História Ele é meu vizinho - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber
Visualizações 101
Palavras 3.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bebês da Mih

Boa leitura

Espero que gostem

Lembrando que não tem estou incentivando ninguém a cometer tals atos, isso é uma história fictício.

Capítulo 25 - Como vou olhar pra ele agora?


Fanfic / Fanfiction Ele é meu vizinho - Capítulo 25 - Como vou olhar pra ele agora?


" -E esses roxos no pescoço Dawn? - perguntei e ela ficou vermelha. -Me conta tudo." 


[...]


- Então somos pra um motel luxuoso, e mal ele abriu a porta ele ja veio me beijando, tirando minha roupa. - pausou fechando os olhos como se tivesse lembrando. - Ele foi carinhoso, tipo não transamos fizemos amor sabe, ele foi tarado ao mesmo tempo romântico, quando terminamos conversamos e ele falou que adorou que eu surpreendi ele.

-Mas e ai você deixou umas marcas nele também? -Brooke perguntou

-Deixei uns arranhões, não quis deixar chupões ele é casado sabe. - abaixou o olhar ela não pode se apaixonar.

-Ah Dawn mais e ele falou que vai repetir? Ou foi só essa vez? - perguntei 

-Ele disse que podemos sair mais vezes e quando eu quiser ver ele é só ligar que ele vai correndo.

-Uau fisgou o cara. - Brooke disse saindo da banheira.

-Eu to com vergonha sabe? - falou se enrolando na toalha. 

-Porque? - perguntei e ja estavamos nos três dentro do meu closet escolhendo roupas

-Como vou olhar pra ele agora? Vou lembrar da noite incrível e ficar rindo igual idiota, e o pior a mulher dele vai estar no mesmo ambiente.

-Relaxa Dawn, se você começar rindo todos nos vamos rir ok? - falei tentando deixar ela mais calma. 

Brooke concordou e terminamos de nos vestir e pegamos nossas bolsas e descemos.


Entramos na sala de Jantar

Meg, Tyler, Cintia, John ja estava tomando café e John olhou de um jeito malicioso pra Dawn fazendo ela ficar vermelha.

-Bom dia Meg, Tyler e Daddy - falei sentando na mesa -Senta menina vamos comer logo.

-Licença -Dawn falou sem graça.

-Podem se sentir a vontade meninas e em casa -John falou atraindo olhares de Cintia.

-Cadê o Steven? -Brooke perguntou

-Ele deve estar na cozinha ou no jardim Brooke -John falou sorrindo por Dawn estar comendo toda quietinha.

-Vocês fazem curso de quê? -Cintia perguntou

-Eu faço Psicologia com a Mel -Brooke falou

-Eu faço Engenharia -Dawn falou.

-Caramba a noite foi boa em, olha esse pescoço - Tyler falou e Dawn engoliu em seco e me olhou tipo pedindo socorro.

-Tyler para com isso deixa a menina. - falei e ele deu de ombros.

-Vamos donzelas? -Tyler falou -Ainda tenho que buscar Carly.

-Não queremos atrapalhar Tyler, vamos com um dos seguranças mesmo. - falei 

-Que isso eu levo vocês moças bonitas. - falou e deu um beijo na mãe e irmã. -Espero vocês no carro.

-Mel você pode passar no escritório depois da faculdade - John falou mais olhando pra Dawn.

-Passo se não for sair com as meninas - falei e saimos de casa rindo

-Senti uma indireta pra você Dawn -Brooke falou e viu Steven encostado no carro e braços cruzados e correu pulando nele. -Eu vi sua mãe e ela me chamou de futura nora.

-Minha mãe é doida ignora ela. -nos olhou - Vamos meninas?

-Vamos com o Tyler - falei e ele assentiu dando um selinho em Brooke.

-Mel? -John chamou descendo as escadas e indo pra garagem -Leve os seguranças está cheio de paparazzi na frente da faculdade a diretora acabou de me ligar. - Ele entrou em seu Bugatti e parou ao nosso lado -Bom dia meninas tomem cuidado. - piscou e saiu acelerando o carro


Ele amanheceu mais feliz hoje, era falta de sexo mesmo. - pensei e logo ouvi:

-Vamos logo a Carly ja ta me xingando - Tyler falou aparecendo com uma mochila e vários livros.

