História Eighteen - Castle Combe - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Lendas Urbanas
Visualizações 10
Palavras 2.570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(não revisado)

Capítulo 19 - Ele Sumiu


Pov’s Mari

 

Acordei sentada no pé de uma arvore com o Yoongi me balançando.

- Oi, oi! – falo meio perdida.

- Menina você sumiu e me deixou no bar – ele fala – que isso na sua roupa?

- Acho que é... sangue? – falo – Ah droga, Muri.

- É seu?! – Yoongi falou assustado – Vamos agora para o hospital!

Lucas apareceu só de samba canção de unicórnio.

- Eu to bem – falo e me levanto – Lucas, que porra aconteceu?

- Eu amo a Muri – ele fala e ergue as mãos para cima, sapateando desajeitadamente.

Yoongi ficou indignado.

- Vou tomar um banho – falo – acho que to precisando.

- Vou junto – Lucas falou – a mãe mandou a gente ir para casa.

- Lá vem bronca – falo.

- Seus pais sumiram também – Yoongi fala – depois do episódio da sala de aula...

- Ah é a última coisa que eu lembro... porque eu fui beber com você? – pergunto para ele.

- Você que apostou – Yoongi fala.

- Os dois – meu pai apareceu sem a parte de cima da fantasia – para casa já.

- Pai? Cadê o resto da sua fantasia?! – falo surpresa.

- Informação não necessária – ele fala – e cada um para sua casa, por favor.

- Paiiii – falo fingindo uma voz manhosa – deixa o Yoongi ir lá para a nossa casa...

- Nem fodendo – meu pai fala.

Olho brava para ele.

- Então eu vou para a casa dele – falo e cruzo os braços, emburrada.

- NEM FODENDO DE NOVO! – meu pai grita e depois bufa – Ta, ele pode ir lá para a nossa casa.

- IEEEEI! – comemoro e abraço o Yoongi – Vamos então!

- Arg eu odeio isso – meu pai saiu andando na frente.

...

Chegamos em casa e eu subi para meu quarto para tomar um banho.

...

Depois do banho me vesti e parei de frente para a varanda do quarto.

- Muri sua puta – falo – você fez a rave ontem?

“O Lucas deixou” ela responde.

- Porra meu, precisava de tanto sangue? Vou cheirar a ferro o resto do ano – falo.

Ela ri.

Desci para a sala, onde encontrei o Lucas fazendo almoço.

- De ressaca você faz almoço? – pergunto para ele.

- Me ajuda que seu namoradinho vai chegar daqui a pouco – ele fala.

- Onde ele foi? – pergunto.

- Foi para casa trocar de roupa – Lucas respondeu.

- Usa seus poderes então – falo.

- Meus poderes estão esgotados de mais para eu usar porque ontem eu aparentemente os usei para muitas coisas – Lucas fala.

- Alias cadê o Coups? – pergunto.

Ele parou.

- Mari cadê o Coups?! – ele fala assustado agora.

- E porra – falo – eu não sei.

- MURI CADÊ O COUPS – Lucas grita na minha cara.

“Não sei e não lembro de nada” Muri responde para mim “Fala para ele antes que ele mate nós duas”.

- Ele não vai matar nós duas – respondo-a e o Lucas faz cara de confusão – ela disse que não sabe e não lembra.

- MEU CU – ele grita – MURI FALA LOGO.

- Ela não sabe mesmo – falo – pois ao contrario ela estaria rindo. E ela não está.

Lucas se convenceu e depois torceu o nariz.

- CADÊ A MERDA DO NEGÓCIO QUE FAZ FEITIÇO DE LOCALIZAÇÃO – Lucas gritou e saiu da cozinha.

A porta da sala abriu e eu olhei a tempo de ver o Yoongi entrar.

- Oi – Yoongi fala e vem até mim com um sorrisinho fofo – fui em casa e...

- Lucas me falou – falo – o que você quer comer? O Lucas começou a fazer mas... – sou interrompida pelo próprio Lucas.

- YOONGI! – ele gritou e veio até nós – CADÊ O COUPS?

- Como assim? – Yoongi fala – Ele não ficou com vocês?

- Se eu soubesse onde ele está eu não perguntava! – Lucas da as costas e sobe as escadas.

