História Ele e eu (Kim Taehyung) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Ação, Drama, Revelaçao, Romance
Visualizações 164
Palavras 1.586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EITA QUE O ESPETÁCULO JÁ VAI COMEÇAR!!🙆
Estou simplesmente adorando e você?
Fiquem com o capítulo BOA LEITURA MEUS BEBÊS❤

Capítulo 26 - Você vai sofrer na minha mão.


Fanfic / Fanfiction Ele e eu (Kim Taehyung) - Capítulo 26 - Você vai sofrer na minha mão.



Taehyung não conseguia acreditar no que acabou de escutar, a frase "noiva" se repetia várias vezes em seu pensamento, não podia está acontecendo.Seus olhos foram de encontro com a aliança da menor, Taehyung abre e fecha a boca sem emitir som algum, Victória toca no ombro de Taehyung, perguntando se ele estava bem.

-Tae: Felicidades para você e sua noivinha.

Taehyung da ênfase no final.

-GD: Guarde sua felicidade para si e essa magricela aí...vem amor.

(s/n) acompanha Kwon até a mesa de bufê.

-(s/n): Você poderia anunciar? Eu quero ir para casa.

-GD: Você acabou de chegar.

-(s/n): Por favor.

Kwon percebe o comportamento da garota e sua voz que sai tremula.

-GD: Você consegue aguarda um pouquinho?

-(s/n): Eu só quero sair daqui.

Kwon puxa (s/n) abraçando a garota.

-GD: Eu escutei um dos primos dele  discutindo lá fora...sobre o metidinho ter voltado e como você ficaria. Vocês tinham um caso?

(s/n) afunda seu rosto no peito do garoto soltando um longo suspiro segurando a vontade de chorar.

-(s/n): É meio complicado...obrigada.

-GD: Você muda seu comportamento...percebeu que você me pediu por favor e agradeceu?

-(s/n): Cala boca.

(s/n) olha para Kwon.

-GD: Você não vai desistir do nosso casamento, vai?

-(s/n): Claro que não.

-GD: Você tem que dizer que me ama. O Namjoon vai saber que é mentira isso que me preocupa.

-(s/n): É só falar que já tínhamos um caso faz tempo e estávamos fingindo que não nos conhecíamos.

-GD: Será?

-(s/n): Vai por mim.

Kwon sorri e da um beijo na testa de (s/n).

-(s/n): Argh oque está fazendo.

-GD: Atuando..você não viu? Todos estão nos olhando.

(s/n) olha ao redor ele tinha razão todos estavam olhando principalmente Taehyung que estava com uma expressão indecifrável assim que seus olhos se encontram Taehyung desvia seus olhos da mesma.

-(s/n): Tão irritante...

Kwon e (s/n) ficaram um bom tempo conversando durante a festa, era estranhamento ficar no mesmo lugar que Kim Taehyung (s/n) queria que tudo aquilo acabasse o mais rápido possível.

-Nam: Ei você.

-(s/n): Eu?

-Nam: Por que não veio falar comigo e está com ele?

-(s/n): Me desculpe.

(s/n) ri e Namjoon encara Kwon.

-GD: Vem (s/n) vamos anunciar.

O garoto pega na não de (s/n) a puxando deixando um Namjoon confuso para trás Kwon vai até um lugar específico perto de seu pai.

-GD: Appa.

- Sim meu filho?

-GD: Appa essa aqui é (s/n) minha noiva.

-(s/n): Olá senhor.

- Até que fim meu filho virou adulto..você arrumou uma bela esposa, você é muito linda.Como se chama?

-(s/n): Muito obrigada. Me chamo Lim (s/n).

(s/n) sorri para o mais velho e olha para Kwon.

-O que estão esperando para anunciar que o casamento?

O homem pega o microfone chamado atenção de todos os convidados.

- Quero aproveita essa ocasião para dizer que Kwon Ji-yong irá se casar.

Os convidados aplaudiram e o homem entrega o microfone para Kwon.

-GD: Agradecido nos casarmos em breve.

Enquanto Kwon fazia seu discurso (s/n) olhava em volta e ver Taehyung saindo do salão com Victória.

-GD: Obrigado a todos...vamos?

-(s/n): Sim.

