História Ela e Eles - Hiatus - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Rogue Cheney
Tags Chendy, Entre Outros, Gajelu, Gajevy, Gale, Graylu, Gruvia, Jellu, Jerza, Lucy Heartfllia, Miraxus, Nalu, Rolu, Ronerva, Stinkino, Welia, Zervis
Visualizações 176
Palavras 2.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


CHEGAYYYYYYYYYY

Demory? Num zei, parei.

Ooooh, rimo :o
Ok, agora chega.

Espero que gostem desse capítulo, desculpe os erros. Boa leitura!

~Unicórnia-chan

Capítulo 3 - Fui aceito(a)?


Fanfic / Fanfiction Ela e Eles - Hiatus - Capítulo 3 - Fui aceito(a)?

Ela e Eles

Fui aceito(a)?

Lucy sorriu, se aproximou do grupo e se sentou ao lado de Jellal.

- E então? Fui aceito ou não? - Ergueu a sobrancelha. Natsu estava soltando fogo pelas ventas, Gray estava chocado. O moreno, no qual Lucy descobriu que se chamava Gajeel resmungava algo por que deixou cair suco na sua blusa.

- Eh... Foi? - Jellal olhou para os meninos.- Foi? - Mexe os lábios sem sair som. Lucy aprendeu leitura labial com seus irmãos, quando precisavam conversa sem que o tio percebesse. Também quando não podiam fazer barulho de noite, eles escreviam algo no braço um do outro, para saber o que falavam.

- Natsu? - Gray o olhou pedindo ajuda.

- Sabe né, Natsu. Trato e trato, eu conseguir a amizade da Mirajane, sou parte do grupo, certo? - Sorriu maldosa. 

- E Natsu, nisso você não pode negar. - Gajeel disse. 

- Ok. - Natsu resmungou. - Está aceito. - Disse contra-gosto, Estava na cara que o rosado não gostou dela. 

- Eba! - Lucy comemorou.

*

- Entendo, não pode participar das aulas de educação física nem de natação, certo? - O professor olhou o papel. - Ok, Lucian. Onde está os remédios? - Arqueou as sobrancelhas.

Lucy tirou da mochila um pequeno bote, balançou nos olhos do professor.

- Ok, pode se senta na arquibancada. - Lucy assentiu, na verdade. Eram partilhas de hortelã, porém ele não precisava saber disso. Lucy estava com a garganta ruim, ficou assim por que o ar condicionado do quarto ficava bem em cima da sua cama, ela acabou ficando ruim da garganta.

Laxus sabia que Lucy não poderia participar das aulas de Ed. Física nem de Natação, por que seu disfarce iria por água abaixo. A blusa da Ed. Física era sem manga e não tinha tamanho grande. Então, Laxus disse que Lucy era doente. 

- REUNINDO! - O professor gritou, os meninos se aproximaram do professor, Lucy quase babou neles. Os desgraçados eram fodidamente fortes, os músculos a mostra, principalmente o do seu grupo. Lucy teria que se controlar para não atacar nenhum deles. 

- Quero 20 voltas na quadra, depois dois grupos para jogar queimada. - O professor assoprou o apito, eles começaram a correr. 

- Hey. - Um garoto se sentou do seu lado, Lucy o estranhou. - Por que não participa? - Perguntou, seus cabelos eram ruivos bem claro, alaranjado, os olhos escuros e usava óculos. 

- Tenho anemia. - Também era verdade, Lucy era anêmica e precisava tomar remédio para ter ferro no sangue. Tinha isso desde dos 8 anos. - E você?

- Asma. - Falou. - Me chamo Loke, ou poder me chama de Leo, do jeito que preferir. - Deu de ombros, estendendo a mão a Lucy.

- Me chamo Lucian. - Apertou a mão de Loke.

- Hmmm... Verdade que foi aceito no grupo dos populares? - Arqueou uma sobrancelha. - E bem raro alguém entrar, levei um bolo da Mirajane, eles colocaram fotos minhas bebe na frente do colégio inteiro. Sorte a sua, como conseguiu a amizades dela? - Perguntou, pegando uma vasilha da mochila, mostrando um bolo de chocolate. Ele comeu um pedaço e ofereceu a Lucy um, ela não pode negar.

- Bom...  - Lucy estava horrorizada com os meninos. - Por que deveria confiar em você? - Roubou mais um pedaço do bolo dele.

- Por que eu estou deixando roubar meu bolo? - Sorriu. Ela gostou dele. 

- Hm, suborno? - Perguntou e Loke riu.

- Talvez. - Desviou o olhar para a quadra.

