado de que o rapaz Jin havia dito que teria uma camisa autografada para si por ajuda-lo. Mas, tinha medo de ir e acabar sendo flagrado: um adolescente passando por um adulto na festa.

Além disso, não conseguia parar de pensar que o rapaz recluso de sua sala de aula tinha o gosto musical tão parecido com o seu. Nem seus melhores amigos tinham o mesmo gosto! Yoongi era como o amigo que sempre sonhou ter somente para conversar sobre música.

E o pior, sempre se lembrava de como os lábios do rapaz eram macios talvez mais quentes e desenhados de modo que combinava com os seus perfeitos. Mais do que das garotas que costumava ficar, todas com lábios finos e bocas com gosto de batom.

Era frustrante ficar pensando que não havia odiado o beijo e que não conseguia pensar no que aconteceu como uma experiência traumática a ponto de odiar Yoongi, porque não era.

Na verdade, Jimin queria sua amizade.

Foi por essa razão que na tarde de quarta-feira, quando as aulas se encerraram, Jimin ignorou as mensagens de seus amigos convidando-o para ir ao karaokê com algumas garotas e esperou Yoongi voltar a sala de aula vazia para pegar os materiais, já que o mesmo havia ido ao banheiro. Havia percebido isso depois de observá-lo pelo dia inteiro.

De repente, não era somente Yoongi quem o encarava mais. Jimin também o fazia e as vezes os dois se assustavam quando encaravam um ao outro ao mesmo tempo.

Ao voltar para a sala, Yoongi fez uma careta ao ver o rapaz por ali, sentado sobre sua mesa. Aproximou-se pegando seus materiais e tentando ignorá-lo, mas, não conseguiu.

— O que quer?

— Porque você é tão frio comigo? Não me tratou assim na festa. — comentou vendo o outro resmungar algo inaudível.

— Tem algo para falar comigo? — Jimin assentiu e desceu da mesa ficando em frente a ele.

— Por favor, seja meu amigo!

Yoongi esperava qualquer coisa menos escutar um pedido desses. Ficou o fitando por longos segundos, chegou a ajeitar os óculos e quase quis cutucar os ouvidos para testar se tinha escutado isso de verdade ou estava ficando surdo por causa de ouvir música alta com fones de ouvido e entendeu tudo errado no final.

— Como assim amigos?

— Eu quero ser seu amigo, Yoongi. Vim esperando por uma pessoa como você para ser meu amigo há tempos. Eu pensei e pensei e não posso deixar essa oportunidade passar. Mesmo que tenha dito para esquecer o que aconteceu, eu não irei, afinal, nos falamos pela primeira vez assim! Seja meu amigo! — disse animado.

— Esperou por uma pessoa como eu? Mas, como assim?

— Música. Você e eu amamos música! Temos os mesmos gostos, então como nossa amizade pode dar errado? Não irá.  — explicou vendo o outro o fitar ainda confuso. Para tentar convencê-lo, tocou nas mãos alheias e o fitou com um olhar pidão. — Vai ser meu amigo?

Depois de muito pensar, Yoongi respondeu:

— Se você tanto quer, eu posso conversar com você sobre música quando quiser. Mas, sobre ser todo amigo andando com você pelos lados, eu passo. — Jimin fez careta.

— Por quê? — perguntou.

— Não sei se percebeu, mas, eu não gosto de atenções desnecessárias. E você sempre chama atenção.  Então, vamos fazer o seguinte: quando quiser falar sobre música, me chame. Te passarei meu número de celular. Mas, não andaremos juntos pelo colégio, entendeu? — Jimin ponderou e pensou que deveria aceitar.

— Tudo bem. — em sua mente, poderia mudar isso depois. E iria tentar.

Contente por conseguir um novo amigo e o telefone de Yoongi, Jimin tratou de fazer o primeiro convite:

— Já que agora somos amigos... Será que pode me acompanhar a aquela boate para pegar minha camiseta autografada com o cara chamado Jin? — Jimin perguntou com mais um olhar pidão e Yoongi suspirou deveras irritado.

