1. Spirit Fanfics >
  2. Efemérides >
  3. Instante

História Efemérides - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Esta historia está sendo postada no Wattpad também, ela não se passa no universo original!

Capítulo 1 - Instante


Não sabia o quanto gostava daquele homem, os dois juntos era inimaginável, pretensioso demais.

Apesar disso, ali se encontravam apenas como uma sexo casual. Sentava, se encaixava sob o falo do outro, exalava seu cheiro como se quisesse grava-lo no grisalho. Seus dígitos percorriam o rosto do amante, olhava fundo nos olhos vermelhos, mas então, ele lhe lembrava sem ao menos se demorar que aquilo não era um romance.

Lhe falava.

- De quatro agora, ômega. - Com aquela voz rouca, quase um comando. Assim, sem trocar olhares talvez fosse mais fácil de compreender que não havia sentimentos.

Tal relação começará aos seus quinze anos, naquela época, como sempre, Izuna encarará seu rival com sangue nos olhos naquele campo solitário, mais uma vez se enfrentariam sozinhos. Não sabia ainda, que naquele dia a história deles se encaminharia para um rumo diferente.

Sua espada travava imperiosa contra a de Tobirama, mas num golpe imperioso do Senju a sua voará longe, e em um golpe baixo liberou seu cheiro contra o do Alfa, nenhum ômega casto faria tal coisa em nenhuma circunstância, mas era Izuna, conhecido por toda a sua má conduta como ômega. A sua intenção era o desestabilizar rapidamente, antes que ele lhe desse um golpe fatal, o problema era que acabara por desestabiliza-lo demais.

O Alfa o olhava fundo pela primeira vez, com a respiração descompassada e a lâmina da espada a milímetros do rosto do ômega. O cheiro forte e másculo se espalhava como uma enchente pelo ambiente, confrontando o cheiro agridoce de íris do ômega. Então, Izuna percebeu que não conseguiria recuar o cheiro como havia esperado. No momento que suas narinas captaram aquele cheiro territorial, havia sido dominado.

Aproximou seu rosto da lâmina, mas naquele momento Tobirama abaixara a espada, agressivamente encurralou o ômega, com uma mão agarrou as duas de Izuna, acercou-se dele e enfim contra o cangote pálido aspirou com tanta força a doce fragrância que o corpo do ômega tremeu contra o seu.

Então, Izuna comandado por seus mais baixos instintos disse-lhe "Alfa, eu quero..." Mas nem precisou terminar, pois Tobirama já estava ali com os lábios contra os seus, o tomando como sempre quis.

Este não fora seu primeiro período, mas havia se sobreposto como o mais especial que tivera.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...