- O que aconteceu com o Coups? – Yoongi pergunta – Sumiu mesmo?

- É – falo – e o Lucas está pirado agora.

Escuto barulho de coisa caindo.

- Vamos para a cozinha – falo.

Peguei alguns pães de forma na geladeira e dei para o Yoongi.

- Você gosta disso? Porque eu acho que é a única coisa que eu sei fazer mesmo – falo.

- Lá em casa eu como ovos mexidos de manhã – Yoongi fala e coloca o pão em cima da ilha da cozinha – não é difícil.

- Mari? – escuto a voz da Ana e a vejo ainda de fantasia de Violeta dos incríveis e toda bagunçada para falar a verdade.

- Não acredito – Yoongi fala começando a sorrir animado.

- O que? – eu pergunto.

- NÃO É ÓBVIO?! – Yoongi grita – Cadê... – ele foi interrompido pelo JungKook, que chegou pulando na cozinha.

- YOONGI! – JungKook gritou super animado e os dois se abraçaram e comemoraram alguma coisa.

- Eu vou subir – Ana falou.

- Ei – falo e a sigo até o quarto dela – o que aconteceu?

- Adivinha – ela fala e pega um algodão para tirar a maquiagem.

Penso um pouquinho.

- ANA! – grito – NÃO ACREDITO.

- Não deu para resistir ele de coelhinho! – Ana fala e senta na cama, com um olho preto e o outro não.

Dou risada da cena.

- Mari ele é muito bom – ela fala.

- E eu, namorando, não tenho coragem de fazer isso – falo – INCRÍVEL.

- Como assim coragem? – Ana fala confusa – É só ir... ah... - ele suspirou e sorriu boba logo em seguida.

- O Yoongi até tentou, mas eu não consigo imaginar essas coisas... é... é... é estranho ainda – falo meio perdida e sento do lado dela – ai você cheira a bebida Ana.

- Eu sei – ela fala – eu participei de uma competição com o JungKook.

- PARA VARIAR – grito – se tem competição tem vocês. Era do que? De quem bebia mais?

- De quem bebia mais de ponta cabeça – ela fala – meu cabelo está duro de cerveja.

Franzi o cenho.

- E quem ganhou? – pergunto.

- Ele, é claro – ela fala chateada – mas eu descobri que claramente a gente não tem maturidade para competições. Provavelmente nossa relação foi uma competição de quem dava mais prazer para o outro.

- AVE – falo e levanto – vai tomar banho vai – ela riu – vou pedir pro Yoongi fritar comida para vocês.

- Fritar comida? – Ana fala confusa – Não é fazer?

- Ele vai fritar ovos – falo.

Ana deu de ombros.

- Melhor que nada – Ana fala.

Saio do quarto e volto para a cozinha, vendo que o Yoongi já estava fritando os ovos e o JungKook esperando para pegar os ovos com um pratos que o Yoongi jogava (sim, jogava) na direção dele.

- JungKook – Lucas apareceu igual um furacão – você viu o Coups?!

- Coups? Quem é Coups? – JungKook parecia confuso.

- O COUPS! – Lucas gritou.

- Como ele é? – JungKook perguntou parecendo confuso.

- ELE É LINDO – Lucas começou a chorar – Mari preciso ir na casa dele.

- Vamos comer primeiro – Yoongi fala – e depois eu levo vocês lá.

- MAS E SE ELE ESTIVER PASSANDO FOME? – Lucas começou um drama daqueles enquanto chorava – FRIO? CALOR? SEDE?

- CALMA! – grito – Que porra. Vocês dois fiquem ai e nós dois já voltamos.

Fui para o lado de fora com o Lucas e quando entramos um pouco na floresta eu fui com a supervelocidade até a casa do Coups.

- Pronto – falo para o Lucas – só entrar.

- Mas eu não conheço os pais dele – Lucas fala.

- Mas o Coups sumiu! – falo.

Lucas arregalou os olhos e abriu a porta da casa com tudo.

- COUPS! – ele gritou e entrou na casa correndo, já fuçando em todos os cômodos.

Parei na porta e fiquei rindo dele.

 

Pov’s Lucas

 

- COUPS! – passo por uma porta e vejo os pais do Coups, mas nem raciocino direito – Opa – volto para os pais do Coups – Oi, então eu estou procurando seu filho, qual é o quarto dele?

