História Ele e eu (Kim Taehyung) - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Ação, Drama, Revelaçao, Romance
Visualizações 143
Palavras 1.673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Rsrs( risada nervosa)
O-olá meus bebês, me desculpe estava sem ideia para escrever...
Mais enfim fiquem com o capítulo.

Kim Taehyung vai quebrar a cara bem quebrada.🙆💭
BOA LEITURA❤

Capítulo 24 - Contrato.


Fanfic / Fanfiction Ele e eu (Kim Taehyung) - Capítulo 24 - Contrato.



Desde do dia em que (s/n) desabafou teve certeza que não veria mais Kim Taehyung.

Estava trabalhando a quase 2 semanas com Namjoon, viajava a negócios, participava de reuniões e ajudava o maior em que precisava. Estava muito ocupada para pensar em Taehyung, deixou de frequentar a mansão Kim, simplesmente não se importa mais. Mas estaria mentindo se dissesse que o tinha esquecido, ela não o esqueceu.

(s/n) estava sentada em uma cadeira a frente da mesa de Namjoon atualizando sua agenda.

-(s/n): Já fiz as reservas no restaurante para a reunião iniciará as 19hs.

Namjoon solta um suspiro cansado e passa a palma da mão em sua testa.

-Nam: Obrigada (s/n)...precisarei de você.

-(s/n): Tudo bem.

O mesmo olha para o relógio e ajeita sua gravata.

-Nam: Vamos?

-(s/n): Claro.

Namjoon pega sua pasta e sai de sua sala acompanhado da garota, havia poucos funcionários na empresa, já tinha dado o horário para alguns irem embora, os dois deixam o grande edifício entrando no carro.

(s/n) gostava de trabalhar com Namjoon se sentia uma garota normal de 18 anos. Namjoon não tocava no nome do Taehyung para não deixar a garota desconfortável.

Namjoon estava impaciente com a demora do diretor filial que até agora não havia chegado no restaurante na hora marcada.

-Nam: Toda vez é isso Kwon Ji-yong não tem jeito!...Você está com fome?

-(s/n): Não estou bem.

- Demorei?

Kwon Ji-yong conhecido como G- dragon tinha a mesma idade que Namjoon, seu cabelos preto penteado para trás que o deixava simplesmente sexy, trajava um terno preto, atrás de si havia dois homens.

-Nam: Sim você demorou.

-GD: Nossa quanto mal humor.

Ele fala sentando a frente de Namjoon e encara (s/n).

-GD: Vamos a oque interessa.

A reunião ocorreu normal tirando a parte em que Kwon não tirava os olhos de (s/n).

-GD: Namjoon você tem uma bela secretaria.

-Nam: É, eu tenho mais fica na tua que a (s/n) não é para o teu bico.

G-dragon solta uma risada nasal e morde os lábios.

-GD: Será? Quanto ele te paga? Posso pagar o dobro para ser minha secretaria particular.

-(s/n): Muito obrigada, mas estou satisfeita com o meu trabalho e meu chefe.

-Nam: Acho que encerramos.

-GD: Claro...te vejo por aí (s/n)...lembrarei do seu nome.

G-dragon sai do restaurante acenando para (s/n) que por educação fez o mesmo.

-Nam: Como podem deixar uma pessoa dessa administrar uma empresa?

Namjoon bufa estava bastante irritado, (s/n) limpa a boca com o guardanapo e encara o maior.

-(s/n): Você deveria relaxar, está muito estressado.

-Nam: Você tem razão.

Depois de conversar bastante com Namjoon, (s/n) pega um táxi e vai embora, sempre dispensava as caronas do mesmo.

-(s/n): O que faz acordada?

Se direciona até Keyko que assistia algum filme.

-Ky: Sem sono...você demorou.

-(s/n): Estava em uma reunião.

A menor fez uma careta.

-Ky: Chato.

-(s/n): Eu já vou descansar..não demore muito para dormir.

-Ky: Ook.

(s/n) sobe as escadas jogando a bolsa na cama logo se despindo e entrando no banheiro.

(....) 

(s/n) andava a caminho da empresa. A manhã estava mais frio que o normal, a garota esfrego as mãos em seus braços para aquecelos, o inverno estava chegando.

A garota atravessa os portões de vidro da empresa.

-(s/n)!

A garota de cabelos vermelhos acena para (s/n), chamando-a a mesma que se aproxima.