Entramos no carro e passamos pelo prédio de Carly e eu estava no banco da frente mexendo no celular e vi a sombra dela na janela e levantei o rosto pro Tyler.

-Serio que ela faz questão de sentar na frente? - concordou - Então vou pular pro banco de trás se quiser pode olhar minha calcinha. - lancei um sortisinho safado e as meninas riram.

Virei passando com difícil pro banco de trás e Carly entrou batendo a porta.

-Tem geladeira em casa não gata - Brooke falou e caimos ma gargalhada.

Chegamos na faculdade e cada uma de nos deu um beijo em Tyler só pra irritar Carly e entramos com um pouco de dificuldade mais entramos.

Nossa aula foi tranquila e passou rápido comigo e Brooke conversando o tempo todo.


[...]


-Meninas vamos pro escritório do John? - perguntei assim que nos encontramos na escada de saída da Faculdade

-Não posso vou trabalhar -Brooke disse -Vou nessa vejo vocês mais tarde.

-E Dawn vai trabalhar também?

-Não, fui mandada embora no último corte, to desesperada que meu aluguel ta pra vencer e não arrumo um emprego, vou ter que trancar a faculdade e sei lá voltar morar com meus pais.

-Dawn não tem necessidade isso, eu posso te ajudar. - falei parando na frente do carro.

-Não não vou aceitar dinheiro seu. - falou decidida e entramos no carro.

- Não vou te dar dinheiro, vou te ajudar arrumar um emprego.

-Pra onde vamos? -Dilan perguntou

-Vamos pro escritório de John.

-Sim Senhora. - falou Steven e lhe dei um tapa -Ai doeu Mel.

-É pra doer mesmo. - falei e Dilan deu risada.

O caminho todo conversando e Dawn me contou sobre sua história.

-Chegamos Senhoritas. -Steven falou e olhei feio pra ele.

-Estacionem o carro pois vamos demorar. - falei saindo e indo em direção a recepção. -Oi vim ver o John.

-Boa tarde, quem gostaria? - a recepcionista falou e quis dar um muro nela.

Como ela não sabe quem eu sou? 


-Melissa Garcia e Dawn - olhei pra ela

-Dawn Becker -Completou.

-Vou ver se está autorizada entrar -revirei os olhos e a mesma recepcionista de ontem chegou no balcão.

-Oi Senhorita Garcia, pode subir. - falou sorrindo gentil.

-Sua amiga está vendo se estou autorizada a subir- falei irônica e Dawn sorriu baixinho.

-Pode ir até a catraca vou registrar sua digital. - falou e fui a luz vermelha acendeu e coloquei o dedo e ficou verde - Registrada.

--Obrigado Lucy - falei e ela sorriu.

-Senhorita eu ainda não.... - a outra Recepcionista iria me barrar mais Lucy interrompeu.

-Ela é filha do Senhor Garcia ela tem passagem livre -Lucy falou e a outra ficou chocada.

Liberei minha entrada e de Dawn e pegamos o elevador e Shawn Mendes estava nele.

-Meu Deus vou morrer -Dawn falou chocada e sorri

-Olá meninas -Shawn falou

-Oi Shawn está gravando com John? - perguntei 

-Vim conhecer o Studio, sabe qual andar é a sala dele? - perguntou confuso.

-Estou indo pra lá. - falei apertando o último andar.

-Tira uma foto comigo? -Dawn falou e ele sorriu pegando o celular da mão dela e tirando uma selfie deles dois.

-Você é a filha dele né? - concordei e virei tirando um selfie dele me abraçando por trás. -Uau essa foto vai dar o que falar.

-Você se importa? - ele negou - Eu também não.

O elevador abriu e vi as recepcionista daquele andar.

-Oi o John está? - perguntei e elas me ignoraram total por causa do Shawn. -Ow porra nunca viu um homem bonito? - bati na mesa e elas pulou no susto

-Sr Garcia está em reunião. - Uma delas falou ao me ver. 

-Vou esperar na sala dele, vem Dawn. - chamei e elas tentaram me impedir -Quer vim Shawn?

-Vou aguardar aqui, meu empresário está chegando. Obrigado Melissa.

-Pode me chamar de Mel. - pisquei pra ele. 

