1. Spirit Fanfics >
  2. Een kans in Amsterdam >
  3. 07

História Een kans in Amsterdam - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - 07


  

Já fazia mais de uma semana que me mudei para a casa do Namjoon, nossa convivência é tranquila e nossa amizade acabou se fortificando junto com meus sentimentos por ele.

Talvez seja o fato dele ser “acostumado” a ignorar os sentimentos das outras garotas que fez com que ele não se importasse com os meus, já que mesmo eu tendo falado que seu jeito gentil, e atencioso me fizessem dificultar o cumprimento das minhas palavras a cada dia ele se mostra mais legal comigo, as vezes imagino que ele tenha realmente esquecido que eu gosto dele.

Mesmo Lisa desejando que Namjoon se apaixonasse por mim ela me incentivava a sair com outras pessoas _ou seja Ryan_ para tentar o esquecer já que nos convencemos de que os únicos sentimentos que Namjoon pareciam ter eram em relação a medicina. Desde a última que vi Ryan nós não nos falamos mais e eu estou receosa em me aproximar e o magoar de alguma forma, desvio meus pensamentos e tento focar los nas compras para a festa de Andrew mas ao olhar para frente só consigo visualizar Namjoon tentando acompanhar o raciocínio de Lisa sobre como vai ser a festa.

- Anne, o que você acha? – ela erguia dois tipos de balões decorativos dourados enquanto Namjoon erguia outro prateado.

- O prata combina mais – ela pegou o balão da mão do Namjoon o analisando como se fosse um diamante e o colocou na sexta de compras por fim. – pelo menos já decidiu o tema?

- Avangers. Acho que se eu errasse o tema ele terminaria comigo na frente de todos.

- Não duvido. – Namjoon falou rindo enquanto pegava pacotes de sacos para doces com o tema proposto. – Ele terminaria com todos nós.

- Seria engraçado. E o bolo Lisa, já encomendou? – A vi acenar e se aproximou me mostrando uma foto de como ficaria, saímos da loja com as compras e como ainda faltava alguns dias para a festa ela pediu que nós guardássemos as coisas pois Andrew iria jantar em sua casa no mesmo dia e ele poderia desconfiar se visse algo.

 

Chegamos em casa a noite e Namjoon guardou tudo no quarto enquanto fui tomar banho, quando saí fui direto para o quarto vendo que mamãe já tinha chegado e estava dormindo. Antes que eu pudesse a acordar Emma chegou me pedindo para a deixar descansar, e me guiou até a sala.

- querida ela não teve um bom dia, e anda tão estressada com essa separação.

- eu sei, queria poder ajudar. – Emma afagou meus cabelos e me abraçou quando comecei a chorar, nos separamos assim que Namjoon chegou perguntando se estávamos bem. Depois que jantamos fomos ver se ela tinha acordado, mas a mesma aparentava estar em um sono ainda mais profundo, tentei a ajeitar na cama para que eu tivesse espaço para dormir mas ela sequer se mexeu.

- vou pegar o colchão extra para você querida. – sorri a agradecendo e a ajudei a pegar o colchão de solteiro, pensei que ela o levaria para o quarto onde mamãe estava ou até mesmo para a sala mas ela levou ao quarto de Namjoon que também ficou sem entender quando entramos. – filho pega as cobertas no meu guarda roupa.

- a senhora vai dormir aqui?

- não, a Anne vai. O espaço daqui é melhor. – ele me olhou e eu apenas ergui os braços em sinal de rendição.

- a Anne? A senhora quer que uma garota durma no meu quarto?

- sim. Boa noite queridos. – a olhamos sair sorrindo e acenando alegre, voltei meu olhar para ele que encarava a porta fechada, seu rosto tinha uma leve expressão de irritado mas ele logo soltou um suspiro e pegou um foro de cama arrumando o colchão. – aqui querida.

- Obrigada, boa noite – Ela voltou com cobertores e olhou para Namjoon que devolveu seu olhar na mesma intensidade. Antes de sair ela me deu um beijo na testa e seu sorriso pareceu mais feliz do que deveria em uma situação assim, no instante que ela saiu me recordei do que ela disse no dia que chegamos “você sabe como meu filho é, só pensa em estudar, tenho medo de nunca ser avó nesse ritmo”, talvez o desespero em meu rosto tenha ficado evidente demais pois Namjoon parou de arrumar as cobertas e me olhou.

- Posso ir dormir na sala se qui...

- Não, está tudo bem. – Disse me deitando em sua cama, apesar de sentir um pouco de desespero as imagens de um Namjoon se deitando por cima de mim enquanto me beija e coloca mão por baixo da minha blusa subindo em direção aos seios começaram a se formar em minha mente mas tratei de me recompor e me sentei na cama o vendo deitado no colchão mexendo no celular, a imagem que criei voltou a minha mente, mas com as posições invertidas agora e minhas mãos indo para outro lugar. – Boa noite.

- Boa noite, prefere a luz apagada?