Os dois se afastam mais uma vez das pessoas.

-GD: Ih lá vem.

-Nam: (s/n)..

-(s/n): Oi Nam.

-Nam: Isso é uma brincadeira?

-(s/n): Não, vamos realmente nos casar.

Namjoon olha desconfiado para os dois e balança a cabeça desacreditado.

-Nam: Espero que saiba oque está fazendo.

-GD: Ela sabe Namjoon.

Namjoon fita Kwon.

-Nam: Isso é algum tipo de contrato?

-(s/n): Já nos conhecíamos já faz um tempo.

-Nam: Confio em você.

Namjoon fala e vai embora.

-(s/n): Vou para casa.

-GD: Te levo.

-(s/n): Estou de carro. Tchau.

-GD: Espera.

-(s/n): O que foi?

-GD: Sem beijo? As pessoas estão olhando.

-(s/n): Aproveitador.

(s/n) fala sorrindo falso enquanto Kwon chega perto de seu rosto selando seus lábios.

-GD: Te acompanho.

O garota segura firme na cintura da menor a acompanhando até a saída.

-GD: Tchau.

(s/n) acena e caminha até o carro a garota aperta o volante do carro ao relembra de Taehyung com outra garota.

-(s/n): Está tudo bem...Taehyung não existe mais.

(s/n) dá partida no carro deixando o salão. 

Ele não existe mais.

(....)

(s/n) queria apagar Taehyung de seus pensamentos, seu coração de tudo, mas simplesmente não conseguia. O garoto estava nítido em seus pensamentos e em tudo que fazia, estava sendo uma tortura toda vez que saía de seu trabalho via Victória por acaso, isso causava náuseas na garota de tão chata e tediosa que a aquela americana era, sempre querendo puxar assunto com (s/n), mas ela não dava espaço e se afastava assim que conseguia.

O casamento de (s/n) estava se aproximando cada vez mais não sabia se estava fazendo a coisa certa, mais uma coisa ela tinha certeza, não iria desistir.

(s/n) estava na casa de Kwon mesmo que fosse um casamento de fachada Kwon queria um casamento decente para dá a garota que só dava sua opinião com sim ou não.

-GD: Muito simples, clichê demais, feio, horrível. Qual você quer?

Kwon estava escolhendo as decorações já que (s/n) não estava ligando apenas mexia no celular vendo as notícias sobre Taehyung depois de muito tempo ter voltado para Coréia. As mídias nem imagina que Kim Taehyung não saiu da Coréia apenas alguns meses é mais ele estava de volta.

-GD: (s/n)?

-(s/n): Uh?

A garota desvia seus olhos da tela do celular para o garoto que estava sentado na beirada da cama.

-GD: Você não está prestando atenção em mim?

Pergunta ele indignado.

-(s/n): Estou sim...o quer?

-GD: Nada.

Kwon levanta caminhando até a porta.

-GD: Irei contrata uma pessoa para os preparativos.

-(s/n): Por que?

-GD: Por que é muito trabalhoso e você não ajudá.

-(s/n): Está bem..senta aqui. 

O mais velho senta novamente e assim foi o dia e a tarde fazendo todas as escolhas juntos, estava sendo divertido.

(s/n) a passar muito tempo com Kwon a garota já tinha conhecido as várias personalidades que o garoto tinha em um corpo só, e isso era divertido para a garota.

-GD: Você não precisa ir.

Kwon fala passando os convites um por um.

-(s/n): A preciso sim.

-GD: Olha o convite dos Kim's.

Kwon balança o convite em frente ao rosto da garota, que revirou os olhos.

-(s/n): Você fez isso de propósito, não foi?

-GD: Não, as famílias são oficial.

Ele se refere as famílias que a empresas tem afinidade.

-(s/n): Eu posso entregar?

-GD: Todo seu só não vai joga no lixo.

Fala entregando o convite para (s/n).

-(s/n): Você estragou meu plano.

-GD: Boba...Você vai entra com quem na igreja?

A garota fita o envelope em suas mãos e dá de ombros.

-(s/n): Sozinha?

-GD: Pode chama seu chefe...ou o Jimin já que ele é mais próximo de você.

-(s/n): Tenho um bebê em mente.

(s/n) sorri e se põe de pé.