-Ja te achei no Twitter. -falou mostrando o celular e concordei entrei na sala de John abaixei todas persianas e me joguei no enorme sofá.

-Você vai dormir aqui? -Dawn falou e concordei

-Deita ai, aqui não tem câmeras, quando ele chegar ele nos acorda.

Deitei colocando o celular ligados na minha playlist favorita e logo dormi.


[....]


Acordei com gemidos baixo, isso mesmo gemidos.

Levantei desnorteada e vi a porta do banheiro fechada e Dawn não estava mais dormindo ali.

Fui até janela e estava de noite, abri a porta do escritório e fui procurar alguma coisa pra comer.

-Oi aqui tem cantina? Restaurante? Lanchonete sei la. - perguntei e a recepcionista sorriu

-Tem sim fica ali. - apontou e segui o corredor e passei por uma sala onde Shawn estava sentado e um telão ligado e ele estava com maior cara de tédio.

Entrei na lanchonete pegando uns lanches e refri.

-John tem conta aqui? - falei lembrando que deixei a carteira no escritório.

-Tem sim Senhora. - falou a mulher do caixa. 

-Coloca na conta dele. - falei ja mordendo um dos lanches.

-Você é o que dele? - perguntou arqueando as sobrancelhas. 

-Sou filha. -pisquei e sai com a bandeja indo pro escritório.

Voltei e a porta do banheiro foi aberta e sentei na poltrona dele

-Nossa vocês poderia ser menos barulhentos? Me acordaram. - falei e percebi os dois de cabelos molhados - vocês tomaram banho ou fuderam demais?

-Tomamos banho. - falaram juntos.

"Que lindos parecem adolescentes de 15 anos com sua primeira paixão. - pensei"

-Uau - falei ja comendo meu lanche - Trouxe pra vocês também.


[...]


Eles sentaram e Logo estavamos rindo igual três idiotas e a porta foi aberta e por ela passa Cintia.

-Esqueceu o caminho de casa Gabriel? -Dawn se encolheu igual um animal assustado. 

-Não estava trabalhando, o que você quer? - John falou revirando os olhos e sem olhar pra ela. 

-Tinhamos um Jantar marcado a duas horas atrás. - falou brava

-Desculpa mais tive um imprevisto importante - deu de ombros deixando em destaque o "importante"

-Vamos pra casa? ou vai ficar trabalhando até tarde? - perguntou cruzando os braços e seu olhar mesclava entre John e Dawn que estava de costa pra porta. 

-Tenho mais uns papeis pra assinaram e vamos levar Dawn em casa. - falou e Cintia saiu pisando duro.

Cai na gargalhada e Dawn  olhava pra baixo com vergonha.

-Bom, podemos ir? -Dawn falou

-John tem algum trabalho aqui? Recepcionista, secretária particular.

-Porque você quer trabalhar? - perguntou confuso e estavamos entrando no elevador.

-Não é pra Dawn, ela está precisando de trabalho.

-Não precisa se preocupar eu me viro. - falou sem graça e me fuzilou com o olhar.

-Não quero que você volte pro Texas Dawn, aceita vai? Você tem suas contas. - sussurrei e ela negou.

-Tenho vagas numa loja que sou sócio se tiver interesse amanhã você faz entrevista e não tem nada a ver comigo. -John falou e estavamos no estacionamento.

-Não quero incomodar vocês com isso. -Dawn falou e bufei

-Ela vai sim. - falei puxando ela pro carro. -Até mais John.

-Chefe você viu as notícias hoje? -Steven falou mostrando um tablet pra John que travou o maxilar.

"O produtor John Garcia saiu a noite de ontem com sua filha e seus amigos pra um barzinho pra comemorar o aniversário da filha, veja as fotos a seguir"

"John saiu com a filha e ele estava sem aliança será que ele e Cintia Owen estão se separando?"

"John é visto numa dança quente com amiga da filha"

"Melissa e John agitando a noite de segunda feira no barzinho no centro de Los Angeles, parece que a relação Pai e Filha está fluindo"

"John foi visto saindo com loira misteriosa na madrugada dessa terça feira do barzinho onde comemorava o aniversário da filha Melissa"

Todos notícias tinha fotos. 


-Droga - esbravejou John -Desculpas meninas eu vou direto pra casa, agora entendi a cara de bosta da Cintia. - deu um beijo na minha testa e um selinho em Dawn -Nos falamos depois ok?

