História Ela queria ser como qualquer outra! - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 4
Palavras 560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura 😊

Capítulo 7 - Voltando a ser quem eu era


Acordei com uma baita dor de cabeça por ter ido dormir chorando, fiz minha higiene e uma roupa simples, uma calça jeans de lavagem meio escura, uma regata vermelha com pedrinhas douradas na parte do busto e uma jaqueta já que estava meio frio e meu amado All Star azul marinho de cano médio, passei um lápis preto e como não tinha tomado café não passei batom.

Como não tinha ninguém em casa conectei meu celular no rádio e coloquei em uma play list de rock, arrumei a mesa e me sentei para tomar café, mas como não estava com muita fome, só tomei uma xícara de café. 

Guardei as coisas, arrumei a mesa e fui para a cozinha, lavei a xícara e guardei a louça . Ainda ao som de rock fiz uma geral na casa, meus vizinho só espiavam para a minha casa, acho que eles estavam querendo me matar, ou achando que estava fazendo algum ritual, vai entender esse povo.

Quando terminei já era quase hora do almoço, mas nem almoçar eu quis, só me deitei no sofá pois estava meio cansada. 

Acordei já era uma e meia, então tirei do rock e coloquei numa play list de rap de anime, peguei meu material da escola e fui fazer as tarefas, é eu  sou meio louca, consigo estudar com música ... 

Tarefa de inglês, o coisa que eu odeio, essa matéria não fecha comigo, não a compreendo bem, ainda bem que era só uma tradução, então tio Google me ajuda, a de matemática eu fiz que foi uma beleza, se uma coisa que eu amo é números. 

Terminei já era 15:00 horas, fiz algo para o café e fui tomar um banho para ir para a escola, vesti uma legging Preta peluciada por dentro, a blusa do uniforme e uma casaco grosso que até abaixo da minha bunda, arrumei meu cabelo; coloquei a franja meio que cobrindo o rosto, passei meu lápis preto, um batom meio morrom médio e coloquei minha bota preta.

Fechei a casa, arrumei os materiais na mochila e fui para a parada.

No ônibus foi quieto, cheguei na escola e fui com o pessoa para o nosso canto, ficamos lá conversando até o sinal tocar, dentro da sala troquei meu lugar, como sentava perto do Mateus a Ane falou para eu sentar sempre perto dela, passei a noite ignorando o Mateus, eu mudaria, não deixaria meus amigos de lado, mas também não seria mais aquela garota boba, tá na hora de voltar ser aquela garota que não liga para nada.

No recreio todos os nossos amigos já sabiam do que tinha acontecido entre eu e o Mateus e ninguém aprovava o que ele fez, a Ane disse que não deixaria isso baixo, ele podia ser o mano dela, mas ninguém mexia com uma amiga dela, ele iria acabar com o relacionamento novo do Mateus. 

Na última aula nem prestei muita atenção estava com muita dor de cabeça, no ônibus sentei ao lado do Luís, bom ele sentou do meu lado, isso já estava virando costume.

Brincamos até eles descerem em suas paradas, depois fiquei quieta até chegar a minha, desci e como sempre foi até em casa sempre alerta.

Não jantei, por causa da dor na cabeça, só entrei em casa, cheviei a porta e cai na cama.

Foi a primeira vez que dormi sossegada, mesmo que seja pela dor .




Notas Finais


Obrigado por lerem .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...