- O que? – Me virei para ele tão rápido que quase cai da cama, ele estava com a mão no interruptor da lâmpada e me olhava, acenei que sim me virando de novo e me cobrindo dos pés a cabeça.   

 

_____________________________  &   _____________________________________

 

O dia do aniversário de Andrew chegou tão rápido quanto o resultado das últimas provas do primeiro semestre, Lisa estava tão eufórica com os preparativos que quase contou ao namorado felizmente Namjoon foi mais rápido e contornou a situação. Depois da última aula de sexta fomos a casa de Lisa terminar de arrumar tudo para a noite e ao chegarmos seus pais já tinham arrumado uma parte da decoração e estavam de saída para pegar o bolo, enquanto Lisa foi ao quarto pegar mais caixas de enfeites eu fiquei na sala com Namjoon, ele mexia no celular e parecia um tanto aéreo.

- temos que terminar logo se quisermos nos arrumar em casa.

- você vai voltar para casa? Eu vou me arrumar aqui. – ele desvia seu olhar de mim voltando a fitar o celular, antes que eu pudesse lhe falar mais algo Lisa volta toda afobada.

- ai gente, não vai dar tempo. E se ele chegar antes?

- ele não vai, você sabe como ele é atrasado.  – Namjoon foi até ela pegando a caixa de suas mãos e a colocando na mesa. Enquanto ele arrumava os moveis para ter mais espaço na sala nós decorávamos a parede com um pôster enorme dos heróis, quando terminamos de organizar Lisa correu para o quarto e voltou com um Thor de papelão grosso em tamanho real, vimos que ele era da altura do Namjoon quando o mesmo se aproximou.

Enquanto olhávamos abismados para o papelão Lisa trouxe mais dois sendo um do Homem de Ferro e outro da Viúva negra, tirei fotos de Lisa com os “heróis” e ficamos arrumando os doces na mesa enquanto Namjoon saiu para atender uma ligação.

- Ainda gosta dele não é, Anne?

- Mais do que antes, as vezes acho que fiquei louca – digo suspirando olhando ele ao lado da janela sorrindo ao celular, vi pelo visor que a ligação é de seu pai e a amizade dos dois me causa certa inveja, tento não pensar no que meu pai estaria fazendo e volto meus olhos para Lisa que ainda me olhava um pouco aflita.

- Queria que vocês ficassem juntos, vocês formariam um belo casal mas... Anne, o que acha de tentar sair com outras pessoas?

- Eu até pensei nisso mas não acho certo usar outra pessoa para...

- Não é assim, você poderia só tentar se distrair – Ela falava enquanto alternava entre colocar um salgado na mesa e outro na boca, revirei os olhos e fui até si pegando os salgados terminando de os arrumar – Não precisa namorar a pessoa, podem só ficar, se conhecer. Por que não chama o Ryan para sair.

- ainda não me sinto confortável com a ideia, mas se eu o ver talve...

- ele vem para festa – eu já estava na porta da cozinha quando a ouvi, meu corpo se virou em câmera lenta e a olhei sorrir de orelha a orelha – aproveita, não fiz essa festa só para o Andrew.

Assim que terminamos tudo Lisa foi direto tomar banho enquanto eu fiquei no sofá assistindo, Kim estava do meu lado mas desde a ligação ele está mais quieto que o normal, o filme que passava na televisão era seu gênero favorito mas ele mal olhava para a tela. Antes que eu pudesse lhe interrogar Lisa volta a sala e ele simplesmente entra no banheiro.

- Aconteceu algo?

- Não sei, ele não disse. – Fiquei olhando para a porta preocupada até minha amiga me cutucar na perna e balançar a cabeça em negação.

- Homens são complicados, principalmente os inteligentes. – Suspiramos e fiquei a olhando se maquiar até Namjoon sair do banheiro apenas de toalha.

- Anne, cadê sua bolsa?

- No quarto. – Nossos olhares só desgrudaram de seu corpo quando o rapaz fechou a porta do quarto.

- Amiga, acho melhor você desistir da ideia de desistir. – A olhei e ri da sua constatação – Agora entendi por que está mais apaixonada.

Senti minhas bochechas esquentarem e virei o rosto ignorado seus comentários, após alguns minutos Kim saiu do quarto trajando uma camisa social grafite e uma calça jeans preta mais apertada do que deveria, ele ainda tentava arrumava a manga da camisa quando se aproximou de nós.

- ajuda? – ele para na minha frente com sua costumeira carinha de gato de botas e eu suspiro me erguendo e o ajudando com as mangas e a gola. – Ainda bem que você disse a mãe que ia ficar aqui.

- agora entendi por que minha mochila estava tão pesada. – lhe respondo me afastando e olhando, ele estava simplesmente maravilhoso, abaixo o olhar tentando conter um sorriso e lembro que Lisa estava ali a olho e ela estava com um sorriso sapeca nos lábios. – nossa, olha a hora. Vou me arrumar.