-Claro - sorriu


[...]


Entramos no carro e ficou maior clima chato.

-Podemos passar pra buscar a Brooke? -Dawn falou depois de muito tempo calada.

-Claro vocês podem ir la pra casa de novo, adorei nosso menage. - falei e Dilan freou o carro com tudo e olhou pra trás. -Que foi Dilan?

-Vocês três transaram?

-Claro porque não - Dawn caiu na pilha e Steven caiu na risada. -Não podemos esquecer o Steven.

-Ow Claro. - falei quase num gemido.

-Vocês estão me zuando -Dilan falou ligando o carro novamente.

-Claro que estamos Di, só dormimos juntas abracadinhas. Estela até tirou uma foto no meu celular olha. - mostrei e ele quase bateu o carro

-Porra muita mulher gostosa junto. - falou tomando um tapa de Steven

-Também acho. - falei vendo o carro parar e Brooke fechava uma clínica médica. -Chegamos minha delicia - disse colocando a cabeça pra fora.

-Doida, Oi Dawn, Oi Dilan, Oi paixão. -Falou e deu um selinho em Steven -Onde estamos indo?

-Pra minha mansão - falei e ela riu.

-Vou usufruir da sua banheira de novo. - falou e Steven sorria bobo pra ela

-Claro toda sua. -Endaguei e ficamos conversando aleatoriamente. 


[...]


Chegamos tomamos banho e descemos pra jantar e claro que colocamos babybool curtíssimos.(foto capa)

John arregalou os olhos ao ver Dawn pra ele eu fui levar ela em casa e Tyler quase caiu da cadeira quando viu nos três. 

-Vocês não tem roupas mais comportadas não? Estão na presença de homem comprometidos. -Cintia falou seria.

-Isso é roupa pra pessoas da nossa idade Cintia, se quiser posso te emprestar uns pra ver se você ficar sexy e jovem. - falei e Brooke soltou uma gargalhada e depois tampou a boca.

-Sem necessidade mesmo essas roupas -Carly falou e percebi sua existência.

-Nossa nem tinha reparado sua presença ilustre Carly. - falei revirando os olhos -Roupas assim que me deixa sexy e deixa os homens babando por mim ja que as namoradas anda igual freiras toda coberta.

-Você está falando de mim? - falou Carly alterando a voz.

-Se a carapuça serviu? - Dawn falou atraindo o olhar de todos pra ela.

-Tyler e John vocês gostam desse tipo de roupa? -Perguntou Cintia irritada.

-Eu gosto -John falou -Sempre bom dormir com alguém que esteja linda, sexy e disposta a te satisfazer sempre. - Cintia engoliu em seco

-Eu curto sim, nunca neguei pra você mais você é toda recatada e eu respeito isso. -Tyler falou pegando na mão da Namorada e revirei os olhos.

-Vocês nunca transaram? -Brooke perguntou e Tyler negou -E quanto tempo vocês namoram?

- 3 anos -Carly falou e cai na gargalhada.

-Chifruda com certeza -Falei em português e John cai na gargalhada comigo. -Quem namora 3 anos e não transa? - perguntei e John sorriu negando.

-Ela era assim no começo - falou se referindo a Cintia -Mais ai eu dei o veredito ou dá ou vai ser chifruda até resolver dá.

-Você nunca tinha traído?- perguntei chocada e ele negou.

- 12 anos de casado nunca precisei, mais nos últimos meses ela anda estranha sabe.

-Entendi. - continuei comendo.

-Vocês podem falar nossa língua por favor -Cintia falou brava.

-Não curiosa. - falei e ela bufou.


[...]


Terminamos o jantar e fui ver como estava minha pequena não vi dela depois que cheguei e ela estava dormindo igual um anjo.

Sai do quarto dela e vi Tyler entrando no quarto dele corri até ele e puxei ele pro quarto de hóspedes do lado

-Como você aguenta? 3 anos com uma mina sem comer ela? - perguntei risonha.

-Sei lá, sempre pego umas por fora então nem me importo muito. - deu de ombros 

Tranquei a porta e coloquei a chave na calcinha.

-Melissa eu preciso ir deitar ela vai me procurar.

-Vem pegar a chave. - falei tirando a blusa do babybool mostrando meus seios.