Os pais do Coups me olharam meio desconfiados.

- O segundo a direita – a mãe dele falou meio perdida.

- Obrigado! – saio andando até a porta e a abro num sopetão – COUPS?!

Não foi o Coups quem eu vi ali dentro.

- Pedro? – falo confuso e vejo que em suas mãos tem meu grimório – E MEU GRIMÓRIO?!

- Oi – Pedro fala meio confuso – o que você está fazendo aqui?

- EU QUE TE PERGUNTO O QUE VOCÊ FAZ AQUI COM O MEU GRIMÓRIO QUERIDO – grito na cara dele – Como que foi acontecer isso? Quando e porquê?!

- Na verdade eu não sei – Pedro fala meio perdido.

- Me da esta porra aqui – falo e pego o grimório – e cadê o seu irmão?

- Não faço ideia – Pedro fala – ele não estava com você?

- Vai pro caralho, não sabe onde o próprio irmão está, mas tem tempo pra ler meu grimório, você deveria ter vergonha do que fez. E SE ELE TIVESSE COMIGO EU NÃO PERGUNTAVA DELE.

- Mas não foi eu que peguei – Pedro fala.

- FOI A MÃE JOANA NÉ PEDRO – grito e bato a porta do quarto dele assim que saio do mesmo.

Vou até os pais do Coups.

- O Coups não está aqui não né? – falo.

Eles negaram, super confusos com a minha presença.

- Lucas, vamos – Mari fala da porta para mim.

- Você ta ai sua puta – falo indo até ela – olha o que eu achei com o Pedro.

Mostro o grimório para ela.

- EITA – ela gritou e pegou o grimório e saiu correndo dali.

- MARI! – grito – VOLTA AQUI!

E ela sumiu.

Tentei me teletransportar, mas nada acontecer.

- Mas que magia de merda – reclamo – não posso fazer nada.

Volto andando para casa.

...

Chego lá e vejo a Mari no sofá com o Yoongi.

- Você está ai?! – falo indignado – Você me deixou lá sozinho!

- Desculpa – Mari fala – foi a Muri.

-  Acho engraçado vocês se referindo a Muri desse jeito – Yoongi fala – como se ela fosse alguém de verdade.

- Tem que tratar ela assim – passo por eles – que cheiro de ovo é esse?

- Ah – JungKook aparece na minha frente – eu e meu irmão fizemos ovos mexidos para todos, seu prato está ali na cozinha.

- Obrigado? – falo confuso e entro na cozinha.

- Achou o Coups? – Jungkook fala me olhando da porta.

- Não – falo decepcionado – ele sumiu.

- Já procurou no colégio? – JungKook pergunta – Porque ele pode estar lá, ter dormido lá, não sei.

 - Não faz sentido – falo – pois o irmão dele está em casa e os pais dele também.

- Ele não nasceu grudado em ninguém – JungKook me responde.

- GROSSO – grito para ele e jogo um prato de ovo em cima dele – vai se foder.

Saio da cozinha e vou até a Mari. Puxando ela pela orelha até a porta de entrada.

- Me leva para aquela porra de colégio, agora – ordeno.

- NINGUÉM VAI SAIR DESSA CASA ATÉ EU DESCOBRIR QUEM PEGOU MEU... – meu pai apareceu, mas parou de falar assim que viu o Yoongi e o JungKook – MEU...

- Seu...? – eu e a Mari falamos juntos.

- Calados – meu pai fala e vem até a gente – o que eles estão fazendo aqui?

- Ué – falo confuso – você deixou o Yoongi vir.

- E o JungKook é irmão do Yoongi – Mari fala.

- Leva a gente na escola por favor – imploro para meu pai – o Coups sumiu.

...

Depois de um tempo chegamos no colégio, e depois de uma hora procurando o Coups, não o achei.

Sentei no chão do lado da Mari.

- Será que eu matei ele sem querer? – pergunto para ela.

- AI QUE HORROR LUCAS – Mari grita – VIRA ESSA BOCA PARA LÁ.

Ela empurra meu rosto em direção ao chão praticamente e eu olho para a porta do porão.

