História Eldarya um novo mundo (Nevra) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Erika, Ewelein, Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Visualizações 19
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Uma noite sem sono


Todas as coisas que estavam ms incomodando se foram. Ainda não acredito que disse aquelas palavra, afinal eu nunca havia feito isso com alguém que amo. Com alguém que eu amo, é tão bom poder dizer isso. Mais eu posso pensar nisso depois também.
O Nevra coloca beijos no meu pescoço, fazendo eu me curvar um pouco.

Nevra:"Eu realmente tenho efeito em você, não é princesa.."

Eu o respondo com um beijo, eu não aguento mais. Minha mão passa na barra de sua blusa, impaciente. Eu a levanto e tiro, revelando seu torço maravilhosamente musculoso. Sua pele aveludada me encanta com seu cheiro. Passo minhas mãos pela suas costas e ele estremece ao meu toque. Ele me olha com fogo nos olho, e vê que eu estou nervosa. O Nevra prende meus braços a cima de minha cabeça.

Nevra:"Agora deixe que eu comando e apenas relaxe."

Karol:"Mais,"

Nevra:"Relaxa, eu vejo que você está nervosa, então deixe comigo. "

Eu obedeço, mesmo não sendo acustamada a deixar outros no comando. O Nevra tira minha blusa, e eu fico com vergonha. Mas ele me olha como se eu fosse a coisa mais linda que ele já viu. Ele tira meu sutiã e ele começa a me beijar. Há um calor que fica mais quente entre minhas pernas enquanto ele me beija. Ele vai beijando do meu queixo até meu pescoço e eu consigo sentir sua língua. Eu tremo por sentir essa sensação. Ele passa as mãos na minha barriga e elas sobem até um ponto sensível o que me faz curvar um pouco. Agora, ele toca a barra da minha calça e sorri.

Nevra:"Acho que prefero você sem."

Ele vai descendo lentamente enquanto ele beija meu pescoço. Ele não se aguenta e morde meu pescoço e eu gemo alto e em menos de uma fração de segundos ele tira minhas calças.
Ele me olha com desejo e isso é recíproco.

Nevra:"Eu achava que você não era experiente não é?"

Karol:""Vamos dizer que eu tenho uma imaginação bem fértil."

Nevra:"Uhm sua garota levada. E o que acontecia nessa sua imaginação?"

Karol:"Que você me beijava e fazia amor comigo."

Eu nem acreditei que eu disse isso mais vejo que isso acendeu cada vez mais o fogo do Nevra. Ele empurra o resto de suas roupas para baixo e tira a única peça que sobrou minha. Eu sinto o quanto ele me quer, eu sinto isso erre minhas pernas. Ele me provoca só com a ponta dele, na parte onde estou mais quente e molhada. Bem mais onde eu quero ele.

Karol:"Não me provoca."

Ele sorri e finalmente se coloca dentro de mim. Mordo seu ombro para não soltar um gemido. Mas eu grunho quando ele começa se empurrar para frente para trás dentro se mim. Suas mãos estão nos meus quadris e as minhas estão em seus ombros o arranhando. Eu não sei o que está acontecendo comigo. Minha respiração está muito irregular, igual a dele.

Karol:"Eu quero mais..."

Nevra:"Boa garota..."

Ele aumenta a sua velocidade, rápido e profundo. Eu me sinto apertando e soltando tudo. Ele termina soltando um grunido e cai em cima de mim. Eu beijo sua nuca.

Nevra:"Você quer mais?"

Eu o beijo como resposta. Ele sorri e repetimos isso até o amanhecer.
Acordo ao lado do meu belo vampiro.
Ela acorda um tempo depois e se espreguiça.

Nevrs:"Bom dia, pequena."

Ele dá um beijo em minha testa.

Karol:"Bom dia."

Nevra:"Você está bem?"

Karol:"Melhor do que nunca."

Ele sorri. Eu me levanto para ir tomar banho e o Nevra vem junto comigo. Tomamos um banho mais do que quente. Não arrumamos e vamos comer, pois o dia vai ser longo. Depois de comer, o Nevra vai treinar a sua guarda, e eu vou visitar a Ykhar.
Ela parece estar bem melhor, mais não se lembra de nada. Acho que por enquanto vai ser melhor assim.

Encontro meu irmão no corredor, aí me lembro que o quarto dele é ao lado do meu.

Jason:"Noite agitada, não é irmãzinha."

Karol:"O que você quer dizer?"

Acho que ele ouviu alguma coisa pelo visto.

Jason:"Ah Karol, não tente enganar seu irmão. Eu ouvi vocês. "

Fico vermelha como um pimentão.

Karol:"V-você ouviu?"

Jason:"A minha maninha sua primeira vez, ficou bem marcada."

Ele aponta para neh pescoço.

Karol:"Ah, talvez. Acho melhor tapar isso."

Ele me da um sorriso travesso.

Jason:"Mais agora você me deve um noite de sono. Vocês são o que? De ferro?"

Eu rio.

Karol:"Idiota."


???:"SOCORRO!"


_____________Fim do capítulo 8___________


Notas Finais


Hoje o capítulo foi meio pequeno e ontem eu não consegui postar. Acho que vou fazer dia sim e outro não. Obg e Tchauuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...