História Eldarya - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Amor Doce, Eldarya, Fantasia, Magia, Romance
Visualizações 35
Palavras 288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


VORTEI, povinho do vilarejo do arco-íris 🌈🌈 Curtam o capítulo e boa leitura 📖

Capítulo 16 - O Homem da voz conhecida


 

 

Audrey começa a tremer de medo de que algo lhe aconteça, a pessoa se aproxima do armário e abre-o devagar...

 

- Eu escutei vozes vindas desse quarto- escuto outras vozes, perto impedindo o homem de terminar de abri-lo.

- Droga! - susurra o homem. 

A porta é aberta bruscamente. 

- Quem é você!? E o que faz aqui? - diz um dos homens que acaba de entrar.

- Não tente fugir se não vai ser pior para você! - o segundo homem diz.

- Fique tranquilo, não planejo fugir para lugar nenhum. - diz o homem da voz conhecida. 

Logo em um piscar de olhos vejo o mesmo atacando os dois caras que estavam o ameacando a pouco tempo. 

- Eu escutei barulho procurem em todos os quartos! - uma outra voz é transmitida.

- Merda. 

Rapidamente o homem abre a porta do armário e ...

- A-audrey? 

Ele me conhece? Meu Deus, quem é ele? O homem que aparece na minha frente, está todo de preto e cobrindo seu rosto com um pano, mostra só seus olhos que, por meio de uma porção, estava com uma coloração diferente. Provavelmente, para não indentificarem-no.

- Vasculhem! - novamente a voz está se aproximando. 

Percebo então que a porta estava aberta. 

- Rápido, vamos! Eles vão nos alcançar. 

-E-Espera! 

-Confia em mim... - ele diz e me estende sua mão.

Após isso, pego sua mão e ele me tira do quarto e me leva para um corredor muito estranho. Ao sair de perto da porta misteriosa meu coração começa a disparar forte, como se algo estivesse me falando alguma coisa. Mas eu não soube decifrar o que era. 

- Alí, eles estão alí - um dos guardas nos avista...

 

-Continua...


Notas Finais


Quanto mistério...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...