História Eclipse Perfeito - Capítulo 5


Escrita por: e manda369

Postado
Categorias Carmilla
Personagens Carmilla, Laura, Personagens Originais
Tags Elise Bauman, Natasha Negovanlis
Visualizações 12
Palavras 1.592
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural, Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Lobos existem?


Fanfic / Fanfiction Eclipse Perfeito - Capítulo 5 - Lobos existem?

  Pov Natasha

 

 

Quando reunia a família e amigos meu avô gostava de contar para nós muitas histórias quase todas envolviam lobos, apesar que na nossa cidade é normal os antigos comentavam que existia lobos, lobos enormes, falavam que os lobos tinham 1,60 de altura e quando comemoramos o dia da nossa cidade no dia 16 de maio muitos usam fantasia de lobos por causa dessas lendas.

Anos trás

- Na vida muitas pessoas ou até mesmo outros seres se transformam, também conhecido como metamorfose. – Disse meu avô e ele olhou direto para mim.

-Por exemplo a borboleta para ela fica linda e poder voar ela tem que deixar de ser a lagarta q muitas pessoas não gostam, mais se encanta com a sua forma de borboleta. Os lobisomens são pessoas que tiveram uma maldição e quando a lua cheia aparece no céu os humanos ser transformam e eles não tem noção que isso aconteceu, pois, o animal toma conta do seu copo. E tem o primo dele, a evolução ou como gosto de chamar, que é o lobo os humanos que se transforma em lobo são maiores que cachorros. Eles tem aproximadamente 1,60. A transformação ocorre aos18 anos de idade e a vantagem de ser da nossa linhagem, bom quer dizer a vantagem de ser lobo ele pode ir treinando para saber controlar seus poderes, ter mais força que um humano normal, audição, paladar, olfato apurados e uma velocidade de dar inveja. – Disse vovô.

-Nossa se isso fosse verdade seria muito legal. - Eu disse, imagina que legal seria ter todos esses poderes.

- Claro, aí quem sabe você e sua amiga de ciências não possam conversar, sem ninguém ver, e o chato do irmão dela que parece um cão de guarda não atrapalhar. – Minha amiga disse, sorri pensando em como seria bom se isso acontecesse.

- Nossa, minha amiga mau completou 12 anos e o cupido já te acertou. – Dei uns tapas nela por ficar tirando sarro da minha cara.

- Parem demonstrar carinho e deixa o vovô continuar- Falou meu irmão fazendo cara de bravo para a gente.

Ok... – falamos uníssonos

- Continuando, depois que os lobisomens colocarem medo em muitas pessoas, algumas bruxas conseguiram fazer uma magia para acabar com a maldição. - Meu avô contou essa última parte com voz meio de choro.

- Vô existe outras lendas que envolve lobo também? – Perguntei interessada no assunto.

– Sim, na mitologia nórdica fala de dois lobos que correm eternamente atrás do sol e da Lua. O que corre atrás do sol se chama skoll, e o que corre atrás da lua chama Hati. – Eu gostei muito dessa lenda.

- Olha que legal vô, eu tenho uma marca e nascença de um lobo. -

– Dizem também quem tiver a marca um dos lobos ganha parte do poder deles. - Sorri pensando na possibilidade de isso acontecer.

- Meninos vem almoçar que depois vão ganha bolo de chocolate. -

 

 (Anos depois no dia #Um dia antes do aniversário de Natasha)

 

 

Cheguei no colégio um pouco atrasada, estava no corredor pegando meu material mas sinto um cheiro que me atraiu, hoje eu estava me sentido muito estranha, me virei par começa a procura da onde vinha o cheiro só que tive uma ótima surpresa, dei de cara com a pessoa que estava sendo o motivo de eu ficar sonhado acordado, e também, de eu ter que toma banho gelado logo de manhã.

Me viro e vejo Elisa chegando perto de mim, um dos motivos era que ela tinha que ir para sala e o outro era que o armário dela era o quinto depois do meu. 

Vejo Elisa passando, e como fosse magica nossos olhares se encontraram, ficamos nos encarando, e eu queria ficar mais perto dela.

Como fosse uma voz de comando só que saiu um rosnado baixo, não percebi na hora, só vi ela se aproximando de mim e ficando muito perto.

Parei de olha nos olhos e encara aquela boca carnuda rosada, suculenta. E não resisti e a beijei, um beijo que eu estava esperando a muito tempo, e por motivos que eu não sei, nos últimos dias estava tendo uma coragem, estava mais confiante em mim mesma.

Do beijo que eu posso dizer? É maravilhoso, sem palavras tão viciante, eu queria mais, puxo ela para mais perto de mim, colando nossos corpos e parecia um quebra-cabeça se completando, ela é a peça que falta em mim.  

