História El Reencuentro - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Martina Stoessel
Personagens Martina Stoessel, Personagens Originais
Tags Atores, Diego Ramos, Disney Channel, Filha, German, Martina Stoessel, Pai, Tini, Violetta
Visualizações 15
Palavras 1.345
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bora ler o ÚLTIMO CAPÍTULO?
Boa leitura!

Capítulo 2 - O Reencontro


Fanfic / Fanfiction El Reencuentro - Capítulo 2 - O Reencontro

Diego ainda encarava Martina completamente surpreso pelo tanto que jovem tinha crescido e mudado. Nem parecia aquela menina que apareceu no estúdio em 2012 para gravar uma série infanto juvenil. - Pessoal, pessoal! A Martina chegou! - Mercedes anunciou.

Já na sala de jantar, todos estavam reunidos. Entre eles, o ator teen Jorge Blanco. O ex León estava babando pela loira. Realmente... Martina estava diferente. E tanto os que estavam presentes, quanto Diego e quanto Jorge. - Bom... Queria falar algumas coisas antes de começarmos o nosso jantar. - Mercedes fala e todos dirigem sua atenção a loira. - Se estão aqui, era por que estava no elenco da série Violetta. Todos amadureceram desde o final da série, tanto artisticamente, quanto pessoalmente. Apesar de ser um projeto infantil, vai sempre nos deixar marcados principalmente por ser o eixo para vários aqui descobrirem seus talentos e estrearem na televisão e na música. Agradeço a produção, pois sem ela, não teríamos Violetta passando na Disney. Agradecer aos elenco e principalmente, a Martina. Foi ela que deixou a série melhor do que estava. Palmas a ela, pessoal, e a nós também. - A loira fala e todos batem palmas para Martina, e claro, para todos os envolvidos no projeto.

O jantar ocorre totalmente normal. Todos se reencontram. Menos alguns, pois ou já tinham compromisso, ou tinham alguma intriga e conflito com alguém do elenco. Enfim, tudo ocorreu normalmente. O jantar durou cerca de duas horas. Logo depois, todos se reuniram na sala para relembrar dos velhos tempos que tanto lhe fazem falta.

Diego não prestará atenção na reunião que tinha com seus colegas. Estava analisando a beleza de Martina. A jovem estava chamando atenção de ambos os homens interessados por ela. Sim, homens. Jorge também estará deveras interessado na menina. E já tramava um plano para tê-la em suas mãos. E em sua cama. Será que Martina sairia dessa?

O final do jantar chegou e junto veio a hora do plano de Jorge. O garoto sabia que Martina não iria resistir a tentação, pois sabia que a garota já havia se apaixonado por ele.

Enquanto todos estavam terminando de se despedir, Jorge observava atentamente cada passo que Martina dava. Estava indo embora sozinha em seu carro, que seu motorista havia trago. - Martina! - O garoto chama e Martina se vira. - Posso falar com você?

- Claro que pode, Jorge. O que quer? - Martina pergunta se aproximando.

- Isso. - Jorge fala e tenta beijar Martina. A mesma se assusta com o ato do moreno e o empurra.

- Jorge... O que você fez? - Martina pergunta.

- Te beijei, ué. - O garoto responde como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.

- Com que permissão?

- Pelo amor de Deus, Martina. Tanto eu, quanto você sabemos que você tem uma queda por mim desde Violetta. - Jorge fala e começa a chamar a atenção de todos que estavam lá. Incluindo Diego, que não tirava os olhos dessa cena.

- Não, não tenho. Até tinha naquela época. Mais foi somente NAQUELA época! - Martina responde Jorge a a segura pelos braços.

- Escuta aqui, menina! Você está apaixonada por mim e vai se entregar. A MIM! - Jorge fala.

- Ah... - A menina gemer e Jorge começa a apertar mais.

- SOLTA ELA AGORA! - Uma voz grita e Jorge olha assustada. Era Diego.

- E se eu não quiser? Ninguém pode me obrigar. - Jorge fala e sorri cinicamente.

- Aé? Então toma, otário! - Diego fala e dar um soco no rapaz. Por conta da força da batida, Jorge desmaia. Martina abraça Diego e o mesmo retirubui.

- Quer que eu te leve em casa? - Diego pergunta ainda no abraça.

- Sim. - Martina responde e ambos vão para o carro de Diego.