- Bom, ela era a ex-namorada do meu i-  Se interrompeu - Meu tutor, dei o número dele para ela, que aceito. - Sorriu, pegando o último pedaço de bolo dele, ele lhe olhou indignado. 

- Sei, sorte a sua. - Passou o dedo na vasilha, tirando as sobras do recheio, ele levou a boca. Saboreando a comida. - Você e legal, gostei de você. - Disse.

- Digo o mesmo. - Lucy sorriu.

Eles conversaram durante as duas aulas que teriam, Lucy conseguiu um novo amigo. 

(...)

Gray saiu do vestiário, já vestido. Ele sentia seu estômago doer ainda um pouco, levará um bela bolada na barriga quando se desconcentrou com a risada de Lucian e Loke. Um menino ruivo da sala dele. 

Ele ficou sentando no chão por um tempo, se concentrando em não vomita, foi dispensado junto com Natsu. Eles foram ao vestiário para se trocar, ainda teriam mais uma aula, porém Gray não estava muito bem para isso. 

Se sentaram na arquibancada, Gray se sentia incomodado pela aproximação de Lucian e Loke. Não sabia o porque. 

- E então, não vai mais vomita? - Natsu provocou, cutucando a barriga dele. 

- Se for, vai ser em você. - Colocou a língua pra fora, fingindo vomita. Recebeu um soquinho no ombro de Natsu.

- Baka. - Riu, seu olhar pausou em Loke e Lucian, seu sorriso sumiu. - Só eu que acho esse garoto estranho? O tal de Lucian. - Perguntou estreitando os olhos. 

- Também acho. - Resolveu não comentar que estava incomodado com Lucian e Loke próximos daquele jeito. 

Tentou descontrair conversando com Natsu.

O sinal tocou, sinalizando o final da aula, Jellal e Gajeel vieram correndo para eles. 

- E aí? - Gajeel perguntou, se sentando ao lado de Gray.

- De boas. - Falou 

- Por que se desconcentrou?  Você ia pegar a bola numa boa. - Jellal disse sentando na arquibancada acima dos três.

- E porque... - Não poderia falar que se sentia desconfortável com Loke e Lucian juntos. - Eu pensei numa garota. - Sorriu sínico. - A que eu vou pegar esse fim de semana. 

- Uuuou! Olha o garanhão! - Natsu riu empurrando ele.

- Aconteceu alguma coisa? - Lucian perguntou, segurava a mochila na costa, estava atrás de Jellal.

- Fui atingindo por uma bola no estômago, não viu? - Gray disse irônico. 

- Não. - Disse na cara na cara, Gray teria caída, se Gajeel não estivesse atrás de si. - Eu não prestei atenção na aula, estava roubando a comida do Loke. - Falou apontando para o ruivo que escrevia no caderno.

- Olha, parece que se identificou com alguém. - Gajeel riu. 

-  Poiser ne.. - Natsu resmungou.

- Temos que ir, vamos ter aula de história. - Disse Lucian. 

- Vamos faltar, se você quiser ir, vai. - Jellal disse tentando ser ignorante, porém ele sempre foi gentil, mesmo andando com Natsu, Gajeel e Gray. Gray sabia disso.

- Ok. - Lucian deu de ombros. - LOKE! VAMOS! - Gritou acenando para o ruivo que guardava as coisas, ele fechou a mochila e foi até Lucian. - Vejo vocês no almoço. - Acenou para eles, e acompanhou Loke.

- Hey, não temos um trabalho pra entregar? - Gray mentiu, tentando não deixar Loke e Lucian sozinhos, não sabia por que agia assim.

- Verdade ó! - Jellal concordou, significa que realmente tinha um trabalho.

- Então o que estamos esperando? Vamos! - Natsu se levantou.

- Vamos. - Gajeel disse, com a ajuda de Jellal levantaram Gray e praticamente voaram até a sala de aula.

(...)

Lucy se sentou ao lado de Loke, quando os meninos entraram na sala. 

- Ué, vocês não iam faltar aula? - Ela perguntou, pegando seu caderno na mochila. 

- Tínhamos um trabalho a entregar. - Disse Jellal. Sem seguida eles se sentaram. Jellal e Gajeel na frente de Lucy e Loke, e Gray e Natsu atrás de Lucy. As carteiras eram em duplas. 

O professor entrou na sala, e começou a dar aula. Lucy sempre gostou de ficar no colégio, era o seu refúgio para não ver seu tio, ela e seus irmão sempre foram considerados nerds. 

Lucy não gostava de lembrar daqueles momentos, queria retirar a memória que a sempre a machucou, e sempre vai machucar, um trauma, um medo que ela sempre vai ter. 

