1. Spirit Fanfics >
  2. Eldarya - Uma chance para amar >
  3. Guardiã

História Eldarya - Uma chance para amar - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo e Boa leitura!

Capítulo 6 - Guardiã


Érika entrou na sala de alquimia sentindo seu sangue gelar e seu corpo tremer. Após o almoço Alajéa havia lhe dito que o elfo lhe chamava na sala de alquimia alegando que devia estar lá agora mesmo. Sentindo o puro ódio já que esperava que na sua folga não teria que ouvir a voz irritante e muito menos sua cara, fez o que lhe foi dito , estando agora em frente ao elfo. Observou cada traço do elfo por segundos que lhe pareceu horas já que o mesmo ainda não havia lhe dito nenhuma palavra. O cabelo azul que sempre mantinha preso com uma liga transparente tinha alguns fios caídos no seu rosto delicado com lábios rosados. Por mais irritante que o elfo fosse não podia negar que Ezarel era um dos homens mais bonitos dali.

- o que você quer? – cruzou os braços olhando para o elfo que apenas a encarou sem expressão alguma no rosto.

- entramos em estado de alerta e vamos sair em busca de alimentos em dois dias – ouvia atenta, já havia percebido que a comida estava sendo racionada,apenas não esperava que estivessem em estado de alerta e muito menos que iria fazer parte das buscas.

-só isso? – questionou, quando foi chamada pensou por um momento que Ezarel iria se desculpar pelo feito de alguns dias  atrás , ou até mesmo perguntar como se sentia , mas pelo o que aparentava o elfo não estava nem um pouco preocupado em pedir desculpas, se é que essa palavra existia em seu vocabulário.

- o que mais você quer? Um guia de como se preparar pra busca? – questionou sarcástico-além do mais são ordens da Miiko, então não tem como amolecer e pedir pra não ir- o observava atômica com o que ouvia, achou por um segundo que ele não seria rude como sempre, mas estava engana, aquele era o Ezarel e nada mudaria isso. Quando mencionou Miiko se lembrou do que descobriu recentemente.

-então agora você cumpre o que a Miiko diz a meu respeito? – o elfo a olhou franzindo o cenho, o rosto decepcionada da humana o fez lembrar do que havia feito a duas semanas-deveria me ajudar a me adaptar e não me colocar pra lavar sua bagunça durante uma semana. Por apenas capricho seu – completou o olhando desepcionada . Ezarel não dizia nenhuma palavra, sabia que o a humana estava certa, foi de fato apenas por capricho. A moça se virou pronta para deixar a sala.

-Érika... –chamou a morena, era a única palavra que havia conseguido dizer naquele momento. A moça parou virando o rosto e olhando o elfo , aquela era uma das primeiras vezes que a chamou pelo nome, mas nem isso causou algo na mulher que não fosse pura tristeza e decepção, estava decepcionada com sigo mesma por pensar que Ezarel se desculparia, por sentir que necessitava tanto das palavras do elfo.

-nem ao menos desculpas você pediu – a face do elfo estava repleta de culpa, queria pedir mas estava hesitando como sempre fazia, seu orgulho estava lá lhe impedindo de pedir desculpas por um mal que causou. – não existe nenhum sentimento bom dentro de você – uma lágrima fina escorreu pela bochecha da humana, que se virou e saiu da sala. Deixando o algo se afogar nos próprios pensamentos , a fizera chorar.

(***)

Mais uma vez Érika se via na cerejeira repletas de lágrimas, Karen estava ao seu lado a consolando e garantindo que ninguém chegasse perto para poder ver o péssimo estado da humana. Aquela já era a quarto dia consecutivo que a moça chorava por do elfo ou de saudades da família.

-eu pensei que por um estante ele teria um pouco de bondade – dizia entre as lágrimas – pensei que ele tivesse pelo menos a decência de me pedir desculpas – Karen passou a mão pelos cabelos castanhos da amiga enquanto a ouvia. Já estava a par de toda a situação e queria dar um olho roxo para o elfo, mais sabia que não conseguiria fazer isso e se fizesse teriam sérias consequências, por isso optou por consolar amiga. Se perguntando se Érika iria secar como rio de tanto chorar.