Paramos o nosso beijo, não demorou muito por falta de ar, e eu agradeci por estar no corredor onde quase não passava ninguém no momento.

-D... Desculpa eu não sei o que me deu  eu n...– não deixei ela termina e beijei ela de novo, não demorou e ela começou a corresponde à altura e nossas mãos começaram a conhecer o corpo (N/A: autora- a famosa mão boba , e outra vão pro quarto , Natasha esqueceu que você está na escola sua tarada.) Antes que eu acorde desse sonho eu tinha que fazer algo que estava com vontade a muito tempo, apertei aquela abundancia ou melhor dizendo apertei aquela bunda que era uma das partes que eu mais desejos, e escutei ele dando um gemido bem baixo, mais eu escutei, e só paramos de novo por causa de falta ar.

- Eii não precisa se desculpar de algo que eu queria. E quero mais, mas não é hora e local e eu estou cansada de viver só sendo sua colega que mal conversa com você, eu quero mais, e temos que conversar sobre isso. – Eu disse a ela olhando naqueles olhos lindos que me prendia. 

- Mas, não podemos, você sabe que meu pai não gosta do seu e me proíbe de falar com todos que envolva sua família, não sei o porquê, mais ele nunca deixou. – Ela disse com uma cara triste.

 – Eei – disse chamando sua atenção de forma carinhosa e passei a mão em seu rosto em forma de carinho e vi ela pegar a minha mão e dá um beijinho.

– Eu quero isso a muito tempo e você quer também? - Pergunto esperando que a resposta seja sim.

- É claro que quero, só que é complicado e fora que tem meu irmão que vive de guarda e se por acaso nos ver assim, ele ia bater em você e para nossa segurança temos que nos manter afastadas. (N/Aautora – para de ser frouxa, assim vai perder ela, - eu não tenho culpa se você gosta da história de Romeu e Julieta , e outra sou loba e por que eu senti que a Natasha me chamou como se fosse uma alfa , ela é lobo ? Ela é alfa ?  - calma menina se tá fazendo muitas perguntas e eu vou responder só uma porque tem muita história ainda , eu não gosto da história de Romeu e Julieta  e você é uma loba e vamos volta pra história )

-Ei Lise eu tenho uma ideia para gente ter um tempo, me dá uma chance eu estou cansada dessa briga, que não temos nada ver, me dá uma chance eu quero te conhecer mais, quero ficar do seu lado e claro te dar mais beijos por que eu já viciei no seu, eu tenho um convite a te fazer Lisa vem na minha festa de aniversário nesse sábado.

– É complicado ... Mas eu quero estar perto de você, eu vou ver ser consigo ir na sua festa de aniversário vou ver o que eu faço mas eu vou, mas agora eu tenho que ir pra sala antes que a condenadora passa e vê agente assim – Eu não consegui conter meu sorriso ao ouvir o que a Lise disse, ela me deu um selinho e saiu dos meus braços e com um lindo sorriso, enquanto eu estava processando o que acabou de acontecer mas acordei escutamos o sinal do colégio e vi que não era mais um dos meus sonhos.  Peguei meus materiais e os alunos aparecerem para pegar os materiais e sou acordada dos meus pensamentos com um tapa, e um papel na minha blusa quando volto para realidade os doidos varridos que chamo de meus amigos estavam tirando foto de mim e rindo igual as hienas do Rei leão. Dei um rosnado e olhei para eles querendo mata cada um deles.

- Vocês não têm medo da morte? – Perguntei fazendo minha melhor cara de psicopata.

- Não. – Disse meu irmão debochado.

- Cão que late não morde. – Meu amigo falou isso e me deixou mais irritada.

- E você não tem um caderno da morte minha pequena chihuahua.

- Pequeno é o que vocês têm no meio das pernas. – Comecei a correr atrás deles, eu estava quase pegando um deles ele estava indo para o lado onde não tinha saída,  só que quando eu já estava preparado o soco ele foi mais rápido e desviou abaixando e passando do meu lado quando vi estava muito próximo da parede pra não bate de frente coloquei meu pé na frente da parede e consegui ter impulso para pula e vira um mortal pra trás, isso não passou despercebido por meus amigos que estavam vendo, e eu fiquei assustada também por que eu nunca consegui fazer isso.

Só que pra manter a pose eu coloquei minha cara de que eu sou a fodona e fui pra sala de aula, mas só que por dentro eu estava assim.

‘’Caralho eu sou foda eu consegui vira mortal, e só estou com probleminha, porque eu ultimamente estou rosnando? Mas isso não vem ao caso.’’

 


Notas Finais


Aqui é uma das várias histórias sobre skoll e Hati , mas não vamos aprofundar na lenda e só pra vocês saberem da onde eu tirei os lobos
http://portal-dos-mitos.blogspot.com/2014/02/skoll-e-hati.html?m=1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...