Mika era recepcionista, era 3 anos mais velha que (s/n), a garota era bem gentil e como a moça educada que (s/n) é, conversava com ela e os demais por pura educação.

-(s/n): Bom dia Mika.

-Mk: Bom dia...o senhor Namjoon veio várias vezes pergunta se você havia chegado.

-(s/n): Ué? Eu não estou atrasada.

-Mk: Ah! ele estava te ligando.

(s/n) vasculhar sua bolsa a procura do aparelho mais não encontra.

-(s/n): Merda! Tchau te vejo por aí.

A garota se despede com um aceno e apressa os passos até chegar no elevador.

-(s/n): Por que sua sala tinha que ser no último anda?

Pergunta ainda vasculhando a procura do seu celular.

-JH: Por que ele é o chefe?

(s/n) olha para Hoseok que até então não tinha o visto.

-(s/n): Hoseok? O que faz aqui?

-JH: Depois de tanto tempo sem me ver, a primeira coisa que me pergunta é isso?

Ele fala debochado logo soltando um riso baixo.

-(s/n): Me desculpe.

A porta do elevador abre e (s/n) encara Hoseok.

-(s/n): Me desculpe tenho que ir.

-JH: Se você não sabe eu também vou falar com o CEO.

(s/n) ri sem graça e caminha até a sala de Namjoon, bate na porta recebendo um "pode entrar", a garota entra acompanhada de Hoseok.

-Nam: (s/n) te liguei várias vezes.

-(s/n): Eu acho que esqueci meu celular em casa.

-Nam: Tudo bem.Hoseok?

-JH: Vim trazer isso.

Hoseok balança um envelope e se aproxima de Namjoon.

-JH: Precisarmos conversar.

Namjoon olha para o envelope e para (s/n).

-Nam: Tá...deixa eu primeiro fala com a (s/n).

-JH: Tudo bem eu espero.

Hoseok senta no sofá e pega seu celular do bolso.

-Nam: Você poderia ir em uma reunião no meu lugar?

-(s/n): Claro.

-Nam: É no outro lado da cidade, a reunião era de última hora então não vai dar para mim ir.

-(s/n): Tudo bem...mais alguma coisa?

Namjoon pega o celular do bolso e entrega para (s/n) que tomba a cabeça para o lado incrédula.

-(s/n): O quê?

-Nam: Se precisar me liga...a reunião é com o Kwon Ji-yong.

-JH: Você vai deixar ela ir sozinha em uma reunião com o G-dragon?

Hoseok pergunta ainda olhando para tela do seu celular. Namjoon hesita em responde-ló apenas olha para a garota em sua frente.

-(s/n): Tudo bem, não é como se ele fosse um mostro.

-Nam: E também não é só eles né Hoseok...o carro está a sua espera.

(s/n) concorda e sai da sala de Namjoon entrando novamente no elevador.

(s/n) atravessava o corredor não do seu ambiente de trabalho era o edifício de Kwon Ji-yong.

A mesma entra em uma sala que tinha uma mesa enorme de reunião alguns executivos já estavam presente, todos direcionam seu olhar para a única mulher ali, (s/n).

A garota caminhou até uma das cadeiras que tinha uma pasta com o nome de Namjoon.

-(s/n): Bom dia.

-Todos: Bom dia.

Novidade ou não Kwon ainda não havia chegado, (s/n) olhava para o relógio e ignorava os olhares sobre si.

-GD: Olha quem está aqui!

(s/n) olha para o garoto que tinha acabado de adentra a sala com os braços abertos.

-GD: Isso vai ser divertido...podemos começar.

A garota prestava atenção em que os executivos discutia sobre os produtos das empresas Kim's e sobre empresas rivais. Namjoon fez bem em não vim era tudo a mesma coisa. (s/n) pensava.

-GD: Então o que a senhoria acha? Sobre os produtos Kim's?

Todos olham para (s/n) a espera de uma resposta.

-(s/n): Os produtos Kim's são ótimos, não mudaria nada.Aliás as empresas rivais não chegam aos pés das empresas Kim's.

-GD: Vocês ouviram a moçinha.

- A é? Você é tão confiante assim nos produtos? Sabe pelo menos se eles aprovam?

-(s/n): Sim. Até por que nunca recebemos reclamações, muito menos perdemos o ranking de produtos mais vendidos do mundo.

