História Ele e eu (Kim Taehyung) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Ação, Drama, Revelaçao, Romance
Visualizações 179
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOA LEITURA!!❤

Capítulo 23 - Ele vai voltar.


Fanfic / Fanfiction Ele e eu (Kim Taehyung) - Capítulo 23 - Ele vai voltar.



(s/n) se apoia na parede deslizando até o chão.Onde estava Taehyung? por que não esperou?Você prometeu! 

                 Eu te esperarei.

-(s/n): Eu te esperarei? Que patético.

A garota começa a ri e limpa as gotículas de água que formava nos cantos dos seus olhos. Por que estou chorando? Era o que a garota se perguntava.

(s/n) não havia se dado conta que já estava amanhecendo,8 não se deu conta que estava a espera de Taehyung, levantou do chão e caminhou até as escadas descendo as mesmas, girou a maçaneta, se assustou quando a porta foi aberta e deu de cara com o peitoral de Namjoon.

-Nam: Oh! Oque está fazendo aqui?

-(s/n): Nada, vim pegar uma coisa que esqueci.

-Nam: Não...você não era para está presa?

-(s/n): Era?

 Namjoon olha ao redor e volto a fita a garota.

-Nam: O Taehyung foi embora.

-(s/n): C-como?

-Nam: Ele foi para o exterior.

(s/n) não sábia oque falar apenas assentiu.

-(s/n): Eu vou indo.

-Nam: Você não se importa de ele ter ido embora?

-(s/n): Nem um pouco.

Namjoon ficou em silêncio e a garota saiu, estava sentindo um vazio no seu peito ,seu coração estava acelerado sua respiração falha a garota ficou com falta de ar, apoiou uma mão na parede e uma no peito estava zonza.

(s/n) estava recordando tudo oque tinha acontecido no passado o abandono de sua mãe, Taehyung estava fazendo a mesma coisa estava lhe abandonando.

Estava quase no fim do outono,  o clima estava um pouco frio, havia se passado 3 meses desde que Taehyung foi embora sem nenhuma explicação, apenas sumiu.

 (s/n) estava andando em um parque em meio as folhagens seca.Sempre se amaldiçoado mentalmente sempre que lembrava de Taehyung ou via alguns de seus primos, o único que (s/n) tinha contato era Jungkook que as vezes o via pelos parquinhos ou em frente a escola.

-Nam: Perdida?

(s/n) levanta o rosto para olhar Namjoon que trajava um terno.

-(s/n): Namjoon..

-Nam: Quanto tempo..você sumiu.

A garota fica em silêncio encarando Namjoon.

-Nam: Quer tomar alguma coisa?

-(s/n): Tudo bem.

(s/n) acompanha Namjoon até uma cafeteria era bem aconchegante.

-Nam: Chá ou café?

-(s/n): Chá por favor.

Namjoon deixa a garota e vai fazer o pedido, logo volta sentando na frente da menor.

-Nam: Como tem passado?

-(s/n): Bem.

Namjoon sorri e encara (s/n) que brincava com seu cachecol.

-Nam: Você sente falta dele né?

A garota paralisa e fita Namjoon como se ele tivesse cometido algum pecado. Mas resolveu falar o por que.

-(s/n): Não exatamente..na verdade eu fiquei chateada por ele ter quebrado uma promessa.

-Nam: Eu tenho certeza que ele não queria ter quebrado uma promessa...principalmente ser fosse com você.

-(s/n): Então por que? Por que ele foi embora?

Namjoon encolhe os ombros e sussurra um "eu não sei".

-Nam: Ele vai voltar.

(s/n) balança a cabeça negando não queria mais falar dele.

-(s/n): Não quero que ele volte.Podemos mudar de assunto?

Ele concorda tomando um pouco de seu chá.

-Nam: Você quer trabalhar comigo? Estou precisando de uma secretaria de confiança.

-(s/n): Quantos eu vou ganhar com isso?

Namjoon arqueia uma sobrancelha e sorri brincalhão.

-Nam: Resolvemos isso depois que você aceitar.

-(s/n): Eu sou de confiança?

-Nam: Sim você é.

-(s/n): Se você tem toda essa confiança em mim.

(s/n) estende a mão para Namjoon.

-(s/n): Prazer sua nova secretaria.

Namjoon aperta a mão de (s/n).

-Nam: Fico feliz por ter aceitado.

Namjoon teve que voltar para a empresa e (s/n) voltava para casa, começaria a trabalhar em alguns dias teria algo para ocupar seus pensamentos.

Um dias atrás (s/n) esbarrou em Jimin ele disse que não sábia por que o Taehyung havia ido embora, e o único que sábia era Yoongi que tinha ido junto com Taehyung para o exterior, Jimin tinha visto o lado que não conhecia de (s/n).

-JM: Ele vai voltar!

-(s/n): Isso não me importa Jimin. Espero que eles morram.

A garota tinha um sorriso estampado no rosto de puro ódio.

-JM: Você não é a (s/n) que eu conheço!!

-(s/n): Você não  me conhece.

(s/n) havia pegado pesado? Não ela não estava nem aí para nada.

A garota tinha mudado seu comportamento queria bloquear Taehyung mas não conseguia as vezes a garota entrava na mansão Kim sem que ninguém soubesse, deitava na cama de Taehyung e olhava para o grande quadro e lembrava do garoto até dormia lá as vezes fazia isso constantemente e se odiava por isso.

(....)

Ky: Você quer um pirulito?

Keyko joga um monte de doces em cima de (s/n) que estava deitada na cama.

-(s/n): Não...você vai ficar diabética com tantos doces.

-Ky: Isso não é verdade...você me levá ao médico quase toda finais de semana eu não tenho nada.

Keyko deita na cama e abraça (s/n).

-Ky: Eu sei que você está segurando..

-(s/n): O que?

-Ky: Eu sei que você está a muito tempo segurando a vontade de chorar. Se estiver sentindo a vontade de chorar, não segure as lágrimas, se você chorar trará alívio, como se você estivesse tirando a tristeza do peito.

Era isso (s/n) precisava apenas aquelas palavras para perceber que realmente estava segurando a vontade de chorar.

E com aquelas palavras (s/n) desabou começou a chorar como se tivesse perdida.

-Ky: Pode chorar estarei aqui do seu lado para limpar suas lágrimas.

Keyko afagava as costas de (s/n), era de dá dó como a garota chorava tão dolorosamente, esses 3 mêses suportando e guardando tudo para si.

(s/n) dormiu parece que tinha tirado um peso de seu peito mas ele ainda estava vazio.

Eu sinto tanto sua falta mais não queria admitir e hoje eu  não aguentei e chorei pensando em você.

Continua...


Notas Finais


Me desculpem se estiver confuso vai melhorar eu prometo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...