História Efeitos (Imagine Jungkook) - Capítulo 24


Escrita por: e AnaDuff

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Hentai, Hot
Visualizações 38
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Uma estadia grátis no inferno de quem eu amo



Pov Jungkook.


Eu não pensei quando decidi vir para Daegu, mas eu surtei no momento em que o Park me disse que estavam em um hotel, sozinhos, era o bastante para que eu tivesse uma crise eufórica, Jimin é um pervertido de primeira e eu sei que eles já se beijaram, eu nem sabia que o quarto era o mesmo, o fato de ser um hotel já me bastava para que eu comprasse uma passagem pela internet para o próximo vôo.

Mas quando eu vi aquele outro lado da s/n, esqueci completamente de tudo, não estou falando do dinheiro, da família ou nada, era ela, outra versão dela, uma tanto quanto mais seca e direta comigo, me fazia sentir algo estranho, eu não reconhecia aquela princesa mal educada e fria que ela estava sendo, mas não vou tirar nenhuma conclusão precipitada, no momento eu estou apenas com medo daquela Susana.

Ela parecia que ia me estuprar!

Dá medo aquela mulher.

Quando chegamos na casa, lá estava ela, com um sorriso no rosto e um vestido super apertado, aquilo estava estranho, seu corpo não estava tão mal comparado a sua idade, mas ainda sim, ela era pelo menos 10 anos mais velha e eu tinha ânsia de imaginar ela tentando encostar em mim, mas pro meu azar, foi exatamente o que ela fez.


Susan - vem cá, Jeon - me chamou para sentar ao seu lado e eu fui.


Afinal, era um ato inocente até agora.

Os empregados serviram o jantar, parecia muito bom, Jimin e s/n estavam bem na minha frente um do lado do outro e Beatriz estava do outro lado da mesa, na cadeira central assim como a mãe do outro lado. Então, começamos a comer.


Susana - então Jeon, como conheceu Beatriz e S/n?

Eu - quando tínhamos uns 14 anos, fomos vizinhos, e a S/n e meu amigo eram melhores amigos ao que aparentavam.

Susan - ah, sim, fala do o Min Yoongi? - assenti - ele era super fofo, e era bem educado, gostava dele - sorriu.

Eu - é, eu e s/n nos conhecemos por ele, e depois eu conheci a Beatriz por conta da s/n e uma partida de overwatch - deixei escapar um sorriso, Beatriz era super tímida mas amava jogar comigo e os meninos

Susan - o que é… overwatch?

Eu - um jogo, mas não vem ao caso.

Susan - bem, anda namorando alguma garota, Jungkook?

Eu - a-aham - menti quase engasgando com água que bebi enquanto comia.

Susan - quem?! - questiona com uma cara não muito boa.

Eu - Taeyon, e-eles conhecem.

Jimin - sim, sim, ela é da escola - concordou, ele não queria que eu fosse meio que “assediado” alí.

Susan - bem, isso não deve te impedir de viver a vida, né? - questionou e me olhou maliciosa.

Eu - eu sou um cara fiel, senhora.

Susan - bem, esse assunto me fez perder o apetite - disse e se levantou - quando decidir que quer viver de verdade, me procure - disse e balançou o cabelo, logo saindo de lá,então, eu e todos na mesa nos olhamos e começamos a ter uma crise de risos.


S/n - meu deus, cara, tu tá gato demais pro povo, até pra essa idade - agora parecia a s/n que eu conheço.

Eu - ah, eu não tenho culpa de ser tão lindo- pisquei pra ela.

S/n - meu deus - riu mais ainda.

Beatriz - perdoem ela por isso - revirou os olhos enquanto gargalhava - ela pode parecer uma maníaca às vezes.

Jimin - foi ao menos divertido.

S/n - bom, como todos acabamos de comer, vamos para os quartos?

Beatriz - nem temos escolha - minha mãe vai perder a paciência se ouvir zoeira no andar debaixo, ainda mais dela.

Jimin - então onde são os quartos?

Beatriz - como ela pensa que vocês namoram, você e a S/n, ficam no mesmo quarto… - a cortei.