- Lucian, Lucian? - Loke a balançou, Lucy despertou de seus pensamentos. - Está lagrimando, por que? - Ele sussurro, lhe olhando confuso. Lucy se virou o olhando, quando a primeira lágrima escorreu. Ela limpou o rosto. 

- Nada, só acabei me lembrando da minha mãe. - Mentiu, mas também, a morte dos pais a machucava muito. 

- O que aconteceu com sua mãe? - Ele perguntou

- Ela morreu quando eu tinha 6 anos. - Olhou para suas mãos, respirou fundo para não cair aos prantos ali mesmo.

- Ah, me desculpa, não queria me intrometer. - Falou levemente envergonhado.

- Não tem problema. - Lucy sorriu o confortando. - Vamos voltar a presta atenção na aula, ok? - Perguntou, tentando o distrair. 

- Ok.. 

(...)

Natsu entrou no quarto, se jogou na cama, Gray fora com Jellal e Gajeel roubar umas comidas, eles iriam se reunir no quarto e infelizmente, Lucian estaria com eles. 

Ouviu a maçaneta abrir, mas ninguém entrou, ele sem saber o motivo, se escondeu em baixo da cama, a porta foi aberta e em seguida fechada, ouviu passos. 

Ele colocou levemente a cabeça para fora, Lucian estava no quarto e parecia confuso.

- Merda! - Ele xingou, estava rouco. Natsu não sabia o motivo. - E agora, como vou falar com o Sting-nii? Ou o Laxus-nii? Merda, junto agora que a Michelle mandou um E-mail. - Resmungou. - Mas ainda não conseguir ler, será que tem algum computador por aqui? - Perguntou confuso. Ele olhou ao redor. Ele foi até o armário de Natsu e vasculhou , o rosado ficou indignado, como ele podia mexer nas coisas dele assim? - Nada. - Ele resmungou, depois foi ate o armário de Gray e abriu a gaveta, achou um computador. - Ótimo! - Ele pegou. - Será que tem senha? - Se perguntou sentando na cama dele. Abriu o computador e ligou. - Eba! Ainda bem que não. -  Sorridente ele mexeu em algo.

- Gray tinha que não por a porra da senha! - Natsu pensou em como bateria em Gray e em Lucian. 

Ele ficou em silêncio, depois um sorriso se abriu nos lábios dele, e um olhar de alívio e preocupação. Ele parou.

- Aí meu Deus! Esqueci! - Ele correu, deixando o computador ligado na cama, pegou a chave a trancou o quarto. 

Natsu saiu de baixo da cama. Correu até o computador lendo o E-mail aberto.

"Onee-sama, boas notícias! O tio não suspeitou de nada, estava enfurecido pela fuga de você e dos onii-chan! Estou meio preocupada, como estão? Queria saber, mas não me responda, ok? Ele pode suspeitar, e se ele descobrir, vai ficar ruim as coisas pro meu lado e pro de vocês. Ele já pós a polícia pra procurar aqui no estado. Espero que estejam longe, conseguiram sair do país? Espero que sim! Como está Onee-sama? Sting-nii está com você? Alias vocês dois são inseparáveis pelo fato de serem "Os gêmeos mais unidos" rs. Laxus-nii está protegendo vocês? Provavelmente sim, ele sempre tem um plano! Me responda na quarta de madrugada! Ele vai viajar para a cidade vizinha e voltar na quinta a tarde, ele iria me levar, porém vai me deixar sob o olhar dos empregados. Ultimamente ele está com muita raiva de vocês, e desconta em mim, porém não dou esse gostinho a ele, não se preocupe! Irei apagar esse E-mail e o histórico para ele não suspeitar. Espero que esteja bem Onee-sama! 

Beijos, Michelle"

- Fuga? - Natsu estava confuso demais. - Onee-sama? - Natsu realmente não estava entendo nada. - Ele tem um gêmeo? Quem e Michelle? - Natsu nunca esteve tão confuso.  - Tio? Por que Lucian está fugindo dele?

Ouviu a porta destrancar, e rapidamente correu para se esconder em baixo da cama

Lucian entrou no quarto com um celular, ele tirou foto do E-mail e enviou a alguém. Depois Natsu conseguiu ver ele apagar as provas. Rapidamente devolveu o computador a o armário de Gray. 

Pegou o celular e sorriu.

- Obrigada Mirajane! Você e um anjo. Pena que vou ter que apagar essa mensagem. - Resmungou. E saiu do quarto. 

Natsu saiu de baixo da cama, depois seus amigos entraram no quarto, perguntaram por Lucian, Natsu disse que não sabia.

Alias, quem realmente era Lucian?  


Notas Finais


Gostarammmmmmmmmmm? Espero que sim!

Até o próximo! Beijos

~Unicórnia-chan


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...