História Ela precisava de ajuda - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Auto-mutilação, Cortes, Depressão, Ódio, Overdose De Remédios, Romance, Suícidio
Visualizações 40
Palavras 358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa Leitura!❤

Capítulo 8 - Que lindo dia para se estar positivo


Fanfic / Fanfiction Ela precisava de ajuda - Capítulo 8 - Que lindo dia para se estar positivo

     Hoje de manhã minha mãe não estava lá, eu estava sentindo dores e querendo vomitar, fui até uma farmácia perto da rua de cima e pedi algo para o quê eu estava pedindo:

-Dor de cabeça?

-Um pouco.

-Alergias?

-Não.

-Febre?

-Não.

-Insônia?

-Não.

-Vontade de Vomitar?

-Sim.

-Menstruação atrasou?

-S-sim. Respondi preocupada.

-Toma, ela disse me dando um teste de gravidez na mão.

Fui até o banheiro e fiz o teste, eu   já imaginava que seria esse o resultado, mas jamais como seria a sensação, e outra, sou menor de 18, e agora, e os meus estudos? Como eu vou fazer para estudar? E a minha mãe? Nem me cortar poderei mais, imagina matar-me?

Tudo estaria um caos, com toda certeza, como poderei cuidar de uma criança, se nem de mim sei cuidar?Será um caos. Respondi a mim mesma, não tenho nem sequer experiência, não sirvo para nada e o ano nem começou, vou repetir e ainda tenho perigo de Eduardo matar-me, e matar essa pequena criança que há dentro de mim. Comecei a chorar e a mulher da farmácia tentou me consolar. "Calma, tudo ficará bem"

Voltei para casa e minha mãe estava lá, logo tentei dizer a ela, mas não fui capaz, então esperei um pouco.

           《 Um tempo depois》

Minha mãe fez a janta, e logo depois que ela me chamou, sentei-me a mesa e disse à ela:

-Mãe?!

-Sim filha.

-Eu.... Preciso lhe dizer algo.

- O quê? Conte-Me

-E-eu......... Eu estou grávida!!

-Ela fez uma cara séria, me preocupei muito, mas logo ela disse:

-Quanto tempo?

-Duas semanas.

-Quem é o pai? 

-Eduardo.... Um amigo meu.

-Amigo? Ela disse rindo bondosamente.

-Sim...

-Tudo bem minha filha, não vou brigar com você, só não deixe que isso atrapalhe sua vida, só não deixe que isso te faça mal, uma criança é sagrada, e quando uma vem ao nosso mundo, devemos amá-la com todo amor, não importa de quem seja.

Eu poderia ter criado o rio amazonas com tantas lagrimas que haviam caído naquele momento na cozinha, eu e minha mãe nos abraçamos e logo fomos até seu quarto, ela me contou como foi bom ter um filho e ficou dizendo-me que seria uma benção de Deus, parecia até que ela estava mais animada que eu, bem, na verdade não parecia, ela realmente estava.



Continua...




Notas Finais


Obrigada por ler!❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...