-que ele é um idiota por completo a gente já sabe. Vamos pensar em outras coisas, tipo talvez podemos fazer buscas juntas, quem sabe a sorte não fica ao nosso favor – tentou animar amiga que a olhou triste.

-do jeito que eu sou azarada e bem capaz de sair com Ezarel e outros três iguais a ele – Karen riu baixo, enquanto Érika choramingava .

-ninguém é igual ao Ezarel, pensa pelo lado positivo. – completou enquanto a humana limpava as lágrimas.

- não tem lado positivo nesse lugar – indagou vendo a amiga abaixar a cabeça com o que ouvia – exceto por você e os outros – corrigiu vendo um sorriso brotar nos lábios de Karen em apenas um segundo.

-tem certeza que é apenas eu e nossos amigos? – questionou fazendo Érika franzir o cenho. Aonde ela queria chegar?

- o que quer dizer com isso?

- tudo é fundamentado em alguma coisa, esse implicância fora do comum que o Ezarel tem com você pode ser fundamentada em algo – explicou fazendo Érika a olhar espantada. Ezarel que estava ali por perto ouvindo a conversa atento pois havia seguido a humana assim que a mesma saiu da sala de alquimia, fez um careta. Por um estante se perguntou porque implicava tanto com Érika , as respostas eram óbvias, eram uma humana chata e pequena além do mais irritá-la trazia paz de espírito. Isso era o que preferia pensar.

-impossível, aquilo só ama a si mesmo – seguiu a linha de raciocínio de Karen. O único fundamento das implicâncias eram que Ezarel a odiava, nada mais que isso. – eu o odeio mais que tudo.

O elfo ouviu as palavras sentindo um certo peso de cada uma , por mais difícil que fosse admitir, ouvir Érika dizendo que era um egoísta e que lhe odiava causavam sensações estranha de desconforto. Estava arrependido pelo o ocorrido e saber o que Érika pensava sobre ele daquela forma era pior ainda.

Ela o odiava, deveria se sentir feliz ou pelo menos algo parecido, mas o que sentia era o total o oposto.

(***)

Miiko andava de um lado para o outro com seu cajado em mãos, tinha um dedo sobre o queixo enquanto ouvia Ewelien dizer o que Érika havia lhe contado pela manhã após matar um Black dog, algo incrível dado que a moça era desajeitada e fraca . A kitsune pensava quais as probabilidades daquilo ter acontecido naturalmente, não havia nenhuma, de fato aquilo havia sido fora do comum. Olhou o cristal se lembrando do que havia ocorrido a um mês atrás.

-talvez tenha ligação-sussurrou se virando para os três lidere de guarda, seu subchefe e a enfermeira. – o oráculo se manifestou no dia em que Érika esteva nessa sala pela primeira vez, apontou diretamente para ela e então desapareceu – relembrou a todos o ocorrido que ainda estava fresco em suas memórias .- ela não foi atacada pelo Black dog que teve diversas oportunidades para o tal ato – repetia o que Ewelien havia acabado de dizer ligando os pontos.

-acha mesmo que de alguma forma poderia ser isso? , não há vimos com nenhum cristal-a enfermeira dizia ligando os pontos do que Miiko dizia.

- se ela for mesmo o que eu estou pensando em breve vai encontrar algum cristal.

-estão mesmo cogitando a possibilidade da Érika ser a guardiã do cristal? – questionou Nevra incrédulo – isso é basicamente um lenda!  

- não é uma lenda, creio que Ezarel se lembra da última guardiã – se virou para o elfo que maneou a mão.

-não muito, isso foi a duzentos anos, eu era muito novo. E mesmo assim o oráculo escolhe uma guardiã a cada mil anos, e muito cedo ainda.

-em condições normais sim, mas o cristal foi quebrado a um ano, o oráculo está enfraquecido por isso a escolheu – o grande cristal, já não era tão grande brilhava na enorme sala –Érika é a nossa salvadora – sorriu ao pronunciar o nome da humana. – como guardiã do cristal as criaturas mágicas de Eldarya não há veem como uma ameaça, e sim uma salvação.

A salvação deste mundo.



Notas Finais


Érika a salvadora, da uma frase de efeito top!
Ezarel finalmente está percebendo os sentimentos estrenos pela nossa humaninha favorita ^_^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...