Entro no banheiro correndo e fico me olhando no espelho até que ignoro meus pensamentos e tomo um banho rápido, quando já estava quase pronta ouço mais vozes pela casa e imagino que sejam os convidados. Termino de passar meu batom vermelho e me olho no espelho antes de sair do quarto, assim que fecho a porta me deparo com Namjoon que me puxa para um canto e antes que eu possa me manifestar as luzes se apagam, todos estavam em silencio e o único som que ouvíamos eram passos pelo corredor, sinto a mão de Kim apertar minha cintura e por instinto aproximo meu quadril de seu corpo.

Tratei de prestar mais atenção na direção dos passos e assim que as portas se abriram as luzes se acendem e todos gritamos parabéns em uníssono, Lisa sorri feliz abraçando o namorado enquanto Andrew tentava assimilar a situação, seu olhar passa por todos até notar o Homem de Ferro ao fundo na sala. De onde eu estava dava para ver seus olhinhos brilhando ao reconhecer o personagem, nosso amigo não demorou a correr até o herói sorrindo como uma criança que acabou de ganhar seu doce favorito.

- Sabia que ele ia beijar o boneco – Namjoon falou ao mesmo tempo que víamos o rapaz dar vários beijos no papelão depois correr até a namorada lhe abraçando e a tirando do chão. Quando Andrew beijou Lisa senti a mão de Namjoon sair de minha cintura e notei que ainda estávamos na mesma posição, minhas costas estavam quase encostadas em seu peito, ele passou na minha frente e o segui indo até Andrew para lhe abraçar.

A festa estava indo bem, todos pareciam gostar do tema e das músicas, depois alguns minutos da chegada do aniversariante os pais de Lisa chegaram com o bolo, e quando Andrew o viu quase chorou, após os parabéns nós três estávamos rindo de Lisa que estava determinada a terminar com Andrew por ele ter dado o primeiro pedaço de bolo ao Homem de Ferro. Nossa conversa estava ótima até eu ver Aniek chegar vistoriando o local e parando seus olhos em mim.

- Namjoon? – O moreno demorou um pouco para se virar por saber de quem se tratava.

- Nós vamos conversar com a viúva negra, olá Aniek. – Vi o casal nós abandonar ali e Lisa me olhar com pena antes de sair, cumprimentei Aniek que me ignorou e fui para a cozinha. Fiquei dando likes nas fotos que os convidados postavam mas parei quando senti alguém entrar no cômodo.

- Você parece sempre está se escondendo.

- Gosto de apreciar minha companhia.

- Então quer que eu sai...

- Não, pode ficar - Minha boca reagiu antes da minha razão, conversar com Ryan não estavam na minha lista de metas da noite mas talvez Lisa esteja certa, Namjoon iria acabar com Aniek ou talvez sozinho e eu só estaria perdendo tempo criando expectativas.

Bloqueei o celular e sorri minimante para Ryan que se aproximou pegando uma latinha de Sprit que estava ao meu lado, ficamos escorados na ilha da cozinha em silencio enquanto meu olhar alternava entre a entrada do lugar e seu rosto sereno, seus olhos estavam mais brilhantes e pareciam combinar com sua camisa azul oceano, o vi suspirar e colocar a latinha no mármore depois olhar diretamente para mim.

- você está linda – quando ele finalmente falou algo meus olhos estavam vidrados em uma parede, eu estava pensando em Namjoon com Aniek e me senti uma idiota por estar assim, ainda mais estando com ele ali, olhei no fundo dos olhos de Ryan e sorri – e estaria ainda mais se não estivesse pensando naquele idiota.

- por que você não gosta dele?

- talvez por que você seja apaixonada por ele – fui pega de surpresa por suas palavras e por sua proximidade repentina, sua mão me segurou pela nuca enquanto a outra me puxou pelo quadril em direção ao seu corpo – na mesma intensidade em que eu sou louco por você.

Minha única reação quando sua boca se chocou com a minha foi colocar minhas mãos em seu peito, sua mão apertava minha nuca e cabelos me trazendo mais para si, o beijo havia começado apressado e logo perdemos o fôlego antes que ele me beijasse de novo minha razão voltou a mim e me afastei de seu corpo.

- Desculpa, eu...

- Me deixa te fazer esquece-lo... – eu estava encostada na bancada da pia e algo dentro de mim queria que ele fizesse isso, que me fizesse não só esquecer Kim Namjoon e Aniek como também toda a situação dos meus pais, nesse momento as palavras não queriam sair mas meu olhar foi o suficiente para ele entender que ali, naquele instante, eu queria.

Seu corpo se chocou contra o meu me prensando na bancada e arrancando um gemido de meus lábios, uma de suas mãos segurou a lateral de meu rosto enquanto a outra estava em meu pescoço, seus lábios estavam prestes a se juntarem ao meu novamente quando ouvimos alguém.

- Anne Marie.

- Namjoon... – ao olhar seu rosto tudo o que eu estava sentindo se intensificou e a única coisa que consegui fazer foi sair correndo dali passando por todos que estavam alheios ao caos que minha mente se encontrava.


Notas Finais


obrigada por ler ~
até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...