- Lucas? Mari? – escuto a voz do Coups.

- COUPS?! – grito e levanto – COUPS CADÊ VOCÊ?

- Aqui! – ele bateu em algum lugar e senti meus pés tremer.

Olhei para baixo e vi a porta do porão.

- Me ajuda a abrir isso – peço a Mari.

Ela me ajudou, assim a gente abriu e o Coups apareceu.

- COUPS! – grito – VOCÊ ESTÁ BEM?

- Estou – Coups fala meio perdido – e vocês?

- O que foi? – pergunto – Que cara é essa?

- Eu estou confuso, porque toda essa animacação em me ver? – ele pergunta.

- Você sumiu por algumas horas – Mari fala – não notou?

- Acho que eu dormi... – Coups fala meio periddo.

- O QUE – grito – EU AQUI PREOCUPADISSIMO COM VOCÊ E VOCÊ AI DORMINDO? PUTA QUE ME PARIU COUPS, EU NÃO ACREDITO. EU PASSEI HORAS TE PROCURANDO!

- Calma! – Coups me segurou – Eu estou aqui agora! E meio cansado, mas não tanto igual você. Você está cansado?

- AINDA VOLTA ME CHAMANDO DE BARANGA E DE FEIO?! – falo indignado.

...

 

Pov’s Mari

 

Voltei para casa. Lucas e Coups ficaram no colégio por motivos que eles iriam dormir lá. Entrei em casa e vi o Yoongi dormir fofamente no sofá da sala.

- Deveria convida-lo para dormir com você – Ana aparece do meu lado.

- Seria uma boa ideia se meu pai não o matasse por causa disso e eu não dormisse – falo – cadê a Bianca?

- Não faço ideia – Ana fala – última vez que a vi, foi com o Baekhyun.

- Baekhyun? – falo confusa – Onde?

- Baekhyun não – Ana ri – Taehyung... eu confundi eles – ela ri.

Dou risada também.

- Espera – falo – com o TAE? COM ELE MESMO? QUE.

- É – Ana fala – mas não sei de mais nada.

- UHHHH VAI QUE É SUA TAEHYUNG! – grito animada – E cadê seu peguetekook? – dou um apelido para o JungKook.

- Está por ai nessa casa – Ana fala – Yoongi não quis ir embora e então ele sumiu por aqui.

- Ana – falo e a olho assustada – perdido por AQUI? NOSSA CASA? NESSA CASA?

Puxo a Ana até algum canto da casa para procurar pelo JungKook.

...

 

Pov’s Yoongi

 

Acordo meio perdido sobre onde estou.

- Ata – falo lembrando onde estou e sento no sofá, onde me espreguiço.

- Yoongi – JungKook sussurrou e veio até mim, onde sentou do meu lado.

- Hm? – falo.

- Eu andei pela casa agora pouco e senti uns cheiros diferentes, parece de poções e essas coisas – ele falou e parecia assustado.

- Eles são professores – falo – claro que eles tem essas coisas, se não, não seria tao fácil explicar sem ter o método pratico.

- Mas é estranho! – JungKook fala.

- Para de procurar problema. Cadê sua namorada Ana? Vai atrás dela – falo e levanto.

 

{um dia depois}

 

Durante a aula da Neide, fiquei meio dormindo. Todo mundo estava conversando entre si, a professora estava lendo um livro e tomando chá e eu não perderia minha oportunidade de dormir.

A porta da sala abriu abruptamente.

- ALGUÉM VIU O ANTÔNIO? – era o Pedro gritando.

- Antônio? – a professora falou confusa.

- MEU HAMSTER! – Pedro gritou.

- Gente eu estou tendo um dejavu ou coisa assim? – Lucas comenta perto de mim, agora que a sala está quieta por causa do Pedro.

- Hã? – Mari fala olha para ele confusa e eu olho também.

- Não sei... é como se eu tivesse perdido um bicho assim também – Lucas fala.

- Deve ser mais um de seus sonhos esquisitos – Bianca fala.

Maioria deles concordou e deu de ombros depois.

- Não é estranho isso não? – falo para o Lucas – Não é a primeira vez que você diz ter vivido algo que não viveu.

- Ele é cheio dos sonhos estranhos – Mari fala – desde sempre.

 

 

...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...