Os outros ficam em silêncio enquanto (s/n) folheava alguns relatórios. A reunião terminou e todos se retirá da sala de reunião, já estava na hora do almoço.

-GD: Com licença senhoria.

(s/n) para de anda e olha para Kwon que vinha em sua direção.

-(s/n): Sim?

-GD: Gostaria de almoçar comigo? Não aceito um não como resposta.

(s/n) olha o garoto de cima a baixo. Vamos ver até a onde você irá com esse joguinho. Pensou a garota.

-(s/n): Não tenho outra escolha.

Ele sorri vitorioso e faz menção para que (s/n) o seguisse e assim fez.

-(s/n): Você não vai me levar em um restaurante ou algo assim?

A garota pergunta ao perceber que estavam indo para o último anda.

-GD: No meu escritório teremos mais privacidade...ou prefere ir para um restaurante?

-(s/n):  Não me importo.

(s/n) fala e sai do elevador junto com Kwon.

-GD: Pode entra fique a vontade.

Kwon fala abrindo a porta do seu escritório deixando espaço para a garota entrar.

(s/n) olha ao redor a sala era enorme assim como o do Namjoon, no centro tinha uma pequena mesa com alimentos. Tudo já estava planejado?

-GD: O Namjoon tem sorte de ter você como secretaria.

Kwon puxa a cadeira para (s/n) sentar assim fez, o mesmo senta em sua frente.

-GD: Quer algo em específico?

-(s/n): Não, obrigada.

-GD: Eu gosto do jeito que você fala, bem decidida.

-(s/n):  O quê você quer?

-GD: E bem direta.Gosto de você...você é diferente.

Fala se servindo enquanto a fitava.

-GD: Não estou falando do seu corpo, mas ele é perfeito.

-(s/n): Vou fingir que não escutei isso.

Kwon encara (s/n) tinha gostado da garota ela era diferente das outras mulheres.

-GD: Vejo um lado maldoso em você e isso é bem interessante.

(s/n) para de comer e fitar Kwon esperando o mesmo continuar.

-GD: Você aceitaria um contrato?

-(s/n): Contrato?

-GD: Sim...meu Appa disse que se eu não arrumar uma esposa não serei herdeiro.

A garota analisa a história e ri da situação.

Era hilário o que as pessoas faziam por dinheiro, (s/n) não era diferente.

-(s/n): Está me pedindo para ser sua noiva?

-GD: Sim..pago o que você quiser.

-(s/n): Interessante.

-GD: Então?

-(s/n): Vai me pagar mesmo? Isso vai custar muito caro.

-GD: Claro.

Kwon sorri.

-(s/n): Por que eu?

-GD: Tenho que fazer bem as minhas escolhas e as outras mulheres não chegam aos seus pés.

(s/n) levanta da cadeira e vai para trás da cadeira do garoto passando a mão pela nuca do mais velho e encosta os lábios no ouvido do mesmo.

-(s/n): Espero que cumpra com seu acordo, e também você obedecerá as minhas regras.

-GD: Sabiá que tinha feito a melhor escolha.

(s/n) sorri e volta ao seu lugar.

-GD: Quer falar sobre o contrato.

-(s/n): Claro.

Kwon levanta e vai até sua mesa pegando uma pasta e entregando para (s/n).

-GD: Antes de lê o contrato me fala suas regras.

(s/n) olha para a pasta ainda e fechada para pensar.

-(s/n): Quero que conceda o divórcio quando eu quiser, quero fique logo claro que não serei fiel.

-GD: Digo o mesmo.

-(s/n): Acho que por enquanto é só.

-GD: O contrato constar tudo isso.

-(s/n): Muito bem.

-GD: Irei anunciar no dia da festa de gala da empresa.

(s/n) concorda  lendo o contrato e assinando.

-GD: Minha esposa.

(....)

Depois de um dia cheio (s/n) estava voltando para casa, passou o resto do dia pensando se fez bem em assinar o contrato por causa do seu tio mas não se arrependeu do que fez, precisava seguir em frente.

O sinal fecha, assim que iria atravessar um carro que parou alguns metros chamou-lhe atenção, quando o  farol abaixo a luminosidade seus olhos arregala dava para ver perfeitamente a pessoa que está dirigindo.

-(s/n): Y-yoongi?...então quer dizer que...o T-taehyung está de...volta?


  

              Continua...






     


Notas Finais


Me desculpe os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...