— Eu estou ocupado. — pegou sua mochila e jogou nas costas começando a andar logo depois, mas, Jimin o seguiu.

— Mas, vai ser rápido! O que você tem para fazer? Pode deixar para depois? — Yoongi ponderou e então, concordou.

— Está bem, podemos ir hoje. Mas espero que não demore muito. — Jimin praticamente deu um pulo animado e correu pegar sua mochila para acompanhar o rapaz que já estava andando a sua frente.

Saíram do colégio e foram direto para o ponto de ônibus em frente ao colégio, afinal, a boate estava longe e não iriam gastar dinheiro com táxi ou uber. Os dois se sentaram ao ponto de ônibus e ficaram em silêncio.

Ambos nunca foram muito fãs do silêncio, então estavam começando a ficar incomodados. Mas era que não sabiam como iniciar algum assunto. Yoongi então pegou o fone de ouvido de sua mochila e o conectou pelo sinal bluetooth, dando play em uma música qualquer.

Logo que colocou em seus ouvidos, sentiu o cutucar do outro em seu braço. Fez careta e tirou o fone. Antes que pudesse falar alguma coisa, o ônibus chegou. Os dois perguntaram informação para o motorista e assim, entraram no ônibus. Conseguiram lugar no final, em um dos últimos lugares.

Dessa vez, Jimin começou a falar sem vergonha alguma:

— Ei, o que tanto escuta nesse fone de ouvido? — perguntou vendo Yoongi tirar a cabeça do vidro da janela do ônibus e fita-lo.

— Música, oras. — respondeu simplório.

— É claro que é, mas, que tipo? — perguntou curioso.

— Todo tipo. Por exemplo, agora... — pegou o fone de seu pescoço e levou em direção a cabeça alheia, encaixando nos ouvidos de Jimin. Ajeitou na cabeça alheia, vendo o rapaz ficar o observando fixamente e depois, afastou as mãos para dar play na música em seu celular. — É uma calma que eu gosto.

— Hmm. — Jimin murmurou enquanto escutava a música. Era uma de suas favoritas quando queria sentir-se calmo e por conhecê-la, ficou contente. Realmente Yoongi tinha o mesmo gosto musical que ele.

— É isso. — Yoongi concluiu, quando Jimin tirou o fone de seus ouvidos e entregou ao outro.

— Eu conheço essa música, é uma das minhas favoritas. — comentou vendo o outro sorrir contente.

— Você a conhece? — perguntou surpreso, mas, logo depois colocou outra música para tocar e entregou o fone para o rapaz colocar — E essa? — Jimin começou a escutá-la até que a reconheceu.

— Claro. Adoro essa música. Eu não sabia que curtia Eric Nam! — falou surpreso.

— De músicas coreanas, recentemente comecei a gostar de seu estilo. — explicou quando  o outro tirou os fones do ouvido.

— Viu? Quando disse que deveríamos ser amigos era por isso. Aposto que não tem muitas pessoas com quem conversar sobre suas músicas preferidas. — Yoongi deu de ombros.

— Eu não tenho muitos amigos, afinal. — respondeu vendo o outro revirar os olhos.

— Mas, isso agora mudou. Eu sou seu amigo! — para completar, passou o braço sobre os ombros alheios apertando Yoongi contra seu corpo. Era algo que estava acostumado a fazer com seus amigos, mas, com o rapaz ao seu lado lhe trazia uma estranha sensação em seu estômago.

Yoongi nada respondeu. Pareceu incomodado com o contato por causa de suas caretas, mas, resolveu fitar o movimento das pessoas pela janela do ônibus logo depois. Assim, Jimin se afastou, mas, ficou a observar o rapaz ao seu lado e percebeu que a orelha do mesmo estava tão vermelha que parecia uma pimenta.

Riu consigo mesmo e depois se focou no caminho que deveriam tomar para chegar a boate.