O caminho foi silencioso. Ambos ainda estavam atordoados por causo do Jorge. Ele nunca amadureceu. Na época de Violetta, Jorge era um moleque. Hoje, parece até que em vez de amadurecer, ficou pior. Mais irresponsável e sem pensar nas consequências de suas atitudes. Já na frente da mansão da ex Violetta, ambos se despedem. - Bom... Ér... Vou ter que ir. Obrigada por me ajudar em relação a Jorge. - Martina fala.

- De nada. - Diego fala e Martina se aproxima do maior, beijando sua bochecha. Ambos sentem um arrepio, mais se esquecem. O beijo no rosto foi longo. Quando se separam, Martina olha para Diego.

Diego toma a atitude e beija apaixonadamente Martina. A mesma corresponde de imediato. Não era o primeiro beijo deles... Mais é como se fosse.

- Eu te amo, Diego. - Martina fala e Diego não fala nada.

- Tem alguém na sua casa? - Diego pergunta enquanto entra na casa juntamente com Martina, aos beijos.

- Não. Vamos para o meu quarto. - Martina fala e eles sobem.

Eles cortam o beijo e vão para o quarto da menina. Ao ver que o clima iria esquentar, Diego conduz a menina a cama. Eles se beijam novamente e, em um passo rápido, Diego retira a camisa de Martina. - Delícia, Martina... - Diego fala com a visão da menina semi nua. Diego retira a alça do sutiã rosa bebê que cobria os seios da garota. Quando os seios da garota ficaram expostos para o professor, Martina arfa. A garota de cabelos castanhos escuros gemeu ao sentir o contado da boca do ator em seu mamilo esquerdo, enquanto sua mão massageava tranquilamente o seio direito.

- Ah... Diego, isso... Vai... - Martina gemia. O ator trocou os seios e massageava o esquerdo enquanto chupava com vontade o direito. Após acabar com os seios, que deu uma grande atenção, beijou a barriga até chegar na saia da menina. Sabia que a saia era presente de sua mãe, por isso não iria rasgar ela, mais tirou forte.

Diego tirou a calcinha rosa da menina e ao ver a excitação da mesma, apurando o cheiro, não pensou duas vezes e a atacou com a boca, lambendo a intimidade da menina, que gemeu ao sentir a língua do seu Diego em contato com sua intimidade. Apesar de estar amando o toque da boca do ator com sua intimidade, queria partir logo para a ação. Diego, percebendo isso, pegou os seus dedos e penetrou fortemente a menina, enfiando quatro dedos de uma vez, fazendo com que Martina soltasse um alto gemido. - Ah... Diego, mais fundo... Isso... - Martina gemia constantemente quando sentiu os dedos do ator em sua intimidade. A jovem estava amando isso, mais teve uma ideia. Em um rápido movimento, trocou as posições de antes e começou a desabotoar a camisa xadrez do ator, e ao retirar a peça de roupa, começa a beijar do pescoço a barriga do mesmo. Diego geme ao sentir os lábios doces da menina em contato com sua pele.

Agora em baixo, Martina retira a calça jeans que ele vestia e se vê um membro duro feito pedra. - Quero ter você em mim, Diego. Quero em entregar de verdade a você! - Quando Martina fala isso, Diego sai da cama e pega uma camisinha. Retira a cueca ficando totalmente nu. Após colocar a camisinha, Diego a vira e começa a penetra - lá. Martina geme de satisfação, prazer e um pouco de dor, afinal, era sua primeira vez. Estava experimentando essas sensações de uma relação sexual e com a pessoa que amava: Diego Ramos. - Ah... Isso... Mais fundo... Ah... Diego! - Martina quase implorava para o ator que sorrio de orelha a orelha. Sem pensar duas vezes, a penetrou com força, fazendo a menina soltar um gemido alto. As estocadas ficavam mais fortes e fundas, mais os dois estavam amando isso. Ao sentir que chegaria ao limite, Martina avisa a Diego. - Diego... Eu... Eu vou... Eu vou... Vou gozar! - Martina quase grita e Diego a beija, aumentando as estocadas, para que a menina goze para ele. Em poucos segundos, Martina e Diego estavam soltando seus espasmos.

- Eu te amo, Martina.

- Eu te amo também, Diego.


Notas Finais


Gostaram?
Diego e Martina admitiram seu amor um para o outro.
Nos vemos em outras fanfics!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...