Ele correu até mim e me jogou na cama e ja começou sugar meu seio.

-Awn Tyler - gemi arranhando suas costas -Awn.

Ele tirou meu shorts e calcinha e pegou a chave colocando na cabeceira da cama.

Tirei o shorts dele e ele estava duro igual pedra.

-Porra você é muito gostosa - falei e penetrou dois dedo em mim e gemi alto. -Shh não acaba com a diversão.

Ele penetrava tão ágil que logo cheguei ao orgasmo.

Inverti as posições e comecei chupar ele e ele agarrou meus cabelos fazendo eu ir mais rápido.

-Awn caralho assim eu vou gozar. - gemeu num sussurrou e parei. -Porque parou?

-Porque sua namoradinha está vindo. - falei e as batidas na porta começou.

Peguei minha roupa e calcinha e entrei no banheiro.

-Tyler porque estava trancado aqui dentro ? Você está sozinho né? -Carly perguntou e segurei o riso. 

-Estou sozinho e eu vim bater uma, estou tenso demais com o trabalho e a faculdade. - falou sinico.

-E porque não pediu pra mim? Sabe que quando pedi eu te faço gozar com a boca. - Nossa não é tão recatada assim safada

-Então ajoelha e mama. -falou e abri a porta devagar vendo ela de joelhos chutando ele e sorri piscando pra ele -Você me paga - ele falou sem som e fez a coitada colocar o pau todo na boca fazendo ela engasgar escutei ela tossindo e gargalhei entrando no quarto.

-Onde você estava? Tyler sumiu e você também.-Brooke falou rindo.

-Estavamos no quarto de hóspedes mais a vagabunda virgem chegou ai ele fez ela chupar ele pra mim conseguir sair do quarto. -falei gargalhando e me joguei na cama

-Você não presta Mel. -Dawn falou

-Tive uma idéia meninas, vou colocar um piercing no mamilo. - falei ainda gargalhando.

-Você é doida, dói pra caralho -Brooke falou. - Eu ja tive mais tirei um cara uma vez se empolgou e quase arrancou meu mamilo.

-Vou por também John vai amar. -Dawn falou e tirou uma foto dos seios e enviou pra alguem.

-Você ta enviando fotos pro John? -Brooke falou e Dawn concordou

-Conversamos no escritório hoje, e ele falou que não preciso ficar com vergonha porque ele não ta fazendo nada de errado, que o casamento dele não está dando certo a quase um ano.

-Está sim, ele esta traindo. - Brooke falou e a porta do quarto abriu e John passou por ela sorrindo malicioso.

-Você não pode fazer isso Dawn, agora fiquei excitado e como vamos resolver isso? -Sussurrou encostado na porta fechada.  

- Deixa Cintia dormi e vão pra um quarto de hóspedes mais não sejam barulhentos. -Brooke disse John sorriu safado.

-Me Aguarde Dawn Becker -Sussurrou e saiu do quarto.

-Nossa ele está levando a sério esse lance de vocês -Brooke disse e Dawn suspirou.

-Não vai se apaixonar Dawn, isso pode ser passageiro você sabe disso. - falei e ela sorriu fraco.

Ficamos conversando até umas 23hrs e logo cai no sono e acordei com passos e vi a sombra de Dawn saindo de fininho sorri com isso e voltei a dormir.

[...]

Acordei e olhei pro lado e só estava Brooke, olhei e o relógio e era 05:15hrs.

Levantei e fui chamar ela, abri os 3 primeiros quartos e estava vazio.

Abri a porta do quarto e eles estavam dormindo igual um casal feliz. Peguei os celulares e tirei uma foto em cada celular e acordei os dois.

-Dawn acorda, John acorda. - balancei os dois que logo abriram o olho. -Vocês precisa voltar pro quarto de vocês, Dawn vem e John vai pro seu quarto.

Dawn levantou e ela ainda estava pelada colocou o babybool e veio sonolenta atrás de mim e deitou na minha cama voltando a dormir, fiquei na porta esperando John passar pro quarto dele.

-Obrigado -Ele sussurrou e entrou no quarto....


Notas Finais


Até logo bebês

O que acham? John traindo Cintia com Dawn.
Mel só está começando seus planos de fazer da vida de Cintia um inferno.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...