 

❂♔❀

 

 

Yoongi conhecia o lugar como a palma de sua mão, então, ao invés de entrar pela frente, procurou as portas dos fundos da boate. Com Jimin, seguiu para a sala onde o gerente da boate, Jin, ficava.

Ao bater na porta, surpreendeu-se quando a abriu e viu o rapaz pegando do chão um monte de papeis que provavelmente havia caído. Aproximou-se e começou a ajuda-lo, bem como Jimin fez o mesmo e assim, Jin agradeceu.

— Desculpem pela bagunça. — explicou pegando os papeis e colocando-os sobre a própria mesa. — Oi Yoongi, como você está?

— Bem, hyung. E você? — o outro concordou e logo fitou Jimin reconhecendo-o.

— Oh, você é aquele rapaz que levou Yoongi para casa! Eu estou com sua camiseta! — Jin caminhou até sua mesa e então abriu uma das gavetas, tirando de lá a camiseta envolta em um saco plástico. — Aqui está. — entregou ao rapaz, quem sorriu contente abrindo o saco plástico e vendo o autografo de seu DJ favorito.

— Obrigado! — disse agradecido.

— Bem, eu que fico agradecido, afinal cuidou de Yoongi. — falou vendo o moreno o fitar de forma curiosa — Depois de você beber algo alcoólico mesmo sabendo que não pode, pedi para ele cuidar de você já que ele é seu colega de sala e bem, o presentearia com uma camiseta autografada do RM.

— Isso mesmo. — Jimin concordou ainda contente por causa da camiseta enquanto Yoongi fazia certas caretas para Jin, obviamente que reprovando a ideia do outro porque estava em uma situação complicada agora.

Nunca foi seu plano voltar para Coreia do Sul, mas, por causa da morte de seu pai, teve que se mudar para a casa da mãe em Seul. Como planejava ter uma carreira como DJ, preferiu não fazer muitas amizades e focar em seu trabalho. Nunca foi de gostar de ficar entre as pessoas dessa maneira, mas, sua grande felicidade estava em ficar em cima de um palco, vivendo junto a música que tocava porque suas mãos permitiam.

— Bem, tem algo que posso fazer por vocês rapazes? — Jin perguntou e Jimin imaginou pedir diversas coisas como, por exemplo, encontrar-se com RM. Porém, Yoongi logo cortou seus pensamentos.

— Não precisamos de mais nada, na verdade, só viemos porque ele insistiu. — Yoongi falou vendo Jin observar os dois rapazes de maneira cuidadosa. Raramente via o DJ novato com amigos, então, ao saber que tinha pelo menos um, ficou contente.

Deixou com que os dois se despedissem para que os garotos voltassem ao ponto de ônibus mais próximo. Agora pegariam ônibus diferentes que iram os levar até suas casas.

— Ei, naquela noite... Eu te dei muito trabalho? — Yoongi perguntou vendo o outro cair na risada.

— Se me deu trabalho? É claro! Primeiro você bebeu meu drink, depois caiu em cima de mim totalmente desacordado. Você é pesado mesmo sendo magro sabia? — Yoongi riu baixinho, surpreendendo Jimin quem quase não o via dar risadas.  — Então você sabe rir, não é?

— Mas, é claro. Porque você está dizendo isso? Ainda sou um ser humano, eu acho. — comentou vendo o outro rir.

Jimin viu que seu ônibus estava se aproximando e entrou na fila. Havia algumas pessoas por ali.

— Agora é minha vez de ir. Obrigado pela companhia e... Estou contente de agora ser seu amigo, Yoongi. — Jimin sorriu e então entrou no ônibus.

Yoongi, por outro lado, iria esperar mais um pouco para ir para casa. Porém, ao ver o sorriso alheio, surpreendeu-se em como a energia alheia era contagiante. De repente, pegou-se rindo sozinho.

Por causa de Park Jimin sua vida não estava tão monótona, mas, ele não estava odiando isso afinal.

 


Notas Finais


Hm, será que essa amizade vai dar certo?


o que acharam do capítulo?

bjs de luz e até o próximo ♥*♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...