História Ele e Ela - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO
Personagens Christopher Vélez, Erick Brian Colón, Joel Pimentel, Richard Camacho
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Tragedia
Visualizações 45
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 30 - Ele e Ela 30


Fanfic / Fanfiction Ele e Ela - Capítulo 30 - Ele e Ela 30

Narra ( sn ) : Hoje foi um dia fantástico , o papai me deu permissão para trabalhar com ele e com o Chris e saber que finalmente vou sair para o exterior é muito emocionante . Acabei de preparar o jantar e fui para o quarto chamar o Chris , ele está deitado a noite toda desde que meu pai disse que eu podia trabalhar com eles .

Não estava nada feliz sabendo que vou trabalhar com ele , mas desta vez ele tinha que aceitar que desta vez eu ganhei . Eu entro no quarto e vejo ele deitado na cama todo coberto pelos grandes lençóis e vendo TV .

( sn ) : Amor , já está pronto o jantar .

Chris : Eu não tenho fome . - diz cortante -

( sn ) : - rodo os olhos - Tem que comer pra ter energia .

Chris: não estou com fome . - repete -

( sn ) : - suspiro - você percebeu que ultimamente o nosso casamento é baseado em brigas ?

Chris : estava tudo bem até que você apareceu com essa ideia maluca de trabalhar com agente e arriscar sua vida , e você deve estar feliz . Você conseguiu o que queria , agora me deixa em paz .

( sn ) : o que você quer dizer com " me deixa em paz " ? - perguntei incomodada -

Chris : Eu quero ficar sozinho .

( sn ) : por que te afeta tanto tudo isso ? Deveria estar feliz por mim , já que depois de quatro longos anos voltarei a sair ao exterior.

Chris : você não entende que eu não quero que alguém te faça mal ?!

( sn ) : Claro que eu entendo e te agradeço , mas deixa o seu mau humor de lado , já não há volta atrás , queira ou não amanhã começarei a trabalhar com vocês .

Chris : já sei que não há volta atrás .

( sn ) : ok , ambos temos as coisas claras . Agora , levanta e vamos jantar .

Chris : agora me diga uma coisa , onde você aprendeu a atirar ?

( sn ) : isso não te incumbe .

Chris : Claro que me incumbe , você é minha esposa .

( sn ) : e isso o quê ? Não devo te dar explicações se eu não quiser .

Chris : Ah claro você não quer dar explicações mas quando você soube que eu trabalhava com o seu pai eu tive que explicar cada maldito detalhe da minha vida para que você esteja feliz .

( sn ) : Ah ta bom ! Me ensinou um amigo , feliz ?

Chris : - me olha com suspeita - não acredito em nenhuma palavra sua .

( sn ) : não posso fazer nada , vc é muito desconfiado .

Chris : me diz a verdade .

( sn ) : ta bom , foi um ex-namorado que eu tive antes de te conhecer , o pai dele era policial e sempre íamos para a casa dele onde praticávamos os tiros . Pronto , isso é tudo.

Chris : ah sim , algo muito casual entre casais . - diz sarcástico -

( ••• )

Narra ( sn ) : Hoje era o primeiro dia , depois de tanto tempo eu ia pisar no exterior , talvez isso seja exagerado para qualquer um mas para mim é a coisa mais incrível que podia acontecer pra mim .

Um sorriso de orelha a orelha se plantou no meu rosto desde que acordei e não se apagava com nada , nem com o mau humor do Christopher , nada ia arruinar este dia . Eu estava tomando meu café da manhã enquanto chris acabava de tomar banho .

Vejo ele descer as escadas e sem me dizer nada se senta na mesa pra tomar café da manhã .

( sn ) : quer café ?

Chris : Não.

( sn ) : quer torradas ?

Chris : Não.

( sn ) : o que você quer ?

Chris : que você não vá trabalhar .

( sn ) : - ri - isso não vai acontecer Christopher , será mais fácil aceitar o café ou as torradas .

Chris : Então eu quero torradas . - roda os olhos -

( sn ) : - suspiro e me sento em suas pernas - Já chega Chris , isso é muito chato , agora só finge estar feliz por mim para não estragar o dia mais importante da minha vida .

Chris : - levanta uma sobrancelha - tão importante para você é trabalhar ?

( sn ) : Não , mas sim é importante que eu vou sair pela primeira vez depois de tantos anos. - sorri -

Chris : esta bem estou feliz por você . - diz com má vontade -

( sn ) : Obrigado e agora você pode mudar essa cara ? Vai sair rugas com essa testa franzida .

Chris : - sorri - OK , agora vá se trocar , estamos atrasados .

( sn ) : espera , o que eu coloco ?

Chris : algo que te faça aparentar mais idade , pq se eles estiverem vigiando agente não pensar que vc é a filha do Miguel .

( sn ) : Eu não tenho esse tipo de roupa . - roda os olhos -

Chris : veste algo elegante e pronto . - deixa seus olhos em branco -

( ••• )

Narra ( sn ) : Eu saio do quarto algo insegura pela roupa que coloquei , mas o olhar do Chris sobre mim me fazia sentir um pouco mais segura .

Chris : - morde o lábio inferior - vc é tão sexy que me faz esquecer que estou com raiva de vc .

( sn ) : - ri - como eu estou ?

Chris : Perfeita. - sorri - agora vamos .

Segura minha mão , estava tão assustada e nervosa , eu nem lembrava como eram as ruas .

 

 

continua ............... Foto da capa roupa da ( sn ) . ❤️ Boa noite lindas ❤️


Notas Finais


Espero que tenham gostado .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...