-(s/n): Já estou indo.

A garota se despede pegando sua bolsa e sai do quarto do garoto logo em seguida deixando a mansão (s/n) dirigia de volta para o outro lado da cidade mais antes que voltasse para para casa parou em frente a mansão Kim.

-(s/n): Vai lá você consegue.

(s/n) sai do carro tocando a campainha da mansão que logo foi aberta por Victória.

-Vic: (s/n)! Entra.

Victória dá espaço para (s/n) entra assim fez olhou ao redor e direcionou seus olhos para a escada.

-Vic: Você veio falar com o Taehyung?

-(s/n): Sim ele está?

-Vic: Ele saiu com o senhor Kim mais já estará de volta.

-(s/n): Ah eu posso usar o banheiro?

-Vic: Sim claro! Fique a vontade.

(s/n) das as costas para a garota com cara de nojo e sobe as escadas se direcionando ao quarto de Taehyung rodou a maçaneta e adentrou o quarto.

-(s/n): Por que você ainda tem esse quadro?

A garota pergunta para si mesmo sentando na cama enquanto fitava o quadro.

(s/n) olha para a porta vendo Taehyung.

-Tae: O que está fazendo aqui?

-(s/n): Ah Kwon mandou te entregar.

(s/n) tira o envelope da bolsa estendendo para Taehyung que franziu o cenho em dúvida.

-Tae: O que é isso.

Taehyung puxa o envelope da mão da garota com brutalidade assim fazendo um corte no dedo da mesma.

-Tae: Me...me desculpe.

Taehyung se aproxima da garota pegando em sua mão mas a mesma puxa levando o dedo até a boca sentindo o gosto metálico do sangue mas logo tirá.

-(s/n): Incrível como você ainda tem esse quadro. Você devia me dá ele. Kwon vai adorar ter esse quadro no nosso quarto.

A garota sorri reservando seu olha entre o quadro e o Taehyung que abaixa a cabeça olhando para o chão.

-Tae: Eu iria joga-ló...já que você quer pode fazer oque quiser.

Taehyung fala tirando o quadro da parede. A garota levanta pegando o quadro e caminhando até a porta.

-Tae: Por que?

(s/n) virá para olha-ló.

-(s/n): Por que oque?

-Tae: Por que vai casar com ele?

-(s/n): As pessoas casam quando acha a pessoa certa para viver ao seu lado, não?

-Tae: Não, não é.

Taehyung empurra (s/n) na parede a mesma solta o quadro para segura no braço de Taehyung.

-(s/n): Não faça isso.

-Tae: POR QUE!? Eu não era o suficiente!?

Taehyung prensa (s/n) na parede e agarra o pescoço da mesma com força.

-Tae: Eu não vou aceita!! Você não o ama. Fizermos a porra de uma promessa.

-(s/n): A PORRA DA PROMESSA QUE VOCÊ QUEBROU!! O que foi? vai me matar por você ser tão filha da puta!? e ainda por cima trazer uma vadia pra dizer que saiu ganhando!? Você é tão idiota!! Não faça merda e coloque a culpa em mim!!

A garota virá o rosto ao senti o tapa que Taehyung lhe deu. (s/n) empurra Taehyung devolvendo o tapa estalado no rosto do maior.

-(s/n): Nunca mais toque suas mãos imundas em mim novamente.

-Tae: (s/n)...eu não..eu

-(s/n): VAI SE FUDER TAEHYUNG!! APROVEITA E MORRE COM ESSA VADIA QUE VOCÊ CHAMA DE NAMORADA!!

A garota se abaixa apenas para pegar o objeto e sair do quarto se esbarrando em Victória enquanto caminhava até a saída da mansão.

-Vic: Ei (s/n).

-(s/n): Não me chame como se fossemos íntimas.

(s/n) olha com ódio para Victória.

-(s/n):A não ser que você queira o mesmo destino da vadia da Yura.

(s/n) não espera que a mais alta se pronuncie e caminha até o carro deixando o quadro no banco de trás e vai para seu lugar.

-(s/n): Você vai sofrer na minha mão...


Continua...


Notas Finais


Me desculpe os erros.
Espero que tenham gostado MUITAS SURPRESAS VEM PELA FRENTE.
FUIII..❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...