Eu - eu posso ficar com a s/n e o Jimin fica no quarto que seria o meu.

S/n - eu posso apenas ficar sozinha?

Beatriz - Jeon, se a s/n quer ficar sozinha, tem que respeitar pois vocês não são nenhum casal e se fossem, ela ainda teria direito de escolher se fosse querer ficar contigo ou não, entendeu?! - assenti à sua bronca.


Olha, eu sou bem ciumento e possessivo mesmo, é como algo que eu tento controlar mas com Park Jimin é difícil ;-;.

Mas se ela ficar sozinha, tudo bem.

No fim, eu fiquei com o Jimin no meu quarto e as meninas ficaram sozinha, eu estava quase dormindo na minha cama, quando ouvi a porta ranger.

Era a s/n.


Eu - oi - digo baixo e arrastado por conta do sono.

S/n - oi… posso ficar com você? Não consegui pegar no sono. - diz e olha pra baixo

Eu - claro - me afastei, a cama era de solteiro então seria meio apertado.

S/n - espera, onde está o Jimin?

Eu - não sei, eu tava tentando dormir e ele deve ter saído.

S/n - hum - murmura e vem até mim, deitando do meu lado e me abraçando.


Pov Jimin


Eu não estava convencido ainda, não consegui parar de pensar no fato de que depois de amanhã, BOOM, tudo volta ao “normal” e a Beatriz fica aqui, e a viagem só acaba servindo para que o Jeon tivesse seu ataque de ciúmes doentio. Aproveitei quando ele aparentou ter caído no sono e fui ao quarto dela, com o coração a mil por conta da adrenalina de desobedecer algo que ela impôs dentro da casa de sua família consideravelmente controladora.


Eu - Beatriz…- chamei num sussurro ao atravessar a porta e para minha NÃO surpresa, ela estava acordada, e me olhou assustada.

Beatriz - Jimin! O que faz aqui? - questiona vindo até mim e trancando a porta, por segurança.

Eu - Beatriz, eu… me desculpe, não posso me controlar- após isso eu a beijei profundamente.


Ela não recuou, aliás, pegou meus pulsos e guiou minha mãos até sua cintura, onde eu apertei fortemente, e de repente, ela mesma parou o beijo, alcançando meus ombros e tentando tirar minha camisa, ato que eu ajudei a ser feito.


Beatriz - se você não vai se controlar, quero que me prometa… - a encarei para que continuasse - que depois, vai seguir sua vida e vai me esquecer, Park, pois eu não vou jogar tudo no ralo, eu batalhei para que você ficasse bem, não vou desistir no meio da guerra.


Ela disse tudo tão friamente, mas eu pude entender, eu apenas acenti, seria como uma despedida, só pra matar a saudade e fazer com que tudo isso não tivesse sido tão em vão.


Beatriz - vamos fazer isso bem, ok? Estou com saudade de alguém me comendo direito e com vontade - disse sedutoramente, o que foi suficiente para começar a me excitar.


Eu a peguei no colo, de modo que ela circulasse as pernas em volta da minha cintura e eu a encostei na parede fria, tirei sua camisola e em seguida, beijei seu colo todo, descendo os beijos molhados para seus seios e enquanto isso, minhas mãos trabalhavam em maltratar sua bunda.

Ela me empurrou de leve e eu parei tudo que fazia, logo ela foi me empurrando, me guiando até sua cama, por fim me jogando lá, logo desabotoando a bermuda que eu usava pra dormir, ao mesmo tempo ela passava as mãos no meu abdômen, então eu senti seu quadril ir de encontro ao meu, fazendo-me soltar um arfar, ela começou a rebolar e eu agarrei sua cintura, nossa respiração estava descoordenada e ela soltava alguns gemidinhos, eu podia sentir o quão molhada ela se encontrava através dos panos de nossas últimas roupas, ela se abaixou para me beijar quando de repente, ouvimos um grito agudo e feminino.


Eu não sabia se ficava puto por seja lá quem for a empata foda ou ficava assustado pelo grito extremamente alto


Notas Finais


O que será que aconteceu?
Comentem o que acharam😘
Favorite se gosta da fic☺
Bye❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...